verde-e-azul

Você passou o dedo pela curva da minha cintura e disse que meu corpo era branco meus olhos eram lilás minha boca era verde e meu sorriso era azul

Na semana seguinte andamos até o ponto de ônibus e você segurou minhas mãos e afirmou que elas eram de um laranja profundo

No outro mês lá estávamos nós de novo, as pernas entre pernas, o suor escorrendo pelo rosto e as roupas jogadas no chão, você me machucou naquela vez e eu não querendo te estressar fiquei quieta, antes de ir embora você disse que eu estava com um aspecto vermelho vivo

Eu deixei você ganhar uma ou duas discussões durante nosso tempo juntos, mas a que ficou marcada em mim foi aquela na qual tu disse que minha alma tinha o tom mais escuro de cinza que já tinha visto na vida, foi como um soco. Eu me calei e você automaticamente se deu por vencedor

Acidentalmente uns dias após esse episódio eu deixei sua caneca favorita se espatifar no chão da sua sala, você gritou comigo e eu me senti uma criança desprotegida. Então eu gritei de volta e disse coisas horríveis, você apertou meus ombros e exclamou em voz alta que minhas palavras eram insignificantes, acabei saindo de lá com uma marca roxa no rosto

Você me ligou e eu não atendi, já estava dando atenção para o cara bonitinho do quinto andar que me mandou flores brancas, sorriu por meu quarto ser lilás, meus olhos verdes e minha cor preferida azul.

Rotina de estudos: Como organizar?

Quando mandei uma foto do meu calendário de fevereiro com a minha rotina de estudos todo organizado em cores pro grupo do #BRAZILSTUDIES, as meninas me perguntaram como eu fazia pra me organizar. Depois de uma rápida explicação sobre isso, achei que seria interessante mostrar aqui e ajudar vocês a se inspirarem um pouco. 

1) Encontre um esquema de estudos que se encaixe com sua rotina:

Pense no que você faz da hora que acorda até a hora de dormir. Pense no seu trabalho, no tempo que você passa nas redes sociais, no tempo que você gasta assistindo televisão, seus filmes ou seriados etc. Pense em tudo que faz durante as 24 horas e comece a se organizar de forma a encaixar um tempo para os estudos no dia a dia. Pense nas matérias que você vai ter durante o ano ou durante o semestre e se organize pensando nelas.

Pro pessoal que está na faculdade, é importante sempre rever as matérias que já estudou nos períodos anteriores para que o conteúdo não caia no esquecimento, portanto lembre-se de encontrar um momento para encaixar essas matérias no seu dia a dia. Isso pode servir pra quem vai prestar vestibular (Enem) também, e precisa sempre rever algo que não é muito explorado durante o ano letivo, mas que pode ser cobrado nas provas.

2) Classifique suas matérias por cores:

Se você consegue encontrar uma cor para cada matéria, quando for organizar seu calendário conseguirá facilmente saber quais matérias estudará no dia apenas ao olhar para a folha (ou para a tela do computador) e ver a cor utilizada. Eu tenho cinco matérias por semestre, então consigo facilmente utilizar as mais comuns (verde, rosa, azul, laranja e roxo) para aquelas matérias que estou estudando no momento. Com um estojo de canetinhas de 12 cores você já consegue distribuir um pouco mais, assim como as alternativas aumentam ao usar um jogo de lápis de cor de 24 cores, por exemplo (só não sei se realmente existe essa quantidade toda de matéria a ser estudada).

3) Organize seu mês com antecedência:

Eu utilizo o Google Calendar para organizar meu mês, mas outra forma de fazer isso muito utilizada por várias pessoas é imprimir um calendário do mês em questão e se organizar em cima daquela folha. Várias pessoas no tumblr disponibilizam printables que podem ser muito úteis aqui. A organização mensal serve como uma visão geral, então não é necessário colocar logo de início tudo o que você precisa fazer. Divida apenas pelas matérias que vai ver em cada dia, lembrando sempre de se dar um dia de descanso para que você não fique sobrecarregado. É muito importante deixar a mente descansar.

4) Organize seus dias:

Depois de ter uma visão geral do seu mês, organize o seu dia a dia. Não é muito legal organizar todo o mês de uma vez só. Às vezes pode ser que aconteça alguma coisa inesperada no seu dia (um churrasquinho com seus pais, uma comemoração por algum motivo que você não esperava, uma gripe ou algo do tipo, ou você pode simplesmente acordar num péssimo dia e precisar descansar a mente, por exemplo) que não te deixe seguir com o que já estava planejado. Eu planejo meu dia ou na noite anterior ou depois da aula pela manhã, quando vou pra biblioteca da faculdade. Vejo a matéria que tenho que estudar e utilizo meu bullet journal para detalhar o que preciso fazer (Ler capítulo x do livro y, de página w a z; resolver exercícios da matéria A etc.) durante aquele dia. Não se sinta o super-homem. Planeje sempre pensando no tempo que você terá disponível e tente não passar daquilo.

Lembre-se: quando estudamos diariamente, é muito mais fácil absorver a matéria e não precisar virar a noite antes de uma prova. Tenha sempre em mente que quando você estuda, você aprende e que quando você aprende, dificilmente terá um branco durante alguma avaliação, sendo muito mais fácil resolver todas as questões com a mente mais leve.

Muitas pessoas pensam que a melhor forma de aprender algo para alguma prova é estudando no dia anterior ou nas horas anteriores, mas posso garantir que isso não é bem verdade. Você vai se lembrar maravilhosamente bem do que estudou antes daquela prova e responderá de forma fácil, isso é fato, mas algo que as pessoas se esquecem de avisar é que aquela matéria estudada de última hora não vai ser realmente apreendida por seu cérebro e você esquecerá daquilo muito rápido.

Portanto, estude. Diariamente. Sem pressão. No dia em que você precisar daquele conteúdo, vai ser muito mais fácil para o seu cérebro se lembrar porque você vai ter aprendido, não apenas decorado. Aprender é mais importante!

     disseram uma vez que verde não é uma cor para seu tom de pele. munbok nunca entendeu, ou quis entender, qualquer coisa relacionada à isso. não é como se as roupas que vestia pudessem ser selecionadas. no entanto, mesmo feito pouco caso sobre combinações de cores, ele pegou-se pensando sobre quando recebeu o uniforme junto à vaga na loja de conveniência: um colete de ombros verde e azul do peito para baixo. tal que usa, naquele momento, aberto (mostrando, então, a camisa preta com a logo da  Universidade Monstros) somente pois há pouco tivera que carregar caixas com os produtos para reposição de algumas prateleiras. em uma destas voltas da porta de somente funcionários, ele enfim para próximo à quem assume ser um cliente, junto à uma cestinha (também verde) de compras. ele a estende e mesmo achando que aquilo diz tudo, ele palavreia: “ — gostaria de uma cestinha?”

pazes!

o arco e a lira | a mira do barco | no marco zero da vida | de dom pedro são pedro o primeiro índio calçado | o coitado do barco virando a esquina | pegou no susto a amaralina | balançando as lagoas cuspindo salgado | expulsando o homem que se intrometeu | inteligente inteligível interessante | minha língua do interior da bahia | minha garganta do leste de pernambuco que não é trem de vuco-vuco | mas ambiciona ser mameluco cheirando o mar | atrás da costa coisa disposta as pedras postas no cais | o sal na cara goza quem gosta: | são os filhinhos do deus de lá! | que é sortudo verde e azul | nenhum anzol deixa-o nu

A humanidade tomou rumos hostis.

 Invejo a vida selvagem da natureza intocada. Destruição, inclusive da própria raça, é por onde estamos caminhando.

Vejam as flores, suas cores. Os mares, e todo o seu mistério. As geleiras que equilibram o mundo. O Sol e a Lua insinuam toda a sua beleza. O verde das matas e o azul do oceano te permitem o oxigênio. As raízes, grãos, frutos, frutas, legumes e vegetais te oferecem alimento.

O universo é só equilíbrio. As pessoas, são o caos. Mas você, caro leitor, pode e deve equilibrar-se. De dentro para fora, e de fora para o mundo.

Eu olho para o céu e vejo as estrelas. Observo seus brilhos e penso em Você. Se as estrelas, a Lua, o verde das árvores e o azul do mar são lindos, imagina você, Deus. Não vejo a hora de te abraçar.
—  Brenda F. Araújo, uma nova estrada.
A vida é um desenho e você vai colorindo ela. Uns vivem no branco, uns no preto, uns no preto e branco, outros vivem no vermelho sangue, os espertos vivem num alegre arco iris, uns ainda estão procurando os lápis e outros são iguais a mim, estão colorindo a vida com cores que não combinam, preto e marrom, verde e azul…
—  Rosatus.