stamian

Every breath you take — Stamian

A noite estava sendo mais uma dessas que Steven classificava como inútil. Nada parecia atrair a atenção do garoto e o mesmo também não parecia chamar a atenção de ninguém. Como de costume, estava no local que gostava de chamar como refúgio, mas que na verdade era um bar meia boca onde se encontravam as verdadeiras coisas que o distraía – vampiros.  Havia sido uma surpresa para o garoto descobrir que os mitos sobre tais criaturas noturnas eram verdadeiros, porém não foi difícil acostumar-se com essa realidade. Na verdade, a existência das criaturas sobrenaturais respondia algumas perguntas do jovem e também criava algumas dúvidas. No início chegou a ficar um pouco paranoico, imaginando que toda pessoa estranha com quem esbarrava era, na verdade, um vampiro. Mas por sorte essa fase durou um curto período. Em seguida quis estudá-los, mas sua falta de empenho fez com que falhasse. Entretanto, seus falhos estudos despertaram um desejo inexplicável por vampiros no garoto. Não sabia dizer exatamente o que despertava tanto seu interesse, pois eram muitas as razões que os transformavam em criaturas fascinantes, mas talvez o que mais chamasse a atenção de Steven era o quão bom os vampiros eram em lhe proporcionar prazer.

Além do que havia o conquistado, existia mais um caso especial para o jovem Bennett. Era um dos garotos mais bonitos que já havia visto em toda sua vida, não ocupando o posto apenas porque os sentimentos do garoto falavam mais alto e por esta razão colocava Frank Delvecchio em frente a qualquer um. Porém, Damian ficava logo atrás e o rotulou carinhosamente como “sonho de consumo”, mas tinha esperanças de que realizaria seus desejos em breve. Quando preciso, conseguia ser tão persistente quanto à espécie do garoto, por mais resistente que ele aparentasse ser. Já não se lembrava de quantas já havia tentado e sido humilhado, mas isso não faria com que desistisse. Desde pequeno, Bennett sofreu com a rejeição de todos em sua volta e quando se encontrou no mundo, prometeu a si mesmo que não seria mais rejeitado por ninguém. Era uma promessa estúpida e não dependia apenas dele não quebra-la, mas era algo que Steven nunca compreendeu, fazendo com que se decepcionasse cada vez mais. Por sorte, adquiriu a excelente capacidade de ocultar seus verdadeiros sentimentos.

Como a noite já estava sendo inútil, pior não poderia ficar. Steven pediu uma dose da bebida mais forte que poderia lhe ser oferecida e a tomou num único gole. Não fazia ideia do que tinha acabado de ingerir, mas a chamou de coragem – não que realmente precisasse. O líquido desceu por sua garganta como ácido e o deixou zonzo por alguns segundos. Bambaleou então até a saída do estabelecimento, após deixar a bebida na conta de qualquer estranho que estava presente no local. Havia duas opções naquele momento: ir ao encontro de Frank ou tentar a sorte com Damian Ackerman. A segunda pareceu mais tentadora, afinal, aquele podia ser finalmente o dia em que se aproveitaria do vampiro. Caminhou então até o apartamento do garoto, que não era tão longe dali. Sabia onde ficava, pois suas habilidades de stalker eram impressionantes. Ao chegar ao seu destino foi preciso soltar um longo suspiro, fechar os olhos e contar até cinco, pois estava lhe faltando paciência. Foi então que sua mão atingiu a porta do local. Bateu três vezes de forma suave e esperou por seu sonho lhe atender. Já tinha em mente o que faria quando o encontrasse em sua frente.

((please hit high res for full))

Damian says that and yet his hand is definitely going for Steph’s mug… :)

Also- I have been getting several messages concerning commissions which I will be opening soon! (Hopefully!! This will be my first time, so I still need to figure out all the pricing and stuff. And with some luck people will actually… y'know… commission me.)