tinha nada pra fazer

Lembra quando eu te ligava? Mandava mensagem, e te convidava pra fazer uma viagem. Só que eu não tinha nada, só tinha coragem. E a gente se encontrava e namorava na laje, eu te contava o que eu penso. Minha neurose com o mundo, que eu tinha no peito um coração vagabundo. Eu te pegava de jeito, te causava um efeito até seu olho virar. Um dia desses eu te levo pra jantar, só te libero no outro dia de manhã. Minha vivência de rua te faz pirar, desde o orkut eu sou seu fã. Você é tão insuportável. Insuportavelmente imprevisível, incrivelmente incrível. Improvável, impossível. Inevitavelmente indefinível, incontrolavelmente irresistível. Faz parte sentir saudade, faz parte sentir saudade de você. O que acontece é que hoje pouca gente presta, então ficar sozinho é tudo que nos resta. Eu vou me jogar, me embebedar pelas festas. Postar no instagram tudo que você detesta: Que em 2016, meu. Cê viu? Não sou só eu. É geral. Já é natural, o mundo se perdeu. Ninguém se apega, só se pega, todo mundo louco. Ah, que saudade que eu sinto de 90 e pouco. Bota o seu moletom rasgado, e vem correndo pra cá. Sei que o mundo tá complicado, então vamos descomplicar. Vamo lá mostrar pra esse povo, qual o jeito certo de amar. Minha mão grudada na sua, e não grudada no celular. Sei que é tenso de acreditar, sei que ninguém mais dá valor. Mas a gente é de um tempo onde ainda era certo se entregar por amor, peço mais amor. Mais amor, por favor! Ai que saudade de você debaixo do meu cobertor. Faz parte sentir saudade, faz parte sentir saudade de você. Passo a noite em claro pensando em te ligar, pego o telefone sem saber o que dizer. Volto pra minha cama e deixo o tempo passar, um dia a gente se vê.
—  Projota.
É tarde demais...

Olha aquela garota ali mano, aquela de vestido curto e batom vermelho , ta ficando cada vez mais linda, o cabelo dela cresceu e ela nem tinha muitas amizades , nem frequentava essas casas de show, ela ligava pra mim toda noite me pedia pra largar essa vida de festas e bebidas todo final de semana , eu ficava com ela quando não tinha nada melhor pra fazer, ela não usava essas roupas estravagantes e nem essas maquiagens tão fortes mas eu sempre achava ela linda pena nunca ter dito.. Mas agora esses caras que paqueram ela nunca deixam de dizer , ela me visitava sempre muito simples, cabelo preso num rabo de cavalo,blusa regata e uma calça jeans , me perguntava se eu tava bem, mandava eu parar de comer besteira e fazia uma comida gostosa pra mim, eu não entendia porque ela me tratava diferente das outras garotas “mais bonitas ” que eu levava pra casa. Mas madrugadas são cruéis assim como eu fui com ela, eu tava nessa mesma casa de show e ela ligou 4 vezes e eu não atendi na 5 vez que ela ligou eu atendi e mandei ela procurar o que fazer e não ficar enchendo meu saco, assim que eu desliguei vi uma morena gostosa e parti pra cima claro , era puta fácil consegui levar pra casa sem precisar de muita conversa , quando eu tava trepando com ela a" garota chata" ligou eu fiz ela escutar o que tava acontecendo naquele quarto ela desligou.. No outro dia acordei com uma dor de cabeça do caralho e cade a puta fácil que eu tinha pegado ? Tinha sumido! Junto com todo dinheiro da minha carteira e o meu carro , mal conseguia levantar da cama precisava de alguém pra fazer comida pra mim e uma companhia, então eu liguei pra garota chata e ela não atendeu , pensei até que ela iria ver a ligação e retornar como algumas vezes aconteceu mas dessa vez não, dessa vez foi diferente No outro dia eu tentei ligar de novo e ela fez questão de não atender novamente, e a partir daí ela foi mudando começou a sair todo final de semana, começou a beber, mudou o estilo e eu queria mano poder voltar no tempo e fazer dela a minha mulher mas quando eu resolvi mudar era tarde demais ela já tinha mudado eu tentei ligar uma última vez e a mãe dela que atendeu: cara, minha filha era fiel a você,te tratava como um rei, perdi as contas de quantas vezes eu entrei no quarto dela e ela estava chorando no telefone tentando falar com você , perdi a conta de quantas vezes ela deixava de se divertir com os amigos pra aguentar tuas grosserias e aquela madrugada pela última vez eu disse : filha viva e deixe que esse sentimento morra e ela se levantou e disse : mãe , foi a última vez , e agora eu te digo fica longe dela porque quando ela tentou abraçar tua solidão, você preferia festas bebidas e putas. Eu fiquei sem reação e desliguei, pela primeira vez cara eu chorei por uma garota, não algo que me deixasse com raiva mas aquelas palavras me abriram os olhos , e a lágrima escorreu sem que eu podesse controlar , eu perdi quem se importava comigo de verdade pra viver de ilusões mas eu sei que ela deve estar bem mais feliz agora.

"Queria morar num bosque. Longe de tudo e de todos. Ter a minha própria criação de carneiros e galinhas, para matar um todo o final de semana, e passar o resto da semana comendo bem. Ter a minha horta no fundo da minha humilde casa, que inclusive seria feita de troncos de árvores que eu mesmo iria cortar. Eu ia fazer a minha casa, em um lugar que lavasse chuva, pois eu ia querer ela toda cheia de lodo. Toda verde, bem bonita. Final de semana, daria uma passada no centro da cidade pra comprar revistas de carpintaria, culinária e uns suprimentos. É, eu ia virar um carpinteiro de mão cheia... Eu próprio iria fazer as mesas e cadeiras da minha casa. Acho que o meu passa-tempo seria escrever... Eu escreveria muito sobre lendas, como duendes, espíritos ou até mesmo lobisomens. Pela noite, acenderia o meu lampião, pegaria o meu machado e espingarda e sairia pra caçar... Não pra caçar animais, mas sim fantasias. Andar por todo o bosque, pensando, olhando, imaginando, criando história em minha cabeça, pra quando eu voltasse para minha casa, eu por tudo numa folha, e imaginar muito mais. E assim, viver cada dia aproveitando tudo dessa tal minha vidinha fútil, cheia de fantasias, que eu próprio imaginei."
Não to querendo me gabar moça, longe de mim. Mas é que, quando se trata de sofrimento, sou especialista. Já sofri por falta de alguém, por sentir saudade. Por amor, pela falta de amor, por me achar feia. Já chorei de dor, de vergonha ou só porque não tinha nada melhor pra fazer. As vezes, meus dias nublados são tantos que me esqueço da intensidade do brilho do Sol. Sei que dói. Entendo o quanto é devastador, mas passa logo. Logo passa.
—  Débora Alves.
Já parou pra pensar em Deus? Nos detalhes de quem Ele é? Estamos sempre tão preocupados nas bênçãos, e tudo que tem pra nos oferecer. Mas já parou pra pensar n’Ele? Não tem como explica-lo… Alguém que já estava lá antes de tudo existir e nada existe sem Ele. Com uma ordem criou tudo que existe, tinha tanto amor que criou um ser pra que pudesse fazer nada além do que expressar esse amor. Mesmo com tanta rebeldia desse tal ser que Ele mesmo criou, foi capaz de fazer tudo, tudo que se possa pensar. Castigou pra que houvesse redenção, refez diversas vezes alianças, perdoou. Quando já tinha feito tudo que era possível, provou que não há limites no seu amor, no seu querer. Entregou a melhor coisa que já existiu e jamais existirá igual… Em forma de homem, Ele mesmo veio ao mundo e se entregou em morte. De fato não há como explicar Deus. Não existem textos, nem mesmo a bíblia poderá nos definir em todo o que Ele é. Apesar de nossa limitada compreensão, a melhor parte disso é viver os detalhes d’Ele, descobrindo dia a pós dia algo novo. Pense, conheça, viva o melhor que existe… Deus.
—  Amar e Orar

É que eu não tinha nada pra fazer e fui tentar bater um recorde com meu primo. Daí eu fui parar no hospital e tudo, passei muito mal mesmo. Por isso que eu não fui no passeio, entendeu? Da próxima vez acho que é melhor eu ir dormir.