viciosebichos

Como eu queria que você estivesse aqui. Como eu queria tá sentindo seu abraço de corpo inteiro como se soubesse que eu preciso dele pra continuar inteira. Eu queria que você voltasse pra cá e me olhasse brava por qualquer besteira dessas do dia-a-dia, que me expulsasse, mas não me deixasse ir embora. Como eu queria que nunca tivesse que ir. Que a nossa casa fosse o seu lar e esse seu abraço o meu lar. Queria acordar com você toda enroscada em mim, com seu corpo exigindo minha atenção até na hora de dormir. Eu quero que todos os meus dias sejam sábados à tarde.
—  Stephanie S (viciosebichos)
A verdade é que, enquanto você estiver assim, nessa interminável agonia, esperando notícias que nunca chegam, vai deixar passar várias possibilidades interessantes ao seu redor. Claro, ninguém se compara a quem você aguarda, mas quem você aguarda não está disponível no momento. Poderá, inclusive, nunca estar, apesar de tudo o que foi dito naquele dia. Pessoas que somem não são confiáveis.
—   Fernanda Young (viciosebichos)

Dói, sabe? Meu corpo todo dói e tenho certeza que não é nada fisíco. Mas isso é suportável. O que me mata é sentir tudo em você diminuir. Sentir o que era necessidade virar saudade. Saudade pouca, rasa. Você sente a minha falta, mas não me necessitas mais. E eu não gosto do pouco, muito menos do moderado. Amor pra ser amor tem que transbordar, sufocar. E, apesar disso, nos fazer bem. Agora me diga eu te faço bem? Seu coração ainda bate por mim? Você me sente distante e não me puxa pra perto, ao contrário, parece querer tomar outra direção.

Stephanie S. (víciosebichos)

Sabe quando você sumiu e voltou e eu te aceitei na minha vida? Eu me declarei pra você. Lembra quando você me contou daquela sua ex? E depois me pediu pra olhar as redes sociais dela e eu fiz sem pensar? E fiz piada do que ela escrevia? Eu me declarei pra você. Quando eu aturava as suas piadas sem graça ou o seu comportamento intransigente. Quando eu tinha meus defeitos atirados na minha cara todo santo dia e viver com a sua certeza de que eu te decepcionaria. Eu me declarei pra você de todas as formas que eu sabia.
—  Stephanie S. (viciosebichos)
Hoje eu acordei querendo escrever. Escrever sobre você. Você e o seu jeito atrapalhado de tropeçar no vento.Você e o seu riso que arrasta a gente juntinho. Você e os seus beijinhos no meu nariz. Você e esses seus carinhos na minha nuca. Você e seus olhos pequenininhos de sono. Você e os seus beijos que combinam perfeitamente com os meus. Hoje eu acordei pouco ligando se é cedo demais. Acordei querendo falar desse encontro. Acordei com vontade de você. Com saudade de você.
—  Stephanie S. (viciosebichos)
Eu odeio clichê, odeio esses textos de amor. Assim como odeio aquele segundo em que você se vira pra falar com outra pessoa e eu vejo seu rosto de perfil e reparo na voltinha da sua bochecha gordinha pra saber se tá sorrindo. Ou frio na barriga quando voce entrelaça seus dedos nos meus e nós saímos andando como se não fosse nada demais. Talvez porque não seja. Odeio sua cabeça no meu ombro e não precisar olhar pra saber que está sorrindo como se eu fosse a sua pessoa preferida no mundo. Odeio a forma como você me explica detalhadamente, enquanto come sua batata recheada de frango com cheddar, que o recheio é frio e a batata quente e por isso ela é tão boa. Ou a forma como franze a testa quando digo que odeio cheddar. Odeio sua crise de ciúmes, ou quando para e me manda deixar de ser linda para que você consiga ficar com raiva de mim e a forma como meu coração aperta quando seus olhos enchem de lágrimas por quem não significa nada pra mim. Odeio aquele momento dentro do ônibus em que eu olho pela janela enquanto sua mão repousa desinteressantemente na minha perna, como se fizéssemos isso todo dia. E então eu te olho e você diz que ama mesmo sem dizer uma palavra. Odeio todas essas coisas porque eu não sei mais como viver sem. E nem quero aprender.
Todas os dias eu acordo querendo ser outra pessoa. Passo o dia tentando não me importar com suas preocupações normais.Tentando rir do seu ciúme daquela minha amiga que você acha meio vadia ou de como fica brava quando demoro a responder suas mensagens ou atender suas ligações. Me estresso com sua perseguição e grito que preciso de espaço. Você reclama que só saio com meus amigos e diz que preciso beber menos. Eu respondo com algum palavrão. Você me manda parar de xingar. Sabe que eu gosto das suas mãos magrinhas? De como a aliança que não entra no meu mindinho fique grande no seu dedo anular. Aí eu mando você não se meter na minha vida. Você chora porque leu mensagens de outra no meu celular. Eu olho pro alto e digo que não há motivo pra chorar. Você me diz que está magoada. Respondo que isso acontece, mas choro também. Você me abraça e pede pra que eu não fale mais com ela. Não quero mais ser outra pessoa, você me mostra que tá tudo bem ser quem eu sou. Depois tem outra crise de ciúme. Mando não se meter na minha vida. Você é a minha vida. Nunca mais falei.
—  Stephanie S. 
Eu quero você me dizendo em alto e bom e som que eu sou controladora e egoísta. Que eu não confio em você e que o meu ciume de te sufoca, só pra segundos depois morrer de ciúme de quem não significa nada pra mim. Quero você dizendo que não vai se importar mais e eu dizendo a mesma coisa e continuarmos nos importando e cuidando uma da outra. Eu quero te prender na parede até você se acalmar e te beijar no meio de briga. Te chamar de mimada e sair batendo a porta e voltar 2 segundos depois e te abraçar sem dizer nada.. E eu quero também os dias de calmaria. Os dias em que você vai sorri das minhas palhaçadas e passar o dia com a cabeça deitada no meu ombro, sentindo meus braços ao seu redor. Os dias de frio,ouvindo Caetano com você reclamando dos meus pés gelados. Os dias em que você vai cantarolar alguma música baixinho no banho enquanto eu te espero na rede que vamos ter na varanda. Eu te quero todos os dias daqui em diante.
—  Stephanie S. (viciosebichos)
2

Meu coração fica apertadinho quando te vejo triste assim. Não poder te abraçar acaba comigo. O seu sorriso é o meu, suas lágrimas são as minhas. Você sabe que pode contar comigo, não sabe? Como eu já disse, não te chamo de vida à toa. Eu tô aqui com você, por você e pra você. Toda vez que ficar triste lembra que te amo e que você é tudo na vida de alguém. Esse alguém sou eu. Então, procura esse sorriso lindo que você tem e veste ele pra mim. Veste o corpo e a alma. Veste principalmente o coração.

(víciosebichos para namolada)

Você me magoa, me decepciona, me fere, me abraça, me beija, me desculpa, se desculpa, me acolhe, se aproxima, me afasta, me grita, me cala, me sente, me expulsa, me odeio, me puxa… mas não me esquece. Você não me esquece. Vê se não me esquece. Você me magoa. Eu te amo cada vez mais.
—  Stephanie S. via (viciosebichos)