teenamemories4

Listen

Aperte play, leia e sinta.

Digamos que parei enfrente ao mar, sentado na areia e acendi uma fogueira, era madrugada, eu estava lá sozinho, de vez em quando passava alguma alma perambulando e ficava me observando, pensando o que eu estava fazendo lá sentado e sozinho.

Ninguém sabia o quanto doía a cada vento que batia em minha pele, era como se estivesse reprisando o dia em que você partiu, me deixando em prantos, eu não estava entendendo nada. Aquele fogo que formava a sua imagem e a minha em meu quarto, sentados na minha cama dando beijos molhados, da maneira como só nós sabíamos dar e você vivia dizendo “como eu fico linda beijando e você não”, como era/é boba. Não há como esquecer algo tão profundo quanto foi nós dois durante um tempo, o tempo necessário que fez borbulhas de felicidades em meu coração, mas logo em seguida deixando lágrimas em meus olhos, quão lágrimas que em momento algum queriam ser derramadas por motivos de tristeza e sim apenas esperando que fossem de felicidades. Eram os barulhos das águas leves aos meus ouvidos que imaginava estar ouvindo sua voz calma dizendo “venha aqui novamente, nunca se partas, fique comigo e não importe o quão falem que o pra sempre não exista, mas sim vamos fazer o nosso pra sempre e que seja o mais lindo”, porém eu estava apenas imaginando esse som, eu não podia senti-lo verdadeiramente, senti-lo você dizendo isso ao meu ouvido mesmo, era muitas esperanças criadas para pouco “o nós”.

Prometeu nunca me deixar! Lembra? Ou mesmo assim, que iríamos nos ver logo depois de tudo que estivesse destinado a acontecer. Será que vamos ainda nos reencontrar mais uma vez daqui a alguns anos, ou até antes, e nos relembrar do que vivemos? Você sonha com isso algum dia, ou já esqueceu tudo que foi prometido enquanto mantínhamos o nosso laço de união? No fundo eu acredito que você não esqueceu, assim como também penso que um dia irá se lembrar de nós dois e irá me ligar pra perguntar como estou e que quer me ver pra jogarmos o papo fora e quem sabe nos acariciar da mesma forma como e quando você passava essa sua mão macia ao meu rosto.

Iam conversas e voltavam conversas o dia inteiro, sem parar, era tão lindo, mas que hoje já não há mais nem um “Oi” entre nossas conversas, ah, lembrando, nem conversas mais existem, doloroso, é. Até quando irá durar tudo isso, até os vários depois de amanhã? Tem volta tudo isso? Quantas perguntas meu coração faz para meu consciente.

Foram momentos maravilhosos, porém momentos que talvez não voltem nunca mais. Não há arrependimentos por parte de mim, em nada do que conseguimos ser um com o outro, ainda levo comigo o que sempre falei pra você “como somos fofos”, mas que agora bate em meu coração e o obriga a dizer “como éramos fofos”.

Então reparei e percebi que esses meus pensamentos estavam indo longes de mais, estava doendo ao lembrar cada momento bom ao seu lado, e nisso o Sol já estava aparecendo no céu meio roxo, dentre poucas nuvens, os pássaros já haviam começado a cantar, o dia estava ficando lindo e minha fogueira já estava fraca, já estava no fim. Levantei-me, voltei para a casa, olhei aquelas fotos nossas espalhadas pelo meu quarto, já não queria mais ver nada nosso, mas era apenas por fechar os olhos e via tudo, com um aperto no coração fui dormir, deitei na cama – eu estava morrendo de sono –, e passei então aquela manhã inteira dormindo sonhando ainda com o nós no futuro, o nós juntos que prometemos e que iríamos cumprir. Quem sabe novamente ainda nos reencontremos no amanhã.

(Teen a memories)

Sabe o que me deixa sem respostas? O seu abraço apertado, o seu olhar vibrante, as suas palavras sinceras, a sua mão quando toca a minha, seus lábios encostados nos meus, sua pele macia que parece de uma boneca, quando você vem com esse sorriso bobo perto de mim e no mesmo instante me derreto todo, me apaixono mais e mais a cada segundo que passa por você, é meramente incrível tudo que eu sinto, incomparável, indescritível em algumas palavras, só eu sei o quanto eu te amo, só eu sei o quanto seria capaz de fazer por você. (Teen a memories)