blog.bjcvs.org
O potencial das terapias celulares no remodelamento cardíaco após o infarto agudo do miocárdio
O infarto agudo do miocárdio é a causa mais comum de morte global, sendo responsável por 32% dos óbitos no mundo em 2013 (1). Do ponto de vista da fisiopatologia, o infarto ocorre em decorrência de fissura ou ruptura de placa aterosclerótica, desencadeando um processo de formação de trombo,