sociadade

Grupo de rapazes falando.
  • xxx- olha mano,olha ali três gajas.
  • xx- ahaha dali qual é a mais feia?
  • x- oh mano dezerteza que é aquela ali vestida de preto,que feia meu deus!
- e essa garota era eu..
Igualdade e a diferença ( EU )

 

Será que somos todos iguais? Eu vivo neste planeta desde que me lembro, o mundo era para ser olhado pelas nossas igualdades e tudo que vejo são só diferenças. Também quem nota nas igualdades hoje em dia? Ninguém, se tivermos perto de nos alguém com um sentido de humor diferente, gostos diferentes já são discriminados. E eles podem mesmo nem dizer uma palavra, o olhar basta para esse alguém já ser chamado de qualquer nome que lhes venha a cabeça no momento. Eu já fui assim, mas agora não sou capaz, alias quando comecei a ouvir a mim mesma notei que sou a definição de diferente, o meu humor não é constante, não tenho o mesmo gosto de musica que tu, não tenho o mesmo estilo que tu, não vejo as coisas pelos teus olhos, não olho para a sociedade e pelo que os outros são, olho para mim, porque eu é que importa. Sou do tipo de me apaixonar profundamente, sou do tipo de pessoa distraída, estabalhoada, atenciosa, sorridente, gosto de emoções como chorar, faço as coisas há pressa e depois só faço asneiras. Mas eu, já fiz asneiras na vida como tu, já me olhei para o espelho e não gostei do que vi, já tentei mudar o que via, parei de comer não resultou, comecei a cortar-me também não deu jeito, fiz mil uma coisas e mesmo assim, não era assim que a sociedade me queria ver. Tentei ser perfeita para alguém imperfeito como eu, tentei ser aquilo que não era, escondi-me de tudo. Abafava as minhas mágoas numa almofada, não falava porque a frente tinha de sorrir atras tinha de chorar. Já acreditei no que as pessoas diziam de mim, sim, tentei mudar mas desisti! Não sou perfeita, e não vou estar a espera que as pessoas a minha volta também o sejam. Podem dizer que vivo num mundo de fantasia, podem ate mesmo rir-se de mim, mas eu acredito que um dia ninguém vai notar nas diferenças, ninguém vai ouvir os insultos, vamos todos acreditar em nos próprios e chegar onde queremos, eu acredito … nas pessoas. Acredito no mundo!  

Ja tinha saudades desta paz interior a paz de quando encontramos algo que nos inspira vicia algo que nos de motivaçao e que nos fassa esquecer outros assuntos , obter conhecimento é cada vez algo mais importante para mim e algo gratificante poder criar , inventar entender o porquê de tudo o que esta entre nós e saber que por meio do nosso conhecimento podemos ajudar e melhorar a sociadade que esta completamente errada … Desejo obter mais e mais conhecimento , poucos irão ver ou ler ate ao fim mas isso não importa apenas importa o que estou a pensar agora e escrevo para que um dia me lembre o que escrevi e o quão importante era . -André Banza