funiber.org.br
Gestão de Telecomunicações
Graças às telecomunicações, em todos os seus aspectos, os mercados locais e globais se aproximaram e perderam suas diferenças a tal ponto que as fronteiras entre países cederam ante as já inexistentes barreiras socioeconômicas. 1.1. Importância de uma formação em Gestão de Telecomunicações Hoje em dia, as decisões relacionadas com as Telecomunicações não são exclusivas do âmbito tecnológico, pois afetam a concorrência internacional e nacional de modo que decisões globais se introduzem, por um lado, em mercados locais, obrigando as empresas locais a melhorarem sua competitividade e expandir-se e, por outro lado, alteram as relações da vida cotidiana, ao mudar as vias de comunicação entre pessoas e organizações. Isso confere um grande valor estratégico às Telecomunicações, graças à agilidade com que reduzem distâncias entre mercados, pessoas e organizações. Nesse sentido, o programa em Gestão de Telecomunicações permite compreender o amplo leque relacionado à gestão das telecomunicações de maneira integrada: da mudança no mercado das telecomunicações até o conhecimento das possibilidades que as redes de telecomunicações oferecem, passando e incluindo temas de regulação, gestão ambiental, estrutura empresarial e segurança. 1.2. Conceitos centrais do programa: gestão e telecomunicações O conceito de gestão costuma estar associado à capacidade de organizar, desenvolver e controlar todos os recursos necessários para alcançar uma finalidade concreta preestabelecida. Na área das telecomunicações, esses objetivos abrangem desde o nível técnico até decisões entre governos. Nessas decisões, aparecem agentes institucionais, países, regulamentos e normas, tecnologias e serviços. Portanto, sua gestão implica o trabalho em diversos níveis ou âmbitos de decisão.