stephanni

Você me ensinou a amar. Me tratou como única na sua vida, até quando quis. Depois de um certo tempo, eu senti meu mundo desmoronar. Tudo aquilo que eu acreditava, todas as minhas certezas, foram destruídas por sua causa. Me entreguei, te dei amor e em troca disso recebi indiferença. Fui machucada de todas as formas que o ser humano possa conhecer. E por mais que eu tenha sofrido estando contigo, desistir de você foi muito pior. Porque eu te amava. E sabemos que amar não é fácil, porém, se valer a pena, não é impossível. Mas não valia a pena insistir em nós e até que eu percebesse isso, sofri, senti sua falta, me isolei e desejei que essa dor fosse embora e trouxesse seu amor de volta pra mim. Só que eu superei. Aprendi a me valorizar e dar valor à quem realmente merece. E te digo que não poderia ter feito escolha melhor. Sobrevivi e hoje eu sou feliz. Porque eu me amo e encontrei alguém que me ama também. Que me valoriza e ama até os meus defeitos. Que está ali sempre que preciso. Que cuida de mim e me faz sentir única. E mesmo que amanhã tudo acabe, terá valido a pena, e dentro dos nossos corações será eterno, porque, quando o sentimento é mútuo, o amor nunca acaba.
—  De amores rasos eu já estou cheia. Baseado na história da Stephanny.

Okay, people are always saying stuff about how Percy is an awful cook and all that stuff. I get where they are coming from, I really do. (But I’m gonna basically share a headcannon the opposite of that so here I go!)

•Percy wanting to make something for Annabeth for a date and it’s pretty good but he wants the next time to be even better
•So he spends hours with Sally, just baking brownies from scratch and doing main dishes like lasagna and literally everything you can think of
•Annabeth secretly doing the same with Sally
•Sally just laughing randomly during these cooking ‘lessons’ because they haven’t realized that they are both doing the same thing and she just passes it off as something that happened earlier
•Annabeth bringing over blue cookies for Percy and him commenting on how they are just like his mom’s and she just kinda freezes and laughs awkwardly (because it is Sally’s recipe right up to the amount of food coloring in them)
•Percy, Annabeth, Sally, and Paul eating dinner together one night
•Paul accidentally letting it slip the they are both amazing cooks and he loves the food left over from cooking with Sally
•Everyone pausing and then Paul makes the excuse of ‘gotta go to the bathroom’ and then Sally has to go feed the pet fish
•Percy and Annabeth get up slowly and stand by each other for 5 seconds before bursting into laughter
•They both realize that there’s no dessert so they make blue cookies together
•Percy wrapping his arms around Annabeth’s waist and telling her that he loves her and that her cooking is absolutely amazing
•Annabeth saying it back to him and then slowly tilts her head up to kiss him and that when the timer goes off for the cookies
•Paul and Sally go to bed after the awkward “sorry I thought you knew” and everyone laughing about it
•Percy and Annabeth spend the rest of the evening feeding each other the cookies (and kissing the chocolate off of each others’ faces because they kept “accidentally” missing their mouths) on the couch at Sally and Paul’s because they love spending the night there and that is how Percy proposes, with chocolate all over his face, and the girl he loves in his arms.

ID #91128

Name: Stephannie
Age: 19
Country: El Salvador

Hi, i am a chemical engineering student at university. I want to learn French, German and Korean. I am fluent in Spanish and a little bit English. I am shy and an introvert.
I am a little nerdy. Love to watch series, hope we have some in common. Love to watch movies, my favorite director is Christopher Nolan , and i love Star wars,Marvel,DC and Disney.
I love Alan Walker, Halsey,Melanie Martinez, Hayley Kiyoto, and much more.

I want to find someone to penpal, we can email or chat or whatever.
Just trying to find a friend to have fun with and learn about other cultures. We can share music,movies, series , book , memes or anything you like. I really want to find someone to talk to.
We can share thoughts, debate about something.

Preferences: Around my age but i have an open mind. Any gender.
Please don’t want someone racist, homophobic or that supports any kind of discrimination.

Eu nunca me importei tanto assim com ninguém, com nada, pra falar a verdade. Eu nunca quis ser diferente, ser importante. Mas isso mudou depois de te conhecer, do nada eu me vi cada vez buscando o que seria o seu ideal, o que seria perfeito pra você, por você eu estava disposta a ser quem você quisesse ou precisasse, sua irmã, sua amiga, sua namorada, não importava, eu só queria estar perto de você independente de qualquer circunstância ou consequência. E acabou que no fundo eu virei a mistura de todos dentro de um pacote e um laço pra presente. A cada dia aprendendo um jeito novo de te amar, a cada dia descobrindo uma coisa nova pra amar em você. Eu já não sei mais como seria minha vida sem você, não consigo imaginar um dia que mesmo não estando por perto, eu deixe de arrancar um sorriso de seus lábios. Eu ainda não sou perfeita, estou longe de ser, mas estou vivendo a cada dia um passo mais perto de ser, se não for perfeita por completo, pelo menos serei perfeita pra você, porque eu te amo, amo mais que qualquer coisa que eu já tive, tenha, ou venha a ter, nada no mundo é melhor ou mais perfeito que você. Obrigada, obrigada por fazer de mim uma pessoa melhor, por me deixar te amar dessa maneira. Obrigada por existir 💕
F.R

- Stephanny Oliveira, 19 anos.

rules: list 10 songs you’re currently vibing to + tag 10 people

ty @amadarav for tagging me!! i’ve been,,, listening to the man of la mancha soundtrack almost exclusively all week lmao,,, can you tell my music taste is a clusterfuck,,,

im not,, gonna tag 10 people but i’ll tag @rnangopantsu @courtneysupertramp @sportivory @thereluctantinquisitor and @malikafuckingcadash

“Acabou, tudo bem. Eu vou superar, resistir, vou tentar não pensar, não querer saber, não aliviar, não chorar e não entender. Vou tentar seguir meu caminho, porque eu dei tudo de mim. Uma amiga me disse que o amor nem sempre é o que esperamos mas possa, talvez, ser o máximo que alguém pode te dá. E eu me pergunto, passarinho, era teu máximo? Eu acreditaria em tudo se você me dissesse que sim, e que você estava tentando melhorar não por mim, mas por nós. Pelo amor imaculado da nossa futura vida juntos, pelas rugas de ciumes e de brigas e constantes desalentos mas que passaram tão leves, que foram se desconstruindo conforme o tempo. Se você dissesse que fora seu máximo, eu juro que nem me importaria com o adeus, eu só iria chorar calada no canto do quarto, sem que ninguém escutasse, pra não doer em mais ninguém. Eu teria tantas palavras agora, tantas sensações, tantos sonhos e tantos medos pra te contar. Mas guardei tudo pra não te machucar, eu protegi seu nome por amor, em um codinome beija-flor. Não é à toa que teu nome dá suporte aos pássaros, que sempre vão embora sem deixar vestígios. Lembro-me bem que você contou que poderia ir embora, porque não aguentava relacionamentos e que o peso era grande demais, isso em um sonho. Porém, eu acreditei que seria diferente conosco. E foi, não foi? Porque eu quis que fosse. Eu lutei contra minha agonia de esperar, minha espera atordoante, toda uma distância não geográfica, mas física. Você sempre esteve? Será que você ficou mesmo, todo o tempo? Dá até vontade de chorar por lembrar que as coisas mais bonitas são aquelas que não existem: uma vida feliz e sem muitos costumes, uma esperança no amor além-carnal, uma paz inaudível, a dor de ser feliz e de se entregar sem medos. Eu te amo, e te deixo ir.“

Stephanny Oliveira, 19 anos.

Ela é boba, ri de tudo e faz palhaçada. Ela sabe ser seria, fria e grossa. Ela é romântica, sentimental e quando ama é pra valer. Ela se apaixona por sorrisos, gosta de abraços apertados e de andar de mão dada. Ela gosta de gente que a valoriza, gosta de se sentir importante e mais ainda quando é mimada. Ela ama fazer carinho, mexer no cabelo dos outros . Ela é uma garota difícil de lidar, está cada hora de um jeito e é péssima em demonstrar o que sente. Ela se importa, tem medo de perder e sente muito ciúmes. Ela é um doce de menina, mas não a machuque pois esta pode ficar amarga. Ela sou Eu.

Stephanny Oliveira, 19 anos.

Finished Object Friday!

This lovely hat is RIngtail Hat by Stephannie Tallent, knit up in Madelinetosh Merino Light, in Fawn (now discontinued), and Unicorn Tails of Whiskey Barrel, Big Sur, Celedon, Glazed Pecan, and Cousteau. 

Anywho, I’m pleased as punch about it. It was a quick knit, it is beautiful (tooting my own horn here), I plan to wear the daylights out of it, and it didn’t even take that much yarn. I’ve got enough leftovers of the Unicorn Tails for a Leftie, if I could only find another skien of Merino Light in Fawn to purchase at a destash. I might resort to toshsock in Fawn. I’ll keep you updated. Happy weekend, darlings.

“Caso meu amor não seja suficiente para fazer você ficar, pode ir agora. Você só terá que lidar com a ideia de que outros virão em seu lugar. Talvez o meu amor seja suficiente para eles, talvez eu quebre novamente a cara e vá para um hospital ou direto para um cemitério. Mas eu preciso arriscar, entende? É a minha felicidade que está em jogo. Se quiser ir, lide com a ideia de que quando quiser voltar, talvez eu já nem lembre mais o seu nome.”

—  Stephanny Oliveira, 19 anos.