tag:meredith

E então uma lágrima cai. E outra. E outra. E então várias. E você não consegue mais parar de chorar, e não sabe o porque. E você se lembra de tantos motivos, de tantas dores, e quando vê, já é madrugada e você continua a chorar. Começou com uma lágrima e depois, se tornou um tsunami.
—  As memórias de Meredith.