urinar

Urinol | s.m. – lugar ou recipiente adequado para urinar.

Ao me ser pedido para escrever um texto sobre este recipiente directamente ligado, ao universo do sexo masculino, achei piada e ri-me, só de imaginar os diversos pensamentos certamente estúpidos que me iriam passar pela cabeça. Neste momento não estou a levar a coisa de um modo mais ligeiro ou cómico.
Após uma longa reflexão e até pesquisa, cheguei a duas conclusões fundamentais. A primeira é a mais óbvia. A de que sou irrefutavelmente uma rapariga, logo nunca tive a experiência de utilizar um urinol, por mais vezes que tenha tido a extrema necessidade de ocupar as casas de banho masculinas (culpada!). Na verdade, o facto de não me sentir tão próxima ou até confiante para escrever em relação à peça em si, cria em mim um sentimento de puro respeito.
A segunda conclusão intrigou-me de certo modo. Então mas… é verdade que se criam estratégias que irão determinar o acto da escolha do sitio onde se vai urinar, caso ao chegar à casa de banho já lá estejam pessoas? Dei por mim a ler diversos textos na blogosfera, de homens e rapazes que de forma clara, explicavam aos seus leitores a linha de pensamento que lhes determinavam os passos a dar. Basicamente a primeira escolha, da primeira pessoa a chegar é sempre um dos urinois da ponta. A da segunda pessoa, será pela lógica criada, a do urinol que se encontra no outro extremo. Isto no caso dos urinois serem no mínimo três, porque se houverem mais, as escolhas diferem, mas sempre no sentido em que a regra base é o manter-se o mais afastado possível dos outros, como forma de evitar os olhares curiosos, para as partes íntimas de cada um. Cheguei mesmo a descobrir, que se não houvesse outra possibilidade do que a de urinar ao lado de outrém, não existia hipotese se não a de disfarçar a sua entrada no WC, fazendo coisas como, lavar as mãos; ajeitar o laço; ver se o cabelo estava penteado, ou mesmo abandonar o local.
Isto tudo levou-me a pensar que se para uns, fazer xixi num urinol deve ser tipo um momento de glorificação ou elevação do ego pessoal; para outros é mais um momento de puro constrangimento (o que até pode dificultar o acto de urinar e isso é mau).
O urinol é portanto, mais do que uma peça sanitária. É algo que acarreta emoções e sentimentos sejam eles bons ou maus, por parte de quem os utiliza.
Mas mesmo sendo uma rapariga, de uma coisa tenho a certeza. Por mais dificuldades que possam ter ao usar um urinol, no final serão compensados de certeza. O alívio está garantido!

Rita Candeias

Por que os homens insistem em deixar levantado o assento do vaso sanitário?

Solução:

                          

Pedir ao homem que urine sentado poderá acarretar alguns problemas. Se ele se recusar, diga-lhe que no mundo islâmico milhões de homens se sentam para urinar todos os dias - o que absolutamente não lhes compromete a masculinidade. Se isso não for suficiente para convencê-lo, simplesmente estabeleça novas regras domésticas. Passa a ser tarefa dele passar um pano no chão diariamente para limpar as gotas extraviadas. Quem sabe isso possa tornar a posição sentada mais atraente?
Se estiver ao seu alcance, a solução ideal é comprar uma casa com dois banheiros - um para ele, outro para ela - ou reformar a casa atual para criar um banheiro extra. Desta forma, cada um pode desfrutar o padrão de limpeza e higiene que lhe agrada sem ter de se preocupar com o outro.

a&b

youtube

#Diário - Vô Mijá

Il grande Lebowski (The Big Lebowski) è un film del 1998 diretto dai fratelli Coen, caratterizzato dalla loro singolare regia e da un cast molto ricco che comprende Jeff Bridges, John Goodman, Steve Buscemi, Julianne Moore e John Turturro.

Los Angeles, 1991: Jeffrey Lebowski, detto “Drugo”, è un fannullone che vivacchia senza troppi problemi tra una partita di bowling con gli amici Walter e Donny, una fumata di marijuana e grandi quantità di White Russian. La sua vita disimpegnata è improvvisamente sconvolta dalla visita di due picchiatori, che solo in seguito all’aggressione capiscono di aver sbagliato obiettivo a causa di un’omonimia col sig. Lebowski, un ricco magnate. Prima di togliere il disturbo, i due aggressori non mancano di urinare sul tappeto di Drugo e di affogargli la faccia nel water. Questi, convinto dal suo amico Walter, decide di farselo risarcire dal suo facoltoso omonimo: viene così coinvolto in un’intricata serie di vicende che lo invischiano, suo malgrado, in rapimenti e riscatti, in compagnia di artisti pazzoidi e giocatori di bowling che si credono delle divinità.

“Red” jogou uma garrafa de cerveja para o ar, agarrou-a, sacou fora a tampa no canto da minha mesa de café.
“tá tudo na cabeça, Bukowski. você não precisa disso.”
“tá tudo na cabeça da minha pica, ‘Red’. eu preciso disso.”
“uma vez nós pegamos uma velha bebum de vinho. amarramos ela numa cama. cobramos 50 centavos de cada um. cada inválido, doido e pirado naquela fila deve ter dado a sua trepada. em três dias e três noites nós devemos ter passado por uns 500 fregueses.”
“jesus cristo, ‘Red’, você tá me deixando com nojo!”
“eu pensei que você fosse o Velho Sujo.”
“é só porque eu não troco de cuecas todos os dias. você deixou que ela levantasse pra urinar ou pra defecar?”
“o que é ‘defecar’?” (Do Livro: NOTAS DE UM VELHO SAFADO).
#Bukowski #Livros #Books #Leitura #ler #Books #Skoob
#CharlesBukowski #vscocam #vsco by antoniothor34 https://instagram.com/p/0qVwh8OpbL/

Curso só para homens – inscrições abertas – vagas ilimitadas

Devido à complexidade e dificuldade de assimilação dos temas, os cursos terão um máximo de 08 (oito) participantes por sala. As inscrições estarão abertas durante a próxima semana.


SERÃO OS SEGUINTES TEMAS:

TEMA 01 - Como se enche as fôrmas de gelo. (Passo a Passo, com apresentação de slides).

TEMA 02 - O rolo de papel higiênico: será que nasce no porta-rolo? (Mesa redonda).

TEMA 03 - É possível urinar levantando a tampa e sem respingar no vaso? (Práticas em grupo)

TEMA 04 - Diferenças fundamentais entre o cesto de roupa suja e o chão. (Desenhos e gráficos esclarecedores).

TEMA 05 - A louça do almoço: levita sozinha até a pia? (Exemplos em vídeo).

TEMA 06 - Perde-se a identidade se não tiver na mão o controle remoto? (Debate com um psicólogo).

TEMA 07 - Fazer a mala: incompetência nata ou incapacidade mental progressiva? (Iniciação lúdica).

TEMA 08 - Como aprender a encontrar coisas, começando por procurar no lugar certo em vez de remexer a casa toda aos gritos? (Passo a passo, e exercícios de memorização).

TEMA 09 - Oferecer flores à esposa não é prejudicial à saúde. (Gráficos e montagem audiovisual).

TEMA 10 - Os verdadeiros homens também pedem orientações a estranhos quando se perdem. (Depoimentos verídicos de comprovados machos e conferência).

TEMA 11 - O homem no lugar de co-piloto: é geneticamente possível não dar compulsivamente palpites durante as manobras de estacionamento! (Palestra e meditação em grupo).

TEMA 12 - Aprendendo a viver: diferenças básicas entre mãe e esposa. (Aula virtual com prática presencial).

TEMA 13 - Como ser acompanhantes em shoppings, sem protestar. (Exercícios de relaxamento e autocontrole)

TEMA 14 - Como lutar contra a atrofia cerebral: recordar aniversários, outras datas importantes e telefonar quando se atrasa. (Dinâmica em grupo)

Encerramento do curso e entrega de diplomas aos sobreviventes.

Divulguem este curso… É providencial, kkkkkk

Per il booktrailer del libro avevo in mente un pezzo dei Pogues, un gruppo che tra la fine degli anni 80 e l’inizio dei 90 ho consumato sul mio impianto stereo.

Il loro nome all’inizio era Pogues Mahone forma anglicizzata del gaelico Pòg mo thòin, che significa letteralmente “baciami il culo”. Ma il nome viene subito accorciato in Pogues quando la band firma il primo contratto con una casa discografica. Sarebbe stato poco saggio scendere sul mercato con la volgarità dell’antico messaggio.

Il loro leader, Shane Mc Gowen, scontroso ed eccentrico è il vero trascinatore di una band che usa il folk irlandese in chiave punk in versioni scintillanti. Si racconta che Mc Gowen, alcolizzato, una sera in Irlanda, dopo una notte di bevute, si avvicini ad un muretto per urinare e cadendo verso il muretto distrugga gli ultimi denti che gli erano rimasti in bocca.

Per tornare al booktrailer, riesco a contattre due rappresentanti, a dir vero molto simpatici, della major che detiene i diritti del pezzo. Mi chiedono per un anno di diritti d’utilizzo del brano 14000 euro !!!! Una parte del denaro andrebbe da una parte l’altra metà dall’altra, bla bla bla… i Pogues, in questo giro finanziario, non vengono mai citati.

Mi spiegano che potrebbero esserci conseguenze e che entrerebbero in scena gli avvocati. Insomma, divertiti pure ma il gioco è nostro.

Con il mercato non si scherza. Utilizzerò per il booktrailer un brano libero da diritti : Pogues Mahone !

Conto de sexo

 Em uma bela noite uma jovem de seios grandes e naturais uma buceta depilada e gostosa uma bunda grande e deliciosa foi uma boate com um short curto um top tomara q caia uma calcinha fio dental na frente e atrás um batom vermelho uma maquiagem escandalosa e de cabelo solto  chegando lá ela dançou altas músicas até q ela pediu pro DJ colocar a música Parara Tibum da Mc Tati Zaqui e la dançou pra caramba e tinha um cara d branquelo de cabelos pretos com um caralho duro cheio de tesão por ela ai dps tocou outra música aquela do Mc Biel Sarrando de Lado e ela dançou ai o cara chegou nela e começou a jogar charme depois ele levou ela no escurinho perto do banheiro e eles se beijaram de jeito até que ele perguntou se ela qria trepar e ela disse sim ai eles encontraram um quartinho com uma cama e uma geladeira eles começaram a tirar as roupas e ele começou a apertar os peitos dela e ela começou a arranhar ele  ai ela fez garganta profunda nela e ele chupou a buceta dela até ela urinar  depois ela deitou na cama  e ele enfiou na buceta aquele caralho duro  bateu na bunda dela  e depois ele enfiou no cu dela ai depois ela deitou ele na cama e chupou o pau até cansar depois ele enfiou de novo no cu dela e gozou dentro ai eles treparam mais uns 5 minutinhos e voltaram pra festa quando era 3:20 a festa acabou e ele levou ela pra casa dele só que no meio do caminho ele passou no posto de gasolina e ela foi no banheiro qnd ela tava saindo no banheiro 3 caras levaram ela pra de trás do posto e a estupraram até q o cara q ela trepou encontrou ela sendo estrupada consegui tirar ela dos caras ai ele levou ela pra casa dele e lá ela dormiu qnd ela acordou ela tava abraçada com ele ai os dois treparam de novo até q a irmã do cara ouviu uns gemidos e foi no quarto dele e foi láencontrou ele metendo o pau no cu da guria ai ela entrou no meio e eles fizeram uma suruba  depois disso ela foi embora pra casa e eles nunca mais se encontraram.