Sempre haverá forças se unindo contra você, se preparando, esperando. Procurando uma fraqueza em você. Disfarçadas como um amigo, passando por você como um estranho. Elas estão em toda parte. Você deve estar sempre ciente da presença delas, porque elas estão cientes da sua. Elas estudam cada movimento seu, procurando o que você revela para elas. Sendo assim, você é seu próprio pior inimigo.
—  Punho De Ferro.
Como era fácil para uns morrer. Era só vir um trem malvado e pronto. E como era difícil para mim ir para o céu. Todo mundo estava segurando minhas pernas para eu não ir.
A bondade e dedicação de Glória conseguiam fazer que eu chegasse a conversar um pouco. Até Papai deixou de sair de noite. Totoca emagreceu tanto de remorso que Jandira chegou a lhe dar um carão.
- Já não basta um, Antônio?
- Você não está no meu lugar para sentir. Fui eu que contei para ele. Ainda sinto na barriga, até quando estou dormindo, o rosto dele chorando…
—  Meu pé de laranja de lima
Meu querido e único amor,
Eu falei a sério. Cheguei à conclusão de que o único caminho é um de nós tomar uma decisão ousada.
Não sou tão forte quanto você. Quando a conheci, achei que você fosse uma coisinha frágil, alguém que eu precisava proteger. Agora percebo que me enganei. Você é a forte de nós dois, a que é capaz de suportar conviver com a possibilidade de um amor como este, e com o fato de que ele jamais nos será permitido.
Peço-lhe que não me julgue por minha fraqueza. A única forma de eu poder suportar isso é estar em um lugar em que não a veja nunca, em que eu não seja assombrado pela possibilidade de vê-la com ele. Preciso estar em um lugar onde a pura necessidade impeça que você ocupe cada minuto, cada hora dos meus pensamentos. Aqui isso é impossível.
—  A última carta de amor
Estou à procura de um livro para ler. É um livro todo especial. Eu o imagino como a um rosto sem traços. Não lhe sei o nome nem o autor. Quem sabe, às vezes penso que estou à procura de um livro que eu mesma escreveria. Não sei. Mas faço tantas fantasias a respeito desse livro desconhecido e já tão profundamente amado. Uma das fantasias é assim. Eu o estaria lendo e de súbito, uma frase lida, com lágrimas nos olhos diria em êxtase de dor e de enfim libertação: Mas é que eu não sabia que se pode tudo, meu Deus!
—  A paixão segundo G.H
Mas, ao chegar ao meu quarto no sábado, você estava maravilhosa naquele vestido. E aí você me pediu para desabotoar aquele botão nas suas costas. E, quando meus dedos encostaram na sua pele, percebi naquele momento que fazer amor com você seria um desastre para nós dois. Você, minha querida menina, não tem ideia de como se sentiria ao ser tão falsa. Você é honesta, encantadora. Mesmo que não sinta isso agora, ser uma pessoa decente pode ser prazeroso. Não quero ser o responsável por torná-la menos que isso.
E eu? Eu soube no momento em que você olhou para mim que, se fôssemos para a cama, eu estaria perdido. Eu não conseguiria afastá-la como fiz com as outras. Não conseguiria cumprimentar Laurence direito com um aceno de cabeça quando nos cruzássemos num restaurante. Nunca me daria por satisfeito só com uma parte sua. Andei me enganando para pensar o contrário. Foi por essa razão, querida, que tornei a fechar aquele maldito botão nas suas costas. E por essa razão passei as duas últimas noites em claro, me odiando pela única coisa decente que já fiz.
—  A última carta de amor

Dizem que, na vida, quem perde o telhado ganha as estrelas.
É assim mesmo.
Às vezes, você perde o que não queria, mas conquista o que nunca imaginou.
Nem tudo depende de um tempo, mas sim de uma atitude.
O tempo é como um rio. Você nunca poderá tocar na mesma água duas vezes, porque a água que já passou, nunca passará novamente.
Aproveite cada minuto de sua vida e lembre-se:
Nunca busque boas aparências, porque elas mudam com o tempo. Não procure pessoas perfeitas, porque elas não existem. Mas busque acima de tudo, um alguém que saiba o seu verdadeiro valor.
Tenham 4 amores: Deus, a vida, a família e os amigos.
Deus porque é o dono da vida, a vida porque é curta, a família porque é única e os amigos porque são raros!
Desejo a vocês e suas famílias um Feliz Ano Novo ✨

- Seu Ariovaldo.
- Que foi?
- Que é Bruxa de Croxóxó?
- E eu sei, meu filho? Inventei na horada raiva.
Deu uma risada gostosa.
- E o senhor ia furar mesmo ela?
- Nada. Foi só para assustar.
- Se furasse ia sair tripa ou capim de boneca?
Ele riu, coçou minha cabeça com amizade.
- Quer saber de uma coisa, Zezé? Eu acho que saía era merda mesmo.
Rimos os dois.
- Mas não tenha medo, não. Eu não sou macho de matar nada. Nem galinha. Meu medo da minha mulhé é tanto que até apanho de cabo de vassoura dela.
Levantamos, ele foi até a estação. Apertou minha mão e falou:
- Por garantia a gente vai passar um par de vêiz sem passar naquela rua.
Apertou com mais força minha mão.
- Inté terça que vem cumpanheiro.
Balancei a cabeça afirmativamente enquanto ele devagar subia um a um os degraus da escada.
Lá de cima ele gritou:
- Você é um anjo, Zezé…
Dei adeus e comecei a rir.
- Anjo! É porque ele não sabe…
—  Meu pé de laranja lima