xango,

Quando estiver sem saber o q fazer pede a Iemanjá pra essa onda passa rápido , se for de chora pede Oxum pra lhe conforta e lhe da colo quando ninguém estiver lá, quando tiver fraca grita Ogum e peça a Xangô pra te da sempre a sabedoria de guerreia com lealdade e com justiça .. Sempre quando tiver fraca e pensa q todos te abandonaram conversa com Omulu ,o tempo é o melhor remédio e quando tiver q fazer uma tempestade n fique com medo grita Iansa e peça pra fica ao seu lado e ajuda .. Chama Ossoxi pra trilha os seus caminhos e sempre mostra quem é quem ate se tive um casco de arvore duro e voc estiver sozinha no escuro .. E nunca , mas nunca perca a fe em Oxalá e em seus orixás .. 💖
—  Carla Freitas

7Trigo

Ele é a natureza, a fonte do amor. Ele é dono da mata. Oxossi é caçador.
Ele tem flecha e bodoque
Ele tem lança e cocar.

Na mata está o seu reino e na mata reinará.
A sua Essência mostra que a busca pelo conhecimento em si mesmo, e em tudo que lhe cerca, é a sua virtude principal.

Senhor das matas e da vida silvestre, neste momento, Pai, sou sua flecha.
Sou a força do seu arco, sou tudo o que é, a agilidade, a sabedoria. Faça de mim, soberana caçadora, uma pessoa de sucesso, e que haja fartura em minha casa.

Dê a mim sabedoria para agir, paz para construir meus ideais, força para seguir sempre.
Oxossi, rei das matas, da lua, do céu azul, que seja eu leve como o pássaro que voa, livre como o cavalo que corre, forte como o carvalho na mata, direto como a sua flecha.

Saravá Oxossi
Okê Arô

Oxalá criou a terra
Oxalá criou o mar
Oxalá criou o mundo
Onde reinam os Orixás (2)

A pedra deu pra Xangô
Meu pai, rei e justiceiro
As matas deu pra Oxóssi
Caçador, velhos guerreiro.
Grandes campos de batalha
Deu para seu Ogum guerreiros.
Campinas pai Oxalá
Deu pra seu Boiadeiro.

Mar com pescaria farta
Ele deu pra Iemanjá.
Os rios para Oxum,
Os ventos para Oyá
Lindos jardins com gramados,
Deu paras crianças brincas
Oxalá criou o mundo, onde reinam os Orixás.

Oxalá criou a terra
Oxalá criou o mar
Oxalá criou o mundo
Onde reinam os Orixás (2)

O poço deu para Nanã
A mais velha Orixá
E o cruzeiro bendito
Deu para Almas trabalhar
Finalmente deu as ruas
Com estrelas e luar
Pra Exus e Pombogiras
Nossos caminhos guardar.

Oxalá criou a terra
Oxalá criou o mar
Oxalá criou o mundo
Onde reinam os Orixás (2)

—  Epa babá!

Se é pra falar a verdade mesmo, acho que não sou daqui, acho que vim de longe, mas já que a ordem é permanecer ficarei aqui até que um dia eu possa ser completamente livre.

Sou filho de Ogum da luta não fugirei, sou filha de Iansã e o que é meu protegerei, sou filho de Xangô e da justiça cuidarei, sou filho de oxossi e essas matas já tem um Rei, sou filha de Iemanjá a fartura eu trarei, sou filha de Oxum e trago dentro de mim tudo de mais puro que possa existir.

Mas acima de tudo sou filho de ibeje, são Cosme e Damião, viverei sorrindo independente da situação, porque aprendi desdi cedo que a vida não é apenas uma, mas enquanto podemos aproveitar essa aqui se fará  UNICA.

(povo-de-aruanda)