vidas inteiras

É ele quem consegue trazer a paz que necessito ao meu coração. Que quando chega, consegue romper todas as barreiras que coloquei ao meu redor. É a voz que gosto de ouvir e que me faz descansar do mundo. Ele é minha insanidade e minha paz, me bagunça e me ajeita, ele é quem me completa e me faz sentir inteira. Ele é meu amor real e incondicional, onde eu encontro motivos para acreditar que o amor pode ser para vida inteira.
—  Giulia S. - É sobre você.
Os amigos não precisam estar ao lado para justificar a lealdade. Mandar relatórios do que estão fazendo para mostrar preocupação. Os amigos são para toda a vida, ainda que não estejam conosco a vida inteira. Temos o costume de confundir amizade com presença e exigimos que as pessoas estejam sempre por perto, de plantão. Amizade não é dependência, submissão. Não se têm amigos para concordar na íntegra, mas para revisar os rascunhos e duvidar da letra. É independência, é respeito, é pedir uma opinião que não seja igual, uma experiência diferente. Se o amigo desaparece por semanas, imediatamente se conclui que ele ficou chateado por alguma coisa. Diante de ausências mais longas e severas, cobramos telefonemas e visitas. E já se está falando mal dele por falta de notícias. Logo dele que nunca fez nada de errado! O que é mais importante: a proximidade física ou afetiva? A proximidade física nem sempre é afetiva. Amigo pode ser um álibi ou cúmplice ou um bajulador ou um oportunista, ambicionando interesses que não o da simples troca e convívio. Amigo mesmo demora a ser descoberto. É a permanência de seus conselhos e apoio que dirão de sua perenidade. Amigo mesmo modifica a nossa história, chega a nos combater pela verdade e discernimento, supera condicionamentos e conluios. São capazes de brigar com a gente pelo nosso bem-estar. Assim como há os amigos imaginários da infância, há os amigos invisíveis na maturidade. Aqueles que não estão perto podem estar dentro. Tenho amigos que nunca mais vi, que nunca mais recebi novidades e os valorizo com o frescor de um encontro recente. Não vou mentir a eles, “vamos nos ligar?”, num esbarrão de rua. Muito menos dar desculpas esfarrapadas ao distanciamento. Eles me ajudaram e não necessitam atualizar o cadastro para que sejam lembrados. Ou passar em casa todo o final de semana e me convidar para ser padrinho de casamento, dos filhos, dos netos, dos bisnetos. Caso encontrá-los, haverá a empatia da primeira vez, a empatia da última vez, a empatia incessante de identificação. Amigos me salvaram da fossa, amigos me salvaram das drogas, amigos me salvaram da inveja, amigos me salvaram da precipitação, amigos me salvaram das brigas, amigos me salvaram de mim. Os amigos são próprios de fases: da rua, do Ensino Fundamental, do Ensino Médio, da faculdade, do futebol, da poesia, do emprego, da dança, dos cursos de inglês, da capoeira, da academia, do blog. Significativos em cada etapa de formação. Não estão em nossa frente diariamente, mas estão em nossa personalidade, determinando, de modo imperceptível, as nossas atitudes. Quantas juras foram feitas em bares a amigos, bêbados e trôpegos? Amigo é o que fica depois da ressaca. É glicose no sangue. A serenidade.
—  Fabrício Carpinejar.
Vocês não sabem o que estava se passando no resto da minha vida. Em casa. Nem mesmo na escola. Não sabem o que se passa na vida de ninguém, a não ser na de vocês. E quando estragam alguma parte da vida de uma pessoa, não estão estragando apenas aquela parte. Infelizmente, não dá para ser preciso ou seletivo. Quando você estraga uma parte da vida de alguém, você estraga a vida inteira da pessoa. Tudo é afetado.
—  Os 13 porquês.
Fiquei quatro dias deitado na cama do hospital respirando sob aparelhos médicos. Não sei como fui parar lá e nem o que havia acontecido comigo. Quando acordei, me deparei com o médico do meu lado checando meu corpo com alguns exames nas mãos. Havia perdido cinco quilos em quatro dias. Eu estava pálido, sem forças para levantar um dedo sequer e mal conseguia respirar. Meu pulmão doía. O médico mostrou que havia uma pequena fratura pelo fato de eu ter forçado na respiração. Mas, como assim? Eu não faço ideia do que aconteceu comigo. Estava confuso, não conseguia pensar direito e suava frio. A cada segundo que passava, os batimentos cardíacos aumentavam. Me aplicaram uma injeção para me acalmar. E, então, o médico me explicou. Eu havia desmaiado, bati com a cabeça na quina da mesa e sofri um corte perto do supercílio. Meu nervosismo pela falta de ar criou uma pequena fratura no meu pulmão que doía toda vez que respirava. Me fizeram inúmeras perguntas, porém, não sabia responder nenhuma e tudo parecia confuso. Na verdade, por que eu estava lá deitado em uma cama e respirando sob aparelhos médicos? O que havia acontecido comigo? Eu estava ficando embriagado de tanto tomar soro e eu odiava tomar soro, odiava frequentar hospital. Dias depois de estar um pouco melhor, voltei para casa, estava tudo conforme havia deixado antes de ir para o hospital. A música ainda continuava tocando no rádio, pois esqueci que havia colocado-a para repetir. O copo de vinho sobre a mesa, o cigarro apagado sobre o cinzeiro e a fotografia dela estampada na tela do computador. Sentei sobre a cama e acendi um cigarro. Os médicos me alertaram para diminuir no cigarro, porém, como diminuir algo que te faz tão bem? Impossível. Isso era a única coisa que me deixava melhor. Não faço ideia do que aconteceu nesses quatro dias que fiquei deitado naquela cama do hospital, mas posso dizer que tudo ainda continua tão monótono e triste. O amor continua constante, a saudade permanece forte e sufocante, a falta que você me faz é tão dolorosa quanto cortar a alma. Quanto tempo isso ainda vai durar? Mais um dia, uma noite ou uma vida inteira?
—  K. Shibahara.
Naquela noite eu chorei, e me senti horrível por isso. Eu tinha chegado ao meu limite, e me olhando no espelho não consegui mais reconhecer a garota forte que eu sempre fui. Só consegui enxergar um fracasso em forma humana. Eu tinha falhado, e não iria me perdoar por isso. Desabar foi a coisa mais insignificante que eu fiz na vida, era como se eu tivesse perdido o meu diferencial. Agora eu era pequena, frágil e fraca. Eu tinha me transformado em algo que desprezei a vida inteira. A ideia de ter as fraquezas das demais pessoas me assombrava, o simples devaneio da minha alma carente, precisando que alguém me confortasse me encheu de medo. Era horrível ser tão vulnerável assim, perder as rédeas dos próprios sentimentos, e ter que confiar seus segredos à outro alguém. Não me vejo trocando confidências com outra pessoa, pedindo consolo ou um ombro para chorar. Mas, neste momento, por ter me tornado tão sensível assim, era tudo que eu queria fazer.
—  Eternue.
A vida inteira somos bombardeados com a frase “seja você mesmo”. É o primeiro conselho que nos dão na maioria das situações, e o mais irônico é que sempre nos dizem isso quando estamos tentando nos encontrar. “Seja você mesmo”, que diabos isso quer dizer? Como posso ser alguém que nem eu mesma conheço?
—  Jardim de Açucenas.
Não somos nós que escolhemos quem amamos e sim nosso coração. E meu coração escolheu você para amar. Não vou deixar de te amar, você é tudo que eu sonhei, por muito tempo procurei. Não tá dando pra esconder o que eu sinto por você, chegou a hora, agora vou te dizer. Você é impressionante, seu sorriso, seu olhar a cada dia me conquista, mais e mais não dá pra voltar atrás eu vou te amar, vou te mimar, o que quiser a gente faz, como estou feliz por viver esse sentimento, é todo seu o amor que tenho no peito, dia e noite procurei, não me entreguei, finalmente encontrei o amor verdadeiro que eu sempre sonhei. Toda vez que estou perto de você meu corpo chama para mais e toda vez que estou longe é como se a minha vida fosse acabar, então me diz, como você consegue fazer isso comigo? Como você consegue ser a única pessoa que comanda meu coração e minhas emoções? Como você consegue me fazer te amar tanto assim? Penso em você, penso em você com força e carinho. Rezo para que você esteja bem, rezo para que o seu futuro seja junto com o meu, rezo para tudo dar certo. Amor verdadeiro o tempo não apaga ele viverá sempre em nós ele sempre será o mais puro e sincero. Ter você pra vida inteira é tudo que eu mais quero. Você é a tradução do que é amor. Obrigado meu amor, por aparecer na hora certa e me fazer rir de um jeito que só você sabe. Irracionalmente amor. Eu paro pra pensar e imediatamente me decido, é você que eu quero pro resto da minha vida. É muito difícil admitir a mim mesmo que sinto uma necessidade viva e constante de estar com você, ouvir sua voz e sentir seu toque na minha pele. Sempre achei que não precisasse disso, era sem dúvidas agradável, mas não indispensável. Agora as coisas mudam de figura, em uma de suas tantas voltas o mundo roubou toda minha frieza que eu tanto admirava. Pouco a pouco enterro mais meu medo da decepção e me envolvo mais intensamente. Intenso, essa é a palavra pra tudo o que sinto quando estou com você, é tudo anormalmente melhor. Não me bastaria falar sobre quanto eu gosto de você, eu teria que gritar ao mundo todo, não me bastaria um beijo rotineiro, eu quereria um beijo apaixonado. Eu quero você só pra mim, exatamente como você é. Cada um dos seus defeitos a torna mais perfeita aos meus olhos, o que é uma covardia e tanto. Prometo sempre estar do seu lado, apoiando suas decisões e te mantendo firme nas horas mais incertas tanto quanto nas certas, prometo também te fazer rir, prometo segurar suas lágrimas quando elas forem cair, ou se não, enxugá-las as deixando cair pelo meu ombro, prometo dar risada das suas palhaçadas. Você sabe que eu faria qualquer coisa por você. É que por você, o meu amor é profundo. Por você, eu resistiria a qualquer inferno apenas para segurar a tua mão. Pode ser que eu venha a sofrer ou não, mais vou arriscar por você e pelo amor que sinto. Por você eu mudei, estou mudando. Tudo o que você quer eu faço, tudo o que fala eu sigo. Estou a cada dia tentando ser o melhor pra você.
— 

UMA CARTA PARA O MEU AMOR ETERNO

Matt Oliveira.

Quando você encontra a pessoa certa, você sabe. Não consegue parar de pensar nela. É sua melhor amiga e sua alma gêmea. Mal pode esperar para passar a vida inteira com ela. Ninguém nem nada se compara.
—  How I Met Your Mother.
Esse é meu texto de despedida. E vou começa-lo dizendo que a culpa não foi sua e nem minha, talvez apenas tinha que acontecer. Eu agradeço muito por todos os momentos que você me ofereceu, todos eles foram lindos e intensos. Agradeço por ter me feito sorrir mesmo quando a minha vontade era chorar. Por ter sido a minha morada por algum tempo, ter feito eu me sentir em casa, coisa que só você conseguiu. Agradeço por ter tido paciência comigo mesmo nos momentos que eu precisava ter com você e não tive. Obrigada por ter feito tudo isso ter valido a pena, ter me mostrado que a reciprocidade existe e que vale a pena se machucar às vezes para poder senti-la. Ao teu lado eu fui alguém muito melhor do que fui um dia e meu Deus, como eu te agradeço por ter me feito mudar desse jeito. Eu adorei viver toda essa loucura que é amar, com você. E eu amo a nossa história, mas como qualquer outra, ela teve um fim né? Mas o importante é que aconteceu e vai ficar marcada em mim pra sempre, isso posso lhe garantir que será eterno. Eu não sei o que será de nós agora, talvez a gente se esbarre por ai. “Talvez”. É, a nossa história teve muitos “talvez”. E continua tendo. Eu não espero que você volte, não mais. Então, por favor, promete pra mim que vai lembrar todos os dias a mulher incrível que você é. Ainda fico boba quando penso que já fui o motivo do teu riso. É uma conquista e tanto, acredite. Jamais vi um sorriso tão lindo quanto o teu, olhos tão cheios de vida quanto os seus, voz tão gostosa quanto a sua. Tudo em você é tão único, você é incrível, menina. Promete pra mim que não vai chorar enquanto ler esse texto ou quando lembrar de mim quando pensar que tem algo faltando no seu dia. Acho que você sabe que eu amei tudo em você né? Até suas paranóias bobas que me faziam rir. Te amei até quando te odiei. Te amo. Eu ainda te amo muito. E é exatamente por isso que estou partindo, antes que eu te parta em pedacinhos. Você é muito melhor sem mim. Desculpa se eu sou o caos, você merece paz e tudo de bonito que há nesse mundo. Eu vou sentir tanta falta de você… De quando seus olhos se perdiam nos meus, o modo como te observava e te achava incrivelmente linda. Teu jeito de mexer o cabelo, de sorrir, de falar, até de piscar, eu vou sentir muita falta disso. Suas mãos grudadas nas minhas ou no meu corpo. O seu jeito de me cuidar e me proteger. Vou sentir saudades até das cócegas que você fazia em mim e eu odiava. De como me fazia perder o controle de tudo, em segundos. Você sabe como né? Eu quis ficar, mas eu não posso. Tudo que eu toco, eu destruo e com você não seria diferente e eu não posso fazer isso. Mas saiba que você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida inteira e provavelmente isso não vai mudar nunca. Eu realmente amei você, amei o que construimos juntas e amei termos lutado juntas, para os nossos sonhos se realizarem. Não foi dessa vez, mas vai ser um dia e você vai ser muito feliz. Me perdoa se eu não vou ser essa pessoa, ou talvez eu seja né? Mas não agora. Mais um “talvez”. É branquela… Quem diria que chegaríamos onde chegamos, né? Apesar de ter acabado, eu sinto muito orgulho disso. Sabemos o quão difícil foi em alguns momentos e mesmo assim, você não desistiu na primeira oportunidade. Tenho muito orgulho da mulher que você está se tornando. Saiba que em qualquer lugar que eu esteja, vou estar pensando em você e te desejando felicidade. Eu não sei se você vai realmente ler isto, mas não esquece que você foi o amor da minha vida. E pra sempre vai ser. Mas desculpa, eu não posso voltar.
—  Outunos.
Vocês não sabem o que estava passando no resto da minha vida. Em casa. Nem mesmo na escola. Não sabem o que se passa na vida de ninguém, a não ser a de vocês. E quando estragam alguma parte da vida de uma pessoa, não estão estragando apenas aquela parte. Infelizmente, não dá para ser tão preciso ou seletivo. Quando você estraga uma parte da vida de alguém, você estraga a vida inteira da pessoa. Tudo… é afetado.
—  Os 13 Porquês – Jay Asher