tornei assim

Leia com atenção, eu quero que você se FODA, simples assim. Eu tô cansada dos seus joguinhos, desse seu vai e vem. Estou cansada das suas brincadeiras de criança, cresça e tente fazer alguém feliz, não a mim, porque você já teve sua chance e desperdiçou-a quando virou a esquina pela quinta vez, na verdade eu perdi as contas de quantas vezes você se foi e voltou com o rabo entres as pernas. Agora é minha vez de comandar o jogo e saiba que nessa fase, você perdeu. Como eu me tornei assim? Bem de tanto perder, você aprende a jogar e no meio dessas brincadeiras onde meus sentimentos estavam em campo, eu acabei trancando as portas do meu coração e joguei a chave no inferno, se quiser pode ir lá e que você se queime nesse fogo ardente que se chama desprezo.
—  Me embriaguei de amor e vomitei decepção.
7 de outubro de 2015.
Desde que ele se foi, me tornei outra pessoa. Meu coração é gelado. Minhas atitudes irreconhecíveis. Sou tão fria, quanto o inverno com chuva. Enrijeci. Sou uma mulher completamente diferente, do que costumava ser. Quer se arriscar e bater no meu coração? Bate ai. Mas, ele não vai abrir. Pode bater, mas ele não vai atender. Sua mão vai doer. E você vai perde-la. Pensando bem. Não bate não. Estou sem coração. Sem sentimentos nenhum. Veja bem, os papéis inverteram. Os homens correm atrás de mim. E eu uso todos eles. Beijo um hoje. Amanhã outro. Não vou dizer, que quando chega a madrugada, e eu encosto a cabeça no travesseiro, a consciência não pesa. Porque pesa. Não vou dizer, que eu nasci pra ser assim. Porque eu não nasci. Mas também, não vou admitir. Sabe onde eu quero chegar? Desde que você se foi. Eu enlouqueci. Meu coração perdeu a direção. E agora, decidiu que vai bombear. Não sofrer. Meu coração está com cacto, decidiu, que a vida agora vai ser assim. Vou ficando com todos. Torcendo, pra ninguém se apaixonar por mim. Se caso acontecer, vou mandar correr. Não sou obrigada, um relacionamento sério manter. Mas também, não estou dizendo que a culpa de eu estar assim, é tua. Era só, você não ter entrado na minha vida, feito morada, e sair sem despedir. Você podia ter passado direto por mim. Porque, olha os danos que você causou? Agora, cada pedacinho do meu coração, pertence a um alguém. Não gostou? É só se retirar. Aquela menininha boba do ensino médio? Não existe mais. Morreu. Os homens que passar pela vida dela agora, vão sofrer. Claro, ninguém tem culpa do antigo amor. Nem todos são iguais. Mas, eu me tornei assim. E o tempo está custando a me moldar. Não consigo mudar. Preciso mesmo, de um amor encontrar, pra sossegar. Por enquanto, levo a vida assim. Fingindo sorrir. Fingindo gostar da forma que estou vivendo. Mas veja bem, não estou.
—  A Felicidade mascarada de Luana.
O amor que eu pensei ser para sempre, se foi
Por ora, até alguns amigos meus estão indo embora
Sinto que estou ficando velho
Acho que assim, me tornei um adulto
Mas eu não sei porquê estou tão nervoso
—  Last Dance
Costumam falar que meu coração parece uma pedra de gelo e eu me assusto, porque é justamente quando eu estou tentando dar atenção e carinho, tentando fazer dar certo, que falam isso. Olham no fundo dos meus olhos e dizem que sou fria. Assumo que sou mesmo e não porque eu quero, mas sim porque me tornei assim, as decepções fizeram com que eu me tornasse isso que você vê aqui na sua frente, sem máscaras e rodeios. O problema é que ninguém sabe das vezes que silenciei, coloquei um sorriso no rosto e fingi que tudo estava bem. Ninguém sabe o caos que se aloja em mim. Eu sei sim ser um amor de pessoa, sei ter um carinho imenso por quem eu me importo, mas não preciso sair por aí sorrindo o tempo inteiro e aceitando tudo que me é proposto. Eu já fui dessas que sentia a dor de um amigo e o ajudava no que quer que fosse, até continuo ajudando sempre que posso, mas a dor de outra pessoa eu não consigo mais sentir. Esses dias uma amiga minha perdeu o pai, eu fui, dei consolo, mas eu não consegui sentir a dor dela. Outro dia o ex namorado de uma outra amiga minha terminou com ela, e não me vem com esse papinho de que término-de-namoro-é-coisa-clichê-e-que-todo-mundo-sofre-com-isso-e-passa, claro que passa, nenhuma dor é eterna, mas eu sabia que tava doendo muito nela, pois eu sou uma das poucas pessoas que sabe do que eles passaram pra ficarem juntos e de repente, puf, tudo acaba, e eu não consegui sentir a dor dela. Não é culpa minha, eu juro que se pudesse escolher eu queria continuar tendo aquele coração bondoso, gentil, e acolhedor. Eu queria mesmo, de verdade. Mas não dá mais. Não dá pra apagar todas as cicatrizes que estão em mim.
—  Yalen Raquel.
Remei contra a maré. Lutei a favor de uma causa perdida. Coloquei minhas forças em algo sem estruturas. Gritei em plenos pulmões, abri meu peito, expus a mim mesma à algo que só era bom na minha mente. Estive fingindo por muito tempo, sendo aquela garota forte onde todos podem contar seus problemas, onde todos acham o seu ponto seguro. E eu? Bom, eu não consigo dormir. Percorro a TV pela madrugada a fora. Eu me mantenho acordada, olhando a vida passar por meus olhos. Estampo um sorriso no meu rosto e acordo para mais um dia. Tudo está tão entediado, os dias mornos e as pessoas, bem, não são como antes. Se mantem geladas, frias. Ou eu que me tornei assim. Não sei mais. Apenas, me concentro em continuar respirando. Porque, até um ato involuntário se tornou puxado e tedioso.
—  A Teoria do Caos.
₪ STATUS KPOP ₪
  1. Yeongweonhal jul aratdeon sarangdo jeomulgo. 🌬 (O amor que eu pensei ser para sempre, se foi.)
  2. Naiga deureoseo na eoreuni doena bwayo. ⌛️ (Sinto que estou ficando velho, acho que assim, me tornei um adulto.)
  3. Oetori sangcheoppunin meojeori. 🙇🏾 (Um solitário, um otário coberto de cicatrizes.)
  4. Soljikhi sesanggwa nan eoullin jeok eopseo. 🌎 (Honestamente, eu nunca me encaixei neste mundo.)
  5. Sarangi tteonagayo. 🚗💨 (O amor está indo embora.)
  6. Geudaeraneun kkocci yeppeun colorreul busji. 🔥 (O meu temperamento era como fogo.)
  7. Nae ane gathyeoseo, nan jugeoisseo. 💭 (Eu estou preso dentro da minha própria mente, então estou morrendo.)
  8. The best of me, nan neobakke eoptji. 💑 (O melhor de mim, eu não tenho nada a não ser você.)
  9. Ni meodaero sareo, eochapi ni kkeoya. 👊🏾✨ (Só viva seu próprio caminho, é seu de qualquer jeito.)
  10. Nae mame sangcheoreul naenohgo. 💔🔨 (Facilmente você deixou uma cicatriz em meu coração.)
  11. Neomu mipjiman saranghae. ♥️🔐 (Eu te odeio muito, mas ainda amo você.)
  12. Neol ijeul suga eobseo. 🙇🏾💭 (Eu não consigo te esquecer.)
  • se gostar/pegar dê like. 
Certo dia me tornei assim, concentrada em mim mesma, em cada gesto, cada ato, econômica nas palavras e nas relações, amiga do silêncio e da cumplicidade, observadora da vida como se o mundo estivesse sempre por um fio e qualquer movimento brusco fosse capaz de desgovernar a natureza, o espírito e a paz. Aprendi a fazer cada coisa com propriedade e cuidado, talvez porque foram muitas perdas e por saber como dói a falta, a saudade e como pesa seguir em frente mesmo se sentindo aos pedaços. Me recompor tantas vezes perante as pessoas pode ter me proporcionado esse ritmo pacato, essa melodia singela que soa de forma constante, tantos pensamentos absurdos, todos eles sempre muito meus. Por fim, fui criando um mundo próprio por dentro que acabou se tornando a minha mais nobre obsessão. Eu me apoio na simplicidade pra entender a complexidade do cotidiano. Essa calma é meu equilíbrio, meu refúgio e só nela consigo sobreviver.
—  Elisa Bartlett.
Já olhou a sua volta e viu ali muitas pessoas e mesmo assim se sentiu a pessoa mais sozinha do mundo? Totalmente deslocado, como se o mundo não tivesse sido feito para você, ou se você não tivesse sido feito para o mundo? Já se sentiu totalmente sem sentido? Sem razões claras pra continuar ali, como se nada na sua vida, tivesse fazendo sentido? Assim vivi durante um bocado de tempo, até, ele chegar. Foi furacão, terremoto, avalanche, tsunami, foi o meu coração à primeira vista. Ele não era um mister, nem um Don Juan, no entanto, me fazia feliz. Quando você vive muito tempo à beira de um penhasco, acaba aprendendo a valorizar aquilo de bom que os outros trazem. Eu tentei, juro que tentei, rezei um terço, fui para o terreiro, fiz campanha com o pastor lá da vizinhança, tudo para fugir de você, mas nada adiantou. Como o João de barro, me trancafiou e jogou as chaves fora, porém, com um detalhe, se encarcerou junto a mim. Odeio ser dependente de algo, sério, gosto de caminhar com minhas próprias pernas, não nasci para ser sombra de ninguém. Só que nesse jogo, finalmente consegui ser eu mesma, consegui ser quem eu sempre quis ser sem nenhuma crítica ou julgamento, simplesmente você me aceitou. No fim, todos precisaram de alguém que nos aceite e nos dê todo afago que ansiamos e buscamos, e assim, tornei-me refém de ti.
—  Gean Carlos e Michele Valentim. 
E se eu partir não se desespere. No começo vai doer,doer tanto que você vai achar que não consegue aguentar,eu sei porque vai doer em mim também por deixa-lo nesse mundo de loucos. Digo isso por experiencia própria. Mas passa, você nem vai perceber.Você vai acabar se acostumando com minha ausência, com os dias frios,chuvosos e solitários. OK. Sei que vai dizer que não quer isso, mas acontece que ninguém quer, só acontece que me tornei assim,algo destrutível, cada um com o seu limite, e bem, esse é o meu. Isso está partindo seu coração, não é? Eu sei que sim.Cada palavra desse mero texto é um pedaço de você que se desfaz; Mas bem,aguente firme, por nós. Como você sempre diz,se não der por você, faça por mim.Sou egoísta demais.É isso que deve estar rondando seus pensamentos agora.Meu bem,erga a cabeça e continue. Você será feliz, terá o que quiser.Confie em mim. Vamos, você vai sobreviver. Você é o forte daqui. Está claro agora. Continue em frente.
Me desespera saber que quando estou mal e precisando de alguém, não há nenhuma pessoa com quem posso contar. Quando foi que me tornei tão solitária assim?
—  Liz.