cinematecando.com.br
Crítica: O Destino de uma Nação | Cinematecando
Gary Oldman brilha em atuação arrebatadora e cheia de nuances Cada diretor tem sua peculiaridade. No caso de Joe Wright (de Orgulho e Preconceito, Anna Karenina, Desejo e Reparação), sua grande habilidade é a de fazer filmes de época; e a melhor parte é que ele consegue criar uma atmosfera interessante e que prende do início ao fim, seja com sua maneira de filmar ou com o que consegue tirar de seu elenco. Em O Destino de Uma Nação, que conta com Gary Oldman no front de mais uma história de época e baseada em fatos, todos os elementos citados …