vida-marinha

Gostaria de declarar minha gigante indignação com comentários recentes da mídia e também de algumas pessoas que tenho conversado referente aos ataques de tubarões em humanos nos últimos tempos. Segundo elas os “monstros marinhos” como são chamados não tem piedade e fazem turistas terem pesadelos com seus horríveis e aterrorizantes ataques. Primeiro; as pessoas atacadas estavam em locais com identificação sobre o risco.
Segundo; no Recife ocorrem ataques constantemente, agora por que diabos você vai querer entrar na água?
Terceiro; o mar não nos pertence, essa é a casa deles e devemos no mínimo respeitar.
Quarto e mais importante; os tubarões não atacam pessoas porque são monstros maldosos ou assassinos, eles estão com fome, e se estão com fome é porque não tem comida e se não tem comida tem alguma coisa errada. Vale lembrar também que foi construído um enorme porto no Sul do Recife, as embarcações jogam restos de peixes e animais marinhos no mar formando um grande rastro de sangue, com isso eles acabam seguindo as embarcações e se aproximando da costa.
Ah! vale lembrar também da destruição dos mangues nas proximidades do porto, onde as fêmeas iam parir os filhotes, agora elas não tem onde fazer isso então seguem para costa.
Engraçado, parece que o grande monstro da história não são eles.

Respeite a vida marinha.
Respeite para ser respeitado!

—  Por: Beatriz Frada

Luan Santana deixou Fernando de Noronha em um jatinho particular no final da tarde desta sexta-feira (01), depois de cinco dias de descanso na ilha. O cantor, que está com agenda sempre lotada de shows, encontrou um tempinho de folga para visitar Noronha pela primeira vez. Na temporada o sertanejo confessou que demorou muito para conhecer a ilha e partiu prometendo voltar o mais rápido o possível. “Logo que der quero voltar, isso aqui é muito lindo”, afirmou. Na passagem por Fernando de Noronha o artista impressionou pela simpatia e ampliou, ainda mais, o número de fãs entre os moradores e os turistas.
Na quinta (31), Luan fez um passeio no barco Happy Days em companhia do casal local Tuca e Paula Sultanum e um grupo de amigos. O chef Auricélio Romão, dos restaurantes Varanda e Cacimba, foi o responsável pelo cardápio que teve peixe, pirão, camarão, lagosta e de sobremesa pudim de creme de avelã com cacau e leite. Luan fez o planasub, que é um mergulho de reboque exclusivo de Noronha. Santana também praticou pela primeira vez o stand up pedlle (pracha com remo). “Isso aqui é muito gostoso”, avaliou.
O sertanejo hospedou-se na Pousada Zé Maria e na noite quarta (30) cantou no Festival Gastronômico na pousada. O artista também fez mergulho autônomo e aproveitou a passagem pela ilha para complementar um curso que fez no Caribe. Luan mergulhou duas vezes há 12 metros de profundidade com a operadora Atlantis deixou a ilha como mergulhador credenciado. Ele também ficou muito impressionado com a vida marinha de Fernando de Noronha. “Eu vi muitos peixes coloridos, uma raia Chita linda e duas tartarugas, um delas era gigante, foi incrível”. Luan Santana chegou no domingo (27) e curtiu a ilha em companhia do seu tio Max Wick, e a namorada do primo, Sthefany Azevedo.