traisses

Eu esperava muita coisa de ti;esperava que não mentisse, que não me traisse. Mas a vida costuma nos surpreender, não é? Será um choque solidádio de realidade que ela nos dá? Ou apenas pra mostrar que não devemos esperar muito das pessoas, porque certamente um dia elas irão fazer o que menos esperamos ou o que um dia tememos (…)
—  15:05

Olá pessoal,

Estou saindo do anonimato, partindo do ponto que quero transformar essa minha pagina que antes era so pra meu prazer, para um verdadeiro blog, onde conto um pouco da minha vida e do meu casamento.

Bem eu sou o Safado, tenho 27 anos e ela é a Santinha ( ela ama ser chamada assim rs) somo casados a 7 anos e temos uma vida simples  normal, como muitos casais e pessoas que estao aqui no tumblr.

Assim q casamos, pouco tempo depois eu comecei a ter uma tendencia ao menage ou mesmo que ela apenas me traisse, pois comecei a rodar muito no mudo dos contos e dos videos, e isso foi um desejo reprimido que comecei a pensar muito nisso, mas por nossa opção religiosa ( evangelicos) nao poderia dizer a ela,pois tinha vergonha, entao fiquei com isso dentro de mim por muitos anos, ate que no ano passado (2015) devido varias coisas q aconteceran, comecei a falar sutilmente na hora do sexo sobre minhas ideias, nada muito explicito, mas coisas como: vc é muito gostosa, todo homem queria te comer e coisas do tipo que deixava ela com alto estima alta e bem mais safada acada dia.

Resumindo, nao foi facil, pois tinha o ciume, o desejo, a raiva a desconfiança, mas depois de tudo isso conseguimos ser cumplices nessa area.

Ela ja saiu com um cara  mas nao rolou, porem ela adorou ficar com ele, pois ele foi muito safado, do tipo carro no escuro e chupadas nos peitos.

Bom pra alguns isso nem faz tanta falta mas pra mim e sei que pra muitos isso e oque muitos sonham. 

Quero sempre estar atualizando a pagina com fotos e relatos. por favor mandem perguntas e compartilha essa publicação para q mais gente possa segui e acompanhar nossas historias! 

Abraços a todos e muito prazer!

One Shot Harry Styles

  • Pedido por nath77 - Oii eu queria um ONE shot onde a sn é uma advogada super respeitada e está participando do processo de venda da empresa do Jeff amigo do Harry (ajudando o novo comprador e com isso irritando o Jeff e família), e quando o Jeff descobre que sn e Harry estão tendo um caso ele super se irrita é proibe o Harry de ver a sn, inclusive fazendo com que o Harry a traisse, aí a sn fica triste, ganha o caso é o Harry tenta reconquistar ela com o Jeff impedindo sempre. Final feliz - nath77


(Parte I)


(Seu nome) estava saindo de uma reunião de conciliação com o marido de sua cliente que se mostrava irredutível, ele se negava a dar parte da empresa para a esposa, se negava também a vender a propriedade para dividirem o dinheiro e não estava disposto a comprar as ações que a mulher tem direito.

Esse caso estava difícil, mas (seu nome) não deixaria sua cliente sair desse casamento sem tudo o que tem direito.

— Eu vou estudar um jeito de resolvermos isso de forma civilizada sem ter que expor a senhora a um tribunal, mas nada que é seu ficará para ele. — (seu nome) disse a cliente que já se encontrava dentro do carro.

— Eu sei que fará o possível, você é uma ótima advogada. — a mulher sorriu colocando o cinto.

— Obrigada, nos falamos depois.

Com uma breve despedida, (seu nome) se encaminhou até seu próprio carro e entrou a tempo de ouvir seu celular tocar no banco de trás, ela havia o esquecido ali quando saiu. Ela se inclinou agarrado o celular e atendeu depois de olhar o identificador.

— Oi, Harry. — ela colocou seu cinto e apoiou uma mão no volante.

— Eu liguei para garantir que você estará aqui em casa esta noite. — (seu nome) apertou os olhos por ter se esquecido.

— Eu não me lembrava mais, desculpe.

— Eu sei que não se lembrava, por isso liguei. — ele riu baixo — Como foi a reunião?

— O idiota ainda está disposto a deixar a mulher sem nada… — ela havia comentado pequenas coisas do caso ao namorado, coisas irrelevantes, elas não gostava de falar detalhes ou nomes.

— Eu não sei o que falar… Só que você tem razão em chamá-lo de idiota. — só ao ouvir Harry repetir, que ela pode de fato perceber do que o chamou.

— Eu não deveria ter dito isso, mas ele me deixou bastante irritada hoje. Eu estava esperando conseguir firmar um acordo para não precisar expor minha cliente a um tribunal.

— Você sempre pensando no melhor para as pessoas. — ele falou em admiração — Vou deixar você descansar, mas não se esqueça do jantar.

— Não esquecerei. Beijos.

Com a ligação encerrada, (seu nome) pôde finalmente ligar seu carro e rumar em direção a sua casa, ela queria descansar as horas que a restava antes de ter que se arrumar para um jantar na casa do namorado.

[…]

(Seu nome) passava agora pela porta da frente da casa do namorado, ela já havia estado ali algumas vezes, mas agora era para um jantar com algumas pessoas importantes para Harry, para sua carreira, e ele decidiu convidá-la para estar presente.

Ela havia se vestido elegantemente, Harry disse que as pessoas ali faziam parte de seu dia a dia, mas que sempre faziam questão de serem formais até demais nesses jantares.

— Você está tão linda. — Harry falou admirado, a mulher vestia um vestido longo vermelho, quase não dava para ver o salto que usava e seus cabelos estavam preso em um coque perfeitamente arrumado.

— Obrigada! — ela sorriu e lhe beijou os lábios limpando a marca que ficou de seu batom.

— Venha, vou te apresentar a algumas pessoas. — Harry segurou a mão da namorada e assim que a mulher se virou para acompanhar Harry, parou novamente ao ver quem estava caminhando em sua direção.

— O que essa mulher está fazendo aqui? É algum tipo de piada? — Jeffrey, mais conhecido como o ex marido idiota da cliente de (seu nome), perguntou em sussurro - para não chamar a atenção das outras pessoas - exibindo irritação em sua voz.

— Ela é a minha namorada, não vejo problema dela estar aqui. — Harry disse alheio aos acontecimentos.

— Se eu soubesse que você estaria aqui, tenha certeza que eu evitaria me encontrar com uma pessoa tão desagradável como você. — (seu nome) revidou a altura.

— O que está pretendendo? Você quer me sondar para conseguir alguma coisa para aquela aproveitadora? — Jeff a acusou.

— Eu não preciso perseguir você para conseguir ganhar naquela audiência, se sente tão ameaçado quer me atacar sempre que me encontra.

— Ok. Eu acho que entendi o que está acontecendo. — Harry interveio antes que os dois continuassem aquela troca de farpas — Só por essa noite vocês não podem esquecer que serão rivais em um tribunal e fingir estarem confortáveis na presença um do outro durante esse jantar?

— Como eu posso esquecer que essa mulher está ajudando a me extorquir?

— Harry, eu vou para casa, não quero continuar na presença desse homem. — (seu nome) deixou outro beijo rápido nos lábios do namorado ignorando o homem desagradável — Eu espero que tenha um ótimo jantar e depois no falamos. — ela sorriu se retirando da casa.

— Você não poderia ter ao menos ignorado a presença dela sem vir aqui fazer ela ir embora? — Harry se voltou a Jeff deixando claro o seu desgosto pelo acontecido.

— Acredite, foi muito melhor assim. — Jeff disse e voltou para onde estava antes se perceber a mulher ali.

[…]

— Eu fiquei porque precisamos conversar. — Jeff se serviu com um copo de uísque como se estivesse em sua própria casa.

— Se vai falar mal da (seu nome), poupe suas palavras. — Harry se jogou sobre o sofá desejando que o amigo e empresário fosse embora logo.

— Não vou falar mal. Só quero saber umas coisas… — o homem tomou um gole de sua bebida — Há quanto tempo se conhecem?

— Há alguns meses… Quase três.

— Você está com essa mulher há quase três meses e eu não sei? Como conseguiu que isso acontecesse?

— Sabemos ser discretos. — Harry respondeu enquanto se livrava de seus sapatos — Aonde quer chegar com essa conversa?

— Você poderia convencê-la a fazer Glenne esquecer a parte dela na empresa… Você deve ter alguma influência, ela é sua namorada, então acho que você consegue favorecer alguma coisa para mim. — Jeffrey disse enquanto andava em passos pequenos pela sala.

— Eu não vou fazer isso. — Harry disse de imediato — Não vou me meter no trabalho dela, ela vai fazer o que achar melhor.

— Você não entende…

— Você não tem vergonha, Jeff? — Harry o interrompeu — Você não vai ficar menos rico se dê uma parte a Glenne, ela sempre foi tão boa para você.

— Eu não quero dar nada a ela!

— E é por essa teimosia, ou orgulho idiota, que você está correndo o risco de perder a sua empresa. (Seu nome) é muito boa no que faz, então logo você estará sem a sua empresa e Glenne com metade do dinheiro pela compra dela.

— Essa é sua resposta final? Não vai me ajudar? — o homem deixou o copo sobre a mesinha.

— Não vou! Você é meu amigo, a Glenne também é a minha amiga e mesmo que a (seu nome) seja a minha namorada, não posso interferir em coisas de profissão dela.

— Você fez a sua escolha.

Jeffrey saiu da casa irritado com a falha em conseguir aliviar algo para o seu lado. Ele sabe que o circo está se fechando, mas se recusa a voltar a trás com sua palavra de que Glenne não terá nada dele.



Espero que tenham gostado… ❤

Postarei a parte II assim que eu a tiver pronta 😊

Nath, eu mudei um pouco o seu pedido, espero que não se importe.

- Tay