wasbynecessity

Eu não sei, de onde vem, essa força que me leva pra você Eu só sei, que faz bem, mas confesso que no fundo eu duvidei Tive medo, e em segredo, guardei o sentimento e me sufoquei Mas agora, é a hora, eu vou gritar pra todo mundo de uma vez Eu tô apaixonado Eu tô contando tudo e não tô nem ligando pro que vão dizer

youtube

você já penso em fazer isso a ela ? por mais que seja vergonhoso você já penso em dizer para os 4 cantos do mundo o quanto você a ama ?você pagaria esse mico somente pra dizer o quanto ela é importante pra você ? 

sim, nos homens que sabemos que ela é a pessoa mais importante do mundo para nos, já pensamos em fazer isso mas do que iria adianta se ela não iria nem nota ?

Sinceramente, não sei como isso funciona. Mas eu gosto de desafios, de apreender o difícil. Não quero ser um peso na vida de vocês, mas tb. não irei poupá-los. Minha escrita é razoável. Já começo dando-lhes uma notícia. Sou um cara melancólico. Adoro reclamar e me acho a bosta do cavalo de Napoleão. Evidentemente faço terapia e tomo meus remédios. Mas não mordo. O psiquiatra jamais revelou o que tenho. Eu mesmo me autodiagnostiquei e ele confirmei. Eu tenho distimia! Confesso que adorei o nome desse incômodo. Quem sabe algum distímico deseja trocar umas idéias comigo? Está inaugurado o meu blog. Cortei a fita simbólica. Cantamos o hino nacional e vamos à luta. Eu quero me divertir com vocês. Não babo, não tenho visões, nem quero cortar os pulsos. Quero ficar na minha, só isso. Não nasci assim, claro. As contigências me levaram a ser assim. E para quem não sabe, distimia é uma depressão leve e crônica. Há os que garantem que ela tem cura. Curto muito a frase que o amigo da Fernanda Torres disse: “Quem enfrenta a realidade enlouquece. A única saída para a sanidade é uma dose de alienação” .