vvv

that one harueru scene which makes me unable to hate the whole ep

L: *gasp* “Tokishima Haruto! We won! Both of us!”

H: “Haru…to. Is that… my name?”

L: *gasp*

H: “I don’t… understand… Where… is this? Who… are you?”

L: “So you don’t remember it? Anything?”

H: “Un.”

L: “About our contract too?”

H: “Un.”

L: “About exchanging blows in the… moon, too?!”

H: “…sorry.”

L: “You… and I…”

H: “…you… knew, didn’t you? About me…”

L: “Yeah. You are… my friend.”

Haruto remembered the blows exchanges in the Moon, that’s why he punches L-elf’s mouth. That’s why L-elf is so adorably surprised. That’s why this is so heartbreaking.

That’s why I’m being delusional and think Haruto is just passing out because he’s not dead eyed. And I will stick to this headcanon no matter what people say

 

2

you know he dead

Well, ever since I first watch vvv and see Eruerufu, one of the thing I fell for is his marshmallow face. You have no idea how much I wanted to bite his face it if he isn’t fictional, sigh…..

SO I had Haruto do it for me instead~ ;D
Perhaps this is why he automatically let him bite his neck… “Don’t hurt my beautiful face you idiot!”


Thanks Haruto! Oh and sorry too~

Anyway happy valentines day to everyone

E se eu pudesse te pedir uma única coisa, eu te pediria, amor, para me ensinar te esquecer. Da mesma forma que você me ensinou gostar de você. Porque é tão difícil, eu tento focar em qualquer outra coisa, mas aí eu percebo que meu foco é só você. Que é o seu jeitinho, seu sorriso, suas manias, que são as lembranças de tudo que você já fez e ainda faz… Tudo que eu quero está em você. E eu preciso mudar isso, preciso desaprender gostar de você. Gostaria que me ensinasse não gostar tanto de tudo que você faz, ou melhor, quase tudo, pois odeio quando você erra comigo. Quando isso acontece, eu tento achar uma brecha pra te odiar também, mas ai você acerta comigo, e eu esqueço de qualquer outro erro teu. Se eu pudesse escolher, escolheria te esquecer, e não, te querer. Eu deveria escolher ir? Pra poder te esquecer amor, eu deveria optar por ir? Porque eu escolhi ficar, ainda estou aqui porque eu quero. Você só me ensinou querer ficar, só me ensinou a te dizer sim, e te querer sim, estar aqui até o fim. Eu preciso amor, que você me mostre o fim, se é que ele chegou. Você me faz perder o chão ou me mostra o quanto é duro ficar em pé as vezes, me faz esquecer todos os problemas ou joga todos eles na minha cara, você me faz te amar cada vez mais, mas nunca amor, me faz te amar um pouco menos. Ah meu bem, eu sei que pra quem vê de fora isso é tão confuso, nem imaginam eles que pra nós mesmos é ainda mais confuso, que tudo que acontece aqui é confuso, é sem explicação. E eu não sei se isso é certo, se é errado, se é crime, se é pecado, não existe nada, fora disso, amor. Eu só sei que eu te amo. E eu amo muito e eu fico, mesmo sabendo que talvez você não me ensine te esquecer, que você pode errar muito, mesmo sabendo que ainda posso chorar demais, mas principalmente porque eu sei que posso sorrir muito, sei que você me ensinar te amar do jeito certo, que você pode me deixar te amar e te mostrar o quanto esse amor é grande, que eu posso me perder em seus braços e me entorpecer com seu cheiro. Já que você não me ensina de te esquecer amor, me deixa amar você.
—  Vitória, amor.