vendo-fotos

53 dicas para ficar sem comer :)

1. Coma sempre o pequeno-almoço! Isto mantém o teu metabolismo trabalhando.
2. Coma o mais devagar que puder. O organismo leva cerca de 30 minutos a perceber que está cheio. Mastigue até sentir a comida completamente desfeita na boca.
3. Coma em frente ao espelho.
4. Quando tiveres ânsias (compulsão) por comida conta até 100. Geralmente só o fato de te concentrar, faz-te perder a fome.
5. Pouse o grafo entre cada garfada.
6. Nunca comer a partir das 19h/20h (o metabolismo fica mais lento).
7. Disfarça a descoloração da pele debaixo das unhas por falta de nutrientes com verniz de cor.
8. Tome comprimidos para a azia se tiveres com muita fome. Neutraliza o ácido do estômago que te faz sentir fome.
9. Mantenha um caixote perto de onde come. Se sentires que vais comer demais, jogue o resto fora.
10. Beba refrigerantes light. Enche e têm apenas 1 caloria. (mas é preferível beber água)
11. Limpa alguma coisa nojenta, de certeza que vais perder o apetite.

12. Escove os dentes. O sabor da pasta é horrível se comer em seguida.
13. Todas as calorias são importantes. quando sentado(a) mexe a perna, contrai os abdominais, nunca pare de se exercitar.
14. Beba um copo de água por hora, não só vai fazer com o estômago se sinta cheio, mas também te vai dar pele hidratada. Água fria queima mais calorias, água quente enche mais.
15. Jogue fora comida que achar que pode comer compulsivamente.
16. Quando sair, leve só o dinheiro que precisar, nada extra. Assim, não terá a tentação de gastar em comida. 17. Senta-te com a coluna direita, ter uma boa postura queima mais 10 calorias do que curvado(a).
18. Beba um gole de água entre cada garfada. Isso vai te dar uma sensação de satisfação mais rápido.
19. Não fique muito agasalhada. O organismo gasta mais energia a manter o corpo quente.
20. Se tiver um ataque de comer compulsivo, mastiga a comida e cospe a seguir.
21. Coma as refeições em pratos pequenos.
22. Ande sempre com as nádegas contraídas, gasta imensas calorias e o resultado é bom.
23. Tente ficar confortável na cama, uma posição a qual terá certeza que não vai levantar-te para ir comer a noite.
24. Use a imaginação. Imagine como será a comida no estômago e como a gordura será formada (eca).
25. Estrague a tua comida. Coloque demasiado sal, por exemplo, resulta muito bem e você não irá comer.
26. Vai a lojas e experimenta roupas que gostaria que te servissem.
27. Olha para a gordura que tens no corpo e imagina que se comer, não vai fazer mais nada senão adicionar mais gordura ainda.
28. Coma quando estiver rodeada de pessoas. Com a conversa elas irão esquecer de te vigiar.
29. Obesidade é horrível e gordos são inúteis lembre-se disso.
30. Veja sempre foto daquele thinspiration linda.
31. Pesa-te sempre.As balanças não enganam.
32. Coloque na cabeça que se o teu amigo(a) magérrimo(a) come 3000 calorias e não engorda, não quer dizer que possa fazer o mesmo.
33. Aprende a gostar da sensação de vazio no estômago. Confia em mim, vai sentir-te enjoado quando comeres exageradamente mais uma vez.

34. Observa as outras pessoas, especialmente gordos (as), quando estiverem a comer, e sinta-se superior por não estar comendo nada e ter seu corpo limpo.
35. Come pastilhas elásticas (sem açúcar), mantém a boca distraída e não pensas em comer (só no último caso.).
36. Se comer, tenta comer sempre no mesmo lugar, mas sozinho(a), sem ver Tv ou no PC. Comer em frente a Tv distrai dos sinais de estômago cheio, e provavelmente não vai reparar na quantidade que comer.
37. Se estiveres com muita fome sai de casa , visita amigos onde não pode comer a vontade.
38. Quando sentires dores de estômago da fome, curve-se e encolha a barriga. Pelo menos para mim funciona. 39. Tente comer algo calórico, mas saudável, (ex.: uma banana) logo de manhã. O resto do dia sempre que te sentir tentado(a) a comer pense nas calorias que já comeu e que mais comida não será necessário.
40. Lembre-se sempre de uma coisa, perder peso não é só um objetivo, mas também uma disciplina.
42. Como uma data de evento (casamento, formatura) na vida é preciso esforço e força de vontade. É necessário planear e organizar a dieta, e não desistir nunca.
43. Um dia desleixado na dieta não é desculpa para parar e engordar horrores. Desistência é desculpa de pessoas fracas. E você não é fraca, não é mesmo?
44. Durante os dias de nf ou de lf muito baixo, pingue entre 3 à 10 gostas de limão (com uma gota de zero cal, a gosto) em 500ml de água gelada. Vai te refrescar além de te fazer sentir melhor e queimar calorias! (agua gelada acelera metabolismo)

45. Se bater uma vontade de compulsão troque refeiçoes para não entrar em desespero! Por exemplo, ao invés de almoçar algo que você não está com vontade, chupe uma bala ou coma azeitonas por exemplo. Aprenda a balancear.
46. Evite passar perto da cozinha principalmente nos horários de comer em que seus parentes estarão lá.
47. Cuide-se. Faça uma escova no cabelo ou mude o corte por exemplo. Tudo isso te fará se empenhar no emagrecimento.
48. Estabeleça punições. Eu sempre ando com um elástico azul no braço daqueles de colocar dinheiro. Deu vontade de comer ou abandonar a anna? Aperte bem forte no braço, fique na posição fetal e puxe! Você vai se sentir melhor,acredite.
49. Arranje um namorado ou alguém especial. Uma pessoa que é importante na nossa vida, sem ser da família obvio, nos faz esquecer de tudo fútil por exemplo, comida.
50. Ouça músicas que te encorajam a ser bonita!
51. Uma ótima forma de se inspirar é vendo fotos de quem realmente tem o corpo dos seus sonhos!
52. Escreva textos sobre como você gostaria de ser, e o que você faria se fosse assim! Te dará ânimo para emagrecer!
53.Compre aquela roupa perfeita a qual você se comprometeu a usar. Eu sei como é difícil domar a anna as vezes até porque eu sou uma! Mas entenda que não adianta você ler mil dicas e não fazer nada. Não só pense, aja! Não sonhe, seja!


p.s- peguei essas dicas do BLOG ana e mia..blogspot rs.

Eu sinto sua falta, não vou mentir dizendo que não sinto. É óbvio, como não poderia sentir? Sentir falta do teu carinho, da tua proteção, da segurança que você me passava, das risadas que você conseguia tirar de mim e dos sorrisos então? Os mais bobos e idiotas. É lógico que sinto falta, falta de quando você tinha tempo pra mim, quando eu passeava em teus pensamentos, falta de ser importante pra você sabe? Do mesmo jeito que começou, terminou. Não vou mentir, as vezes me pego vendo suas fotos e fico me perguntando se o erro foi meu ou era isso aí que ia acontecer, uma coisa boa porém passageira. Sinto falta da sua voz, da sua risada, até mesmo quando ficava de cara comigo. Eu sei que sou a teimosia em pessoa e velho, até da tua implicância com isso eu sinto falta. Lembro de tanta coisa, logo eu que não consigo lembrar de quase nada, mas quando se trata de você está tudo aqui. Memória por memória. Momento por momento. Cada conversa, os conselhos, os abraços, as brincadeiras, as vontades. Eu lembro. Cara, eu sinto falta de ir deitar e ter a certeza que no outro dia eu acordaria com o seu bom dia. Velho, há quanto tempo isso não acontece? Há quanto tempo não me sinto a pessoa importante que eu achei que era? Você me deu o céu, as estrelas e tudo de mais lindo que poderia dar, mas também me deu um grande vazio aqui dentro. Um buraco. Não dói, apenas está ali, sem nada, sem ninguém … vazio. Esperando você retornar, mas sinceramente? Já perdi a esperança que volte e se voltar, não vou ter a segurança, o conforto e a proteção que eu tinha contigo. Sinto muito, eu lamento por tudo. Eu não desisti da pessoa incrível que você é, não esqueci e nem pretendo, só estou vivendo minha vida, conhecendo pessoas e quem sabe eu encontro algum amor por aí. Fiz o que você mandou, eu viver minha vida, eu só não pensei que eu viveria sem você.
—  Precarizou.
Imagine Zayn Malik

Pedido: “Faz um do Zayn q ele terminou cm ela de uma maneira ruim sem nem dar uma boa explicação mas eles tem o mesmo grupo de amigos e por isso vão no mesmo jantar de noivado de um casal de amigos deles e na festa ele fica pensando se o q ele fez foi o melhor pq tipo eles também estavam noivos e vendo a felicidade do casal e o olhar sem brilho dela ele percebe q tinha errado, ela já não tava aguentando ficar no mesmo lugar q ele e foi embora e ele foi atras e eles fazem as pazes, ela pode ser cantora “ - Anônimo.

**********************


O fim do seu relacionamento foi uma coisa que S/N nunca entendeu bem. Foi de uma forma ruim, sem explicação, de uma hora para outra.

E os sentimentos de tristeza, vazio, nostalgia voltaram com mais intensidade nesses dias que antecederam o noivado de umas de suas amigas mais próximas.

O que mexia ainda mais com ela é que ela tem a absoluta certeza que Zayn vai estar lá também. Afinal, os  amigos em comum são muitos, e eles sempre foram do mesmo círculo de amizades.

Por mais que odiasse admitir, ela ainda gostava dele. Muito. Eles estavam noivos, já preparando as coisas para o casamento. É difícil de aceitar o fim.

Já sabendo que não arranjaria desculpas os suficiente para convencer Amanda que não iria, foi para o banho e começou a se arrumar.

Não muito longe dali, Zayn também estava relutante para ir. Ele não queria a encontrar e nem imaginou que esse encontro poderia acontecer tão cedo, ainda mais numa ocasião dessas. Por mais que tenha sido ele quem terminou o quase noivado, doía muito nele toda essa situação.

“Te espero hoje, Bro. Não se atrase! Às 20h, OK?!”. Ao ler essa mensagem, já teve a certeza, assim como S/N, que teria que ir; querendo ou não.

Tomou um banho, colocou uma roupa, passou um de seu perfumes favoritos e, em quarenta minutos, estava pronto.

Pegou as chaves do carro e foi até onde aconteceria o noivado dos seus amigos.

Já S/N, sabendo que iria beber alguma coisa, optou por deixar o carro em casa e chamou um táxi. Passou o batom, pegou sua bolsa e, já pronta, entrou no táxi e seguiu para onde seria a festa do noivado.

A primeira pessoa que a recepcionou foi Amanda. Ela a parabenizou e desejou tudo de melhor para eles.

Ao ver ela entrando, Zayn travou onde estava. Apenas ficou a admirando. O sorriso que ele tanto amava, a simpatia e a maneira carinhosa que ela tratava as pessoas que sempre o cativou nela, a beleza extrema, a delicadeza… Tudo que ele sempre amou nela ainda estava presente. E ela estava bem na sua frente.

Quando ela ergueu seu olhar e o viu, foi como se seu coração fosse na boca. Ela congelou. Ele parecia ainda mais bonito ao seu ver, a mesma beleza misteriosa, a elegância em se vestir e se estilo próprio, a barba por fazer que ela tanto amava e o cabelo meio bagunçado faziam o conjunto perfeito.

Ela só saiu do seu transe quando sua amiga a puxou para tirarem algumas fotos.

Vendo a alegria dos seus amigos que estavam noivando, a felicidade por estarem planejando um vida juntos fez Zayn pensar em suas atitudes.

O remorso o dominou. A culpa por ver S/N com um olhar triste e sem vida tomou conta dele.

Naquele momento ele só queria poder voltar no tempo e converter seus erros. Ali ele viu o quão errado ele agiu com a mulher que ele mais amou na vida, a que era sua companheira, sua amiga, sua namorada e noiva.

Ele foi um bobo e infantil por deixar o medo de assumir essa responsabilidade e o medo de perder os benefícios dá vida de “solteiro” falarem mais alto e ignorar por completo os benefícios ainda maiores de ter ela ao seu lado.

Vendo seus amigos ali, os dois se imaginavam no lugar deles. Poderia ser eles, felizes e juntos. Mas não era.

Infelizmente, ou não, não existe um botão para apertar e fazer o tempo voltar atrás. Talvez esse tempo tenha sido bom para ambos amadurecerem e considerarem o que é mais importante para eles.

Ele estava arrependido. Mas como iria mostrar isso para ela? Ele nem sabia se poderia ter uma segunda chance.

Procuraram manter a distância um do outro. Mas sempre se procuravam com o o olhar. Ele quase não conseguia parar de olhar pra ela. E ela estava na mesma situação.

Já no fim da festa, quase na hora de ir embora, eles acabaram de esbarrando. Ficaram se encarando por algum tempo; tempo esse complemente constrangedor. Até que ele tomou a iniciativa…

- Oi! - ela permanece olhando nos olhos dele e depois de gaguejar um pouco, conseguiu se pronunciar.

- Oi.

Ele nunca foi inseguro. Mas naquele momento ele se tornou a pessoa mais insegura desse mundo. O medo o consumiu. A saudade de quando ele estavam juntos e conversavam normalmente até tarde, rindo de tudo e sem se importar com nada veio à tona. E ao mesmo tempo um desejo e vontade súbitos de agarrá-la ali mesmo e a beijá-la com vontade. 

Mas, pela maneira que ela o respondeu, ele pôde ter a certeza de que a perdeu de vez e que nunca, jamais, poderia ter uma segunda chance com ela. Era tarde de mais….  


[…]


A segunda parte dai logo logo…! 

Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas que eu nunca pensei que iriam me decepcionar, mas também já decepcionei alguém. Já abracei pra proteger, já dei risada quando não podia, fiz amigos eternos, e amigos que eu nunca mais vi. Amei e fui amado, mas também já fui rejeitado, fui amado e não amei. Já gritei e pulei de tanta felicidade, já vivi de amor e fiz juras eternas, e quebrei a cara muitas vezes! Já chorei ouvindo música e vendo fotos, já liguei só para escutar uma voz, me apaixonei por um sorriso, já pensei que fosse morrer de tanta saudade e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo). Mas vivi! E ainda vivo! Não passo pela vida. E você também não deveria passar! Viva! Bom mesmo é ir à luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é “muito” para ser insignificante.
—  Augusto Branco.
Imagine Zayn Malik

Pedido: “Oii, adoro o tumblr de vocês. Bom eu queria um imagine com o Zayn em que ele é a s/n são casados e ela descobre que está grávida e o Zayn adora a notícia e quer que seja um menino, mas na ultrassom eles descobrem que é uma menina, aí ele fica bravo e rejeita, mas quando ele vê mãe e filha juntas ele se arrepende.” - Anônimo.

******


Quando eu contei para o meu marido que eu estava grávida foi a maior comemoração. Eu não imaginava que ele ia ficar tão feliz quanto ele ficou. Ele ficou super empolgado.

Mas tudo mudou no meu sétimo mês de gestação, quando finalmente conseguimos descobrir qual o sexo do bebê e vimos que é uma menina.

Zayn mudou dá água para o vinho. Ele passou a me ignorar, rejeitar a mim e a criança. O por que? Porque é uma menina, e não um menino; como ele sempre quis. 

Quando íamos ao ultrassom, nunca conseguíamos ver o sexo, pois ela sempre estava com as perninhas fechadas. Quando eu completei meu sétimo mês, fomos ao médico e fizemos outro exame. E nesse, finalmente, conseguimos ver. O médico nos olhou sorrindo e disse as palavras que mudaram drasticamente minha vida: “Parabéns, vocês terão uma menina!”. Zayn fechou a cara e ficou bravo. Eu não entendi o motivo, e quando fui perguntar, ele brigou comigo. Como se a culpa fosse minha.

A partir dai ele começou a me evitar, ignorar e se afastou de mim. E não olhou mais na minha cara, não falou mais comigo. Simplesmente rejeitou a sua própria filha. Nem parecíamos um casal, e muito menos uma família.

Quando minha bolsa estourou, quando fui para o hospital quase morrendo com as contrações, quando fui para a sala de partos, quando minha filha nasceu, quando a peguei no colo pela primeira vez, quando a amamentei pela primeira vez ele não estava lá. Em nenhuma dessas ocasiões. 

Foi como se meu coração tivesse se despedaçado. Meu casamento foi para o lixo, junto com toda minha felicidade e empolgação de aumentar a minha família. 

E agora, Luma está com 3 meses. E como está a situação aqui? Do mesmo jeito, se não pior. Ela é linda, e lembra muito o pai. É um amor de bebê. Zayn nem ao menos chegou perto dela, nunca. Nunca a pegou no colo, nunca fez nada. 

Agora, sentada na minha casa e vendo uma foto do nosso casamento e pensando em tudo que está acontecendo, deixo as lágrimas escorrerem livremente; me perguntando o porquê disso estar acontecendo. 

Escuto um chorinho que me faz me recompor e correr até o quarto na frente do meu. 


***

Zayn Point Of View.

***


Escuto um choro de criança no andar de cima e sinto meu estômago embrulhar e eu reviro os olhos. Mas logo tudo fica silencioso novamente.

Ao ver que nada passa na TV, subo para tomar um banho. Ao passar pelo corredor dos quartos, escuto vozes vindo de um quarto e a porta está entreaberta. Para o olho para dentro. 

Meu coração dispara, eu fico ser ar, começo a tremer e meus olhos ficam marejados. Eu vejo S/N com Luma no colo. Essa é a cena mais linda que eu poderia ver na minha vida. S/N brincando com ela, conversando e sorrindo. E o bebê em seu colo está rindo, mostrando sua banguela. 

Eu fico admirado e espantado com a semelhança dela comigo. Ela é também parecida com a mãe. É a mistura perfeita entre eu e S/N. Ela é linda.

No mesmo instante que a alegria e comoção pela cena me consomem, o remorso toma conta de mim. Um ódio súbito de mim me domina, e me arrependo por ter feito tudo que eu fiz. Eu briguei com a S/N, mesmo ela não tenho culpa nenhuma. Eu a ignorei, eu a abandonei. Eu rejeitei minha própria filha. Deus, que merda que eu fui fazer. 

Lágrimas quentes escorrem pelo meu rosto e eu permaneço ali, quieto e parado admirando as duas juntas. S/N conversa, canta para ela, diz que a ama, que ela é a menina mais linda desse mundo. Diz que ela é a sua princesa. E nesse momento eu fungo alto, e acabo chamando a atenção dela. Ela me encara e permanece em silêncio. 

- Ela é linda! - digo entrando no quarto. - Por Deus, S/N, me perdoe. - vejo seus olhos se encherem d’água. - Você não sabe o quanto eu estou arrependido por tudo que eu fiz. - suspiro e ela coloca a criança no berço com uns penduricalhos. - Eu fui um idiota, infantil. Não deveria nunca ter te culpado, ter me afastado de você, principalmente no momento que você mais precisou; e nem ter rejeitado ela. Você não tem ideia do quanto eu estou me odiando e me culpando.

- Zayn… - ela secou uma lágrima. - Eu sei que quando não conseguimos uma coisa que queremos muito, nós ficamos decepcionados. Eu sei que você preferia que fosse um menino, mas a culpa não foi minha. - ela disse entre soluços.

Eu me bati mentalmente me culpei ainda mais. Eu a fiz sofrer. Eu a machuquei. Justo eu, que odeia vê-la chorar e sofrer, causei seu maior sofrimento. 

Me aproximei dela e a abracei com força.

- Eu sei, eu sei. A culpa é minha. - suspirei. - Eu me arrependo muito de tudo que eu fiz. Não tem justificativa. Eu errei, e muito. Quando eu vi vocês duas juntas eu senti algo que nunca senti antes. Um sentimento estranho. Mas um sentimento bom, bonito. Vontade de entrar e abraças vocês, de voltar no tempo e fazer tudo diferente. Mas eu não posso, infelizmente. - a encarei. - Eu só quero o seu perdão, só quero uma chance. - acariciei seus rosto. - Me perdoa? - ela assentiu e eu beijei seus lábios com calma, coisa que não fazia há tempos. Céus, como eu senti falta. - Eu te amo!

- Eu também te amo! - ela sorriu. Encarei o berço ao nosso lado e vi a criança linda que estava ali. 

- Posso pegar? - S/N sorriu grandemente e assentiu. Peguei ela com delicadeza e ela sorriu pra mim. - Oi, filha! - falei e ela soltou um resmungo. Beijei sua bochecha gorda e puxei S/N para o abraço.

Um primeiro abraço em família. O primeiro de muitos.


[…]

Pedido: Pode fazer um imagine pra mim onde ela seja médica e eles se conhecem depois de um acidente dele (nada grave) e começam a namorar e isso ai :) - Anônimo

Não foi especificado com quem é o imagine, então eu fiz com o Louis.

Obrigada por ter feito o pedido.❤

***

Imagine Louis Tomlinson:

O jogo está empatado, é a minha chance de virar isso marcando um gol. Stan passou a bola para mim e eu logo fui correndo para perto do gol, mas quando me preparei para chutar a bola e fazer um dos gols que poderia mudar a vida do meu time, Jeff, um dos jogadores do time adversário se jogou na minha frente me fazendo tropeçar em sua perna e cair em cima da minha própria perna que ficou dobrada, no mesmo instante em que cai no chão, eu senti como se minha perna tivesse sido quebrada ao meio igual um palitinho de picolé, se eu pudesse me concentrar bem e ignorar a gritaria da torcida e todo o barulho presente no local, seria possível escutar exatamente o barulho do meu osso se quebrando.

-Louis! Louis!
Tudo o que consegui ouvir foram várias pessoas chamando meu nome, meus olhos permaneciam fechados e eu tentava ao máximo não me mexer.

-Louis! Me responda, onde dói?
Alguém me perguntou, no momento da raiva e da dor eu não conseguia raciocinar. Porra! Meu time acabou de perder o jogo por minha culpa e eu estou com a perna toda fudida e ainda me perguntam onde dói?

-Minha perna!
Gritei e guinchei quando senti alguém mexer na mesma.

-Parece que quebrou, vamos leva-lo ao hospital o mais rápido possível.
Senti que meu corpo foi levantando e quando finalmente abri os olhos, eu estava em uma maca, pude ver meus amigos me olhando preocupados e minha família que estava na arquibancada tentando se aproximar.

(…)

-É garotão…parece que não foi nada grave, só alguns meses com esse gesso e logo, logo você fica bom.
Um médico estranho falou. Garotão? Quantos anos ele acha que eu tenho?

-Beleza, posso ir agora?
Perguntei impacientemente.

-Desculpe, precisa passar com uma médica ainda, ela que vai acompanhar seu recuperamento, você só quebrou a perna mas ainda sim não podemos deixar de ter cuidado.
Falou e saiu da sala.

Bufei.

-Espero que não seja uma velha chata que vai ficar o tempo todo…
Falei sozinho olhando meu celular.

-Olá, Louis.
Olhei para a porta e uma bela mulher entrava na mesma. Nunca mais falo sozinho.

-O-oi
Sorri nervoso e ela se aproximou.

-Desculpe atrapalhar sua conversa, mas vim ver como está sua perna.
Sorriu amigável e eu apenas a observava com os olhos.

-Como quebrou a perna?
Perguntou casualmente e eu tentei formular uma frase que seja na minha cabeça.

-Estava jogando futebol e um cara se jogou na minha frente me fazendo tropeçar e cair com a perna dobrada.
Expliquei e ela sorriu.

-Então joga? Quantos anos tem?
Perguntou e eu bufei. Sei que ela imagina que tenho uns dezenove, mas já tenho vinte e cinco.

-Sim, eu sempre joguei. E a propósito, tenho vinte e cinco anos.
Respondi e ela me encarou surpresa.

-Desculpe, pensei que tivesse uns dezenove, vinte e poucos anos.
Falou e eu dei em ombros.

-Todos pensam, deve ser porque fiz a barba.
Falei humorado e ela riu.

-Bom, está tudo bem, só vou te passar alguns remédios para dor e você ficará bem.
Falou e ia se levantando.

-Espera!
A chamei e ela voltou direcionando seu olhar a mim.

-Podemos marcar de sair? Pode parecer um pouco precipitado ou até mesmo estranho mas eu realmente te achei interessante.
Falei um pouco envergonhado. Não é como se eu nunca tivesse feito isso mas, ela é completamente diferente. Me faz me sentir diferente.

-Não se preocupe, eu aceito. Podemos ir em uma cafeteria aqui perto depois que eu sair do trabalho, se puder esperar é claro.
Falou gentilmente.

-Claro que espero, afinal, não quero voltar para casa e levar um sermão tão cedo.
Falei e ela riu.

-Isso não te ajuda a manter sua pose de mais velho.
Falou humorada e eu a mandei um olhar indignado.

(…)

Assim que o seu turno acabou, S/n e eu fomos caminhando até a cafeteria que era literalmente ao lado do hospital, o que eu agradeci muito já que estava de muletas.

Nos sentamos em uma mesa e pedimos nossa comida.

-Então…sobre o que quer falar?
Perguntou.

-Gostaria de te conhecer mais…me conte sobre você.
Falei animado e ela riu.

-Bom…tenho vinte e quatro anos, trabalho como médica a dois anos, moro sozinha em um apartamento aqui em Manchester…e tenho duas gatas.
Contou e eu sorri.

-Uau! Você Parece bem independente.
Comentei e ela riu anasalado.

-Fui obrigada a ser, desde cedo minha mãe me ensinou a me virar sozinha.
Deu em ombros.

-Poxa…eu realmente me sinto um adolescente agora…tudo o que faço é jogar futebol e cantar em uma banda de amigos.
Cocei a nunca.

-Nah! Deve ser muito bom em tudo o que faz, isso já compensa sua falta de maturidade.
Falou e eu ri.

-Falta de maturidade? Está insinuando que não sei me cuidar?
Perguntei brincalhão.

-Sua perna me disse isso.
Respondeu do mesmo jeito.

-Então você também é imatura, porque estava conversando com minha perna.
Falei e ela rolou os olhos sorrindo.

-Ok, isso só foi mais imaturo ainda né?
Perguntei e ela assentiu.

-Mas não se preocupe, sua imaturidade me cativa, se serve de consolo.
Comentou.

-E além do mais, você fica fofo com sua aparência de “tenho dezoito anos”.
Sorriu e eu bufei.

| Sete meses depois |

-Viu amor? Não teríamos nos conhecido se não tivesse quebrado sua perna.
S/n falou e eu concordei.

Estávamos vendo nossas fotos na cafeteria em que tivemos nosso primeiro “encontro”, hoje fazemos sete meses de namoro e eu não poderia estar mais feliz da mulher que tenho ao meu lado.

-Nunca me senti tão sortudo em perder um jogo e quebrar a perna ao mesmo tempo.
Ri de leve.

-Sorte que agora se você quebrar sua perna, tem essa sua namorada perfeita que vai cuidar de você.
Falou apertando minhas bochechas.

-Hey S/n, por favor, estamos em público e eu já pareço mais novo se fizer isso vai parecer que sou sei lá…seu sobrinho.
Reclamei e ela riu escandalosamente.

-Seu bobo, ninguém tem que pensar nada.
Me selou.

-Só eu que tenho que pensar o quanto você é linda.
Sorri e ela escondeu seu rosto em meu pescoço.

Se existe alguém mais sortudo nesse mundo, sou eu.

***

Me desculpem pelo fato de que ficou pequeno, eu prometo recompensar nos próximos imagines.

Espero que tenha gostado.😘

hoje

eu queria falar sobre saudades mas jurei a céus e a infernos que nunca mais falaria sobre você, o que é praticamente impossível quando você está em tudo relacionado a mim desde pratos de comidas que você me ensinou a gostar à bandas de rock que nós escutávamos juntos.
você me infectou. cada partícula do meu corpo tem uma gota -mesmo que mínima- de você e eu já não sei mais onde tudo isso irá me levar… sua falta me consome e me tira o sono.
sanidade já não faz mais parte do meu vocabulário a tempos, você se foi e levou ela contigo. você levou tudo e dia após dia eu tenho que me recompor aos poucos, mesmo que isso pareça que vá levar a eternidade.
hoje eu sou um constante vazio que se preenche indo á bares e saindo com caras estranhos. hoje eu fico em casa o dia inteiro vendo nossas fotos e escutando nossas músicas. hoje eu te revivo a cada segundo.
hoje o que eu sou é saudade.

As vezes me pego vendo suas fotos e me doí ver você e não poder estar junto, me doí ver todas aquelas pessoas do teu lado e eu aqui sem poder te tocar, as vezes bate uma inveja, uma vontade de chorar, de querer estar perto, de colar em você e não desgrudar. As vezes da vontade de gritar, de arrumar as minhas malas e sair em sua direção, só pra sentir o teu abraço, ver se teu cheiro é como imaginei, de ficar ao teu lado. As vezes me da vontade de tirar todas essas dúvidas, essas incertezas, acabar com essa maldita dor. Pensando bem não é só as vezes, é toda hora.
—  João Paulo Ferreira.

53 dicas para ficar sem comer (:

1. Coma sempre o pequeno-almoço! Isto mantém o teu metabolismo trabalhando.
2. Coma o mais devagar que puder. O organismo leva cerca de 30 minutos a perceber que está cheio. Mastigue até sentir a comida completamente desfeita na boca.
3. Coma em frente ao espelho.
4. Quando tiveres ânsias (compulsão) por comida conta até 100. Geralmente só o fato de te concentrar, faz-te perder a fome.
5. Pouse o grafo entre cada garfada.
6. Nunca comer a partir das 19h/20h (o metabolismo fica mais lento).
7. Disfarça a descoloração da pele debaixo das unhas por falta de nutrientes com verniz de cor.
8. Tome comprimidos para a azia se tiveres com muita fome. Neutraliza o ácido do estômago que te faz sentir fome.
9. Mantenha um caixote perto de onde come. Se sentires que vais comer demais, jogue o resto fora.
10. Beba refrigerantes light. Enche e têm apenas 1 caloria. (mas é preferível beber água)
11. Limpa alguma coisa nojenta, de certeza que vais perder o apetite.
12. Escove os dentes. O sabor da pasta é horrível se comer em seguida.
13. Todas as calorias são importantes. quando sentado(a) mexe a perna, contrai os abdominais, nunca pare de se exercitar.
14. Beba um copo de água por hora, não só vai fazer com o estômago se sinta cheio, mas também te vai dar pele hidratada. Água fria queima mais calorias, água quente enche mais.
15. Jogue fora comida que achar que pode comer compulsivamente.
16. Quando sair, leve só o dinheiro que precisar, nada extra. Assim, não terá a tentação de gastar em comida. 17. Senta-te com a coluna direita, ter uma boa postura queima mais 10 calorias do que curvado(a).
18. Beba um gole de água entre cada garfada. Isso vai te dar uma sensação de satisfação mais rápido.
19. Não fique muito agasalhada. O organismo gasta mais energia a manter o corpo quente.
20. Se tiver um ataque de comer compulsivo, mastiga a comida e cospe a seguir.
21. Coma as refeições em pratos pequenos.
22. Ande sempre com as nádegas contraídas, gasta imensas calorias e o resultado é bom.
23. Tente ficar confortável na cama, uma posição a qual terá certeza que não vai levantar-te para ir comer a noite.
24. Use a imaginação. Imagine como será a comida no estômago e como a gordura será formada (eca).
25. Estrague a tua comida. Coloque demasiado sal, por exemplo, resulta muito bem e você não irá comer.
26. Vai a lojas e experimenta roupas que gostaria que te servissem.
27. Olha para a gordura que tens no corpo e imagina que se comer, não vai fazer mais nada senão adicionar mais gordura ainda.
28. Coma quando estiver rodeada de pessoas. Com a conversa elas irão esquecer de te vigiar.
29. Obesidade é horrível e gordos são inúteis lembre-se disso.
30. Veja sempre foto daquele thinspiration linda.
31. Pesa-te sempre.As balanças não enganam.
32. Coloque na cabeça que se o teu amigo(a) magérrimo(a) come 3000 calorias e não engorda, não quer dizer que possa fazer o mesmo.
33. Aprende a gostar da sensação de vazio no estômago. Confia em mim, vai sentir-te enjoado quando comeres exageradamente mais uma vez.
34. Observa as outras pessoas, especialmente gordos (as), quando estiverem a comer, e sinta-se superior por não estar comendo nada e ter seu corpo limpo.
35. Come pastilhas elásticas (sem açúcar), mantém a boca distraída e não pensas em comer (só no último caso.).
36. Se comer, tenta comer sempre no mesmo lugar, mas sozinho(a), sem ver Tv ou no PC. Comer em frente a Tv distrai dos sinais de estômago cheio, e provavelmente não vai reparar na quantidade que comer.
37. Se estiveres com muita fome sai de casa , visita amigos onde não pode comer a vontade.
38. Quando sentires dores de estômago da fome, curve-se e encolha a barriga. Pelo menos para mim funciona. 39. Tente comer algo calórico, mas saudável, (ex.: uma banana) logo de manhã. O resto do dia sempre que te sentir tentado(a) a comer pense nas calorias que já comeu e que mais comida não será necessário.
40. Lembre-se sempre de uma coisa, perder peso não é só um objetivo, mas também uma disciplina.
42. Como uma data de evento (casamento, formatura) na vida é preciso esforço e força de vontade. É necessário planear e organizar a dieta, e não desistir nunca.
43. Um dia desleixado na dieta não é desculpa para parar e engordar horrores. Desistência é desculpa de pessoas fracas. E você não é fraca, não é mesmo?
44. Durante os dias de nf ou de lf muito baixo, pingue entre 3 à 10 gostas de limão (com uma gota de zero cal, a gosto) em 500ml de água gelada. Vai te refrescar além de te fazer sentir melhor e queimar calorias! (agua gelada acelera metabolismo)
45. Se bater uma vontade de compulsão troque refeiçoes para não entrar em desespero! Por exemplo, ao invés de almoçar algo que você não está com vontade, chupe uma bala ou coma azeitonas por exemplo. Aprenda a balancear.
46. Evite passar perto da cozinha principalmente nos horários de comer em que seus parentes estarão lá.
47. Cuide-se. Faça uma escova no cabelo ou mude o corte por exemplo. Tudo isso te fará se empenhar no emagrecimento.
48. Estabeleça punições. Eu sempre ando com um elástico azul no braço daqueles de colocar dinheiro. Deu vontade de comer ou abandonar a anna? Aperte bem forte no braço, fique na posição fetal e puxe! Você vai se sentir melhor,acredite.
49. Arranje um namorado ou alguém especial. Uma pessoa que é importante na nossa vida, sem ser da família obvio, nos faz esquecer de tudo fútil por exemplo, comida.
50. Ouça músicas que te encorajam a ser bonita!
51. Uma ótima forma de se inspirar é vendo fotos de quem realmente tem o corpo dos seus sonhos!
52. Escreva textos sobre como você gostaria de ser, e o que você faria se fosse assim! Te dará ânimo para emagrecer!
53.Compre aquela roupa perfeita a qual você se comprometeu a usar. Eu sei como é difícil domar a anna as vezes até porque eu sou uma! Mas entenda que não adianta você ler mil dicas e não fazer nada. Não só pense, aja! Não sonhe, seja!


Atenciosamente,

SUA AMIGA ANA

esse texto não é sobre um lugar, é sobre como eu gosto de você

eu fico vendo fotos de cidades, com muita gente nas ruas, parece que elas não tem muita calma, tempo ou sei lá o que para sentarem nas pracinhas e ficarem olhando o mundo ao redor, tomar um sorvete e conversar até a tarde virar noite. você sabe, eu moro em cidade pequena e a vida anda com tanta calmaria. eu fico imaginando nós dois sentados nessas pracinhas verdes e calmas, o barulho da água caindo, as pessoas passando com suas vidas. espera, esse texto não é sobre um lugar, é sobre como eu gosto de você, de como eu quero dividir contigo as coisas que eu gosto, os meus momentos de paz e de caos, as vezes eu sento na varanda para contemplar o mundo e sorrir, outrora para chorar e achar que o mundo me odeia. eu sou toda embaralhada para falar o que eu sinto, espero que você entenda que eu te quero bem, para sempre. mesmo que você ache que estamos fadados a distância, você sempre vai ter a mim, não importa onde e nem quando, uma parte minha te pertence, teu lugar em mim é teu para sempre. eu sinto desde sempre vontade de cuidar de ti e amo te ver feliz. eu quero muito que você seja feliz, e eu estou aqui para tudo, para sempre.