vocs

So let’s talk about Camp Camp’s motto.

We’re told that the motto is “Campe Diem”, an obvious play on “Carpe Diem”, a Latin phrase translating into “Seize the Day” However, the thing is, Campe is also a Latin word.

“Campe” is a Vocative Singular form of the word “Campus”, which translates into “field, plain”. It being Vocative means it’s called out.

Meaning that Camp Camp’s motto is “FIELD DAY!”

anonymous asked:

Hello! Do you know of any snake-safe air fresheners, candles, etc? The person I live with wants to use that sort of thing to cover up the sometimes-funky smell of our rented apartment. Since I have snakes, I don't think it's a good a idea, but can't come up with another solution to hide smells out of our direct control. (I also have asthma, so I don't much like scented candles either, but I mostly worry about the snakes).

I know how appealing a good smell can be, but you’re right to be wary of scented products. 

All candles produce some soot. Soot is impure carbon particles, the result of incomplete combustion of the fuel. Improper burning and wick trimming results in more soot, and though some candles are advertised as safer, or even soot free, they all produce soot and all can produce more or less depending on how they are burned. In addition to this, all candles will produce smoke, particles of burned material which are visible in the air. The smallest particles are actually the most dangerous, because they cross cellular membranes.

The scents in candles, air fresheners, and many kinds of incense are either essential oils (”natural”) or fragrance oils (”artificial”). Though essential oils are “natural” (produced through intensive processing), they release volatile organic compounds (VOCs). These are irritating and potentially dangerous to humans and other animals. Many are safe for human use only in very specific ways, in specific dilutions.  

Animal safety information is very much lacking for essential oils, and misinformation is rampant. Some of the essential oils known to be toxic to certain animals are often listed as “natural medicine” for those species online, or included in products meant for those species! 

Oil diffusers are not a safer way to use essential oils around reptiles; the essential oils still offgas VOCs (and do so even more at higher temperatures).

Why are scented products dangerous for reptiles? Snakes are particularly sensitive for a variety of reasons, such as some only having one functioning lung. Some reptiles have very primitive respiratory systems. Others, like birds (which are also reptiles) have very specialized systems.

I personally advise against all air fresheners, sprays, scented cleaning products, candles, and incense around reptiles.

If they must be used, use them in a different room, with good ventilation (fans blowing the air out, windows open, etc.). Do not use them in the room with the reptiles.

In a small apartment, be extra careful, since the air space is small.

There are some safe alternatives! 

  • If possible, open windows to freshen the house; outside air is almost always cleaner than inside air! VOC levels in the house are generally two or three times that of outside. Circulate air with fans.
  • Houseplants help eliminate VOCs from the air. NASA recommends two or three plants in 8 to 10-inch pots for every 100 square feet. Some are better than others; you can search online to find out which plants are safe for your situation (if you have pets that might eat them!) and which will do the best job.
  • Simmer orange, lemon, or lime peels with spices (such as cinnamon sticks) in a pot on the stove. Do not allow it to boil dry; burning food is dangerous too. (A slow cooker is a great option.)
  • Simmer tea, herbal tea, or coffee. (Again, don’t let it boil dry!)
  • Put citrus peels down the disposal in the sink.
  • Stud an orange with cloves and hang it somewhere, or use herbal sachets (dried herbs in cloth bags).
  • Use odor absorbent products such as charcoal, baking soda, or zeolite (you can find dedicated products in pet stores, department stores, and online). Just make sure no one can get into them. You generally hang them around stinky places, and replace as recommended for the product. (Coffee grounds also absorb odors!)
  • Vinegar diluted in water helps eliminate odors (of course it will smell vinegary, but when it dissipates the other smells are gone as well).
  • Water infused with whole herbs can be misted around safely (look for rose water recipes; can be adapted to other safe herbs like fresh lavender; or simply make like tea). Unlike essential oils, these are not dangerously concentrated. You can mist this around the house, or soak cotton balls in it and place in jars. 

I hope these ideas help!

5% Of China adheres to a vegetarian diet

13% Of Taiwan adheres to a vegetarian diet

It is accepted that some Greek philosophers brought their beliefs of vegetarianism from Egypt.

There are sources that say ancient Egyptians ateplant based diets and have been recorded as abstaining from animal flesh and skins since 3200BCE.

.

Upwards of 42% of India adheres to a vegetarian diet

But because some white people in western cultures also adhere to plant based diets it is now a “white people thing.”

Veganism and vegetarianism spreading is now “imperialistic.”

This kind of erasure is perpetuated to discredit veganism and vegetarianism by the common meat eater, to make veganism and vegetarianism seem childish, pointless, privileged, trendy, and unnecessary. It makes veganism and vegetarianism seem like new concepts without histories deeply rooted in many cultures. Veganism and vegetarianism is NOT a white people club, it never was. It is simply something that has existed in most cultures around the world and continues til this day to be practiced by all colors.

Japanese lesson: In the morning

朝 (asa) - morning
あくび (akubi) - yawn
疲れた (tsukareta) - tired
目覚まし時計 (mezamashi dokei) - alarm clock
布団 (futon) - bed
夜明け (yoake) - dawn
寝坊 (nebou) - oversleep
朝ごはん (asagohan) - breakfast 
眠たい (nemutai) - sleepy
起きたくない (okitakunai) - I don’t want to get up..
おはよう (ohayou) - Good morning!
ベッドから出られない (beddo kara derarenai) - I can't get out of bed.

anonymous asked:

Can you write a post explaining German cases please?

If they could be explained in one post, i’m sure we’d all have less problems lmao but i’ll try! 

1. What cases are there? 

German has four cases: Nominativ, Genitiv, Dativ und Akkusativ. (for any Latin nerds: Same as in Latin minus Ablative and Vocative.) 

2. Why are they necessary? 

Well, for once, you’ll need them if you want native speakers to understand what you’re saying. But let’s go a little deeper and compare German to English: 

In English, the meaning depends on the sentence structure. “The man bit the dog” and “The dog bit the man” have very different meanings even though both sentences use the same words - that’s because of the typical SVO-order. In English, the subject generally comes first, then some kind of verb, then the object (there are more difficult cases of course, but let’s not go into that rn). English has very little morphology, meaning that nouns/pronouns/determiners don’t inflect (a lot) depending on the case they’re in. 

In German, you can switch stuff around until you’re dizzy. “Der Hund biss den Mann” and “Den Mann biss der Hund” both mean the same, because “den” indicates that “Mann” is in the Akkusativ, thus he’s the one being bitten, no matter where you put him in the sentence. The case morphology allows a freer sentence order without leading to possible misunderstandings. 

3. So how do I know which case I need? 

This is the moment where it gets more complicated. You can associate the following questions with each case: 

  • Nominativ = Wer oder was? (Who?. The subject of a sentence is always in the nominative case.)
  • Genitiv = Wessen? (Whose?. Typically describes possession or comes as a rule after certain prepositions like “wegen” or verbs like “gedenken”.)

Okay, we can deal with that. Now on to the more difficult stuff: 

  • Dativ = Wem? 
  • Akkusativ = Wen oder was? 

To understand this, some knowledge of grammar is definitely an advantage. Consider the following sentences: 

  • I have a book. = Ich habe ein Buch. 
  • This is all well and nice. Subject (NOM), Verb, Object (AKK). 
  • In English, you would call “a book” a direct object because the verb “to have” is transitive, meaning it carries one object. “I have.” isn’t generally a full sentence and is expected to be followed by an object.

So apparently all our problems are solved with the Akkusativ/direct object. What now? 

  • I give you a book. = Ich gebe dir ein Buch. 
  • This is the critical moment. Subject (NOM), Verb, Object (DAT), Object (AKK). 
  • Suddenly we have two objects because the verb “to give” makes us expect information about what we’re giving (direct object, AKK) and to whom we’re giving it (indirect object, DAT). 
  • Such verbs are called ditransitive, meaning they can carry two objects. Just saying “I give.” leaves us wondering what you’re talking about because we’re missing key information. 
  • English, as explained above, solves this with sentence order by making the indirect object come first or by indicating it with “to” (“I give a book to you”). German solves it with inflection, putting the indirect object in a different case. 
  • That’s why things like “Ein Buch gebe ich dir” and “Dir gebe ich ein Buch” are both possible in German.
  • There are also intransitive verbs which carry either no object at all or just a dative object (“Ich antworte ihm”). 

4. How do I know which verbs carry which object(s)? 

This list will save you.  At some point (once you’ve gotten to a certain level in German), you’ll have a gut feeling about which object(s) to use just from experience. Give it some time! 

5. What about determiners and pronouns? 

I actually think this is less work because it’s one table of endings each, and once you’ve got that down you should be fine. 

side note: As a native speaker and language nerd who loves grammar, it’s hard for me to judge if this was helpful or just confusing as hell. I hope I still answered your question to some extent! If you need more help or have problems with a specific sentence, let me know and i’ll try my best! :) 

A Love Poem - CIL 04, 5296

Transcription

Translation:

O, would that it be permitted to hold your delicate arms, 

fastened around my neck, and to offer kisses to your tender lips.

Go now, darling, and trust your joys to the winds;

trust me, the nature of men is fickle.

Often while I lie awake in the middle of the night, lost in love,

I reflect on these things with myself: many are they whom Fortune has lifted up high;

and in the same way these, suddenly thrown down headlong, she now oppresses:

just as when Venus has unexpectedly joined the bodies of lovers,

daylight divides them, and (they?)…

Bibliography:

Milnor, Kristina. “Gender and Genre: The Case of CIL 4. 5296.” In Graffiti and the Literary Landscape in Roman Pompeii. 1st ed. Oxford: Oxford University Press, 2014.

(The picture and transcription are taken from this source, p 198 and 209. There is obviously MUCH more scholarship on this, but Milnor is a good starting place.)

I’d recommend looking up Rebecca Benefiel if you want more information specifically about graffiti in domestic spaces.

Comments:

A beautiful love poem from one woman to another, neatly inscribed on the wall inside a house in Pompeii. There’s much to say about this poem, but I’ll keep it brief! There’s a lot of debate as to whether this was actually written by a woman, to a woman, and scholars sometimes bend over backwards to try to justify another explanation. But I (and many others) argue that it rejects the involvement of men both thematically and grammatically. The speaker does not seem interested in men’s “fickle nature.” The gender of the speaker can be determined by the perdita in line 4: a nominative, feminine perfect passive participle. The gender of the addressee is shown by pupula, a vocative, feminine noun (a diminutive term of endearment, literally meaning “little girl,” but probably more like “darling,” or maybe even “baby”?)

Please add your own translations, comments, and bibliography if you like!

Thanks to @ciceronian for the great request!

Japanese lesson: ✎Tumblr

タンブラー (tanburaa) - tumblr
ブログ (burogu) - blog
本垢 (honaka) - real account
フォロワー (forowaa) - follower
相互フォロー (sougo foroo) - mutual
フォロバしてない人 (foroba shitenai hito) -  a person who’s not following you back 
クラスタ (karasuta) - fandom
ブロる (buroru) - to block
リブログ (riburogu) - reblog
写真をアップする (shashin wo appu suru) - to post a picture
フォローしてくれてありがとう (foroo shite kurete arigatou) - thank you for following me!

Vocabulary list Dutch - English: time

De maanden van het jaar - the months of the year

Note: unlike in English, months aren’t written with a capital letter in Dutch.

  • Januari - January
  • Februari - February 
  • Maart - March
  • April - April
  • Mei - May
  • Juni - June
  • Juli - July
  • Augustus - August
  • September - September
  • Oktober - October
  • November - November
  • December - December
De dagen van de week - the days of the week

Note: unlike in English, days aren’t written with a capital letter in Dutch.

  • Maandag - Monday
  • Dinsdag - Tuesday
  • Woensdag - Wednesday
  • Donderdag - Thursday
  • Vrijdag - Friday
  • Zaterdag - Saturday
  • Zondag - Sunday

Tellen tot 20 - counting to 20

  1. één - one
  2. twee - two
  3. drie - three
  4. vier - four
  5. vijf - five
  6. zes - six
  7. zeven - seven
  8. acht - eight
  9. negen - nine
  10. tien - ten
  11. elf - eleven
  12. twaalf - twelve
  13. dertien - thirteen
  14. veertien - fourteen
  15. vijftien - fifteen
  16. zestien - sixteen
  17. zeventien - seventeen
  18. achttien - eighteen
  19. negentien - nineteen
  20. twintig - twenty

Verder tellen - counting further

0 - nul - zero
30 - dertig - thirty
40 - veertig - fourty
50 - vijftig - fifty
60 - zestig - sixty
70 - zeventig - seventy
80 - tachtig - eighty
90 - negentig - ninety
100 - honderd - one hundred
200 - tweehonderd - two hundred
1000 - duizend - one thousand
2000 - tweeduizend - two thousand
1 000 000 - één miljoen - one million
1 000 000 000 - één miljard - one billion

(to say 21, you say eenentwintig (one-and-twenty), each number follows this pattern)

De seizoenen - the seasons

Lente - spring
Zomer - summer
Herfst - autumn/fall
Winter - winter

Algemeen - general

  • De datum - the date
  • De kalender - the calendar
  • De leeftijd - the age
  • De eeuw - the century
  • Het decennium - the decade
  • Het jaar - the year
  • De maand - the month
  • De week - the week
  • De dag - the day
  • Het uur - the hour
  • Het kwartier - the quarter of an hour
  • De minuut - the minute
  • De seconde - the second
  • De ochtend; de morgen - the morning
  • Vanochtend; vanmorgen - this morning
  • De voormiddag - before noon
  • De middag - noon (and often also used referring to the afternoon)
  • Vanmiddag - this (after)noon
  • De namiddag - the afternoon
  • De vooravond - the early evening
  • De avond - the evening
  • Vanavond - this evening
  • De nacht - the night
  • Vannacht - this night
  • Middernacht - midnight

  • Eergisteren - the day before yesterday
  • Gisteren - yesterday
  • Vandaag - today
  • Morgen - tomorrow
  • Overmorgen - the day after tomorrow

Bijvoeglijke naamwoorden - adjectives

  • Laat - late
  • Vroeg - early
  • Vorig - last; previous
  • Volgend - next
  • Lang - long
  • Kort - short
  • Snel - quick; fast
  • Traag - slow
  • Antiek - antique
  • Futuristisch - futuristic
  • Toekomstig - future
  • Vroeger - in former times; earlier
  • Later - later
  • Constant - continuous
  • Dagelijks - daily
  • Wekelijks - weekly
  • Maandelijks - monthly
  • Jaarlijks - yearly

I maybe want to make a post explaining how to say the date and time in Dutch but I’m not gonna put effort in it if no one is going to use it, so please let me know if you’d like a post like that and I’ll make one!

  • nominative: if you were choosing a new name, what would you pick?
  • genitive: what's your favorite possession?
  • dative: what's the best gift you've ever received?
  • accusative: you've been accused of a crime. what is it?
  • ablative: what would you carry out of a burning building?
  • vocative: do you have any nicknames?
  • present: where do you live now? do you like it?
  • imperfect: what is something you used to do regularly and miss?
  • future: what is your utterly unrealistic dream life?
  • perfect: your favorite memory.
  • pluperfect: your first memory.
  • future perfect: what do you want to have on your gravestone?
  • indicative: what one thing would you change about your current situation?
  • subjunctive: what would you wish for if you had one wish?
  • imperative: what would be your first order as ruler of the world?
IT’S JUST KYUNGSOO

♤ actual soft ball of fluff
♤ fluffier than a pomeranian okay
♤ smiley kyungsoo makes everyone happier
♤ like he’s a little kid omg
♤ don’t tell me you don’t love smiley kyungsoo
♤ only satan hates smiley kyungsoo and you ain’t satan
♤ if you are satan hi how are you jUST KIDDING you better love him
♤ he looks so cuddly for once like
♤ i just wanna hug the life out of him he’s that cute
♤ fight me if you think he ain’t a cutie

Originally posted by dohkyungcutie

♤ don’t piss him off
♤ literally split personalities right there
♤ one minute he’ll be all happy but then
♤ when chanyeol happens
♤ room. evacuation. ROOM. EVACUATION.
♤ SOS BECAUSE THE DEVIL HAS ARRIVED
♤ the world didn’t end on saturday 23 it’ll end when ksoo wants it to
♤ fucking angel devil hybrid in a tiny human body
♤ tbh he’s still cute af when he’s pissed
♤ constantly in bitch fight me mode

Originally posted by callmeyourhope

♤ his gummy smile
♤ i swear it’s too omg
♤ i die inside whenever he does that
♤ like don’t tell me you don’t or else i’m just weird which i’m not
♤ it probably cures depression that smile
♤ MAKE !! KYUNGSOO !! SMILE !! MORE !!
♤ honestly though it’s precious
♤ i would fucking kill for that smile it’s so cute
♤ you know when babies giggle and everyone is like aw so cute
♤ well i do that when ksoo smiles okay

Originally posted by yonkaisoo

♤ his eyes are the like omg
♤ will be the death of me
♤ how they gradually widen without him knowing
♤ like could you not i’m trying to live here
♤ oh fuck it i’ll lose anyways
♤ always looks shook
♤ or he looks like he remembered that he forgot to turn off the bathroom lights
♤ either way shook
♤ actually that’s really cute compared to shook beagle line lol
♤ god i love those eyes awWWW

Originally posted by messijoahae

♤ his vocals are actually god’s blessing to us
♤ like they could be drugs i wouldn’t know ????????
♤ also he’s literally the rap line
♤ LET KYUNGSOO RAP
♤ it’s a beautiful sight
♤ stfu exo you ain’t got shit on ksoo’s rapping okay
♤ but in all seriousness his vocals are a blessing
♤ like i shit you not if he released a solo album i’d die a little 
♤ also when he sang in miracles in december my mum started crying okay
♤ W O RSH IP H I S VOC A LS PLEASE

Originally posted by bangtan-monsta

♤ probably wants to kill chanyeol lets be honest
♤ but then gets giggly and pissed at the same time
♤ make up your mind dude
♤ also he’s like dON’T FUCK WITH ME BITCH
♤ sexual tension
♤ honestly if there was a film abt him and yeol killing eachother i’d be dead
♤ wouldn’t we all
♤ probably wants to poison chanyeol’s drink but junmyeon be like kids chill
♤ sLAPSGIVING CHANYEOL DID YOU HEAR THAT ;)
♤ honestly i think he just enjoys witnessing other people’s misery 

Originally posted by veriloquentmind

♤ i feel like one day he won’t have enough hair to cut
♤ like he cuts his hair so much are you okay bro
♤ literally looked like an egg for a few months
♤ still a hot egg
♤ would cook that egg
♤ also glitches out a lot
♤ making those hot ksoo edits for the dash indeed
♤ but actually he’s high quality meme material
♤ esp the times he wants to murder exo 
♤ tbh he’d look good in any given scenario lol esp smut

Originally posted by leslipigeonoficial

♤ kinda looks like a member of satan’s cult
♤ probably will sacrifice exo’s poor bodies to satan (excluding yixing n jongin)
♤ chanyeol goodbye
♤ always looks angry or sexually frustrated
♤ 37% of the time looks cute
♤ cherish cute kyungsoo
♤ also when he was like the same height as sehun that was funny
♤ nice joke thanks
♤ really not that short
♤ who am i kidding lmao he’s short af compared to chanyeol it’s so cute

Originally posted by love-meknot

♤ cutie
♤ but his aegyo is kinda
♤ looks like satan wanting to pet a kitten
♤ cute and unsettling
♤ isn’t he just wonderful
♤ especially in smut
♤ what oh yeah he’s sexy man
♤ sexy when eating food yum
♤ kinda looks either clueless or regretful when he’s with exo tbh
♤ “being famous means putting up with basic bitches like baekhyun”

Originally posted by theonly-vagina-kyungsoo-will-fuk

♤ his existence is a blessing 
♤ but a punishment to chanyeol lol
♤ cute tiny angel demon
♤ how does he even manage
♤ oh yeah he likes harassing exo without them knowing
♤ what a sweetheart
♤ aww his cute lips great for licking things
♤ like ice cream cones of course
♤ i wonder how fast he could eat ice cream
♤ what a nice thought eh ?????

Japanese lesson: Valentine's day ♡

デート (deeto) - date
彼氏 (kareshi) - boyfriend
彼女 (kanojo) - girlfriend
イチャイチャ (ichaicha) - flirt
口説く (kudoku) - to hit on
萌える (moeru) - to have a crush
愛 (ai) - love
恋する (koi suru) - to love
告白する (kokuhaku suru) - to confess
抱く (daku) - to hug
恋い乱る (koimidaru) - to be lovesick
キッス (kissu) - kiss
大好き (daisuki) - I like you a lot.

付き合ってくれる? (tsukiatte kureru?) - Will you go out with me?

🔥CONTOS ERÓTICOS Obs: O melhor conto que já li até hoje!! Se virasse um filme seria O FILME!! *Bárbara a prostituta.. (Capítulo 1) Já era por volta das 22:35 e eu estava retocando a maquiagem. Coloquei um batom bem vermelho pra chamar atenção!! A final sou branquinha de cabelos longos e negros.. Quando o carro buzina na porta da minha casa, finalizo e saio de encontro com aquele Corolla preto. Entro no carro e me deparo com um cara que aparentava ter uns 32 anos, corpo normal, nem magro, nem gordo, tinha um olhar misterioso e ao mesmo tempo triste, era moreno e a barba estava para fazer. Apesar de querer saber o que aquele olhar esconde, olhei pra ele super profissional e com um sorriso no rosto e me apresentei: - Olá, sou a Bárbara, você deve ser o Anderson né? - Sim eu sou... - Ok, Anderson. Tudo bem?! Por precaução o pagamento é adiantado, aceito cartão de crédito e débito. As informações já foram passadas pelo telefone correto? O serviço completo é 400 reais e... - Primeiramente me chame de Senhor Anderson!! Segundo, eu já sei de tudo.. E terceiro cale a boca!! Putas foram feitas para transar, não pra ficar tagarelando no ouvido dos clientes. Estamos entendidos? - Sim Senhor Anderson. Mas que cara babaca, juro que se eu não tivesse que pagar meu aluguel eu descia desse carro. Quem ele pensa que é pra falar assim comigo? Por mais que eu faça sexo por dinheiro eu exijo respeito, afinal estou trabalhando. Segui o caminho todo em silêncio, até que chegamos no motel, pelo menos era 5 estrelas. Entramos e eu já fui logo tirando a roupa, queria acabar logo com o serviço. Ele me olhou com muito ódio e retrucou: - Quem dita as regras aqui sou eu, estou te pagando então só faça o que eu mandar!! Coloque a roupa novamente. Coloquei minha roupa e fui em direção a porta, sim eu ia embora!! Que se foda meu aluguel, caras pra mim transar era o que não faltava. Ele veio em minha direção e foi mais rápido, me puxou pelo braço e me encostou na parede, abriu minhas pernas e encaixou sua perna no meio e sussurrou no meu ouvido: - Onde você pensa que vai? Hoje você é minha putinha. Está sendo paga pra isso, não seja rebelde. Cada vez que você for uma menina má, vou te fuder com mais força. Senti um arrepio enorme começando pelo meu pescoço e descendo pelas minhas costas, um calor invadiu meu corpo e minha calcinha molhou.. Fechei meus olhos e me rendi. Confesso que nunca senti tesão por nenhum dos meus clientes, tudo foi sempre muito profissional.. Mas com este foi diferente, ele me fez sentir vontade de fuder com ele, de fuder com força. Tentei beijá-lo, nunca havia beijado um cliente, mas ele negou. - Puta não beija na boca, não na minha. Agora você será castigada, pois não me obedeceu. Acho que pelo seu jeito autoritário de querer mandar e controlar a situação que mexeu comigo, me deixou excitada. Então ele tirou minha roupa, me colocou de quatro e amarrou minhas mãos, segurou firme meus cabelos e foi beijando lentamente minhas costas foi descendo e me arrepiando dos pés à cabeça, estava encharcado, então sem nem pensar duas vezes ele penetrou tão fundo que meu corpo se esquivou o máximo para recebo-lo, com uma mão ele puxava meu cabelo com firmeza e com a outra me dava tapas no bumbum. Suas estocadas estavam cada vez mais fortes e seus tapas ardiam, revezando uma vez de cada lado, de repente sinto sua respiração no meu ouvido e sua voz sai meio rouca: - Vou te fuder a noite toda!! Estava suada, com meus cabelos bagunçados, minha bunda estava quase dormente de tantos tapas que levei. Estava deitada enquanto ele estava no banheiro, assim que ele saiu eu entrei, tomei um banho rápido, e dei uma ajeitada no cabelo.. Quando retornei ao quarto tive uma surpresa!! Ele estava com um vibrador enorme na mão, pediu pra ir pra cama e eu sem questionar fui. Ele se deitou e eu fiquei por cima dele, ele começou a chupar meus seios alternando de um para outro, passava a língua com cuidado e depois devorava de uma vez, suas mãos percorria meu corpo e novamente minha buceta pedia para ser fodida. Com uma das mãos alcancei seu pênis, quando iria começar os movimentos de vai e vem ele me interrompe: - Vejo que você não me obedeceu novamente, vou ter que te castigar sua putinha gostosa, não sei se você lembra, mas cada vez que você for uma menina má vou te fuder com mais força!!! Sua bucetinha está implorando por mais, vou acabar com ela. Me virou de quatro e pegou o vibrador, lubrificou bastante e sem qualquer carinho introduziu o vibrador no meu ânus. Uma sensação de dor e prazer tomou conta do meu corpo, gritava, gemia, queria mais.. Muito mais!! Então ele enrolou a mão no meu cabelo puxou com força e sem dó alguma penetrou seu pênis em minha buceta. Eu estava totalmente preenchida, estava delirando de prazer. Ele metia com tanta força que a cada penetração meu corpo ia pra frente. Meu corpo avisava que eu iria ter um orgasmo. - Goza gostoso!! É assim que você gosta ne safada? Gosta de ter duas rolas pra você, gosta? Goza no meu pau, goza gostoso!! Nessa hora não aguentei e gozei, ele também não e gozou junto... Minha buceta latejando de tanto prazer recebeu seu leite quente. Ele tirou o vibrador do meu ânus e deu um tapa na minha bunda e somente disse: - Veste sua roupa e coloca sua calcinha no meu bolso, ela fica comigo.. Está na hora de ir embora. Da próxima vez ficaremos mais tempo!! Eu fiz o que ele mandou sem nem pensar duas vezes, só de ouvir ele dizer próxima vez meu coração acelerou e minha calcinha ficou toda molhadinha.. (CAPÍTULO 2) Já se passaram duas semanas e o Anderson não me ligou, acho que aquela "próxima vez" era apenas uma ilusão.. Minha vida continuava a mesma, tinha em torno de 3 clientes por dia e estava faturando bem. Minha faculdade de nutrição está no último semestre, logo sairei desta vida de sexo por dinheiro. Quando sai da casa da minha mãe prometi a ela que voltaria com uma vida boa e tiraria ela daquele sofrimento. Se ela soubesse a vida que levo teria desgosto de mim, mas nenhum emprego aqui em SP eu conseguiria ganhar tão bem assim para pagar meu aluguel, água, luz, compras do mês e ainda mil reais de faculdade. As vezes ser prostituta é falta de opções melhores ou vergonha na cara mesmo. Levanto cedo pra ir pra faculdade, quando estou saindo de casa meu telefone toca: - Alô? - Hoje a noite te espero na porta da sua casa, esteja pronta as 22:00 em ponto!! Se tiver qualquer cliente pro restante da noite desmarque.. Eu pago o dobro do que iria ganhar. Desligou na minha cara e nem deixou eu dar uma resposta. Fiquei excitada só de ouvir a voz autoritária dele!! Estava contando os minutos para chegar às 22:00 horas. As horas pareciam não passar e enfim chegou a noite, coloquei minha melhor lingerie e no horário combinado estava pronta e ele já estava na minha porta. Entrei no carro em silêncio, ele também não falou nada, depois de alguns minutos andando ele quebra o silêncio dizendo: - Está linda com esse vestido!! - Obrigada senhor Anderson. Seu celular estava em cima do porta luva, uma mensagem chegou e o visor acendeu, vi um lindo menino junto dele na foto e ousei perguntar: - É seu filho? Ele abriu um sorriso bobo, mas na mesma hora que percebeu que estava sorrindo fechou a cara para que eu não notasse. - Sim, é meu filho. - Lindo ele, como se chama? - Rafael. Agora chega de perguntas, lembre-se que você só faz o que eu mando!! Isso inclui falar também. Chegamos no motel, eu entrei, e fiquei esperando sua ordem. - Tira a roupa e fica somente de salto. Obedeci e fiquei nua em sua frente. Ele me agarrou por trás, pegou em meus seios com firmeza, eu senti o volume crescer dentro da sua calça!! Começou beijando meu pescoço lentamente sussurrando no meu ouvido o quanto eu era gostosa, me virou de frente e me jogou na cama!! Abriu minhas pernas e começou beijar minha barriga descendo para a virilha, eu correspondi com um gemido baixo.. Ele foi passando a língua até chegar no meu clitóris e me devorou com sua boca, sua língua fazia movimentos circulares enquanto seu dedo me penetrava com força. Sua língua passeava por toda minha vagina!! Senti meu clitóris inchar e sabia que iria gozar, ele percebendo aumentou a velocidade das metidas com o dedo e os movimentos com a língua, não aguentei mais e gozei na boca dele. Em seguida ele tirou seu mastro pra fora e eu já iria cair de boca, ele segurou minha cabeça e disse: - Você só faz o que eu mando, agora será castigada!! Ele tirou da bolsa dois vibradores e ordenou que eu ficasse de quatro, introduziu o primeiro vibrador no meu ânus, eu gemi de prazer.. Logo após vejo ele forçando o segundo. Fiquei com medo mas não me movi, deixei rolar, ele penetrou o segundo vibrador, senti dor, muita dor, então ele com seu pênis penetrou minha vagina. Começou o vai e vem e com sua mão masturbou meu clitóris, então a dor se transformou em prazer. Eu estava com dois vibradores no meu ânus e um pênis na minha buceta. Que maravilha!! Estava sendo totalmente arrombada. Ele por sua vez, começou a meter com mais força. Eu gemia e pedia cada vez mais fundo. Gozei de novo, e ele metendo sem parar me chamando de cachorra e puta gostosa. Me segurava com tanta firmeza, batia na minha bunda, admirava meu cuzinho sendo arrombado e fodia minha buceta com tanta força que até parecia que suas bolas iam entrar em mim!! Com um puxão de cabelo e uma última estocada que alcançou meu útero, ele derramou seu leite quente sobre mim. Tirou apenas um vibrador do meu ânus e deixou o outro. - Deixa esse vibrador no seu ânus a noite toda. Você vai dormir com a sensação de estar sendo arrombada!! Eu achava os pedidos dele muito estranho, mas como uma boa cliente obedecia. Ele tomou um banho, deitou e adormeceu.. Fiquei por um bom tempo admirando ele, e ahhhh!!! Confesso que estou encantada por ele e ao mesmo tempo com medo, medo de se apaixonar por um cliente. Ele acorda e me pega no flagra olhando pra ele, me olha e sorri: - Ninguém te ensinou que é feio ficar olhando uma pessoa enquanto ela dorme? - Porque você me contratou novamente? Porque você é tão misterioso e autoritário assim? Meus clientes não costumam ser tão intensos igual a você.. Ele passou as mãos no meu cabelo e parecia lembrar de alguma coisa, alguma coisa que o deixava triste pois seu olhar perdeu o brilho que tinha. - Não costumo falar disso com garotas de programa. Apenas me calei. Ainda vou descobrir o mistério deste homem!! (CAPÍTULO 3) Os dia se passavam e eu não parava de pensar naquele homem!! O que está acontecendo comigo? Eu sempre fui tão profissional.. Não conseguia parar de pensar nas nossas transas, no jeito autoritário dele e daquele olhar triste que carrega uma história. Então decido procurar por ele, depois de inúmeras pesquisas no Facebook eu encontro seu perfil, meus olhos brilham e meu estômago embrulha!! Abro sua página e está fechada, consigo ver somente sua foto do perfil e umas publicações de alguns anos atrás. Sua foto de perfil é a mesma que vi no celular, dele e do seu filho. Um status me chama muito a atenção: "Por mais que a primavera e o verão chegue, meu coração sempre será um dia pacato de outono e congelado como o inverno!!". Engoli em seco e imaginei mil e uma coisas. Então mandei um convite pra ele.. Me assusto com meu celular tocando: - Alô? - Como você ousa a mandar convite no meu face pessoal? Você está pensando que é quem para se atrever a isso? Você é só uma prostituta!! Se coloque no seu lugar, eu te pago para me dar prazer, somente isso, minha vida pessoal não te interessa nem um pouco!! Você é um ser desprezível, depósito de esperma e fim. - Você é um babaca!! Estava tremendo de nervoso.. - Se você acha que pode me ofender assim está enganado!! Eu não preciso de você, e muito menos do seu dinheiro!! Posso fazer sexo por dinheiro sim. Mas não sou uma pessoa amargurada da vida como você é!! Tum, tum, tum.. O idiota ainda ousa desligar na minha cara.. Se ele não ligasse privado, juro que retornaria e falaria umas boas pra ele. Olho pro relógio e já são 19:40, meu próximo cliente vem me buscar as 20:00. Dou uma última olhada no perfil dele e vejo que ele trabalha na empresa mais famosa de publicidade da cidade, a Performance.. Penso em bater lá, mas depois vejo que não vale a pena, afinal só seria mais humilhada, melhor seguir minha vida como sempre foi!! Ouço a buzina de longe, olho pela janela, meu trabalho me espera, reviro meus olhos, pego minha bolsa e saio. As 22:00 termino o serviço, me sinto suja.. Mas suja na alma!! Só me sentia assim quando comecei a fazer programa, depois me "acostumei" com isto, mas hoje esse sentimento voltou à tona. Pra espantar esses pensamentos eu ligo para o Léo, meu melhor amigo desde que cheguei aqui na cidade, ele estuda comigo na facu.. Ele é uma figura!! - Léo, ta fazendo o que? - Nada minha gatinha. - Vamos sair pra beber, eu pago!! - Arrasa viadaaaa!! Caiu na gargalhada. - Só me fala onde é, que daqui a pouco estou por ai!! Depois de mais algumas conversas eu desligo, sento na beira da calçada e fico pensando em tudo que aconteceu no último mês, nem me dei conta de como a hora tinha passado, escuto uma voz me gritando: - Bah meu amor, levanta do chão rapariga! A tristeza que estava em mim foi embora dando lugar pra um sorriso largo em meu rosto. Impossível ficar triste perto do Léo, uma amizade verdadeira cura tudo!! Levei ele pra um barzinho com música ao vivo, desabafei tudo com ele, contei tudo que anda me assombrando. Depois eu e ele caímos na farra, entramos na primeira balada que achamos.. Precisava me distrair e me divertir e ao lado dele é diversão garantida!! Os meses se passaram e enfim chegou minha formatura, o grande dia!! Liguei para minha mãe: - Oi mãe, como a senhora está? Estou morrendo de saudades, estou me formando hoje e logo irei passar as férias em casa. - Oi minha filha, fico muito feliz por você, eu sabia que você iria ser meu orgulho!! Não demore a vim, viu? Ouço minha mãe tossindo e num tom de voz fraca. - Mamãe também está com muita saudade!! - Mãe a senhora está bem? - Estou meu amor, não se preocupe. Neste momento Léo aparece: - Vamos Bah, está começando. Eu só assenti com a cabeça. - Mãe preciso ir, depois te ligo, beijos. Desligo o telefone e vou em direção ao Léo de cabeça baixa e preocupada com minha mãe, quando me esbarro em um cara e sem nem ao menos olhar pra cara dele peço desculpas e continuo andando.. Este homem por sua vez me segura pelo braço, me leva a força para o estacionamento e me joga dentro do carro. Eu assustada olho para ele e encontro seu olhar, num tom de voz baixo e ofegante eu consigo dizer: - Anderson??? (CAPÍTULO 4) - Anderson??? Não estava acreditando no que meus olhos me mostravam, senhor Anderson na minha frente? O que esse babaca quer? Ele me olha, me admira, tira o cabelo do meu rosto e de repente sinto seus lábios encostando nos meus!! Penso em negar, mas sinto aqueles lábios macios e me rendo.. começamos um beijo envolvente, sua língua passeava pelo céu da minha boca, um beijo caloroso e diria que apaixonado!! Por um instante ele para, me olha como se não tivesse acreditando no que estava fazendo, eu tento me soltar, mas ele me segura mais forte e volta a me beijar!! O clima esquenta e estamos prestes a transar ali dentro do carro no meio do estacionamento, mas somos interrompidos pelo meu celular tocando, era o Léo.. Me dou conta que a formatura já começou e se eu não chegar a tempo vou perder a vez de pegar meu diploma e fazer meu discurso. Anderson então me diz: - Levanta o vestido! Você terá uma surpresinha. Eu juro que tento dizer não, mas não consigo, então só obedeço. Ele retira do bolso um vibrador portátil, era bem pequeno. Ele introduz na minha vagina e aperta um controle que está em sua mão, nesta hora o vibrador começa a dar pequenos choques junto com a vibração, uma sensação estranha porém muito gostosa. - Você vai passar o resto da noite com isso!! Quando eu achar necessário irei apertar o botão no meu controle e você sentirá prazer. Tentei protestar, mas ele me interrompe.. - Essa noite será bem interessante, você irá adorar. Ele me pega pelo braço e me coloca pra fora do carro. - Agora vai antes que se atrase mais. Eu saí de lá me xingando em pensamentos. Como posso ser tão idiota? Depois de tudo que ele me disse eu ainda aceito as ordens dele, mas não sei o que acontece comigo porque eu não consigo dizer não para este homem!! Com ele é diferente, eu me rendo muito fácil. Estou perdida em meus pensamentos quando sinto o vibrador dando choques e vibrando, me desconcerto e solto um pequeno gemido, olho pra trás e ele acena. Cretino!! Chego no salão e o Léo estava quase infartando com minha ausência, solto uma gargalhada quando ele me xinga pela demora, não demorou nem 3 minutos e meu nome é anunciado. - Bárbara Scrocco, por favor comparecer ao palco para receber seu diploma. Quase não acredito nisso, meu coração pulsa mais rápido de alegria, subo no palco, pego meu diploma, abraço os professores e vou dar meu discurso. Olho aquele salão lotado e la na última fileira de cadeiras avisto o Anderson, meu coração gela. - Gostaria de agradecer a Deus por me dá forças e saúde para conseguir, agradecer aos professores por todo conhecimento que me passaram, agradecer a minha mãe que mesmo não estando presente, sempre torceu por mim e.. Travo na hora, os choques começam, sinto minha calcinha molhar, minha vagina latejar, seguro um gemido.. Que sensação gostosa!! Olho para ele e só consigo pensar "desgraçado", respiro fundo e continuo. - Agradecer a instituição pela oportunidade, a partir de hoje começa uma nova vida pra mim!! Sorrio lembrando que minha vida de prostituta acabou, apenas aceno e saiu do palco. Do lado meus amigos me esperavam para me abraçar. Nem acreditava que tinha conseguido, lágrimas caem dos meus olhos, lágrimas de alegria. O baile de formandos começou, coloco um vestido preto bem sexy e curto e vou pra pista de dança. Estou me acabando de dançar quando vejo Anderson sentado me olhando, fico sem graça e vou até a mesa pegar um drink, ele se aproxima de mim por trás e aperta o botão no controle, dessa vez foi numa velocidade maior!! Minhas pernas fraquejam e ele sussurra no meu ouvido: - Goza pra mim!! Isso foi a palavra chave, aquela voz sexy dizendo isso eu não me contive, soltei um gemido, como eu queria que ele me fodesse ali mesmo!! Saio de perto e vou pra um canto escuro, ele vai atras de mim e me agarra pela cintura, ele coloca sua mão por debaixo do meu vestido e mete um dedo no meu ânus, começa a meter com vontade e aumenta as vibrações na minha vagina, não aguentei!! E gozei no salão do baile da minha formatura, não me virei de frente pra ele, quando me virei ele não estava mais la. Fui no banheiro me limpar, ainda não acreditava que isso tinha acontecido, saio do banheiro e vou curtir minha noite. No fim da festa, por volta das 05:00 da manhã estou de saída, eis que aquele mesmo Corolla para do meu lado e abre a porta pra mim entrar, eu entro e lá está ele. - Vamos direto pra minha casa, tudo bem? Se não for me levar pra lá, eu desço aqui mesmo. Estava um pouco alegre por causa do álcool, ele não me diz nada. Seguimos o caminho em silêncio. Chegamos na porta da minha casa e ele todo arrogante como sempre diz: - Desce! Eu chego bem perto do seu rosto, ameaço beijar ele e me viro abrindo a porta do carro. Ele me puxa e me beija loucamente, acaricia meu corpo com suas mãos e beija meu pescoço lentamente. Vejo que ficou de pau duro, a calça social não esconde e fico toda molhadinha. Sento no colo dele de frente pra ele e fico roçando no seu pênis, ele rasga meu vestido e cai de boca nos meus seios, devorava com vontade!! Queria muito que ele me comesse ali mesmo e por ele era isso mesmo que iria fazer, mas no auge do momento eu paro, olho pra ele e digo: - O senhor descumpriu uma de suas regras, me beijou na boca, como castigo hoje não terá sexo!! Ele ficou sem reação, eu saí de cima dele, me ajeitei e sai do carro, do lado de fora, me abaixei na janela e dei um tchauzinho!! Hahaha, ele me olha furioso, liga o carro e sai nervoso. Droga!!! Droga!!! O que eu fiz? Eu quero esse homem mais do que nunca e acabei de desprezar ele, o que eu tenho na cabeça hein? Entro pra casa, tomo um banho, retiro o vibrador, lavo e guardo, depois me deito. Meu celular vibra, olho e tem mensagem de um número que não está salvo na minha agenda: "Bárbara Scrocco, você me paga por hoje!! Boa noite e bons sonhos". Sem perceber, um sorriso se abre em meu rosto, suspiro de felicidade, viro pro lado e adormeço. (CAPÍTULO 5) *VERSÃO ANDERSON. (Ano de 2014) - Querida, vamos parar na próxima pousada, preciso descansar um pouco. - Claro meu amor, dirigir 12 horas direto é perigoso. Estávamos voltando de uma longa viagem de férias, eu minha esposa Sabrina e meu filho de 2 anos, o Rafael. Olho pra minha esposa que acabou adormecendo, aahhh como ela é linda!! Como eu amo essa mulher!! Deus não poderia ter me dado família melhor! Próxima pousada estava longe, meus olhos estavam pesados querendo fechar de tanto sono. Tento cantar pra me distrair, mas de repente, por um segundo meus olhos se fecharam, quando abrir meu carro estava rolando ribanceira abaixo. Vejo minha esposa saltar pela janela, eu pedi pra ela por o cinto, mas ela disse que ficaria mais confortável sem para poder dormir. Tento procurar meu filho e não o vejo, neste momento levo uma pancada na cabeça e tudo vira escuridão.. (Ano 2017) Já se passaram três anos da morte minha esposa e eu ainda não superei, choro todas as noites. Suas roupas ainda ocupam o guarda roupa, nossas fotos em quadros espalhados pela casa, a única coisa de melhor que ela me deixou foi nosso filho, nosso Rafael que hoje tem 5 anos e é o meu bem mais precioso. Me culpo todos os dias pela morte de Sabrina, eu dormi dirigindo, eu fui um idiota, se não fosse por minha culpa ela estaria viva e estaríamos todos felizes. Eu nunca vou me perdoar por isso, nunca!! Desde o seu falecimento prometi a ela que nunca amaria outra pessoa, me dedicaria somente ao nosso filho e ela pra sempre será meu único e verdadeiro amor. - Ei cara, bora tomar umas brejas hoje? Felipe fala colocando o braço sobre meu ombro, ele é meu sócio e único amigo. - Pegar umas mina, relaxar um pouco, hoje é sexta!! - Vamos, por sua conta. - Vai se fuder!! Não contive a gargalhada. - Você é rico, mais rico que eu, deveria pagar a minha. Olho pro relógio, já são 17:36, finalizo o expediente e marco de encontrar Felipe as 20:00. Felipe é um filho da puta que chamo de amigo, ele foi o único que esteve do meu lado, me ajudou a sair da depressão e cuidou dos negócios nesse período. Confesso que virei uma pessoa amargurada da vida, sempre de mal humor e muito sério, mas Felipe conseguia me tirar desse posto de Durão. A uns 6 meses atrás, depois de muita insistência do meu amigo, aceito sair com ele em um sábado a noite, ele me levou em um lugar chamado "casa do prazer", lá possui diversas meninas disponíveis para nos satisfazer, diversos jogos e brincadeiras. De início fiquei com muito receio, eu não podia fazer isso com minha pequena Sabrina. Fui embora, mas voltei outras vezes. Na quarta vez me rendi e cai no jogo, está era uma maneira de sair com mulheres mas não me apegar a nenhuma, pois meu único e verdadeiro amor era minha esposa. Desde que comecei a frequentar está casa me tornei mais frio ainda, tratava as mulheres com muita arrogância. Um certo dia, olhando o catálogo da casa, uma moça me chamou muita atenção, era linda, seus cabelos eram longos e pretos, seus olhos pequenos e seu sorriso era encantador, decido então ligar e marcar um encontro. Bárbara era o nome dela. Marquei o horário para nos encontrar, paro de frente sua casa, buzino, ela sai e entra no meu carro, quando ela se vira pra mim vejo a mulher mais linda que já vi nos últimos anos!! Seu batom vermelho estava mais pra um convite para um beijo. Ela começou a falar e a única coisa que eu conseguia prestar atenção era em como essa mulher era maravilhosa, seu rosto angelical, sua pele branquinha e seu perfume exalando no carro estava me deixando tenso, estava suando frio, meu coração disparou e parecia que tinha borboletas no meu estômago. Volto pra realidade e me dou conta de tudo que estou pensando. Droga, sou mesmo um idiota, ela é só uma prostituta, então volto a vestir minha máscara de Durão. - Primeiramente me chame de Senhor Anderson!! Segundo eu já sei de tudo.. E terceiro cale a boca!! Putas foram feitas para transar, não pra ficar tagarelando no ouvido dos clientes. Estamos entendidos? Cara como eu sou um babaca!! Como posso falar assim com uma mulher? - Sim senhor Anderson. Ela me responde somente isso e seguimos em silêncio. O que essa mulher tem? Ela mexeu muito comigo!! Que porra que está acontecendo? Eu preciso me manter firme, ela é só mais um brinquedo meu, só isso. Meu coração diz pra ficar com ela, mas eu não posso, fiz uma promessa a Sabrina e tenho que cumprir. (CAPÍTULO 6) *VERSÃO ANDERSON. - O que foi aquilo ontem? Essa mulher é incrível, sua pele é tão macia, sua voz tão delicada.. Felipe interrompe meus pensamentos. - Seu filho da puta, você está se apaixonando por uma garota de programa? Cadê aquele cara amargurado que não se apaixona por ninguém? Cara eu até ficaria feliz se você se apaixonasse, retornasse a sua vida, mas uma prostituta? Fala sério Mano!! - Cala a boca, me deixa sozinho. Ando de um lado para o outro na minha sala, não posso levar isso adiante, mas também não consigo parar de pensar nela. Decido que não vou mais ligar para ela, fingir que essa mulher nunca existiu. Semanas se passaram, cada dia era uma tortura, vontade de estar com a Bárbara, pego meu telefone, disco o número dela e marco um encontro, depois de desligar dou um soco na mesa, não deveria ter feito isso, mas meu coração dizia que era a coisa certa. Chegou a hora do encontro e eu estava feliz, enfim feliz por vê uma mulher, quando a vi, não me contive e elogiei seu vestido, ela estava muito bonita. Foi tudo incrível estar com ela, eu ainda não tirei minha máscara, não quis demonstrar que com ela a situação era diferente, mas eu sei que ela sente que quando transamos é intenso, é algo surreal, é muito bom. Depois de tudo eu acabei dormindo e acordei com ela me olhando, ela estava mais linda ainda, passei a mão nos cabelos dela, droga, eu mostrei sentimentos, mas tudo era mais forte que eu!! Eu não conseguia me controlar. Depois de passarmos a noite juntos, deixei ela na sua casa e fui para a minha, quando chego meu pequeno Rafael corre em minha direção, pula nos meus braços, eu pego ele, jogo ele pra cima e brinco de aviãozinho. - Papai, papai, eu sou um avião!! Meu filho fala aos risos. - Você é o melhor avião que existe filho. Coloco ele no chão e beijo sua testa. - Papai vai tomar um banho e já vamos tomar café, espera com a dona Sônia (a babá). - Tá bom.. Vou em direção ao quarto e ouço Rafael rindo e brincando com a babá, mas logo meus pensamentos vão pra outro lugar, novamente a Bárbara, acho que estou ficando louco, louco por ela..!! Tomei café com o meu filho e voltei para meu quarto, abro o guarda roupa e vejo as roupas da minha querida esposa, cheiro e ainda posso sentir seu perfume.. Me faz lembrar o quanto eu era feliz, o quanto minha esposa era especial pra mim, pego um retrato nosso no criado mudo, olho pra nossa foto, abraço e digo chorando: - Me perdoa querida, estou sendo fraco, não vou deixar jamais alguém tomar seu lugar!! As lágrimas insistem em rolar sobre meu rosto. Ouço barulhos no corredor e uma voz lá no fundo chamando Papai, enxugo minhas lágrimas e vou em direção ao meu filho. Os dias passam voando, estou muito atarefado na empresa, muitos problemas para serem resolvidos, como sempre é eu pra tudo. Estou no escritório, no notebook está aberto minha página do Facebook, tem uma notificação, vou olhar e quase caiu pra trás "Bárbara Scrocco te enviou uma solicitação", xingo, fecho o notebook com força, procuro meu celular e ligo pra ela: - Como você ousa a mandar convite no meu face pessoal? Você está pensando que é quem para se atrever a isso? Você é só uma prostituta!! Se coloque no seu lugar, eu te pago para me dar prazer, somente isso, minha vida pessoal não te interessa nem um pouco!!! Você é um ser desprezível, depósito de esperma e fim. Jogo o telefone na parede, estou lutando contra meu proprio coração, sento e choro, choro como um bebê.. Não deveria ter falado essas coisas tão duras pra ela!! Meu coração diz pra ficar com ela, mas eu não posso, fiz uma promessa a Sabrina e tenho que cumprir. (CAPÍTULO 7) *VERSÃO BÁRBARA. Hoje acordei meio dia, faculdade acabou e provavelmente clientes só mais tarde. Abro meu notebook e começo a fazer um currículo, vou começar a entregar, pois não quero continuar nessa vida. Pego meu celular e vejo 10 chamadas perdidas da minha irmã, me assusto e retorno em seguida: - Alô mana? O que houve? - A mãe está ruim Bárbara. Passou mal hoje de manhã e a levamos para o hospital. Ela está internada fazendo vários exames, hoje pela tarde saí os resultados.. te ligo para avisar. Meu coração dispara, lágrimas caem dos meus olhos sem eu perceber, respiro fundo e digo: - Estarei no aguarde, mantenha contato pelo Whatsapp. Desligo o celular e choro feito uma criança, se acontecer algo com minha mãe eu jamais me perdoaria por não ter aproveitado mais tempo ao lado dela!! Minha viagem estava marcada para dois dias depois para passar as férias com ela, dependendo dos resultados dos exames irei hoje mesmo. Fecho meu notebook e me deito, luto contra o choro mas é impossível, penso em tudo que ja vivi, como sofria quando morava com minha mãe, passávamos fome, morávamos em um barraco, penso em como minha vida mudou, em como me tornei uma prostituta, choro mais ainda ao lembrar disso.. Mas por um lado fico feliz porque consegui comprar uma casa para minha mãe, não deixo faltar nada pra ela e nem pra minha irmã e sobrinha!! Porém não é com dinheiro honesto e minha mãe ficaria muito triste em saber. Me agarro ao travesseiro como se ele fosse um consolo pra mim, as lágrimas escorrem automaticamente e eu não faço esforço nenhum para evita-las. Do que adianta eu ter me formado, conseguido ajudar minha mãe se me tornei este lixo? Anderson tem razão.. sou um ser desprezível!! Nunca vou consegui formar uma família, ter uma vida normal, vou viver pra sempre com este sentimento de culpa.. adormeço e acordo com meu celular tocando: - Bárbara? Não tenho boas notícias.. - Fala logo Bruna!! - Mãe vai continuar internada, foi diagnosticada com câncer na garganta, mas estão fazendo mais exames para confirmar. Sinto a voz da minha irmã embargada e sei que ela está segurando o choro. Eu por minha vez, fico sem reação, sinto tudo rodando ao meu redor, minhas vistas começam a escurecer, vou perdendo meus sentidos e somente ouço uma voz la no fundo me chamando: - Mana vc está bem? Bárbara me responde pelo amor de Deus. Bárbara você está me deixando mais preocupada..!! Não vejo, nem ouço mais nada, tudo se apaga e sinto o baque da minha queda. *VERSÃO BRUNA (irmã de Bárbara) Dou a notícia para Bárbara, segurando o máximo o choro, quero mostrar que sou uma pessoa forte, mas quando termino de falar ela não me responde mais, começo a gritar no telefone, me desespero, começo a chorar. Desligo e imediatamente ligo para Léo: - Léo preciso que você vá agora até a casa da minha irmã, ela está sozinha e acho que aconteceu algo!! Não consigo falar sem gritar e chorar, Léo me pede calma, mas fico mais nervosa ainda. - Calma Bruna, me explica o que está acontecendo!! Respiro fundo e tento explicar tudo, Léo diz que vai até a casa de Bárbara e que manda notícias depois. *VERSÃO LÉO Saio de casa as pressas, ligo o carro e saio cantando pneu!! Minha melhor amiga precisa de mim neste momento. Em menos de 15 minutos estou em sua casa.. A porta está trancada e nesse momento deixei toda a minha feminilidade de lado e dei um empurrão que a porta abriu de uma vez!! Vou de encontro a Bárbara, chamo pelo seu nome porém ela não acorda, a pego no colo e seu celular começa a tocar, pego o celular e saio correndo, coloco ela no banco de trás e vou direto a um hospital. Chegando no hospital os enfermeiros já colocaram ela na maca e entraram, eu fico lá fora aflito e com medo.. Sinto o celular vibrando no bolso, olho pro visor e alguém está ligando, cujo o contato ela salvou como "cliente gostoso", não me contive e soltei um riso, atendo: - Alô? Olha, a Bárbara não está em um momento legal então por favor desmarque o horário e depois ela acerta com você!! - Quem está falando? Cadê a Bárbara? Eu não tenho horário nenhum.. O que aconteceu com ela? Me toquei que deveria ser o cara que Bárbara havia me contado. - Sou amigo dela e ela está no hospital, eu não sei bem o que aconteceu, mas ela estava desmaiada e sozinha na casa dela então a trouxe para cá, os médicos entraram com ela e ainda não tenho notícias.. Silêncio! Depois de uns 3 minutos somente ouço uma voz de choro e ao mesmo tempo preocupada e furiosa: - Me passa o endereço agora deste hospital!!! (CAPÍTULO 8) *VERSÃO ANDERSON. Receber aquela notícia de que Bárbara estava no hospital me deixou maluco, como assim? Como eu poderia pensar em me preocupar com uma prostituta? Foi incontrolável, peguei o carro e em menos de 10 minutos cheguei ao endereço que Léo havia me passado. Quando vi aquele rapaz meio afeminado na recepção logo lembrei de tê-lo visto na festa de formatura dançando com Bárbara, então me aproximei e perguntei logo: - E ela? Me olhando assustado Léo não exitou em responder... - Ela está lá dentro, ninguém me dá notícias! Eu corri para recepção, estava ficando cada vez mais nervoso, era um frio na barriga, uma dor no coração. Eu não suportaria perder alguém de novo. Confesso que cheguei a falar internamente para mim mesmo que, se Bárbara ficasse bem, eu me permitiria viver essa história. - Quero notícias de minha mulher que está lá dentro. O nome dela é Bárbara!! A recepcionista levantou, apertou um botão e a porta de vidro destravou. - Entra, sua esposa está na emergência. Olhei para trás e o Léo acenou afirmativamente com a cabeça, então eu entrei e fui caminhando até encontrar um médico que saia de uma sala que, pela placa era onde estava Bárbara. Perguntei: - Preciso de notícias de Bárbara! - O que você é dela? - Esposo!! (Eu sabia que ele não me diria nada se eu não confirmasse a mentira que havia dito na recepção.) - Barbara está melhor agora, precisa se cuidar. Ela teve uma queda brusca de pressão arterial. Um sentimento aliviador me invadiu, mas era pouco, eu precisava ver Bárbara. - Posso vê-la? - Sim, pode!! Ela já vai ser liberada!! Pedi apenas para voltar a recepção, pois eu precisava acalmar o Léo. - Léo, Bárbara está melhor, foi uma queda de pressão. Nesse momento o celular de Léo trocou, ele me pediu para atender e me disse apenas: - É a irmã de Baby... Imaginei que seria o apelido de Bárbara. - Peguei o telefone, naquele momento eu já estava me sentindo o dono da situação e preferi nem pensar em nada. - Oi!! - Leo? - Não, Anderson!! - Anderson? - Sim, sou amigo de Bárbara. - Sei Anderson, ela me disse semana passada que havia se apaixonado por um homem chamado Anderson, mas que ele havia sumido. - Bárbara está bem!! ... Cortei. Não acreditava ter ouvido aquilo. Como assim? Continuei preferindo não pensar. A irmã de Bárbara continuou... - Eu deveria ter dado a notícia da doença de minha mãe com mais calma, isso a fez desmaiar. Que burra que sou!! - Como assim? Então ela seguiu contando a história da ligação. - Bárbara trabalha muito para nós manter e nos dar uma vida melhor, não deve estar se cuidando. Nossa mãe é tudo pra ela. Me surpreendi admirando aquela prostituta!! Como pode uma puta ter amor pela mãe? Me neguei a pensar... - Estou cuidando dela agora. Ela ficará bem. Entreguei o telefone ao Léo e voltei para onde Bárbara estava. Dessa vez o médico já foi abrindo a porta para mim. Olhei aquela mulher linda, deitada, fragilizada e me aproximei. - Barbara!! Ela me olhou e sem falar uma palavra começou a chorar. Eu já sabia o motivo, então a abracei. Não tive tempo de vestir minha máscara, estava despido de qualquer arrogância dos últimos anos. - Vamos embora Bárbara, você precisa descansar. *VERSÃO BÁRBARA 😻. Abri meus olhos e me sentia um pouco tonta, estava frio e eu ouvia alguém conversando ao meu lado. - Barbara, tudo bem? Você teve uma queda brusca de pressão arterial e está no hospital sobre cuidados médicos. Sou o Dr. Carlos e seu esposo está lá fora, já vai entrar para vê-la e te levar para casa. Foi somente um susto, menina!! Como assim meu esposo? Como assim hospital? Não saiu uma palavra!! Meu Deus, minha mãe!! Antes de analisar todo o cenário, sem conseguir suportar aquele medo, me encolhi naquela cama e chorei as lágrimas mais doloridas da minha vida. Nem pude perceber que alguém se aproximava, foi aí que ouvi... - Bárbara!! Não reconheci o tom doce, mas era o Sr. Anderson. Não entendi sua presença, mas o olhei e parecia que era ele quem me curaria daquela dor mesmo que momentaneamente. Chorei alto e ele me abraçou e me disse que iríamos embora, que eu precisava descansar. (CAPÍTULO 9) *VERSÃO BÁRBARA 👏🏻😻. Ainda meio tonta e atônita fui saindo pelo corredor do hospital. O Anderson me segurava pelos ombros com uma mão e com a outra segurava algumas receitas. Eu ainda calada, comecei a tentar entender tudo aquilo e ao esperar que a recepcionista abrisse a porta de vidro para termos acesso ao exterior do hospital perguntei: - Senhor Anderson, como cheguei aqui? O que aconteceu? Minha irmã me ligou... Ele me interrompeu... - Já te explico!! Ao abrir a porta, o Léo, meu amigo de todas as horas estava ali segurando minha bolsa... - Léo!! - Minha palitinha, que susto que você me deu!! Nós três seguimos para o estacionamento, então avistei o carro do Léo, neste instante olhei para Sr. Anderson e perguntei o que estava me deixando completamente sem compreensão... - Senhor Anderson, o que aconteceu? Porque você está aqui? Desobedeceu uma regra, foi carinhoso e gentil, mas dessa vez não vai ter punição. Não tenho cabeça para pensar nisso. Ele sorriu com o canto da boca e olhou para o Léo que também sorriu junto. Aquele homem me desconcertava, ele era alto, tinha um corpo bem definido, um sorriso de garoto propaganda de creme dental e os cabelos com alguns fios brancos embora sua fisionomia era de no máximo 38 anos. Ainda com as mãos nos meus ombros ele me disse: - vou te levar para casa!! Obedeci. Já dentro do carro ele foi me explicando tudo como tinha acontecido e quando disse sobre ter falado com minha irmã que eu me dei conta que não era um sonho ruim, de fato minha mãe estava doente. Eu não resisti e chorei alto dentro do carro dizendo que aquilo não podia estar acontecendo, que não era justo. O Senhor Anderson parou no acostamento e me abraçou novamente dizendo: - Por hoje esqueça as punições e me passa o telefone de sua irmã, vamos ligar para ela. Mais uma vez não questionei, apenas peguei meu telefone e passei. Ele discou o número e se identificou: - Oi, Aqui é o Anderson. Já estou com a Bárbara e estamos a caminho de casa... Ela está bem. Quero que prepare as coisas da sua mãe que amanhã bem cedo mandarei um motorista ir buscar- lhes para trazê-las a cidade. Precisamos que um bom médico a análise. Meu coração foi atingido por um choque de alívio, eu sabia que não era a cura para minha mãe, mas eu tinha uma noção plena que aquilo seria muito bom e as chances aumentariam. Ele desligou o telefone permanecendo em direção da minha casa, mesmo andando bem devagar, chegamos em poucos minutos na porta do meu prédio. Peguei minha bolsa no banco de trás e o olhei, sabia que precisava agradecer... - Senhor Anderson, nem sei o que dizer. Obrigada por tud... Antes que eu terminasse a frase ele desceu do carro, achei por bem fazer o mesmo, em passos largos ele me alcançou me tomando minha bolsa e dizendo: - Hoje eu te levo até lá em cima. Não questionei. Subimos juntos. - Não repare!! Não tenho o que te oferecer, pois não recebo visitas. Tentei deixar claro que ele era o primeiro cliente que conhecia aquele espaço só meu, lugar onde eu me encontrava, onde eu era eu. Ele não reparar essa foi de mais... Ele mediu cada canto e mandou outra ordem... - Tome um banho, um bom banho!! Fui direto para o banheiro, mas antes disse que ele poderia ficar a vontade. Imaginei até que eu não o encontraria mais quando saísse do banho. Me enganei, quando me virei ele estava ali na porta me olhando tirar as primeiras peças de roupa. Eu havia acabado de ter uma queda de pressão, mas ter tomado dois frascos de soro me deixou bem forte e viva. Liguei o chuveiro e entrei nua na água observando ele me olhar. Estava me sentindo excitada e sabendo que ele gostava da minha bunda me virei de costas deixando a água escorrer no meu reguinho!! Ouvi um sono "humm".... - Você tá querendo, né?! Apenas sorri! - Ele tirou a roupa e entrou pelo box já encaixando sua mão na minha bucetinha. Eu podia sentir seu órgão na minha bunda enquanto sua boca lambia meu pescoço. - Empina o rabo sua gostosa, vou fazer sua pressão subir!! Ele me penetrou com força no cuzinho me fazendo gemer como nunca, sua mão alcançava meu grelo e ele me mexia freneticamente. Depois me virou de frente levantando bem uma de minhas pernas enquanto com a outra eu só encostava a ponta dos dedos no chão e me comeu a buceta. Não demorou muito para que anunciassemos o orgasmo. Terminei meu banho e ele também se lavou, saímos do banheiro e ele me disse: - Agora vamos almoçar!! Se arruma. Senhor Anderson sentou na cama enquanto eu me vestia com uma lingerie negra. Coloquei uma calça jeans que valorizava minhas curvas, uma blusa discreta, arrumei meu cabelo e ele logo começou a elogiar. - Você está linda Baby!! - Obrigada Anderson!! Como ele cortou os protocolos formais resolvi quebrar também. Ele se levantou me abraçou por trás e, me virando, me beijou deliciosamente. Seguimos para o carro e ele disse que eu poderia escolher o lugar de comer. Eu amava ir em um restaurante com comida muito saudável, não podia fazer feio, agora eu era uma nutricionista! No caminho ele parou em frente a uma loja de celulares e pediu que eu aguardasse uma pouco. Fiquei no carro e fui admirando aquele homem lindo que se dirigia para o interior da loja!! Algum tempo depois ele saiu com uma sacola. Anderson abriu a porta de trás, colocou o embrulho e fomos para o restaurante. - Baby eu quero saber o que fez uma menina vinda do interior se prostituir... Eu sempre quis explicar isso para alguém, dizer que eu não fazia aquilo pelo dinheiro fácil e sim pelas circunstâncias. Disse tudo enquanto ele dirigia e cada vez queria saber mais sobre meus planos. E enfim chegamos ao restaurante. - Chegamos!! ... Disse ele - Ótimo!! Nos dirigimos para uma das entradas e ele esticou a mão pegando na minha. Me senti flutuar, mas permaneci caminhando firme. Na outra mão ele segurava a sacola da loja de celulares. Escolhemos o que iríamos comer e enquanto esperávamos ele me entregou a sacola e disse: - Você está vendo aquela lixeira ali na frente? - Sim!!... Respondi. - Quer deixar todos os seus clientes para virar minha mulher? Se quiser, jogue seu celular dentro dela e pegue este novo que comprei para você e está aí dentro. Sem esboçar reação alguma, fiquei paralisada pôr minutos, não pensei duas vezes e joguei meu celular dentro daquela lixeira!! E por fim o meu pior cliente em termos, que foi um dos mais babacas no início, que passou em minha vida.. Jamais imaginaria que se tornaria MEU HOMEM. 🔥QUEM LEU DÁ UM UP🔥