uma habilidade

Enquanto homem cristão, cada área da minha vida deve ser moldada pela sabedoria de Deus. As minhas palavras, o meu trabalho, os meus relacionamentos e, até mesmo, a maneira como eu uso os meus recursos devem fluir de um coração tomado pelo caráter de Deus. Tal batida do coração para a glória de Deus resultará, de forma prática, em uma vida vivida com habilidade.
—  John Crotts | Homens Sábios
Sabe, Deus, aquilo que as pessoas insistem em dizer que é o que eu faço de melhor? Sabe aquilo em que as pessoas tanto me elogiam? De alguma forma, Deus, quero usar pra Ti, não sei como, mas sei que me mostrarás. Não quero ter um talento que não possa ser usado no Teu reino. Não quero ter uma habilidade pra fazer feitos aqui na terra e não usá-lo para ganhar vidas. Se minha aptidão foi dada por Ti, me mostre como usá-la pra Te servir, pra Te honrar. Pois nada merece o meu melhor além de Ti, então usa-me Senhor com o melhor que há em mim.
—  Impercebida

Você conhece a Mulher Gato?

                                         Origem e evolução:

Selina Kyle uma ex prostituta com um passado não muito conhecido por muitas pessoas que leem tanto os HQs do Batman como os HQs da Mulher Gato. Selina é uma das anti heroínas mais famosas da DC Comics, tão amada e admirada pelos leitores que por fim teve um HQ solo nos Novos 52.

Marcante por ter uma personalidade sarcástica e bem irônica, a mulher esconde todos os seus sentimentos para si mesma e quase nunca os revela, em seus quadrinhos podemos ver mais de seus segredos revelados. Uma personagem poderosa e que nunca sabe se está do lado dos heróis ou dos vilões, com uma história interessante e bem fácil de se entender.   Por muitos escritores da DC não só pelos seus criados, Selina já foi dita como a Rainha de Gotham City.

Primeira aparição da personagem e longo da história:

Sua primeira aparição foi no quadrinho Batman #1, criada por Bill Finger e Bob Kane, Selina é uma meta humana com habilidades de uma ginasta profissional, ela apareceu em 1940 originalmente tinha a tendência a ser a primeira vilã do Batman, já começando a ser uma ladra de jóias, seu nome oficial era A Gata e não possuía já um uniforme padrão.

 (A atriz Camren Bicondova interpreta Selina na série Gotham, ainda com o nome de a gata) 

Em uma origem mais aceita Selina era dona de uma loja da animais na qual um dia decidiu se tornar ladra, por seu amor grande por felinos ela se apelidou de Mulher Gato em seguida, quando os escritores arrumaram um bom nome à ela depois de um longo tempo.  Em outra origem contada em Batman #52 dado o nome de “A vida secreta de Mulher Gato” Selina sofre um enorme impacto em sua cabeça e passa a se lembrar de sua vida antes de ser a famosa ladra, a mulher diz que era aeromoça e teve um acidente de avião, então se esqueceu totalmente de seu passado, e então sua origem muda, ela diz que seu pai era dono da loja de animais na qual havia muitos gatos.  Os criadores tentaram fazer Selina para ser um dos relacionamentos amorosos do Batman, porém não de Bruce Wayne, entretanto não a queriam como uma de suas relações clichês, a fizeram de forma bem traiçoeira com o intuito de atrair o público de ambos os sexos.  No início da Era de Prata nos dos anos 1950 Selina acabou sendo deixada de lado durante uma crítica negativa aos quadrinhos do Baman na época e por isso a excluíram da história por um longo tempo, e então m 1966 quando tentam trazer a personagem de volta, ela é colocada ao lado de Lois Lane como rivais, logo depois novamente tendo como inimigo o Batman e seus ajudantes, contando com o Robin e Batgirl.

                                          Novas Origens:

Outra origem, em Ano Um um HQ famoso escrito por Frank Miller conta o início de vida de Selina Kyle de uma forma bem diferente, ali a origem de Selina se trata de uma mulher que teve um pai bêbado e que abusava dela constantemente e tendo uma mãe suicida, ao crescer entra para o mundo da prostituição e em questão de tempo e cansada ela larga tudo aquilo para se tornar a ladra mais famosa de Gotham City, e ao tirar um uniforme velho de uma fantasia de Halloween Selina se torna por fim, a Mulher Gato.

(Batman:Ano Um) 

 E então, outra HQ surge contando novamente como seria seu início de vida, intitulada como Mulher Gato, escrita por Eddy Newell. Newell voltou a usar a origem contada por Frank Miller no Ano Um, e assim faz uma história paralela estreando Selina, e foi uma chuva de crítica positiva para a personagem apresentada de forma mais positiva.  A origem dizia que ela era uma prostituta e ir parar em um hospital ela guarda seu rancor, é treinada pelo Pantera, um lutador muito respeitando dentro da DC Comics, a ensinando como lutar e se defender, e logo em seguida vai para o mundo do crime.  Seu passado foi totalmente esquecido e ignorado após a série de quadrinhos chamada Zero Hora que envolvia a tropa dos lanternas verdes. Só depois de tudo isso Selina Kyle teve seu uniforme tradicional, uma macacão apertado preto e seu chicote. 

                              Um novo reconhecimento:

Depois de um longo período Selina finalmente ganhou sua revista solo nos Novos 52 onde conta como ela vive sua vida de ladra em Gotham City, participou de inúmeros desenhos, séries, games e filmes como anti heroína e relação amorosa de Batman.

(A Mulher Gato representada no jogo Batman Arkham Knight) 

A Mulher Gato já trabalhou para vilões como Charada, Pinguim e até mesmo o duas Caras, conhecida talvez como a pior inimiga de Talia Al Ghul pelas duas já terem sido amantes de Bruce Wayne.

            Possível morte e o início de uma nova era:

Selina já teve seu coração arrancado nos HQs pelo silêncio e em seguida com o coração cicatrizado em O coração do Silêncio, colocado seu coração em conserva, Batman consegue recuperar seu coração e trazê-la de volta a vida, quando volta Bruce se declara à ela, mas em seguida mostra como uma cena indiferente na qual ela logo planeja roubar o dinheiro de Silêncio. Ao voltar Selina começa a fazer parte de um grupo formado pelas vilãs mais conhecidas dos quadrinhos e de Gotham City, junto à Hera Venenosa e Arlequina elas formam o grupo as sereias de Gotham, e assim que volta não há mais vestígios de que ela se lembra que Bruce Wayne é o Batman, como ele mesmo contou à ela pela primeira vez na série em quadrinhos Silêncio. Em Sereias de Gotham as mulheres se focam em espalhar o caos por Gotham, a crítica gostou da ideia de ter as melhores personagens de Batman juntos em HQs e juntando a personalidade das três pode se dizer que foi ainda mais aceito, escrita por Paul Dini.

                                  Sua vida na Terra 2:

Na Terra 2 Selina se perdoa por um dia ter vivido no mundo do crime e acaba por ter o seu romance com Bruce Wayne, os dois se casam e tem uma filha chamada Helena Wayne mais tarde a Caçadora, a vida de Selina na Terra 2 não foi tão longa, acaba morrendo no final de 1970 depois de uma chantagem de um criminoso para voltar a ser ladra novamente, e que muitos rumores dizem que Bruce Wayne tomado pela dor conseguiu trazer a esposa de volta.

Depois de um tempo sendo dita como uma mulher “sem habilidades” pelos leitores, além apenas de ser uma boa ladra, suas habilidades foram bem ditas como uma ginasta e atleta altamente treinada e perigosa e uma especialista em habilidades corporal e algumas armas como seu chicote. Depois de um tempo sendo vista só como uma linda mulher sensual, Selina foi conquistando seu devido respeito dentro do mundo dos quadrinhos, mostrou ser uma mulher forte e que não não é só mais uma donzela em perigo como pode muito bem se salvar de si mesma. É bom ver como a personagem influenciou no crescimento de outras personagens femininas dentro do mundo dos quadrinhos, não só da DC Comics como na Marvel, que teve uma anti heroína inspirada em Selina nas histórias do Homem Aranha.

Atualmente a Mulher Gato atua não só dentro dos quadrinhos do Batman, como em diversas outras series da DC em que ela aparece como por exemplo em Injustice, Selina tem sua própria revista solo e participa de as Sereias de Gotham.

É bom saber que uma personagem que só era vista ligada ao Batman começou a ter seu sucesso sozinha e sempre se mostrar uma das mulheres com a personalidade mais forte dos quadrinhos. Particularmente é uma das minhas personagens favoritas dos quadrinhos, assim como Arlequina ou como Batgirl, ela é apenas uma mulher comum com habilidades e não poderes, mostrando que não precisa ser a mais poderosa de todas para ser temida e respeitada.

A pergunta no momento é se ela irá aparecer no novo Universo da DC nos cinemas, ela já foi interpretada nos filmes por Michelle Pfeiffer e por Anne Hathaway, no sucesso de Tim Burton em Batman e com Christopher Nolan em Batman O cavaleiro das trevas ressurge. Ela também já teve se próprio filme interpretada por Halle Berry porém com sua origem e seu nome distorcidos, no filme seu nome era Patience Phillips e não foi bem de críticas.

(Selina no filme Batman o cavaleiro das trevas ressurge, dirigido por Christopher Nolan) 

Tudo o que peço é por favor Ben Affleck coloque Selina Kyle no novo filme do Batman, ela é uma personagem que merece isso com toda certeza.

Por um ano com mais escrita | Minhas dicas para escritores iniciantes #1

Péssimo título, eu sei, mas foi o melhor que eu consegui…

Sinto como se no ano passado eu não tivesse escrito o suficiente, mas se um não escritor visse o tanto de coisas que eu escrevi, essa pessoa diria o contrário. Ainda assim, poderia ter sido mais.

De toda forma, eu não vim reclamar dos meus problemas como escritora e sim dizer que eu tenho a intenção de escrever mais posts sobre escrever e criar histórias. Obviamente eu não sou a top das tops escritoras e não tenho nenhum livro publicado (ainda), além de também não ser um ótimo exemplo para quem quer ser produtivo. Mas eu escrevo e considero minha escrita uma das minhas melhores habilidades, então nada mais legal do que compartilhar alguns dos recursos que eu uso ou o que acho essencial quando escrevo.

Também sei que muitas pessoas sentem uma enorme vontade de escrever e têm milhares de ideias borbulhando na cabeça, mas não fazem ideia por onde começar ou quando começar. Já ouvi muita gente dizendo: “Eu queria escrever, mas não sei como” ou “Eu comecei a escrever, mas abandonei pouco tempo depois porque não gostava do resultado”. É horrível ouvir isso, mas sei e entendo como é normal passar por isso. Espero, então, que minhas dicas ajudem vocês, escritores iniciantes, a persistirem com suas histórias e ideias.

  • Tenha um objetivo para sua história/partes da sua história.

Para mim, é importante saber para onde você quer que sua história caminhe, caso contrário, você fica perdido. Mas se, por exemplo, uma ideia surgiu e você não sabe o que quer que aconteça nela, não se preocupe. Eu não quis dizer que a ideia aparece e você tem que imediatamente saber de tudo; não. Ninguém sabe. Nem eu, nem você, nem a JK Rowling, nem Shakespeare. A história se desenvolve conforme você a escreve.

Porém, sempre tenha em mente que organização também faz parte da vida de um escritor. Quando tiver uma ideia, anote-a em um caderno, no celular ou até no guardanapo se precisar (acredite, eu perdi muitas ideias boas porque eu achava que ia lembrar depois). Quando for escrever a ideia, faça um pequeno roteiro do que quer que aconteça. Escrever quando surge a inspiração é ótimo, mas sem ter um objetivo central, você se perde e começa a questionar por que raios você colocou banana quando deveria ter colocado maçã.

  • Leia bastante.

A dica mais manjada e usada por todos escritores que incentivam outros escritores iniciantes. Livros, revistas, HQs, jornais, folhetins. Qualquer coisa vale. Nenhum escritor é um bom escritor se não for um bom leitor também. E a leitura não só serve para divertir e dar asas à sua imaginação. Ela serve também para você, escritor, aprender mais sobre como estruturar seu texto.

  • Permita que outras pessoas leiam seus textos.

Talvez esse seja o pior pesadelo para escritores envergonhados. Para vocês, eu digo: estamos juntos nessa! Mas ser assim não ajuda.

O objetivo de todo livro ou texto é passar uma mensagem. E toda mensagem precisa de um receptor. Portanto, é crucial permitir que outras pessoas, principalmente especialistas nessa área, leiam o que você escreveu. Críticas e opiniões nos ajudam a melhorar como pessoas e artistas. Não tenha medo de as pessoas não gostarem do que você escreveu; nem todo mundo aprecia as mesmas coisas e seu texto nunca vai agradar todo mundo.

Caso seja inseguro (triste vida, eu sei), tente começar por amigos ou parentes. Vá com calma e traga o tópico para a conversa, depois mencione seu texto. A reação mais comum é que eles peçam para você mostrar o que escreveu. É nessa hora que você tem que deixar a vergonha e insegurança de lado e mostrar o seu talento para o mundo.

  • Não se compare a escritores grandes.

A pior crise existencial de um escritor começa justamente quando ele sente suas habilidades inferiores ao de outros. “Minha história não é tão boa quanto a dela”“Você escreve melhor do que eu” e “Eu nunca vou conseguir ser tão bom quanto ele”. Todos nós, artistas, já estivemos nesse lugar. E também o visitamos vez ou outra; alguns com mais frequência do que outros.

A verdade, no entanto, é que isso só serve de escapatória e procrastinação. É óbvio que você nunca vai ser um J. R. R. Tolkien. Você não tem a mente dele, você não viveu a mesma época do que ele, você não viu e nem ouviu o que ele viu e ouviu. Então é claro que você nunca vai ser como ele. Você tem outros interesses e opiniões, portanto vai escrever sobre coisas diferentes. Cada um vê o mundo de forma diferente, e só porque você não viu o que ele viu, não significa que você é menos do que ele.

Tente não se diminuir quando ler textos de outros escritores. Se você acha que ainda não escreve muito bem, lembre-se de que ninguém nasce escritor. Ninguém cria um livro da noite pro dia. Treine sempre para ser o melhor que puder ser e lembre que ninguém vê o mundo como você vê, então você tem toda a capacidade de criar algo incrível.

  • Escreva.

Dica óbvia, mas nem sempre lembrada. Ninguém nunca disse que escrever ia ser fácil: você não tem a ideia e puft! a história está completa. Escrever é complexo, nem todos o fazem bem o tempo inteiro. Mas se você quer ser um escritor, então escreva. Escreva sempre que puder, todos os dias. Não precisa ser uma história inteira; um pequeno texto serve. Todo mundo conhece a frase: “practice makes perfect” (prática faz perfeito). É, ela também se aplica à escrita. Se você deixar de praticar a escrita, a habilidade enferruja e quando você quiser voltar, vai ter que começar praticamente do zero.

Então: ESCREVA! Mesmo que não saia como você esperava. Aperfeiçoar leva tempo e, principalmente, paciência.


Ufa!

Essas foram apenas cinco das várias dicas que eu tenho para quem quer escrever. É claro que você não tem que as seguir estritamente. Ninguém é perfeito e assim como você e eu, todos cometem deslizes de vez em quando. Mas é sempre bom lembrar dessas coisas quando começar a escrever.

É isso o que eu tenho por hoje e espero que isso ajude alguém por aí que esteja em dúvida! Se gostar ou tiver alguma opinião sobre o que eu escrevi, se sinta à vontade para me mandar uma ask aqui no tumblr ou no twitter, ou até e-mail. Eu tenho certeza de que vou apreciar muito!

Até a próxima!

Bianca.

Jesus está me ensinando a desenvolver a habilidade de enxergar beleza na tempestade. Você já parou para pensar o quão bonita pode ser a tempestade? Claro, é uma questão de perspectiva. O fato é como olhar com os olhos da fé. Mesmo com muitas lutas e adversidades o justo é liberto de todas elas e quem liberta é o Senhor dos Exércitos. Jesus está me ensinando a confiar no seu poder e sua braveza. Ele é o mais Valente. Não há erro. Eu vou vencer, a tempestade passa e a brisa vem.. Devemos aprender a olhar com os olhos de quem está fora. Ainda não é tempo de sairmos do mar chamado vida. Mas isso não nos impede de olhar com os olhos de alguém vitorioso que completou a jornada e principalmente guardou a fé. Jesus está me ensinando a desenvolver uma habilidade de enxergar beleza na tempestade. A olhar como alguém que está de fora e confiar como alguém que está dentro. O Dono da onda é Deus. O Dono do mar, do barco e de quem está nele é o Soberano Deus.
Você já parou para pensar o quão bonita pode ser a tempestade?
—  Bielle Elizabeth
Cristo infinitamente transcende a mais excelente e amável das coisas criadas. Qualquer que seja a amabilidada encontrada nelas, não há nada
sem desagrado. As mais belas pinturas devem ter suas sombras: As mais raras e brilhantes pedras preciosas devem ter fundos escuros para realçar as suas belezas; a melhor criatura é apenas um amargoso doce, no máximo: Se há alguma coisa agradável, também há algo azedo. Se uma pessoa tem cada habilidade, tanto inata quanto adquirida, de forma a deleitar-nos, ainda assim há também alguma corrupção natural misturada a isto, de modo a nos afastar. Mas, não há nada
assim em nosso totalmente desejável Cristo, Suas excelências são puras e sem mistura. Ele é um mar de doçura sem uma gota de fel.
—  Cristo Totalmente Desejável! (John Flavel)
                  FEELINGS? OH, WE DON’T HAVE IT.

A teoria foi aceita. Uma cidade inteira de Amostras para serem analisadas. Cada uma delas sem a habilidade de sentir determinado sentimento. O projeto F.O.W foi inaugurado em 11 de setembro de 2041. E, desde então, tem feito tudo de possível e imaginável para obter sucesso. Mesmo que isso signifique o uso de métodos não convencionais e há muito tempo abolidos da sociedade. Afinal, o que não fazemos pelo bem da humanidade?

                          x COMING SOON x
2

Olá, pessoal.
tudo bem?

Essa garotinha da foto é a Mairli. Ela possui uma doença genética rara chamada Fibromatose hialinizada juvenil. Mairli tem 11 anos e estatura mediana de uma criança de 3 anos. Ela não anda e seus bracinhos são atrofiados.
O sonho de Mairli é andar. Na tentativa de se locomover, ela mesma desenvolveu uma habilidade com uma cadeirinha de madeira feita pelo pai dela. Ela consegue balançar o corpinho e se locomover utilizando os pés da cadeirinha como suas pernas (já que ela não tem uma cadeira de rodas apropriada para seu problema).
Mairli tem vaaaaaaários tumores pelo corpo e precisa muito de auxílio médico. Sua família veio do interior do Piauí para São Paulo para tentar algum tratamento para essa garotinha.

Devido aos altos gastos com o tratamento da Mairli (e devido aos gastos com o remédios do irmãozinho da Mairli que também é doente e possui um problema cardíaco), a família dessa garotinha está sem o que comer. Todo o dinheiro que eles têm está sendo aplicado na compra dos remédios e no pagamento do aluguel do local aonde eles moram.

Por favor, se você, assim como eu, se solidariza com essa situação, una-se a nós e nos ajude a proporcionar uma vida digna à Mairli e sua família.
Você pode ajudar doando comida, água, fraldas, ou da forma que quiser. Você também pode ajudar a gente divulgando essa mensagem e fazendo suas orações por essa bonequinha e pela sua família.

Mairli, você é uma princesa mais do que querida. Nunca pare de sonhar!

CONTATO:
(11) 992386363 - Fabiana
e-mail: fagrecco@hotmail.com
(11) 967166962 - Marli (mãe da Mairli)

SE PUDER REBLOGAR IRÁ AJUDAR MUITO ❤️❤️

Gogos EP 01

                                                   
Á história dos Gogos se passa em um lugar distante da realidade, um lugar onde não existem leis físicas ou algo que pode-se considerar “impossível”, um lugar mágico, repleto de maravilhas e coisas inacreditáveis jamais vistas por ninguém..

Os gogos são mini-criaturas, do tamanho de uma bala doce, pequenos mais porém seres incríveis e misteriosos por serem tão extraordinários. Criaturas engraçadas e divertidas, que exalam alegria. Curiosos e astutos, inteligentes e fortes, BONS E MAUS. Estes seres fascinantes contagiam, logo ao saber de suas histórias empolgados todos ficaram..

Mais os Gogos simplesmente não podem ser vistos em terra por qualquer um, apenas os merecedores de coração puro, como, o coração de uma criança, possui tal habilidade de ver os Gogos.

Mais no momento, não vamos falar de histórias entre o Homem e os Gogos, vamos falar da história dessas criaturinhas divertidas, e loucas que vamos ver por aqui.

Na nossa história, os Gogos vivem em Gogoland, um complexo Gogo que ficava em algum lugar ai. Para chegar nesse determinado local, os Gogos passaram por muitas dificuldades com sua nave. Sim eles tem uma nave. Os Gogos enfrentaram diversas barreiras como, a falta de energia, e combustível na nave gogo.

 Os gogos tiveram de parar em um determinado local, para recarregar a energia, e combustível da nave. Esse procedimento, durou apenas algumas horas, porém, foi o suficiente para eles se depararem com os perigos que haviam do lado de fora da nave, os perigos que o mundo proporcionaria a eles, naquele momento em diante.

Eram Lagartos, carnívoros e com fome, um pouco maiores que os Gogos, estavam em um bom numero para acabar com a maioria deles. Famintos e com raiva, os lagartos foram depressa atacar, mais não contavam que os Gogos eram bem inteligentes.

 Um dos gogos, Ayu, já teria percebido á presença dos carnívoros muito antes deles darem o primeiro passo, e rapidamente se organizou, formando um esquadrão defensivo para conter a ameaça. Ayu, e seu esquadrão, rapidamente se direcionaram para o combate aos carnívoros, e assim, surpreendendo os atacantes, Ayu, utilizando suas “habilidades NINJA”, junto de seu esquadrão, em um combate, derrotaram todos os lagartos, e os espantaram para fora da zona em que á nave gogo se localizava, eliminando a ameaça, e a nave do perigo. E assim, salvando o dia.

AYU era um gogo NINJA, Sábio, e astuto, um gogo que se preocupava com os seus amigos Gogos, e tinha um espírito heroico. Estava sempre disposto a ajudar, e se sacrificar, pelos seus amigos, e pelo bem. Com suas Habilidades, e sabedoria milenar NINJA, Ayu, era um HERÓI, e um Gogo corajoso, e Valente. Este é o nosso Herói, em que teremos o prazer de contar as sua histórias, junto-o dos outros bravos e destemidos Gogos, e as aventuras destes carinhas.

Mais tudo isso em que acabamos de ver, foi só uma das mais diversas dificuldades em que os nossos amigos Gogos tiveram de enfrentar.

Seguindo viagem, com á nave já carregada, e pronta para aguentar mais léguas e grandes distâncias, os gogos sem deixar ninguém para trás, voaram para o seu destino. Para o local aonde será á sua casa, mais nessa viagem ainda teria de acontecer muita coisa. E não tava demorado para que acontecesse algo, que acabaria com á paz dos Gogos, e ali mesmo dentro da nave, aconteceram conflitos. Discussões, brigas, e bate bocas. Não sabe-se lá o determinado motivo do porquê disso tudo, mais era um motivo gogo bem     peculiar. Tinha gogo se batendo, se xingando, e muita coisa mais, porém, rapidamente surge alguém que iria solucionar isso tudo. Que iria dar um fim aquilo tudo. E o fez, e quem fez, o nome desta gogo seria Summy, a gogo ROCHKEYRA, que tinha um ótimo poder em sua conversa, e  conseguia persuadir bem rápido, com seu poder de persuasão. Summy, organizou um palco improvisado dentro da nave gogo, e pegou seu instrumento musical, á sua guitarra, para mostrar aos Gogos o seu verdadeiro poder. O PODER DA MÚSICA.

 Sozinha, Summy organizou o seu show musical e mostrou para todos o seu talento. Acabando do que seria um MONTÃO DE GOGOS brigando, em, um show musical gogo dentro da nave. E todos que estavam brigando e discutindo, pararam para se unir e curtir o show da Summy. E assim, a nave gogo partiu tranquila.

A nave continuou á sua longa viagem até seu destino. Mais ainda tinha mais coisa pra acontecer com os nossos amigos Gogos. Chegando um pouco próximo ao destino, nossos amigos se depararam com mais uma barreira. Mais essa nova situação em que os Gogos estavam, era bem mais difícil do que tudo oque eles teriam passado antes, naquele momento, os nossos amiguinhos Gogos estavam prestes á enfrentar UM FURACÃO. Algo que eles nunca tinham visto antes, e isso os amedrontava. O furacão estava no meio do caminho dos Gogos. Eles não tinham para onde ir, não há tempo. Eles teriam de enfrentar o furacão.

Ninguém sabia oque fazer, os Gogos estavam com medo, teriam de pensar depressa ou, o furacão os sugaria e acabaria com os Gogos. Eles não tinham muito tempo, precisavam de uma solução, e rápido. Até que um gogo teve uma ideia, uma ideia que além de ser meio maluca, era uma ideia que poderia dar certo. E poderia salvar os Gogos. TRIMOL o gogo forte, era na verdade um brutamonte de tão forte que era, tinha braços enormes e um corpo todo baseado em músculos e força, seu poder, era á força.

As asas da nave teriam sido danificados devido ás ações do furacão. Os Gogos estavam sem direção, e estavam indo direto para o furacão, eles tinham de fazer uma manobra de desvio, e sair da reta do furacão rapidamente, antes que o furacão os sugasse, e acaba-se com todos.

Então, foi oque rapidamente Trimol entrou em ação, com á sua grande ideia;

TRIMOL:_ Pessoal !! eu tenho uma ideia. Todos vão para o lado oeste da nave !! Vamos virar essa nave, e desviar desse furacão com o nosso peso.

Gogos:_ Sim !!! Por incrível que pareça, é uma ótima ideia Trimol !! Acho que á sua única, e primeira ótima ideia..!!

Ayu:_ Sim !! Vamos fazer isso pessoal !! Não é todo dia que o Trimol tem uma ideia, muito menos uma ótima ideia, e talvez, essa seja a nossa unica chance !! OK galera vamos lá !!!

Coordenando os Gogos, Ayu, moveu todos para o lado oeste da nave conforme o plano de Trimol. Todos os Gogos ficaram bem juntinhos ali naquele pequeno canto da nave. Acumulando o seu peso, para a nave se mover para o lado oeste, e conseguir assim, contornar o furacão que aos poucos sugava os Gogos para dentro de si.

Então os Gogos seguindo o plano de Trimol, fizeram o que ele mandou. E conseguiram manobrar a nave. Porém, havia um problema, a nave estava realizando o seu desvio em uma velocidade que não poderia salva-los do furacão, se os Gogos quisessem escapar, a nave teria de realizar o seu desvio do furacão um pouco mais rápido, mais todos os gogos que estavam dentro da nave já estavam no lugar certo para direcionar o peso para a nave fazer sua manobra. Porém, mesmo assim os Gogos precisavam de mais alguma coisa.

Eles precisavam de um empurrão. Uma força que iria diferenciar tudo, uma força que iria bota-los para fora da direção de perigo do furacão. Foi aí que, TRIMOL, olhou para si mesmo, e buscou dentro de si, á força que todos os Gogos precisavam para sair daquela enrascada, a força que salvaria todos os Gogos naquele momento. Então Trimol ergueu-se, e gritou bem alto:

TRIMOL:_ Se segureemm firmeee !!!!

E naquele grito que inspiraria os Gogos, com á sua coragem e valentia, Trimol ergueu sua força, carregou seus poderes, e se lançou em um grande pulo contra a parede oeste da nave gogo. Pulando como uma bala ele se lançou, e no ar juntou seu poder, ergueu seus braços, e atacou a parede oeste da nave. Em um super soco que acertou a parede com tanta força, que foi o suficiente para mover rapidamente á nave de curso. Assim, conseguindo realizar a manobra da nave, e escapar do furacão que afrontava os Gogos.

Desviando a nave, Trimol, Ayu, e os outros Gogos, todos comemoraram. Eles teriam conseguido, teriam eles escapado das garras do furacão, e assim salvado-se. Mas os Gogos teriam passado por um momento bem difícil, e urgentemente precisavam descansar, então, logo depois que saíram da zona de perigo do furacão, pousaram á nave imediatamente. Desceram todos os Gogos, para brincar, e comemorar mais uma vitória, e a sobrevivência..

Eles necessitavam deste descanso, teriam passado por algo que os teria deixado muito pressionados. Todos foram acampar ali naquele local, afinal, a nave gogo teria de ser consertada devido aos danos que furacão fez.  Juntaram-se uma equipe de Gogos inteligentes para resolver os problemas da asa da nave gogo. Estes são: Stein, Blotan, Prime e Cobol. Estes, se-reuniram para concertar a nave, enquanto os outros Gogos se divertiam, para logo mais, dormir, e mais tarde partir.

Enquanto os Gogos descansavam, e os intelectuais trabalhavam na nave, Ayu e Trimol, estavam acordados conversando sobre oque tinha acontecido;

AYU:_ Trimol, você sabe que oque fez, foi algo muito arriscado, não sabe ?

TRIMOL:_ Sim Ayu. Eu sei oque fiz, mais precisei fazer aquilo, senão, aquele furacão iria acabar com todos nós.

AYU:_ Sim eu sei amigo !! porém, você sabe que aquilo foi uma jogada arriscada demais, sabe que se á parede da nave não tivesse aguentado a sua investida, iria abrir um buraco que sugaria todos nós para fora da nave..

TRIMOL:_ Eu sei Ayu. E peço desculpas por isso, eu deveria ter pensado mais..

AYU:_ Não, você agiu bem, e na verdade, se você tivesse esperado mais um pouco pensando, acho que não estaríamos todos aqui agora. Obrigado meu amigo. E também, fico bastante orgulhoso de você, pois naquele momento você não provou só apenas á sua força, provou que é inteligente, e sabe reagir bem nessas situações, também provou que você não só tem força bruta, mais que você sabe controlar á força que tem, e isso meu amigo, é um prêmio entanto..!!!

TRIMOL:_ Ayu,muito obrigado, pois vindo de você é algo que pra mim significa muito. OBRIGADO !!

AYU:_ Não tem de que, meu bravo amigo, estamos juntos nessa, e hoje, você foi o herói !!Vamos, precisamos descansar, amanhã é um grande dia, vamos precisar das nossas energias !! Não sabemos oque mais nos espera nessa viagem !!

TRIMOL:_ Certo Ayu, vamos descansar !!

Os Gogos foram dormir, os intelectuais ficaram á noite consertando ás asas da nave, logo depois que consertaram também foram dormir, afinal, todos precisavam de um bom descanso.

Logo pela manhã, os gogos embarcaram na nave, e seguiram para á reta final de sua longa viagem.

Seguindo viagem, os Gogos não tiveram mais problemas, nada que acabaria com á sua jornada, ou os retardariam, ou os atrapalharia, dali em diante, foi uma viagem tranquila e calma. Eles seguiram sua jornada até finalmente, chegarem em seu destino.

Chegando em seu destino, alegres todos os Gogos ficaram. Teriam chegado em sua casa, ali, seria Gogolând. Daí então, os Gogos iriam construir suas vidas ali. então que á nave gogo que carregou todos os Gogos, se transformou em um complexo Gogo enorme, onde ali, os Gogos habitariam, e construiriam suas vidas. Transformariam ali, em uma cidade gogo, um ambiente deles, um lugar para eles viverem.

Eu não preciso ficar lembrando de você a cada esquina que passo, mas é o que acontece. Não posso ver um simples desenho que o seu sorriso me vem na mente e eu penso o quanto você iria adorar aquilo. É uma das coisas que me fazem querer desistir de pensar, talvez exista alguma maneira de jogar o meu cérebro fora, pode acabar me favorecendo. Eu escrevi, confesso, um milhão de textos sobre sentir a sua falta e como isso me afeta, mas acabei chegando à conclusão de que nenhuma palavra que eu usei poderia me satisfazer emocionalmente. Colocar tudo para fora, descarregar no papel. É uma das habilidades que eu não tenho. Não lhe escrevo para dizer que superei que estou bem e que voltei a sorrir, mas sim porque simplesmente não posso ignorar o fato de que ainda sinto necessidade de expressar alguns sentimentos presos. Isso não machuca, espero que saiba, mas incomoda. É como naqueles momentos em que devemos dizer algo, mas achamos melhor não então aquilo fica preso na garganta. Sinto muito se a tristeza virou a minha companheira de quarto e o papel o voltou a ser o meu melhor amigo, mas neste momento tudo o que me importa é tentar seguir em frente mesmo que os meus pés decidam ficar.
—  Texto de amor aos esquecidos.
Uma coisa que sempre me grilou, foi a distancia entre a poesia e a realidade. Não me agradava que o poema fosse apenas o execício de uma habilidade, uma coisa inconsequente. Eu desejava fazê-lo com minha carne, consumir-me nele, como num incêndio. A linguagem
vai então se tornando incandescente, e eu tenho a ilusão que eu vou transpor os  limites do real. A linguagem explode.
—  Ferreira Gullar