fazedores.co
Coleção Tudo Cria:
O projeto fazedores nasceu da necessidade de gritar pro mundo quem é a galera criativa que está ousando em fazer acontecer através da rua. Depois do Festival Rider #DáPRAFAZER que ostentou a cena independente do Rio, Rider convidou oito fazedores da Zona Norte, Zona Oeste, Zona Central e Baixada para criarem quatro temas. São símbolos de seus locais de afeto e suas identidades, transformados em uma coleção de chinelos construída em parceria com a marca. Liderada por Camila Vaz, Fernanda Guizan, Julliana Araújo, Junior Stive, Pedro Zybelrstajn, Rafael Acioly, Thiago Monçores e Washington Santana, a proposta visava mostrar a vivência e a relação afetiva existentes entre indivíduo x coletivo x território e colocar pra jogo todas as suas identidades. Zona Norte, Baixada, Zona Oeste e Zona Central foram representadas para falar desse Rio de Janeiro que é separado, mas também interligado. 241734938 O Rio da Zona Oeste Camila Vaz tem 23 anos. Nascida e criada na Taquara, é estudante de design, prestes a se formar pela PUC-Rio. Movida pelo desejo de interferir na sociedade, usa as habilidades em criação de imagem e de produtos para dar expressão a questões como racismo e gênero. Suas experiências pessoais e memórias afetivas são as principais fontes de inspiração, e é desse jeito que ela busca que suas produções criativas sejam reflexo de pura vivência. Amiga da Camila e também cria da Taquara, Juliana Araújo trabalha com vestuário e adorno pessoal. É DJ e antropóloga - pesquisa sobre as vivências e ressignificação de corpos pretos - e toca uma marca de moda masculina, a RMA-3, com dois sócios também designers, Natasha Ribas e Andrew Melo. Além de tudo isso, trabalha em paralelo com projetos pessoais de vestuário e adornos, sempre ou quase sempre ligados à sensibilidade do homem negro e às diversas possibilidades de ser masculino na comunidade negra. [su_imagem_full imagem_full=