vaampirates

Sabe de uma coisa cansei dessa página. Não vou virar e continuar, vou fazer melhor. Vou arrancar, cortar, amaçar e tocar fogo. Sei que vai ser difícil tentar te esquecer, mas eu tenho que pelo menos tentar. A vida é um mar de flores, mas de rosa pois seus espinhos são as dificuldades que a gente tem que enfrentar. Porém te esquecer vai ser a melhor coisas que eu vou fazer, não aguento ficar sofrendo por alguém que mal sabe meu nome. Quem começou isso tudo foi você com esse olhar sedutor, eu te olhava também. Mas sempre quando eu olhava você estava me olhando. Há momentos na vida que devemos deixamos as coisas passar. Eu sei que eu tive várias oportunidades de falar com vocês, mas eu tinha medo. Medo do que você iria falar para mim. Medo de você não me amar. Mas acho que você não me ama, se não você também teria vindo atrás de mim. Mas eu acho que eu te entendo, você também deve ter tido medo. Agora aquela página não existe e tudo que eu sentia por você vai ficar no esquecimento.
—  Tudo virou cinzas e foram jogadas ao mar do esquecimento. Daniel Alves

nickroes-archive asked:

top 5 game bangs?

  1. JUST DANCE REMATCH (Game Bang)
  2. SWEET SWEET CANDY BALLS (Game Bang)
  3. QWOP’ING LIKE AN OLYMPIAN (Game Bang)
  4. TEAM IANCORN ON AN ADVENTURE (Game Bang)
  5. EPIC SMOSH RAP BATTLE (Game Bang)

I was so torn with this one jkdsfhsd

Tem hora que a gente se arrepende das coisas que fazemos. E eu perdi a garota perfeita. Eu sempre dizia que ia ser para sempre. Só que esse para sempre teve um fim e eu me arrependo de ter a deixado ir, ou melhor, de ter terminado com ela. Sebe, eu me arrependo amargamente de ter deixado ela. Mas eu vou concertar tudo isso, toda essa merda que eu fiz. Eu a quero de volta para mim. Então foi aí que eu comecei a imaginar nós dois juntos de volta. Peguei meu carro, fui até a casa dela. Só que não tinha ninguém. Então resolvi ficar até que ela voltasse, mas a vizinha dela disse que ela só voltaria na semana que vem. Logo me retirei da porta da casa dela e voltei para a minha só que sem ela. A única coisa que eu conseguia fazer era gritar, eu gritava de ódio, por ter deixando aquela incrível mulher para trás. E cada vez quando eu voltava do serviço eu passava em frente da casa dela todo dia, para ver se ela tinha voltado. Mas nada. Nada. Nem ninguém. E nem a vizinha estava mais. Portanto deixei os dias passarem, mas não passava mais na frente da casa dela. Então depois de ter se passado duas semanas resolvo ir a casa dela. Chegando perto eu a avisto de longe. Ela estava perfeita. Estacionei o carro e fui falar com ela. Falei tudo o que eu sentia por ela e que não devia ter se separado dela. Então ela disse: "Mas foi você que escolheu assim. Em nem um momento eu decidi me separar de você. Ué você se esqueceu do que me disse, mas eu vou te lembrar. Você disse que nunca mais queria olha na minha cara, que u não merecia o seu amor e que tinha encontrado uma mulher melhor do que eu. Cadê ela? Pois se você acha que depois de ter partido em pedaços o meu coração eu vou voltar para você. Você está muito enganado. Prefiro está sozinha do que mal acompanhada. Eu quero que você me esqueça. Quem não te ama mais sou eu." Isso me magoou muito, mas ela tinha razão. Pois o vilão dessa história sou eu. Estava tudo bem, eu não sei por que eu tive que terminar e destruir tudo. Sei que não vou conseguir esquecer ela, mas vou tentar.
—  Não podemos ter tudo que desejamos, Daniel Alves.
Hoje a morte venho me visitar. Na verdade eu que fui atrás dela, sei muito bem como provocar alguém. Então, semana passada fiz um exame e peguei ele hoje, não foi ele que disse que eu ia morrer. Mas sim o médico, ele disse que não tenho muito tempo de vida e que eu não passo de amanhã. É até engraçado isso tudo, lógico que para mim. Porque Anne não está nem um pouco feliz. Anne Sempre me amou de tal maneira que nem minha mãe me ama. Ela é a esposa perfeita, e teve um momento da nossa vida que eu achei que não a merecia. Passamos por tantos problemas juntos. Nunca ouve uma separação, brigas tiveram várias, porém nem uma tivemos que dormir separados. Lembro-me de quando viajamos a primeira vez para um país estrangeiro, da nossa primeira vez em um motel, do nosso primeiro beijo. Foram momentos incríveis. Está chegando minha hora. Fui me deitar e esperar a morte me buscar. Chegando ao quarto encontro Anne deitada. Pensei muitas coisas, então comecei a chorar. Vê Anne ali fez todo o meu mundo desmoronar. Não queria deixar ela aqui, não queria morrer agora. Nem somos tão velhos. Nem tivemos nossos netos, mas nós temos dois filhos. Já adultos e não moram mais com a gente. Então deitamos esperando a hora. Passando alguns minutos ela disse: “Pedro, eu te amo muito. Já te disse várias vezes. E no dia do nosso casamento o padre disse a você ‘Pedro Muller, você aceita Anne Miscow como sua legítima esposa, prometendo amá-la e respeitá-la, na saúde e na doença na riqueza e na pobreza, até que a morte os separe? ’ Você lembra?” Eu disse sim, mas estava muito confuso aquilo tudo, então ela continuou: “Então tem uma parte que eu não concordo. A parte do ‘até que a morte os separe’ eu que não quero que a morte nós separe. E se eu pudesse mudar isso eu colocaria ‘e nem que a morto os separe’. Isso é porque eu te amo e nós cuidamos muito bem dos nossos filhos. Eles vão dar conta de seguir a vida. Só vai ser um choque muito grande nós dois morrer, mas eles vão superar. Eu te amo Pedro” Não sei se isso era o certo a fazer, mas não queria que ela morresse por minha causa. Porém não fiz nada para evitar isso. Ela disse que ia esperar eu morrer, pois não queria se precipitar e muito pior deixar ver ela morta faltando alguns minutos da minha morte. Passou alguns minutos, então a morte veio me buscar. Mas eu ainda vi o jeito em que Anne se matou, foi brutal. Então fomos nós dois, a um lugar desconhecido viver como amigos. Pois as lembranças dela foram apagadas e a única coisa que eu me lembro é desse dia. Eu ainda a amo, mas não quero trazer mais dores para ela e lembrar ela o motivo dela está aqui.
— 

Esse texto foi encontrado em cima da mesa e tudo que podemos afirmar é que ele não estava prestes a morrer e que ele além de se matar, também, matou ela. Pois havia sangue de ambos no local. Daniel Alves