viá»t

8

i don’t know if that makes me believe in coincidence or fate or sheer blind luck, but it definitely makes me believe in something

Matt: M-me!? What n-no I don- 

Tom: Oh, Right so who is she, Matt?!

Matt: N-no I- Tom I don’t! It’s not-

Tom: You so do!? You have to tell me you sneaky bastard! 

Matt: T-Tom, please!

eu acredito que as pessoas mudam sim, para melhor ou para pior. a gente não passa por essa vida sendo uma pessoa só, o tempo e as experiências nos transformam. o amor nos transcende, a falta de amor nos emerge na escuridão e cada um decide o que faz com isso (não que seja bem uma escolha). nascemos um papel em branco, o amor planto o bem, a falta de amor cultiva o mal.