um belo

te perceber

Te observava de longe, parecia ser aquele clássico menino tímido de poucas palavras. Porém, o que mais me chamava a atenção, era o fato de sentar-se sempre nas primeiras carteiras na faculdade. Não condizia com o clássico “menino tímido” que eu imaginava que fosse, até que um belo dia, em um dos meus clássicos atrasos, pude formar uma dupla com ele para fazer a prova mais difícil do primeiro semestre. Eu, como era de praxe, não sabia muita coisa sobre sílaba métrica, contudo, fui salva por ele na prova.
Entre os intervalos de cada resposta, me chamou a atenção o celular dele tocar de 3 em 3 minutos. Envergonhado, disse que quem insistia nas chamadas era alguém muito chato. Mesmo curiosa em saber o motivo de tanta insistência, seguimos com a resolução das questões.
Dias após essa  prova desastrosa, veio algo de bom, pude me aproximar e conhecer um pouco mais desse menino tímido, que guarda um furacão dentro de si, descobri um grande amigo, grande apaixonado e poeta sofredor, cheio de sentimentos bons e de amor em tudo que faz e por quem o cerca.
São poucos os que tem o privilégio de entrar em sua vida, são poucos o que tem a sensibilidade de perceber o quão sensível e amoroso és, são poucos os que sabem receber o seu amor.
Descobri muito mais do que um poeta, descobri um amigo, que me atrevo a dizer, ser minha quase versão masculina, hoje fecho os olhos e me lembro das nossas conversas sobres os clássicos da literatura, bem no dia em que me convenceu a montar um blog para expor meus textos, que mostrei-lhe no mesmo dia, e cá estou lembrando desse dia tão especial, assim como você, especial e inesquecível.
Vais  voar muito alto, assim como seus textos voam e alcançam os corações, sei que algo de bom o espera logo mais a frente.
Com amor cheio de saudade, Kamila Lima.


Dedicado a Gian Lucas.

Where is my heart? Capítulo 10

What are you doing? - Harry Girl

S/N P.O.V

Entrei no grande salão onde ocorreria a festa que eu havia tanto me arrumado, encontrei alguns antigos amigos na entrada e conversei com eles durante um longo período, eu senti falta deles de uma forma que nunca havia sentido. Encontrei Arthur, a minha paixão do colégio, nos beijamos algumas vezes, mas eu não me importava com ele, depois que conheci Harry percebi o que é o amor de verdade, ou pelo menos uma parte dele.

Terminei a conversa com um beijo no rosto de cada um deles. Estava procurando minha irmã quando trombei com o Zayn, belo garoto. 

- Oi Zayn, você viu minha irmã? - Ele negou.

- Posso te dar um conselho? - Assenti. - Conte para Harry o que sente. Eu tenho certeza que ele vai adorar saber de tudo isso. Vocês formam um belo casal. 

- Eu até diria. Mas eu não sei como dizer isso. - Disse alto pelo som que nos impedia de falar baixo. 

- Eu posso te ajudar. Só diga que o ama e o que sente. Vamos achar o pequeno Harry. Posso te garantir, ele é um cara legal apesar das pessoas que rotulam ele. Só nós sabemos o que realmente somo e ele já se abriu comigo. - Sorri e abracei Zayn.

- Obrigada, por tudo. 

- Você pode me agradecer me convidando para ser o padrinho de casamento. - Ri e dei um soco fraco em seu braço. 

Caminhamos lado a lado até que Zayn me puxou para a esquerda, provavelmente ele havia encontrado Harry. Eu olho fixamente para minha frente e lá está ele. Beijando um garota, como ele pôde fazer isso comigo, o que eu fiz para merecer isso. 

Olhei para Zayn que mantinha um olhar triste, tirei a barra do meu vestido rendado do chão e sai correndo. Ouvi Zayn gritar o nome de Harry que me lançou um olhar e suspirou logo em seguida vindo atrás de mim. Senti uma mão em meu ombro, era Zayn. Encarei seu rosto e sua barba rala e então sorri sem mostrar os dentes. 

- Esse é o cara legal, não é mesmo? -  Balancei os ombros e sai indo em direção ao bar. 

- Espera! Dê mais uma chance a ele. - Zayn disse manso. 

- Me perdoe, mas ele não veio atrás de mim. Você não pode pedir uma segunda chance por ele Zayn, obrigada pela tentativa. Mas talvez seja melhor assim, eu não me iludiria e ele não gastaria seu tempo comigo. - Segui jogando a barro do vestido de volta no chão.

Sentei na frente do balcão de madeira branca e um perfume totalmente conhecido encosta ao meu lado. 

- Está um pouco atrasado, não acha? - Disse para Harry me estava com os olhos vermelhos. Provavelmente ele choraria. 

- Ela me puxou e me beijou. Você viu, eu não a beijei, eu não encostei nela. Eu te contaria isso. Porquê eu te amo S/N.

- Querido. - Coloquei minhas mão em seu rosto. - Querido, você partiu meu coração, eu já não sei se posso voltar para seus braços. 

- Me dê mais uma chance. Eu te amo. Eu te amo, você consegue entender isso?

- Perfeitamente. - Antes que eu dissesse mais alguma coisa ele me calou com um beijo quente. - Por favor, não faz isso. 

- Eu não posso te deixar, eu me apaixonei por você. Não como um adolescente. Mas sim como um homem. Como nunca havia acontecido.

- Eu me sinto assim também. Mas, talvez eu precise pensar. - Me levantei e antes que pudesse sair ele me puxou colando nossos corpos. 

- Você não pode me deixar escapar, e eu nunca vou me esquecer de você. Você sempre será minha garota. Como nas noites passadas.

- Você vai ter que me provar que eu vou posso te perdoar. Caso contrário. Kendall, Taylor ou Cara podem ser. - Toquei a ponta de seu nariz com meu dedo. - Harry Styles, você tem um semana para me conquistar de novo. - Encarei o relógio. - Começando de agora. Até sexta ás 8:57. Até mais querido. 

- Você sabe que eu vou conseguir né? 

- Não seja tão confiante. Não sou clichê baby. - Sai deixando Harry e o maldito bar para trás.

Já perdi as contas, de quantas vezes disse que estava bem, e não estava. Minha mãe sempre me disse: você é cabeça dura, mas tem um coração frágil. E ela estava certa, sempre esteve certa sobre mim. As mães entendem essas coisas, veem através dos filhos. Elas sempre sabem quando algo não vai bem. Mas, de alguma forma ou outra, aprendi a maquiar minha dor, transformando-a em um belo sorriso. Parece que quanto mais você mente a si mesmo, uma hora ou outra, você acredita que a sua mentira é a própria realidade.
—  Dai Ribeiro
De repente os dias passam, você cresce, acorda em um belo dia e sua mãe não precisa mais dizer pra você ao sair tomar cuidado na rua, olhar dos dois lados antes de atravessar ou ainda pra não comer doces antes do almoço. De repente você não precisa mais de companhia pra fazer compras em um super-mercado nem que seu pai vá a uma loja com você pra poder comprar a roupa que você queria…Você deixa de acreditar em papai noel e príncipes encantados e sua data de aniversário não é mais motivo pra tanta animação. Você começa a se virar sozinho. Sem a ajuda de alguém, e de repente descobre que tem jeito pra tudo. Aprendemos a lidar com tudo. Com joelhos ralados, com cortes no dedo, com o sapato que não serve mais e a roupa que tanto amava mas que não serve e precisa ir pra doação. Mas o que era tão simples antes, fica difícil depois. Custa muito abrir a boca pra dizer “senti sua falta”, coisa que dizíamos com tanta facilidade quando éramos menores. Dizer um “Eu Te Amo” era tão simples e de repente essas 3 palavrinhas nos mata, ou sufocada ou se dita demais e antes da hora. Aprendemos a lidar com tudo, menos com ausências, saudade e coração partido. E o que era a coisa mais fácil do mundo como desenhar um coração vermelho e entregá-lo para alguém…se torna a coisa mais assustadora que poderia existir.
—  Esses são pra não enlouquecer. (Flávia Oliveira)
Que coisa bonita essa de conquistar sempre e sempre e sempre. De verdade, acho nobre. O amor é um sentimento tão belo para ficar assim esquecido, jogado, deixado de lado. Cada vez que vejo um senhorzinho olhando para a senhorinha com aquele olhar de poxa-você-é-tudo-o-que-eu-queria, abro um sorriso. E penso que vale, sim, a pena acreditar. Não é mágica, é só cuidado. Bem mais simples do que parece. Mas é preciso querer com o corpo inteiro.
—  Clarissa Corrêa.

eu tava analisando todos os fatos e nós nunca chegamos ao ápice da felicidade. você tinha seu jeito autoritário e insensível. eu livre e sentimental. porra os opostos não se atraem. a gente fingia ser o que não era só pra agradar o outro. e esse foi o nosso erro. não foi culpa sua, nem somente minha, a gente se pôs nessa situação. vivíamos vidas que não nos alegrava. e um belo dia houve aquela explosão. eu gritei. você gritou. nós dois choramos. tive uma crise asmática, fui medicada no hospital, você se culpou, eu te odeie por um misero instante. e ali, bem ali, naquele minuto, eu soube, não estaríamos mais juntos. 

um dia desses o telefone tocou, era seu numero, eu atendi. e a gente conversou por horas e horas. e em nenhum momento eu te quis de volta. e agora eu entendo, o nosso nós não era para durar. os opostos não se atraem e nem se completam, eles mentem, e eu não quero mais viver uma mentira.

O amor é um sentimento tão duplo, triplo. A gente ama muito a ponto de fazer qualquer coisa, qualquer coisa mesmo. Até que em um belo dia, a gente se machuca, a gente sofre. Mas a gente perdoa. Pode passar dias, anos, meses, mas a gente perdoa. Quer crescer? Perdoe. Perdoar é preciso.
Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que eu te amo. Quero te fazer feliz, assim como você me faz. Quero que você não precise de mais ninguém, só de mim. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir o seu filme preferido. Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada, por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda, foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu, e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta acabei despertando pelo vibrar do celular, e era você. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Portanto tempo eu quis, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um belo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, o único capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. Mas eu sempre soube que mesmo distante você estaria aqui pertinho. Você pode não conseguir segurar minha mão pra me livrar da queda, mas estará na minha memoria me fazendo esquecer a dor. E eu tô aqui, sabe? Pra conversar, brigar, rir, fazer loucuras. Não precisa me contar o que aconteceu ou porque você tá mal. Só me deixa tentar colocar um sorriso no seu rosto. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que eu queira dividir a minha cama, meu amor e minha vida. Encontrei alguém que aguentasse meu coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que me visse cair sem que eu gritasse e me desse a mão sem eu pedir. Alguém que me abraçasse mesmo longe e me beijasse de cabeça baixa. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que eu queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu, pra disputar quem aguenta ficar mais tempo sem ligar. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro de mim. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser meu, de um jeito bem clichê. (…)
—  Nevada, 1994.
Um belo dia você descobre que nunca recebeu nada em troca, que amou pelos dois, que foi sempre um ombro amigo, que sempre esteve à disposição, e sofreu tão solitariamente que hoje se encontra aí, mais carniça do que carne.
—  Martha Medeiros.
Oi amor.
Já faz um bom tempo que a gente não se fala, parece que agora finalmente tem muito mais do que a distância entre a gente. Não tenho nada de especial pra falar, foi se o tempo pra declarações e pedidos pra voltar atrás, mas queria te contar que apesar das coisas não andarem sempre bem por aqui mais um ano se passou. Preciso confessar que as vezes ainda bate uma saudade de saber como é que foi o seu dia e que de vez em quando vejo as suas fotos e fico pensando em como nós dois formaríamos um belo casal, muito mais por sua causa do que pela minha. Também preciso contar que não tem sido fácil esse tempo sem você, mas que estou muito melhor nessa coisa de seguir em frente, e te agradeço muito por me ajudar a aprender. Obrigado por ter seguido em frente e por ter me mostrado o caminho. Te contei que eu até me apaixonei? Tudo bem que as coisas também não deram certo dessa vez, mas ninguém melhor que você pra saber que não tenho muita experiência com finais felizes não é? Espero que por aí esteja tudo bem e que você tenha sempre a quem amar. Que a solidão passe longe da sua porta e que mesmo a minha saudade não apareça pra te visitar. Chega um ponto em que todo barco some no horizonte, mas a vida manda a gente não parar de navegar. Peço aos ventos pra de vez em quando me trazerem notícias suas. Algum dia te mando um cartão postal com alguma nova história, ou talvez eu não encontre mais o seu endereço, mesmo assim espero que saiba que foi muito bom te conhecer. E se um dia precisar de um amigo, espero que ainda se lembre de onde me encontrar.
—  Carta pra um ex amor.
Me desculpa, eu desisto, mas isso não significa que eu nunca quis, eu quis até demais. Mas isso é por que eu cansei de querer por nós dois, cansei de te idealizar, de criar um belo amor que só existe dentro de mim, cansei de te fantasiar ao meu lado.
—  Fraquejou.
🔦Status: Supercombo🔦

Eu nunca fiz questão de estar aqui, muito menos participar.📡

Um dia eu vou morrer, um dia eu chego lá.✨

Nunca reclamar, só agradecer, tudo o que vier eu fiz por merecer.🍂

Fácil de falar, difícil fazer.💥

Eu nunca fiz questão de existir, não queria incomodar.💫

Mas, tudo bem, nem sempre estamos na melhor.🍷

Moço, ninguém é de ferro, somos programados pra cair.🔪

Eu não me abandonei, nem vou abandonar meus sonhos.🗽

Eu sou jovem, mentalidade de vovô.🎆

Eu sou assim, me distraio facilmente: Olha lá o avião!🛩

Sei que o clima tá tenso e eu tô rindo.😄

Não consigo evitar enxergar o que é bom.🙌

Eu reclamo mas preciso de você.👫

Também queria ser imaginário, sumir quando estiver dando tudo errado.🖖

As criaturas das profundezas do edredom, querem me expulsar do quarto.🛌

Se não pesar na consciência, é porque não quero que faça parte de mim.⛩

Não querer lidar com pessoas é proteção pra você nunca se machucar.🛰

Eu sei que a vida é curta. E que todos nós somos frágeis feito papel, que dobra e rasga, mas quando a gente perde alguém, não quer nunca ouvir que é natural.🍧

Bem que eu queria estar em paz e não ter que respira.💨

A saudade que sinto no coração, não cabe nesse mundo.💔

Não te culpo por tudo.💭

Aonde foi que eu errei?🤔

Se a porta fechar, boca calar e o mundo ficar pequeno demais, intercâmbio para outro planeta.🌑

Eu quero ver o pôr-do-sol em Okinawa.🌅

A música move montanhas.🎤

Eu não pertenço a esse mundo.🔭

Assistir e recomeçar.⛵️

Meus segredos, meu destino, eu quero é ser inteira.🗿

Eu já tomei florais e pró depressivos.🀄️

Todo dia é dia de comemorar.💛

Eu desafio você a ter uma overdose de felicidade.💊

Se eu fecho os olhos vejo infinitos momentos.🌌

Ei soldadinho, tá perdidinho.O lance é inventar, fazer teu próprio amanhã.🕴

Você não sabe como é legal, viver com sete bilhões de dedos apontados na tua cara.🐺

Sintonizar a mente.📌

Esse crânio é o meu refúgio.💀

Eu não saio desse coma nem à força.😽

Seu karma eu não vou lembrar.✌️

O corpo relaxa, a mente não.🖐

Eu sou um atestado de óbito, esperando o tempo ter tempo pra assinar.💤

Eu sou um belo desastre.⚡️

Tenho memória de todos meus antepassados, até os neandertais, que são os mais legais.👽

Um acidente intergalático.💆

Às vezes eu reclamo mas eu tô sempre de pé.💅

Penso em você, tento te ajudar, mas seu campo de força não me deixa entrar.🚷

Para de esconder, se a ponta do iceberg já é maior do que o everest.❌

Você não precisa se fechar, deixa eu te salvar.🌀

A escuridão deve ser melhor que isso.⚠️

Solta minha mão, deixa eu abraçar o abismo.💮

E a festa pode começar na UTI.💉

Deixa eu decidir,não quero ser submisso.🔛

Originally posted by un-chico-anonimo-mas

Se gostar/pegar dê like ou reblog.🎎
Sigaam.🎌