virar a

Você precisa aprender a se sentir bem sem depender de alguém. Precisa saber a se virar, lidar com seus sentimentos, a não se deixar abalar pelos problemas. Acho isso errado, as pessoas deveriam abraçar mais os problemas dos outros, mas não é assim. Então, o mundo te obriga a isso. Se cuide.
—  Poesigrafar.
Me vejo cheia de parágrafos, mas desconfio das percepções alheias. Tenho medo de que pulem minhas linhas ou cheguem rápido demais ao ponto final. Não sei virar páginas, ainda que tenha as minhas viradas todos os dias. Onde existo inteira é fantasia da minha mente: o mundo não me enxerga e tampouco eu através dele. Sou um conto e nem sei se meu. Me conte aí pra ver se existo.
—  Tati Bernardi.
Se eu te magoei me perdoa? Se falei algo que te machucou, me perdoa? Não foi minha intenção, se um dia o fiz foi para proteger meu coração, ele está cansado de idas e vindas, ele acredita e sofre, ele quer paz, ele quer amar e ser amado, então se eu te machuquei, me perdoa. Meu amor continua aqui, quieto, esperando, quem sabe um dia você o leve de volta, ou quem sabe nem você e nem ninguém.
—  Então vá em frente, diga adeus
Lidando com a realidade, sou difícil e complicada. Jamais negarei isso, faz parte de quem sou e do que me tornei durante esses anos. Eu garanto a você que se pudesse ser perfeita eu seria, durante anos tentei e me comprometi em ser a melhor pessoa que eu poderia mas jamais consegui. Porquê? Óbvio que perfeição não existe. Aí me apareceu você com esse errado tão certo que me encheu os olhos e me fez ansiar por um toque que nunca tive, por um momento que sempre esperei. Aguardei de olhos fechados sua espera e então, com a sua chegada aguardei pelo momento em que um seria eternamente do outro. Sem títulos, denominações e coisas impostas, apenas nós, juntos com um nó apertadinho. Desde o primeiro momento eu senti aquela sensação estranha dentro de mim, como se estivesse sendo preenchida da melhor maneira possível.  E se preencher com banalidades é tão simples, gostar de alguém também é… mas então quando chegam as dificuldades e os problemas, é fácil virar as coisas e desistir, contudo eu te fiz uma promessa e não estou cumprindo-a apenas pelas palavras que eu disse mas sim por ter a consciência de que é com você que eu quero estar, até o final dos tempos. Posso dizer que percebo que quando as coisas são abstratas é fácil querer, prometer, ansiar, almejar, sentir vontade de… mas é difícil de organizar tudo na mente e no coração. Nós somos abstratos, é um mero desejo, vontade e querer que carrego comigo diariamente desde que reconheci que não existia simplicidade no nosso relacionamento. Ansiar por algo que pode nunca chegar pertinho de você machuca o coração sabe? E eu te anseio, preciso de você de maneiras incompreensíveis aos olhos, mesmo que os olhos sejam as portas da alma me sinto pequenina perto de você porque você controla tudo, você me tem como ninguém teve não é algo de coração e sim de alma. Quando duas almas estão entrelaçadas pelos fios invisíveis tudo ganha um novo brilho. Não é apenas a cor, não é sair de um escala cinzenta para ser colorido, é um brilho e viscosidade diferente. Nem tudo que tem cor é bonito, é necessário aprender a apreciar os tons escuros para pertencer um ao outro. É um querer completamente insano que faz perder a cabeça. Meus defeitos poderiam ser melhores, ou se não existissem seria o ideal. Eu odeio a maneira de não ser completamente perfeita aos seus olhos, de não ser a sua menina, de não ser o que completa cada parte sua. Quero fazer você feliz, quero que não sejamos apenas uma promessa ou um ideal formado na minha mente conturbada, quero que seja real e não falo apenas de toques ou sensações e sim falo do sentimento, de olhar nos seus olhos e sentir tudo isso esbaldando-se dentro de mim. Minha maior vontade seria um nós concreto e render minha vida a você, sem os medos do que virá depois e ser apenas o momento, aproveitar os dias, ter a sensação de que pertenço a ti não apenas meu corpo mas também minha alma. Um nós impossível de ser destruído, intocável aos seres e abençoado por Deus.
—  Enquanto esperava você.

eu queria encontrar motivos bons o suficiente pra continuar existindo. motivos que sejam meus, somente meus. nada parecido com “alguém vai sentir sua falta” porque todos somos substituíveis, todos vamos virar lembrança e depois nada. eu queria alguma coisa que viesse de dentro de mim, algo que me fizesse querer continuar, algo que me fizesse feliz por estar vivendo. só.

De repente os dias passam, você cresce, acorda em um belo dia e sua mãe não precisa mais dizer pra você ao sair tomar cuidado na rua, olhar dos dois lados antes de atravessar ou ainda pra não comer doces antes do almoço. De repente você não precisa mais de companhia pra fazer compras em um super-mercado nem que seu pai vá a uma loja com você pra poder comprar a roupa que você queria…Você deixa de acreditar em papai noel e príncipes encantados e sua data de aniversário não é mais motivo pra tanta animação. Você começa a se virar sozinho. Sem a ajuda de alguém, e de repente descobre que tem jeito pra tudo. Aprendemos a lidar com tudo. Com joelhos ralados, com cortes no dedo, com o sapato que não serve mais e a roupa que tanto amava mas que não serve e precisa ir pra doação. Mas o que era tão simples antes, fica difícil depois. Custa muito abrir a boca pra dizer “senti sua falta”, coisa que dizíamos com tanta facilidade quando éramos menores. Dizer um “Eu Te Amo” era tão simples e de repente essas 3 palavrinhas nos mata, ou sufocada ou se dita demais e antes da hora. Aprendemos a lidar com tudo, menos com ausências, saudade e coração partido. E o que era a coisa mais fácil do mundo como desenhar um coração vermelho e entregá-lo para alguém…se torna a coisa mais assustadora que poderia existir.
—  Esses são pra não enlouquecer. (Flávia Oliveira)
Queria te ter aqui, para quando eu acordasse durante a madrugada após um pesadelo, eu pudesse virar para o lado e te ver ali, dormindo como um anjo. Eu lhe abraçaria, e lhe traria para perto de mim. Só de ter você entre os meus braços, já seria o suficiente para acalmar o meu coração e me fazer dormir novamente. Seria a melhor parte do meu dia: acordar com você se mexendo sobre o meu peito e me desejando “bom dia” com sua voz de sono, logo após sentir seus lábios de encontro aos meus.
—  Pedricovick.
Se eu partir, não me deixe virar apenas mais uma sombra esquecida em meio à tantas memórias. Deixa eu marcar a tua mente assim como a tua existência estará para sempre marcada na minha pele e na minha alma. Se eu partir, entenda que dizer adeus também pode ser uma declaração de amor.
—  Anna Maia.
Ando com uma vontade tão grande de receber todos os afetos, todos os carinhos, todas as atenções. Quero colo, quero beijo, quero cafuné, abraço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros, quero parar de me doar e começar a receber. Sabe, eu acho que não sei fechar ciclos, colocar pontos finais. Comigo são sempre vírgulas, aspas, reticências. Eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando, eu vou… e continuo indo, assim, desse jeito, sem virar páginas, sem colocar pontos. E vou dando muito de mim, e aceitando o pouquinho que os outros tem para me dar.
—  Caio Fernando Abreu.
Quando você diz: “É tudo Pela Graça” você está dizendo “É tudo imerecido”. Quando você fala: “A graça de Deus me basta” você está falando “ Só o Favor de Deus está de bom tamanho, é suficiente”. Então porquê você age como se fosse a pessoa mais valiosa e digna de bençãos? Se até seu respirar é dado de forma imerecida. Entenda, você não merece nada! Se Deus faz, ele faz porque Ele é Deus!
—  Bia Machienzle
Ok, voltei pra assumir umas coisinhas. Ando morrendo de preguiça de fazer as unhas. Ah, pelo amor de Deus. Não seria mais fácil, eu ser rica e ter dinheiro pra pagar uma manicure? O esmalte antigo já está gritando pra eu usar acetona. Toda mulher tem uma fase meio desnaturadinha, vai. Não quer fazer nada. Não faz sobrancelha, não quer fazer unha, o cabelo já não lava. Que oleosidade. Dá pra fritar um ovo. Risos. Estou brincando. Mas, falando sério. Eu confesso também que aquele vagabundo me atrai. Basta ele me procurar, e eu fico toda assanhada. Eu sei que não vai chegar a lugar nenhum. Mas vai me dizer que você também não tem aquele lance de “pele na pele”? Aquele que cada um vai pra sua casa, e só se falam dai 3 meses? Melhor jeito. Ninguém se apega. Ninguém sofre. Ok, eu assumo. Já assumi uma vez, mas vou assumir de novo. Continuo sendo trouxa. Vai me dizer que você não continua também? Se a resposta for não. Senta aqui colega, vamos conversar. Me ensina como que faz? Eu continuo querendo quem não me quer. Só decepção menina. Falando em decepção, continuo sem roupas, sem sapatos, sem livros, sem dinheiro. Está cada vez mais difícil de ser uma mulher neste mundo. Mas fazer o quê? Temos que nos virar. Tá, eu assumo também que estou emotiva ultimamente, qualquer coisa quero chorar. Minha amiga não me procura, quero chorar. Alguém não me responde, quero chorar. Minhas costas começam a doer, quero chorar. Olha lá, a moça da escolinha da minha irmã me olhou torto, quero chorar. O motorista do ônibus não me deu bom dia, quero chorar. Ai eu choro mesmo se isso acontecer. Porque o motorista é o meu peguete. Nunca contei? Ah para vai. Não me olha assim. Vai me dizer que você nunca teve um caso com alguém diferente? Tipo o-motorista-da-linha-de-ônibus-do-seu-bairro. kkkkkkkk. Alguém já colocou esse tanto de “kk” em texto? Porque estou colocando. Rindo de desespero. Como vocês sabem, sou desreguladinha da cabeça. Como perceberam estou mudando de humor rápido também. Choro, sorrio. Faço chuva, faço sol. Que tá acontecendo comigo? Arrumo um desespero. Passa uns diazinhos.. O sangue desce, e eu lembrei que era tudo tpm. Ô vidazinha filha da mãe essa vida de mulher, viu.
—  Anelise Cristine. As Mulheres e seus defeitos, parte 2.
O que me fez seguir em frente foi justamente a vontade de te mostrar que eu sou capaz sim, de me virar sem você. E olha só, tua ausência, a tão temida, está me fazendo mais presente, na minha própria vida. Eu estou melhor. Eu estou bem. Eu estou feliz.
—  Vitória, eu te odeio!