stephanni

selfpubauthors.com
5 Tips to Creating a Fictional Place in your Fiction

by Stephannie

A few days ago I wrote a post that talked about using a real place in your fiction. Today I want to talk about creating a fictional setting for your fiction. The good thing about creating a fictional place is that anything can happen in that world. The bad thing is that some authors think they don’t have to follow the rules because their world is not real.

You have to follow some rules though. Yeah, I know. You create this world from your imagination and it’s not real, so why should you have to limit it. One simple reason: Readers have to believe in your world and accept what is happening to your characters.

Just as I mentioned in Ever Want to Use a Real Place in Your Fiction and Get Away with it? readers may be willing to suspend belief, but they also have certain expectations, and while they may allow you to get away with fictional events and monsters, their minds will immediately contradict something it knows is not true.

Read More →

Finished Object Friday!

This lovely hat is RIngtail Hat by Stephannie Tallent, knit up in Madelinetosh Merino Light, in Fawn (now discontinued), and Unicorn Tails of Whiskey Barrel, Big Sur, Celedon, Glazed Pecan, and Cousteau. 

Anywho, I’m pleased as punch about it. It was a quick knit, it is beautiful (tooting my own horn here), I plan to wear the daylights out of it, and it didn’t even take that much yarn. I’ve got enough leftovers of the Unicorn Tails for a Leftie, if I could only find another skien of Merino Light in Fawn to purchase at a destash. I might resort to toshsock in Fawn. I’ll keep you updated. Happy weekend, darlings.

Ela é boba, ri de tudo e faz palhaçada. Ela sabe ser seria, fria e grossa. Ela é romântica, sentimental e quando ama é pra valer. Ela se apaixona por sorrisos, gosta de abraços apertados e de andar de mão dada. Ela gosta de gente que a valoriza, gosta de se sentir importante e mais ainda quando é mimada. Ela ama fazer carinho, mexer no cabelo dos outros . Ela é uma garota difícil de lidar, está cada hora de um jeito e é péssima em demonstrar o que sente. Ela se importa, tem medo de perder e sente muito ciúmes. Ela é um doce de menina, mas não a machuque pois esta pode ficar amarga. Ela sou Eu.

Stephanny Oliveira, 19 anos.

Você tem noção da dor que eu senti quando você partiu? Você tem noção de quantas madrugadas passei chorando só pela angustia de você está longe de mim? Você tem noção de quantas horas passei olhando meu celular só esperando uma simples mensagem sua? Você tem noção de quantas horas passei planejando nosso futuro? Você tem noção do quanto me importo com você? Você pelo menos tem noção do quanto eu penso em você num só dia? Você tem noção de quantas vezes desejei seu abraço e não pude ter? Você tem noção de quantas coisas eu tive que suportar só pra te ter ao meu lado? Você tem noção de quantas coisas tive que enfrentar por você? Você tem noção de quantas horas passei olhando o relógio esperando você chegar? Você tem noção de quantas vezes liguei o computador na madrugada ainda com esperanças de te ver online? Você tem noção do quanto eu te amei?

— Stephanny Oliveira, 18 anos.