oeduardomoreira.com.br
Máquina de escrever é convertida em impressora que 'toca' música | @oEduardoMoreira
Chris Gregg, um técnico em informática que trabalha na Tufts University (Massachusetts, EUA), transformou uma velha máquina de escrever em uma impressora singular, conectada a um dos seus computadores. Ele pegou uma Smith Corona do ano de 1960, e combinou com um Arduino Uno para obter os resultados desejados. Ainda que a Smith Corona seja uma máquina de escrever elétrica, ela não contava com interruptores eletrônicos para serem ativados a partir de um computador. Isso fez com que Gregg abandonasse o projeto por um tempo, mas uma ideia de um amigo funcionou, e agora a máquina de escrever/impressora não só funciona, mas é capaz de escrever com 'ritmo'. Gregg aproveitou a sugestão do seu amigo, e utilizou pequenos eletroímãs para acionar as teclas da máquina de escrever. O processo foi bem complicado, já que ele teve que cabear cada dispositivo a cada tecla, que por sua vez foram conectadas ao Arduino Uno. O mini PC recebe os comandos e instruções a partir de um aplicativo do MacBook, que