tati

Sempre ouvi que eu deveria ser menos engraçada e mais feminina. Que eu deveria falar menos palavrões e sorrir mais. Que eu deveria fazer menos caretas e concordar mais. E, sobretudo, que eu deveria parar com botininhas, calças largas e blusas de gola alta. Como se fosse uma obrigação da mulher “parecer uma mulher”. Como se não bastasse ser mulher pra se parecer com uma. Ser mulher é sempre “para alguém e para alguma coisa” e nunca apenas porque se nasce.
—  Tati Bernardi.
Sabe o que você merece? Uma vadia, sério. Daquelas que trate bem mal, que te faça de gato e sapato, que pegue 8 de uma vez na tua frente, e que seja bem, mas bem cretina. E sabe o que você vai fazer? Continuar correndo atrás dela. Porque além de demente, você é otário, é.
—  Tati Bernardi.