Infelizes são aqueles que, apesar de aparentemente livres, estão presos no cárcere da emoção, conduzidos pelo medo da críticas, dominados pela obsessiva necessidade de ter uma imagem social inatacável e por preocupações excessivas com os problemas da vida. Infelizmente, no lugar em que mais deveríamos ser livres, muitas vezes estamos aprisionados.
—  Augusto Cury