validos

Amor, quando o nosso vinho amargar ou perder o sabor, quando a maquiagem borrar e as fotos perderem a cor, tu ainda vai querer me aquecer quando não me restar nem calor? E, quando o cigarro apagar, vai ter valido a pena as cinzas e o frescor? Quando a nossa música tocar, tu ainda vai lembrar do ritmo? Quando o mundo me machucar, tu ainda vai querer curar minha dor? Tua voz e tua respiração são meus sons preferidos, mas, quando eu esquecer de viver, teu olhar ainda vai me lembrar quem eu sou. Ainda vai querer acordar com meu toque e minha voz no ouvido? Tua vida ainda vai ter sentido se a nossa for tudo o que te sobrou? Quando chegar o cansaço, meu abraço ainda vai ser teu abrigo, mas, quando a vida acabar, ainda vai querer ir pro mesmo lugar onde eu vou? Ainda vai sorrir quando eu for teu único motivo? Ainda vai ouvir o que eu digo, mesmo quando eu só quiser falar de amor? Ainda vai tentar me entender quando eu não fizer mais sentido? E ficar comigo quando tiver visto o pior lado de quem eu sou?
—  Luiz Lins.

Ella me hizo creer.

Me hizo creer que el azul del océano no era igual al azul de nuestros deseos, que de labios carmesí a veces el sabor no es a fresa, que las tortugas pueden ser muy rápidas si así lo desean y que el cielo que mirábamos, era el mismo y nos unía.

Me hizo creer que el amor tenía estaciones, que estaba en ámbar mi camino y que ella era mi carril de suerte.

Me hizo creer que las pestañas que se nos caen no son mas que un anhelo deseando ser pedido y que un suspiro es un grito del alma.

Me hizo creer que la distancia no importaba cuando dos corazones se sentían cerca, que no era necesario ver un rostro todos los días para estar enamorado.

Me hizo creer que no estaba rota, solo mal encajada, que no llevaba lluvia en mi alma sino glaciares desconjelandose, que podía amar.

Me hizo creer que todo el dolor que había sentido antes había valido la pena por solo conocerla, que era diferente.

Ella, me hizo creer que sí podía, que funcionaría, que entrelazaríamos las manos un dia de otoño, que iría al aeropuerto, correría hacia mi y se cumpliría…

Me hizo creer que el tiempo era ahora y era ella.

Pero igual nos fuimos.
Y jamás…
Nos conocimos.

—  Brenda Ramírez.
Abbiamo la mania di scusarci per tutto.
‘Non sto bene, scusa.’
'Non posso uscire, scusa.’
'Ah, non dovevo dirlo, scusa.’
Scusa se non sono d'aiuto, scusa se non posso scappare e prendere il treno per raggiungerti, scusa se non ti ho mandato nessun messaggio, scusa se mi manchi.
Chiediamo sempre scusa a tutti, ma dimentichiamo continuamente di chiedere scusa a noi stessi e ogni tanto dovremmo farlo.
Scusa per tutte le volte che non sei stato te stesso per paura di deludere persone che non ti hanno mai voluto bene davvero;
scusa perchè a volte non ti sei amata affatto, persa nelle paranoie, senza trovare il coraggio di buttarle via.
Sì, dovresti chiederti scusa per non averti dato fiducia, per non averci creduto abbastanza, per non aver creduto in te stessa, per tutte le volte che ti sei data colpe che non avevi, per non esserti sentita abbastanza intelligente, abbastanza speciale, abbastanza importante.
Sì, chiediti scusa per esserti sentita brutta: non lo sei mai stata, mai! Chiediti scusa per esserti detta di non essere in grado di fare qualcosa; per aver dato amore, attenzione, fiducia a chi se n'è fregato;
chiediti scusa per tutte le volte che non riuscivi a dormire perchè avevi paura di svegliarti, paura di iniziare un'altra giornata, un'altra guerra; per tutte le volte che hai nascosto le lacrime dietro i tuoi capelli;
per tutte le volte che ti sei fatta lasciare in disparte;
per tutte le volte che hai dato importanza a chi ti ha criticato senza conoscerti;
per tutte le volte che ti sei fatta rubare la luce, il sorriso;
per tutte le volte che hai messo qualcuno che non se lo meritava davanti al tuo amor proprio.
E mi dispiace per chi ad un bacio dà il valore di una stretta di mano, per chi guarda solo l'involucro e non il contenuto;
mi dispiace per chi dice ad una donna che è bella solo per portarla a letto.
I momenti tristi arrivano per mettere alla prova il nostro cuore, per vedere quanto regge.
Quando più ti arrampichi per non annegare più ti senti fermo nello stesso punto.
Eppure c'è sempre un motivo per andare avanti: sei tu il più valido dei motivi, tu più di chiunque altro!
E chiediti scusa per tutte le volte che hai dimenticato di essere felice.
— 

Francesco Sole

Dite e pensate quello che volete di questo ragazzo, (magari nemmeno lo conoscete), ma con questa poesia mi ha fatta commuovere. Mi ha riportato alla mente un mare di momenti e mi ha colpita moltissimo.                             Sono dell’idea che valga la pena leggerla.

(via firebreather883)

A música mais triste do ano.

Amor, quando nosso vinho amargar ou perder o sabor
Quando a maquiagem borrar e as fotos perderem a cor
Tu ainda vai querer me aquecer quando não me restar nem calor?
E quando o cigarro apagar vai ter valido a pena as cinzas e o frescor?

Quando a nossa música tocar, tu ainda vai lembrar do ritmo?
Quando o mundo me machucar, tu ainda vai querer curar minha dor?
Tua voz e tua respiração são meus sons preferidos
Mas quando eu esquecer de viver teu olhar ainda vai me lembrar quem eu sou

Ainda vai querer acordar com meu toque e minha voz no ouvido?
Tua vida ainda vai ter sentido se a nossa for tudo o que te sobrou?
Quando chegar o cansaço meu abraço ainda vai ser teu abrigo
Mas quando a vida acabar ainda vai querer ir pro mesmo lugar onde eu vou?

Ainda vai sorrir quando eu for teu único motivo?
Ainda vai ouvir o que eu digo mesmo quando eu só quiser falar de amor?
Ainda vai tentar me entender quando eu não fizer mais sentido
E ficar comigo quando tiver visto o pior lado de quem eu sou?

Luiz Lins.

Amor é aquilo que eu escrevo e que não descrevo porque não limita-se a algo tão banal. Amor é aquilo que sinto, não escondo ou minto, porque não seria justo com quem me causa isso. Amor é colar as almas mesmo estando a mil e mais mil quilômetros de distância. Amor é não saber porque permanece, mas ao mesmo tempo não querer ir embora. É olhar pra dentro do mundo e só ver isso. É ver coração onde não tem, pedir paz em meio à toda guerra que ocorre dentro e fora de você. Amor é ser paciente, esperançoso e acima de tudo, crente. Crente de que algum dia todo esse sentimento vai ter valido a pena e o mais importante: que não foi despertado em vão. Amor é ir, amor é ficar. Amor é saber que sempre tem pra onde voltar. Amor é carnal, é banal, é completamente emocional. Amor é fazer do outro lar, abrigo e confidente. Amor é confiança, perseverança, esperança. Mas amor não é isso ou aquilo. Amor é tudo. Quando é nada, não é amor.
—  Desanimo.
Frases de Buenas Noches

Descansa mi amor y no te olvides de soñar conmigo. Yo ya hago lo mismo contigo todas las noches 🙈💕

Gracias por hacer de este día algo tan especial a tu lado. Duerme bien y que no se te olvide lo mucho que te quiero 😍💞

Buenas noches amor, duerme bien y piensa en mí antes de acostarte, como yo estaré pensando en ti 🙊💚

Que pases una linda noche y que tengas lindos sueños. Ten por seguro que tú vas a estar en los míos 😙😙

Por más que me duela separarme de ti, debo dejarte ir hasta mañana. Que descanses, mi amor 💞

Duerme bien y no olvides que siempre estaré a tu lado, porque eres lo que más amo en este mundo 💑

Nos vemos mañana, mi amor. Piensa que yo siempre me estoy acordando de ti, hasta cuando estoy durmiendo 💙😙

Que descanses, corazón. No puedo esperar a mañana para estar contigo de nuevo 🙈💕

Debo decirte buenas noches ahora porque mientras más pronto lo haga, más pronto podré despertar mañana pensando en ti 😍😍

Hasta mañana, amor. Gracias por este día que tanto ha valido la pena, solo por estar contigo 😙💜

Amor, quando nosso vinho amargar ou perder o sabor, quando a maquiagem borrar e as fotos perderem a cor, tu ainda vai querer me aquecer quando não me restar nem calor? E quando o cigarro apagar vai ter valido a pena as cinzas e o frescor? Quando a nossa música tocar, tu ainda vai lembrar do ritmo? Quando o mundo me machucar, tu ainda vai querer curar minha dor? Tua voz e tua respiração são meus sons preferidos, mas quando eu esquecer de viver teu olhar ainda vai me lembrar quem eu sou. Ainda vai querer acordar com meu toque e minha voz no ouvido? Tua vida ainda vai ter sentido se a nossa for tudo o que te sobrou? Quando chegar o cansaço meu abraço ainda vai ser teu abrigo mas quando a vida acabar ainda vai querer ir pro mesmo lugar onde eu vou? Ainda vai sorrir quando eu for teu único motivo? Ainda vai ouvir o que eu digo mesmo quando eu só quiser falar de amor? Ainda vai tentar me entender quando eu não fizer mais sentido? E ficar comigo quando tiver visto o pior lado de quem eu sou?
—  Luiz Lins.
Eu não sou insensível. Só aprendi a controlar meus sentimentos da pior forma. Se pareço não me importar, se deixo transparecer que nada me afeta, você pode ter certeza que eu cheguei ao meu limite. Depois de tantas decepções, o nosso coração se cansa ao ponto de não conseguir mais aguentar tanta dor. Eu já amei alguém e fiz de tudo por ele, com a certeza de que no final mesmo que não ficássemos juntos, teria valido a pena. Mas nem sempre é assim. A gente se entrega achando que é a pessoa certa e em um certo dia, ela vai embora sem se importar com seus sentimentos e você percebe que amava por dois. E dói, como dói. Ainda mais quando o amor dela é qualquer outra pessoa, exceto você. E aí você chora, chora até não aguentar mais. E quando acha que está superando, você escuta aquela música ou vê aquele filme que te lembra aquela pessoa. E as lágrimas chegam mais rápido que da última vez. E isso se repete, tantas vezes que você acha que não vai ter fim. Até que um certo dia, você sorri quando escuta aquela mesma música que te fez chorar tantas vezes e agora não te afeta mais. Assiste aquele filme e não derrama uma lágrima sequer. E quando você vê, as noites em claro, agora são acompanhadas de sorrisos e não de lágrimas. Os seus pensamentos são leves porque aquela pessoa que te magoou não está mais na sua mente. Por isso não me ache uma pessoa insensível e nem àquelas que amam as pessoas erradas. É muito bom amar outra pessoa, mas melhor ainda é alcançar o amor próprio e ser capaz de ser feliz sem machucar o próximo e a si mesmo.
—  Milena Borges.

“Ti ho chiamata non per nulla di importante, ma perchè tu mi dessi solo un valido motivo per non premere il grilletto, ma in fondo, non vedo cosa cambi, visto che sono già morto dentro, da troppo tempo.”

— Mostro; Sabato sera

Eu quero ser o motivo do sorriso de alguém. Quero dormir e acordar tendo a certeza de que sou amada de verdade. Quero me lembrar porque me apaixonei, quando existir uma discussão. Eu quero ter medo de perder alguém por besteira. Quero me sentir protegida quando algo me atingir. E quero proteger a pessoa que é a minha felicidade. Só desejo sentir o amor que fazem muitas pessoas lutarem para não perder, aquele sentimento puro e sincero que poucos têm a sorte de cultivar e florescer. Mesmo que no fim não sobre nada além de saudade. Se for amor, terá valido a pena.
—  De amores rasos eu já estou cheia.
Desbloqueas tu celular, abres WhatsApp y miras tus mensajes. Después vas a tus contactos y hay miles de recuerdos, de amigos que hiciste recientemente, compañeros de la escuela, colegio y hasta gente la cual no sabes ni por qué tienes su número... Pero entre todos ellos hay uno especial, uno por el cual bajas rápido la lista y revisas su foto de perfil y su estado a diario. Esa persona que un día fue tan especial para ti y hoy es sólo un mar de recuerdos. Y al pensar en todo lo vivido, te entran las ganas de hablarle, saber cómo le ha ido, cómo está, saber que ha sido de su vida desde que se alejaron. Pero te limitas a ver su perfil cientos de veces en el día, ahogándote en las ganas de decirle: "te extraño" y no por orgullo, sino por miedo a que esa persona tú le des igual, que tal vez ya no le interesas y que los recuerdos que para ti son hermosos, a él le de igual. Y así siguen pasando los días, las semanas, meses y te quedas con el sentimiento de extrañarlo, por el simple miedo de hablarle y que para él  tú no hayas valido nada.

Lo he intentado todo […] pero si al final estás frente a mí, guiándome con tu mano, habrá valido la pena.

A me piacciono le persone che ti sanno guardare negli occhi.
Quelle che capiscono subito se menti, che ti guardano e ti abbracciano senza un motivo valido. Quelle che vedono oltre ciò che c’è, che ogni tanto sono distratte e quando gli chiedi a cosa stavano pensando rispondono “a niente” guardando lontano, per farti capire che era “a tutto.” Mi piacciono quelle persone che sanno ridere anche con l’orgoglio ferito, che non si vergognano a piangere per qualcosa che le fa stare male. Quelle che non giurano. Che non dicono “ci sarò” ma che dicono “spero di esserci.” Quelle dolci, che ti accudiscono con i loro sorrisi, che ti fanno stare meglio con una carezza. Quelle che pretendono, che vogliono, che hanno. Quelle che sanno come farsi valere, che non si lasciano mettere i piedi in testa da nessuno. Mi piacciono quelle persone, quelle un po’ strane, che ti fanno ridere, che ti fanno innamorare.
—  Bianconiglio.