spurgeon

Você não pode ter medo de que Deus tenha se esquecido de você, mas não é isso: não há perigo que Ele, que conta as estrelas e as chama pelo nome, esqueça Seus filhos. Ele conhece sua situação como se você fosse a única criatura que criou, ou o único santo que Ele já amou. Aproxime-se dEle e fique em paz.
—  C. H. Spurgeon, no livro Dia a dia com Spurgeon.
Ó crente, tu te alegras quando Deus te abençoa, mas Deus se alegra ainda mais! Tu te alegras quando és perdoado, mas aquele que te perdoa se alegra ainda mais! O filho pródigo se alegra por ver o pai ao voltar para casa – mas o pai se alegra ainda mais ao vê-lo. O coração do pai ficou mais cheio de alegria porque seu coração era maior que o do filho.
—  Charles H.Spurgeon
Em vez de pensar em seus pecados, o que me tornaria orgulhoso, devo pensar em meus próprios pecados, o que me tornará humilde. Em lugar de especular sua culpa, que é assunto que não é de minha responsabilidade, devo voltar meus olhos até meu interior, e considerar minha própria transgressão, pela qual devo responder pessoalmente diante do Deus Altíssimo.
—  Charles H. Spurgeon – Acidentes, Não Castigos
Ouso dizer que vocês vão achar que estar quieto é coisa muito fácil, mas essa é uma das posturas que o soldado cristão aprende só depois de anos de ensino. Constatei que a marcha comum e a marcha rápida são muito mais fáceis para os guerreiros de Deus do que ficarem quietos. A posição de sentido é a primeira coisa que os soldados dos exércitos humanos aprendem, mas é uma das mais difíceis de aprender sob o Capitão da nossa salvação. O apóstolo parece referir-se a essa dificuldade quando diz: “Permanecei firmes e, havendo feito tudo, ainda assim permanecei firmes”. Estar quieto em meio às tribulações é sinal de um espírito veterano, de longa experiência e de muita graça.
—  Charles Spurgeon
Grandes angústias pessoais podem muito bem ser uma desculpa se a tristeza dos outros é um pouco negligenciada. Jesus estava indo para Sua última agonia amarga e para a morte, e ainda derramou compaixão aos Seus seguidores. Se fosse você ou eu, pediríamos compaixão para nós mesmos. Nosso clamor teria sido: “Tenham pena de mim, Ó meus amigos, para que a mão de Deus me alcance!”. Mas, ao invés disso, nosso Senhor lança suas esmagadoras tristezas em terra e inclina Sua atenção para o trabalho de sustentar Seus escolhidos sobre suas tão inferiores tristezas. Ele sabia que seria “extremamente doloroso até a morte”. Ele sabia que Ele estaria em sofrimento agonizante “no castigo da nossa paz”. Mas antes d’Ele mergulhar no abismo, Ele tinha que secar as lágrimas daqueles que Ele tanto amou, portanto, Ele disse mais carinhosamente: “Não se turbe o vosso coração”.
—  C. H. Spurgeon, 1883
Deixe vir a aflição - Deus me provou. Pobreza, pode bater à minha porta, mas Deus já está dentro da casa e Ele me provou. Doença, pode chegar, mas tenho o bálsamo pronto. O que quer que recair sobre mim nesse vale de lágrimas, sei que Ele me ‘provou’ (Isaías 48.10).
—  Charles H. Spurgeon – Dia a Dia com Spurgeon: Manhã e Noite