toda a forma de amor

Eu disse, quase como um grito de desespero, mas me declarei várias e várias vezes. Naquele texto cheio de “eu te amo” oculto, e elogios sem fim. Naquela música que eu te enviei. Nas vezes em que fui implicante e egoísta, querendo a sua atenção só para mim. Nas madrugadas de sono que perdi, para poder ter a sua companhia comigo. Eu manifestei meu amor centenas de vezes, de todas as formas possíveis. Te entreguei meu coração, em silêncio. E você sem perceber, deixou que ele caísse no chão e se partisse em um milhão de pedaços.
—  Eternue.
Percebi que a minha forma de amar era demais pra você. E você era pequeno demais pro amor tão grande que morava em mim. É que teu amor doente me deixou doente.  Foi bom você ter ido embora, agora eu vejo que o amor não tem culpa. Mas você foi a matéria escorregadia da minha vida. E revendo toda a nossa história de amor, percebi que prefiro a minha forma de amar. E quanto ao teu amor, espero que encontre alguém tão pequeno quanto você.
Eu me caibo no meu próprio amor gigante, não volte nunca mais.
—  Reciteis.
Pode ser que demore mais um pouco moreno, mas ainda vou acordar e não sentir mais toda essa saudade me consumindo. Quando esse dia chegar eu não vou mais me importar com o vazio que você deixou, e nem pedir nas minhas orações por você. Hoje ainda doí, mas eu sei que uma hora vou erguer a cabeça e seguir mais uma vez. É sempre assim, lembra? Você mesmo ensinou. Não vou mais lembrar da sua risada e nem da sua voz que me deixava com um sorriso fácil no rosto. Não vou lembrar dos nossos planos e nem das inúmeras confissões que fazíamos um ao outro. Um dia vou sair com um cara e ele vai tentar mostrar de todas as forma que era amor, mas não era pra ser você. Vai ter um dia que eu não vou te amar mais, moreno. Será? Já vi em algum lugar que quando escrevemos várias vezes uma mentira uma hora ela se tornará uma verdade e quer saber? Estou começando a acreditar nesse clichê barato. Vou escrevendo, deixando tudo registrado, na esperança que o meu coração entenda que não existe mais eu e você.
—  Ainda é sobre você, moreno.
Amor. Uma palavra tão pequena, mas de um significado enorme. São tantas as palavras que dão significado ao amor, que não da para escolher apenas uma. Amor é aquele frio na barriga, o carinho de dedo, o beijo na testa. Amor é o “Eu te amo”, “Você é a minha pessoa”. Amor é querer estar sempre ao lado da pessoa, querer dividir tudo. Amor é quando sua alma fica leve, que nem os piores momentos conseguem te deixar pra baixo, por que você tem alguém ao seu lado pra te segurar. Amor é sorrir ao ouvir uma música, uma frase, sentir um cheiro e lembrar de alguém. Amor é quando você sente que tudo fica melhor, a vida fica mais leve, seus dias ganham novas cores. Amor é amor de amigos, irmãos, pai, mãe, namorado, namorada. Amor é amor. E o amor é de todas as formas.
—  Refletizadora.
texto para namorado

Eu
posso ter tido mil e uma paixões, mas será sempre você o meu amor, é o
que eu tenho de mais bonito, profundo, não é exagero se eu disser que
daria a minha vida por você, é a verdade, por que a minha vida não faria
sentido sem a sua, eu te amo como nunca amei ninguém, eu já amei, mas é
a primeira vez que é assim, incondicional, eu não tenho nada seu que
possa chamar de meu, nada do que eu realmente queira. Houve um tempo em
que eu me tornei obsessivo, houve um tempo em que pensei está louco, mas
esse tempo felizmente passou, hoje eu tenho fixado cravado em mim esse
sentimento que só Deus sabe a dimensão, e eu sei, é amor. Eu te amo de
todas as formas que se possa amar uma pessoa, e não importa o tempo que
passar, vai ser amor, talvez ele mude se transforme, mas será amor,
lindo, e por ser amor, ele é livre, o meu maior conforto é a sua
felicidade, eu não sei quando comecei a te amar assim, eu nem sabia que
era amor, mas aconteceu, e eu entreguei nas mãos daquele que te colocou
no meu caminho, tudo tem uma razão de ser, não vai ser em vão, eu sei.
Eu vou está aqui quando ninguém mais estiver, e você sabe disso, vou te
deixar sem mim quando me pedir isso, e mesmo assim vou procurar saber
como você está, como eu já disse, é amor, não importa se estou perto ou
longe, se você me ama ou odeia, é e sempre vai ser amor.♥

divisão gramatical

você é o mínimo múltiplo comum
de uma implosão universal de átomos
que simbolizam o caos de ter
de forma simbiótica
o amor de todas as formas.

Poeta Narcisista

l i b e r d a d e

você é livre. você é livre de todo preconceito e todo peso que colocaram em suas costas só pelo fato de não ser o que a sociedade deseja. você é livre de todo e qualquer estereótipo. você é livre de todos os padrões inalcançáveis de beleza estampados nas capas de revistas ou nos feeds do instagram. você é livre de toda necessidade impulsiva e consumidora de ser sentir bonito(a) como essas pessoas inventadas pela mídia. livre desses fardos que estão curvando os seus ombros com tamanha tristeza. livre de todo e qualquer tipo de intolerância que um dia te reprimiu e te diminuiu de alguma forma. de toda migalha de afeto imposta.  você é livre.

você é livre das palavras maldosas que te aprisionaram por anos; de todas as vezes que te disseram que você é um erro e de todas as vezes em que não souberam te amar. você é livre de suas próprias cobranças e inseguranças que te limitam. você é livre deste comportamento robótico e manipulado que a sociedade dita como regra e você, por falta de afirmação pessoal, acaba seguindo; livre da alienação, da falta de liberdade para pensar, decidir e até dizer não. você é livre de toda e qualquer forma de opressão.

livre porque atos em nome do amor não empurram o lixo pra debaixo do tapete. livre porque a liberdade não impõe, dita ou empurra goela abaixo. ela diz quem você é te conduzindo a esta revelação, e não te impondo uma falsa verdade. ela é mão que se estende enquanto mostra o caminho da paz, da compreensão, da verdade que te direciona ao único caminho realmente relevante: o que te conecta consigo mesmo.

você é livre porque existe liberdade no amor.

seja livre.  seja livre  seja livre .hoje. agora. seja livre.


De verso e alma.