shakespeareano

Te olho assim tão detalhado, que mal podes imaginar que conheço cada milímetro do teu sorriso. Não sei o que me envolve quando seus olhos escorregam para longe dos meus. Sutil e obstinado busco maneiras de te encontrar de novo e sempre. Me encanto com as suas iniciações negando a possibilidade de que te descubra por trás de tudo que me diz. Cada poro, cada fragmento, cada estímulo clama por ti. Pensando, suponho que sua ausência é o medo que nunca decifro. E eu te confio minha parte mais bonita. E eu te vejo, vejo que não se debruça sobre nenhum outro assim como sobre mim.
—  Seu amor, minha morada.
Lembrei-me do quanto eu era afogado em sentimentos, cheio de vazios completamente preenchidos com saudade e falta. Mas parado aqui olhando e pensando no que escrever pude enfim perceber que tudo o um dia acaba, se perde nesse mundo infinito. Todos os dias algo deixa de ser prioridade em nossas vidas para virar nada. São consequências de escolhas que fazemos ou escolhas feitas por outras pessoas, sempre se perde algo ou alguém. Mas acredite tudo passa, relacionamentos, sentimentos e saudade. Tudo tem um fim. E o fim na verdade é o recomeço.
—  Todo dia é dia de recomeçar, Guilherme B.
Sabe quando você engole o choro e trava a garganta? Que as lágrimas parecem mais fortes que uma onda de um mar revolto? Sabe quando a tristeza toma conta e você perde a necessidade de tudo? De sair, levantar, comer, acordar? Sabe quando você deita na cama e torce desesperadamente para o sono vir antes das lembranças? Sabe quando você dorme as quatro da madrugada e acorda as sete com uma dor no peito que parece que nunca vai te abandonar? Sabe quando você passa o dia pensando na ausência de alguém? Em como ela está, o que está fazendo e quem segura suas mãos? Sabe quando você perde a expectativa, perde a hora e esquece-se de tudo? Parece que a pessoa que foi embora levou sua alma junto com seus sonhos e deixou somente a lembrança, a insônia, o desânimo. Parece que a pessoa leva a vida da gente quando se vai. Sabe quando você imagina um futuro vazio? Você não sabe o que pensar o que sonhar, porque tudo o que sonhou havia “aquela pessoa” no meio. Sabe quando você ouve uma música que acabou de ser lançada e tem a sensação que foi escrita para vocês? E ai você começa a imaginar que tudo ficará bem, mas não fica. Sabe quando você respira e parece que o coração manda um sinal que tem algo errado? É como se você sentisse que no peito não existe nada, apenas um espaço vago sem preenchimento algum.
—  Então, é assim que me sinto sem você.