submerso

Buraco negro

Somos instantes
Inconstantes
Errantes
Somos o universo
Diverso
Controverso
Submerso
Dentro de nós.
Nós
Amarrados
A aqueles que orbitam nossa galáxia
E desse modo
Se transformam em nossas constelações.
O amor
Transcende os astros
Mas
O espaço se torna grande demais
Para nós
Dois.
Newton diria
Dois corpos não ocupam o mesmo espaço
Faria eu então um nó
Quero me entrelaçar a ti
Porque você
É meu buraco negro
E nem se eu quisesse
Escaparia
Da força intergaláctica
Que me aproxima
Do seu eu.

c.s.

Em que momento exato você se torna um adulto? 

Quando sabemos que é chegado o momento em que deixamos de super-depender para sermos mais suficientes? Meu pai sempre dizia que assim que eu pagasse minhas primeiras contas eu saberia o que era ser adulto. Mas as contas triplicaram assim como as obrigações e responsabilidades e ainda assim me vejo querendo chorar no banheiro da empresa alguns dias. E já fiz. 

Alguns falam que assim que ficamos submersos na rotina descobrimos o que é ser adulto. Ou quando o silêncio deixa de ser desagradável e intimidador. Quando sentimos sono em certos ambientes que antes eram tão desajáveis. Ou quando a necessaire aumenta de tamanho com novos comprimidos e pastilhas “do bem”. E ficamos felizes em comprar um pano de prato ou uma espremedora funcional. Mas ainda com tudo isso, tem dias que ligo para a minha mãe chorando igual uma criança desamparada. E peço aquele prato preferido da infância ou um colo amigo dizendo que tudo vai passar. Que é assim mesmo. Que uma hora sossega o peito e para de doer.  Já não é como antes quando a diretora ligava e ela vinha correndo para me buscar enquanto puxava minha orelha o caminho todo. E eu achava que ela tinha uma vida fácil de adulto-que-pode-tudo. Mas não era. E eu sinto tanto por isso.

Nas fases de desenvolvimento proposta por Erickson, ele relata que um grande marco para a passagem da vida adulta é o descobrimento da intimidade com o outro, onde ele pode firmar relações duradouras ou se isolar dessas experiências. Então ser adulto seria dar espaço para um outro entrar? Seria permitir o contato, facilitar as passagens, possibilitar o novo?

Mesmo com as diversas concepções e ensinamentos de auto-ajuda, quem decide a hora de ser adulto, de fato, somos nós. Eu conheço pessoas que mesmo trabalhando, estudando e com contas para pagar, ainda mantém o mesmo comportamento tipico de um adolescente de 13 anos. Assim como conheço adolescentes que agem como adultos: pelas próprias circunstâncias que a vida impôs ou porque a maturidade chegou mais cedo. Não deixamos de ser adultos porque vez ou outra ligamos desesperados para os nossos pais. E nem porque sentamos com os nossos filhos e assistimos um desenho animado mais felizes que eles próprios. A vida não te avisa que hora você vai crescer. Acontece.

o grafite do lápis que insiste em inundar
as folhas com palavras tolas e fragilizadas
o pássaro que voa livre e solitário cantando
sons que dilaceram almas abandonadas
a caneta que cai, o papel que rasga, a história que acaba
não somos imunes aos desprazeres da vida

nenhum de nós pediu para nascer
e alguns acham que a morte pode ser decidida
suicídio: palavra gritada com dor
a morte vem primeiro de dentro
o corpo é o envelope que nos guarda

uma mão invisível me atravessa o peito
e aperta com força meu fraco coração
a dor vem sem aviso prévio
os calos doem, a cabeça dói, o coração já não funciona adequadamente
eu posso gritar, mas prefiro ficar calado
se o mundo for acabar, maldito seja o infeliz que tentar salvá-lo

sem pressa, caminho numa linha tênue entre a coragem e a derrota
não sei em que lado vou cair e não me importo
já não existo, minha alma agozina no inferno
meu corpo submerso insiste em ficar no mundo

a morte vem primeiro de dentro
suicídio é aquilo que nos livra do corpo.

regenciado.

Legendas para fotos - Daniel Bovolento:

 Seu jeito é meio à luz de velas quando o sol desaparece no horizonte. 🍃

Ama como se houvesse amanhã, como se fosse durar uma vida inteira porque ela tem esperança. Pra ela não acaba, não se finda, não vai sumir num piscar de olhos. Pensa que o mundo inteiro se resolve num abraço, muito mais que num beijo. 💜🌸

  Quem tenta violar suas regras encontra placas de aviso na surdina, na calada da noite, em toda janela que deixa aberta. Algumas setas, alguns alvos. Ela não quer que você chegue perto, não quer que você entre. Melhor se afastar, melhor deixar pra lá. 🌻🌀

  Ela parece frágil feito líquido, transparente feito água, mas você já conseguiu enxergar as profundezas de qualquer mar? Não, nem vai enxergar as dela. Ela não deixa. ☀🌊

Ela enxerga coisas que ninguém enxerga o tempo todo. Talvez porque essas coisas estejam dentro dela, dentro dos tesouros perdidos num naufrágio submerso, e não nas coisas que você jura que vê na superfície. 🐾👄👊

Ela não precisou fazer loucuras de amor pra me manter por perto. Não precisou implorar atenção pra conseguir todos os meus olhares. Ela não teve que se esforçar pra se destacar em meio outras pessoas. Tampouco quis provocar esse estrago em mim. Mas ela sorriu e, por Deus, aquele sorriso eliminou qualquer possibilidade de não querer me apaixonar por ela.
—  Multiversar
Eu já senti tantas palavras presas em meu peito, muitas ainda estão lá. Eu gosto de escrever, de reinventar, mas no final eu sei, que todas elas são apenas versos rudes que brotam das minhas amídalas engravatadas. Essa recomposição me converte ao absurdo, inverte os termos banais do cotidiano. Eu gosto de me desconstruir nesse mundo paralítico e opressor, me liberto das incognitudes da vida medíocre do cidadão, sou flor, sou nuvem, sou o passo desajustado da ilusão, sou a isca bendita das carpas coloridas nos jardins submersos do japão. É assim que sou poeta, sou um ser inexato, eu assino qualquer merda que venha me aliviar. E dentre tantos inúteis devaneios, eu sou hábil, velho guerreiro, meio mágico, os meus rastros são meus versos sapateiros. Sou todo inacabado, necessito me curar dos padrões envergados, não fui feito pra ficar. Eu vejo as palavras feito asas, que me encorajam a pular, vê-las refletidas em outros olhos é um grito que multiplica e traduz a cor exata da minha alma.
—  Elisa Bartlett, “Niilismo literário de um poeta agradecido”.

Todo dia um oceano diferente pela frente 
Estou tentando sobreviver, estou tentando não me afogar 
Em ondas que querem me ver submerso nas minhas tristezas
Eu estou tentando todos os dias, continuar, ficar, eu estou tentando.

Quando eu tinha 6 anos pensava que todas as lembranças ficavam dentro de gavetas, separadas em pastas, por data e ordem alfabética, porém se chover dentro de nós os arquivos nas gavetas molham, e nós ficamos submersos, parados, imóveis, olhando para o nada. Uma lembrança é um arquivo único e secreto, você pode contar pra alguém mas ninguém viveu o acontecimento como você, ninguém vai entender como você entende, é um roteiro que a vida te dá pra você sentir saudades e sorrir porque aconteceu. Um sorriso, uma foto espontânea ajudam a manter as cores vivas da imagem revelada pelo pensamento. As vezes a gente está em um lugar e revivendo outros momentos em outros lugares na mente. O abraço dado pelo amigo, a voz… As pessoas pensam que as lembranças estão distantes do agora, a distância não existe, “você é mais próximo daquele amigo que não vê a anos do que a pessoa que senta ao seu lado no ônibus”. Não chore, não molhe suas lembranças.
—  Débora Torre.
Me guarde em você, com você. Meu cheiro após um abraço apertado e meu jeito sem graça quando você sorri. O brilho dos meus olhos e a textura da minha pele. A leveza de meus toques e a maciez dos meus lábios. O tom calmo da minha voz e as diversidades de meus sorrisos. Me espere, na porta da sua casa com o desejo de nunca mais se descolar de mim. Me espere no altar, com seu sorriso tímido de canto de boca e com um olhar submerso ao meu. Me deseje a cada instante. Me surpreenda a cada minuto e me mostre que estar com você pode ser perfeito e que nascemos um para o outro. Me entregue seu coração, que eu lhe prometo jamais machucá-lo.  Me prometa que  estará comigo até a última batida do meu coração. Vamos provar à todos que o amor existe e que apesar das dificuldades cada momento vale a pena e que estaremos juntos até mesmo depois do fim[…]
—  Wesley Soares.
Enquanto você dormia, liguei os pontos sardentos das suas costas, na esperança de que a caneta esferográfica revelasse a imagem de algum ser mitológico de nome proparoxítono, o mapa detalhado de algum tesouro submerso. Formasse quem sabe, alguma constelação ruiva oculta na epiderme, e me deparei com o contorno de um polígono arbitrário que não apontava direções, simplesmente dizia: você está aqui.
—  Gregório Duvivier
Consciente

Numas dores de cabeça ilusórias
Debatendo em insidiosas curvas
Colido em memórias aleatórias
Imerso num lago de águas turvas.

Imagens opacas de luzes fracas
Passam diante os olhos entreabertos.
Afundando submerso, como Shakas
De virgem em pensamentos incertos.

Tártaros em cenas surrealísticas,
Uns abismos monstruosos, profundos.. 
Fotografias que parecem místicas
Postas em redes sociais sem fundos.

Músicas de enjuosas nostalgias
Em ondas mentais de trêmulos fones.
Gambiarras sinistras de energias
De fontes neuróticas e ciclones.

Músculos no apogeu das lassitudes
Num crepúsculo em nuances de cores.
Enfermidade em meio a saúdes
Que toma até os próprios doutores.

Influxos incontroláveis de vagas
De lembranças doces, outras traumáticas,
Náuseas, turbilhões rotatórios. Sagas
De gêmeos em explosões galáticas.

Obrigações que enche os conscientes
Torna receoso todos os meses… 
Evolução dos lados decrescentes
Em uma maldição dos gregos deuses.

- Rafael Francisco

anonymous asked:

Tbm queria uma palavra..

“Quem nos separará do amor de Cristo?” Romanos 8.35a

Iai? Quem é? O que é? Quem ou o que te tirará do submerso amor de Cristo?Reflita. Abaixe sua cabeça e pense: o que te separará do grande amor de Cristo? Será o término de um namoro? Será a bolsa que não conseguiu na faculdade? Será o emprego que perdeu? A casa que vendeu? A morte de alguém? “Será tribulações, ou angústia, perseguições, fome, nudez 🌝, perigo ou espada?” (Versículo 35b) será que temos a certeza de afirmar que nada, nadinha, NADA e eu tô dizendo nada mesmo! Nos separará do imenso amor de Cristo? Nem a falta de dinheiro nesse mundo capitalista, nem as fofocas, castigos, intrigas ou rebaixamentos? Se você não tem a certeza dessa resposta tá na hora de começar a praticar o MMA (música, mensagem e adoração) eu tô falando de intimidade com Deus, manô!

Jussy Dvier, boa noite ❤️

Eu juro pro cê que aqui dentro de mim não é só 1 atm. Ta tudo submerso ao acaso, meu oceano é o outro e chega ao centro da Terra. Além disso tudo gira e gira o mundo dentro de mim.
É tudo bélico, tudo chora. A calma da terceira guerra, o silêncio. Cada um entretido no próprio carma.
E aqui dentro de mim, eu juro, a pressão é muito maior. Eu sou o mar mais desnivelado que a terra choveu. É tudo um acaso, são mais de 1 atm. O mundo gira e eu sou o par, gira tudo dentro de mim. A terceira guerra é um alvoroço e eu não escuto os gritos.

Ribossomos
Terceira guerra II
A terceira guerra é surda e muda.
E muda.