serenidade

As coisas precisam ser naturais, simples, saudáveis, afinal, todo mundo está aqui para ser feliz, para conquistar todo dia alguma serenidade. É ou não é?
—  Clarissa Corrêa.
Manual de la mujer inteligente (cabronas absténganse): 1- Mande a todos a la verga. 2- No mande mensajes ni stalkee al sujeto en cuestión. 3- Báñese, aunque se quiera quedar en cama, métase a bañar. 4- Póngase perfume en el escote, (indispensable) y lápiz labial. 5- Use única y exclusivamente rímel en base agua, para cuando sienta ganas de llorar lo piense dos veces. 6- Salga de su casa, no importa si no tiene a quien visitar. Agarre al perro y salga. No tiene perro?, agarre un libro y diríjase al parque más cercano. 7- Sonría, nadie quiere estar con una persona con cara de amargada. 8- Hágase el amor. Usted solita, en su cuarto, con o sin estímulo. Las sonrisas más bellas se muestran cuando uno está satisfecha. 9- Coma, bien y copioso. Consiéntase. Un antojo no matará a nadie. Las dietas están hechas para romperse una vez al mes. 10- Quiérase, suena fácil, ya sé. Mírese en el espejo con respeto y serenidad. Si no tiene nada agradable que decirse permanezca en silencio. Si no aprende a respetar su sobrepeso, su estatura, el tamaño de su busto, sus estrías y celulitis, es fácil que alguien pueda herirla en su intimidad. 11- Recuerde que todo esto pasará. Nada dura para siempre. Deje salir sus lágrimas, pero no se regodee en su dolor. Ya mañana puede volver a comenzar.
Os amigos não precisam estar ao lado para justificar a lealdade. Mandar relatórios do que estão fazendo para mostrar preocupação. Os amigos são para toda a vida, ainda que não estejam conosco a vida inteira. Temos o costume de confundir amizade com presença e exigimos que as pessoas estejam sempre por perto, de plantão. Amizade não é dependência, submissão. Não se têm amigos para concordar na íntegra, mas para revisar os rascunhos e duvidar da letra. É independência, é respeito, é pedir uma opinião que não seja igual, uma experiência diferente. Se o amigo desaparece por semanas, imediatamente se conclui que ele ficou chateado por alguma coisa. Diante de ausências mais longas e severas, cobramos telefonemas e visitas. E já se está falando mal dele por falta de notícias. Logo dele que nunca fez nada de errado! O que é mais importante: a proximidade física ou afetiva? A proximidade física nem sempre é afetiva. Amigo pode ser um álibi ou cúmplice ou um bajulador ou um oportunista, ambicionando interesses que não o da simples troca e convívio. Amigo mesmo demora a ser descoberto. É a permanência de seus conselhos e apoio que dirão de sua perenidade. Amigo mesmo modifica a nossa história, chega a nos combater pela verdade e discernimento, supera condicionamentos e conluios. São capazes de brigar com a gente pelo nosso bem-estar. Assim como há os amigos imaginários da infância, há os amigos invisíveis na maturidade. Aqueles que não estão perto podem estar dentro. Tenho amigos que nunca mais vi, que nunca mais recebi novidades e os valorizo com o frescor de um encontro recente. Não vou mentir a eles, “vamos nos ligar?”, num esbarrão de rua. Muito menos dar desculpas esfarrapadas ao distanciamento. Eles me ajudaram e não necessitam atualizar o cadastro para que sejam lembrados. Ou passar em casa todo o final de semana e me convidar para ser padrinho de casamento, dos filhos, dos netos, dos bisnetos. Caso encontrá-los, haverá a empatia da primeira vez, a empatia da última vez, a empatia incessante de identificação. Amigos me salvaram da fossa, amigos me salvaram das drogas, amigos me salvaram da inveja, amigos me salvaram da precipitação, amigos me salvaram das brigas, amigos me salvaram de mim. Os amigos são próprios de fases: da rua, do Ensino Fundamental, do Ensino Médio, da faculdade, do futebol, da poesia, do emprego, da dança, dos cursos de inglês, da capoeira, da academia, do blog. Significativos em cada etapa de formação. Não estão em nossa frente diariamente, mas estão em nossa personalidade, determinando, de modo imperceptível, as nossas atitudes. Quantas juras foram feitas em bares a amigos, bêbados e trôpegos? Amigo é o que fica depois da ressaca. É glicose no sangue. A serenidade.
—  Fabrício Carpinejar.
Os amigos são próprios de fases: da rua, do Ensino Fundamental, do Ensino Médio, da faculdade, do futebol, da poesia, do emprego, da dança, dos cursos de inglês, da capoeira, da academia, do blog. Significativos em cada etapa de formação. Não estão em nossa frente diariamente, mas estão em nossa personalidade, determinando, de modo imperceptível, as nossas atitudes. Quantas juras foram feitas em bares a amigos, bêbados e trôpegos? Amigo é o que fica depois da ressaca. É glicose no sangue. A serenidade.
—  Fabrício Carpinejar
Quando o mundo parece um lugar absurdo e cheio de crueldade, desamor e falta de perspectiva, apenas fecho os olhos. Respiro fundo, procuro visualizar uma cena bonita, busco no baú de pensamentos o que acalma, traz o sorriso e a serenidade outra vez. E assim, devagar e com uma esperança no canto dos olhos, procuro acreditar que tudo vai se transformar para melhor.
—  Clarissa Corrêa.
Talvez essa nossa constante busca pelo amor, chegue ao fim somente no dia que você ficar frente a frente com alguém que faça você entender que quando é verdadeiro não vai existir distancia, nem opostos que afaste quando o coração escolhe ficar e permanecer em um lugar onde poucos tiveram sensibilidade de ir. Porque o amor sobrevive de simplicidades, gestos serenos, verdades silenciosas só falada a outra pessoa que nosso coração sente verdade além do que as palavras conseguem alcançar. E essa simplicidade que existe no amor, nunca será um conceito vendido em filmes onde existe apenas uma troca de olhares em meio a uma multidão, e acontece aquela descarga de adrenalina e pronto! Significa que você encontrou a pessoa perfeita. O amor vai muito além dessa ilusão. A nossa busca pelo amor é na verdade uma busca de encontro por nós mesmos, é encontrar um colo, um abraço onde podemos descansar, é se aquietar e deixar de fugir, pois quando encontramos a pessoa certa, não existe controle. É se deixar levar pelo desconhecido e perdemos o medo de sermos amados, por que o amor verdadeiro não é aquele que nos tira e sim aquele que nos coloca no chão, sabendo que nossa busca acabou ali. Encontrar a pessoa certa é encontrar a serenidade em nós mesmos é encontrar alguém com quem você se sente especial, e escolher estar com essa pessoa porque a sua companhia de faz bem. Então que gente não fique em busca da pessoa perfeita, mas que a gente tenha sede de busca pelo que é verdadeiro e daquilo que nos preencha a alma e que em meio a tanta gente, somente ao lado desse alguém você sente que é o seu lugar, pois encontrou a sua pessoa certa.
—  Rodrigo Heros & Giulia S.
E o que é que ela vê nele? Nossos amigos se interrogam sobre nossas escolhas, e nós fazemos o mesmo em relação às escolhas deles. O que é, caramba, que aquele Fulano tem de especial? E qual será o encanto secreto da Beltrana? Vou contar o que ela vê nele: ela vê tudo o que não conseguiu ver no próprio pai, ela vê uma serenidade rara e isso é mais importante do que o Porsche que ele não tem, ela vê que ele se emociona com pequenos gestos e se revolta com injustiças, ela vê uma pinta no ombro esquerdo que estranhamente ninguém repara, ela vê que ele faz tudo para que ela fique contente, ela vê que os olhos dele franzem na hora de ler um livro e mesmo assim o teimoso não procura um oftalmologista, ela vê que ele erra, mas quando acerta, acerta em cheio, que ele parece um lorde numa mesa de restaurante mas é desajeitado pra se vestir, ela vê que ele não dá a mínima para comportamentos padrões, ela vê que ele é um sonhador incorrigível, ela o vê chorando, ela o vê nu, ela o vê no que ele tem de invisível para todos os outros. Agora vou contar o que ele vê nela: ele vê, sim, que o corpo dela não é nem de longe parecido com o da Daniella Cicarelli, mas vê que ela tem uma coxa roliça e uma boca que sorri mais para um lado do que para o outro, e vê que ela, do jeito que é, preenche todas as suas carências do passado, e vê que ela precisa dele e isso o faz sentir importante, e vê que ela até hoje não aprendeu a fazer um rabo-de-cavalo decente, mas faz um cafuné que deveria ser patenteado, e vê que ela boceja só de pensar na palavra bocejo e que faz parecer que é sempre primavera, de tanto que gosta de flores em casa, e ele vê que ela é tão insegura quanto ele e é humana como todos, vê que ela é livre e poderia estar com qualquer outra pessoa, mas é ao seu lado que está, e vê que ela se preocupa quando ele chega tarde e não se preocupa se ele não diz que a ama de 10 em 10 minutos, e por isso ele a ama mesmo que ninguém entenda.
—  Martha Medeiros.
3

Reto de Retos.
La ciudad de México afronta todos los días un constante desafío, pero quizá el más grave y delicado sea el de su ubicación en una zona sísmica con suelo y subsuelo históricamente afectados. Ironía, causalidad o destino como hace 32 años el terremoto aconteció. Este día en 1985 ocurrió la más grave y dolorosa tragedia registrada en su historia: en pocos segundos ese jueves 19 de septiembre, día imborrable para todos los que lo vivimos, los sismos cobraron miles de vidas humanos y destruyeron mucho de los frutos del trabajo de varias generaciones esforzadas de mexicanos. El pueblo respondió. Una vez más este Martes 19 de septiembre de 2017 se manifestó, asombrosa la capacidad de organización, heroísmo y solidaridad del chilango, el hombre y mujer de a pie se han unido en una cadena virtuosa de amor, empatía y solidaridad, de inmediato se han organizado las tareas de rescate, cada vida que se salve es única, porque cada hombre para su país es un insospechado universo de posibilidades. Así, con un solo hombre que podamos salvar, habremos salvado para México un universo. En medio de la tragedia han empezado a ocurrir los milagros, las nuevas generaciones se organizan, enfrentan el reto con valentía, coraje, serenidad y dan la cara al sol, la reconstrucción ha comenzado, todos podemos hacer algo, todos debemos ayudar. Animo y la mejor de las suertes a todos ustedes. Mañana será otro día… un largo día. #Fuerza Mexico 

Você pode ter defeitos, ser ansioso, e viver alguma vez irritado, mas não esqueça que a sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode impedir que vá em declínio. Muitos lhe apreciam, lhe admiram e o amam. Gostaria que lembrasse que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, uma estrada sem acidentes, trabalho sem cansaço, relações sem decepções. Ser feliz é achar a força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor na discórdia. Ser feliz não é só apreciar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza. Não é só celebrar os sucessos, mas aprender lições dos fracassos. Não é só sentir-se feliz com os aplausos, mas ser feliz no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões, períodos de crise. Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista para aqueles que conseguem viajar para dentro de si mesmo. Ser feliz é parar de sentir-se vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas conseguir achar um oásis no fundo da nossa alma. É agradecer a Deus por cada manhã, pelo milagre da vida. Ser feliz, não é ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si. É ter coragem de ouvir um “não”. É sentir-se seguro ao receber uma crítica, mesmo que injusta. É beijar os filhos, mimar os pais, viver momentos poéticos com os amigos, mesmo quando nos magoam. Ser feliz é deixar viver a criatura que vive em cada um de nós, livre, alegre e simples. É ter maturidade para poder dizer: “errei”. É ter a coragem de dizer:“perdão”. É ter a sensibilidade para dizer: “eu preciso de você”. É ter a capacidade de dizer: “te amo”. Que a tua vida se torne um jardim de oportunidades para ser feliz… Que nas suas primaveras seja amante da alegria. Que nos seus invernos seja amante da sabedoria. E que quando errar, recomece tudo do início. Pois somente assim será apaixonado pela vida. Descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Utilizar as perdas para treinar a paciência. Usar os erros para esculpir a serenidade. Utilizar a dor para lapidar o prazer. Utilizar os obstáculos para abrir janelas de inteligência. Nunca desista….Nunca renuncie às pessoas que lhes ama. Nunca renuncie à felicidade, pois a vida é um espetáculo incrível.
—  Papa Francisco
Manual de la mujer inteligente :)

(cabronas absténganse):

1- Mande a todos a la chingada.
2- No mande mensajes ni stalkee a el sujeto en cuestión.
3- Báñese, aunque se quiera quedar en cama, métase a bañar.
4- Pongase perfume en el escote, (indispensable) y lápiz labial.
5- Use única y exclusivamente rímel en base agua, para cuando sienta ganas de llorar lo piense dos veces.
6- Salga de su casa, no importa si no tiene a quien visitar.
Agarre al perro y salga.
No tiene perro?, agarre un libro y diríjase al parque mas cercano.
7- Sonría, nadie quiere estar con una persona con cara de amargada.
8- Hágase el amor.
Usted solita, en su cuarto, con o sin estímulo.
Las sonrisas mas bellas se muestran cuando uno está satisfecha.
9- Coma, bien y copioso. Consiéntase. Un antojo no matará a nadie.
Las dietas están hechas para romperse una vez al mes.
10- Quiérase, suena fácil, ya se.
Mírese en el espejo con respeto y serenidad.
Si no tiene nada agradable que decirse permanezca en silencio.
Si no aprende a respetar su sobrepeso, su estatura, el tamaño de su busto, sus estrías y celulitis, es fácil que alguien pueda herirla en su intimidad.
11- Recuerde que todo esto pasará.
Nada dura para siempre.
Deje salir sus lagrimas, pero no se regodee en su dolor.
Ya mañana puede volver a comenzar.

- Sirena Morena.

Eu vou, porque ficar não me faz bem, porque você não me dá um terço do que preciso, porque você não é metade do que mereço. O problema é que o meu coração insiste em te amar, o meu corpo arde de desejo por você e a minha mente teima em me dizer que eu preciso te pertencer. Mas eu vou. Porque ficar do seu lado é aceitar suas migalhas, é ter que perdoar seu erros, é tolerar suas mancadas. Eu estou de partida, já que permanecer é ter que conviver com sua lista imensa de defeitos, é ter que manter serenidade perante ao vendaval que suas crises causam em minha vida. Tô arrumando a mala para viajar em busca de pessoas que possam realmente acrescentar algo de bom em minha existência. Cansei de continuar dando as mãos à uma pessoa que insiste em caminhar sozinha. Joguei pro alto todo o teu egoísmo, me desliguei dessa historia que só faz aflorar o pior lado da minha personalidade. É preciso cortar os laços com essa relação unilateral que tenho vivido. Toquei ácido em todo esse sentimento barato que tu dizia sentir e de quebra incendiei todas as mentiras que tu me contou durante essa infernal caminhada. E mesmo sabendo quanto essa relação é tóxica e prejudicial eu sempre volto. Só pra constatar o quanto você ainda mexe comigo.
—  Taquigrafia cultivando amores errados com Gerberiar.
É engraçado como algumas coisas marcam a nossa infância. Minha mãe me ensinou desde muito cedo a cumprimentar as pessoas, dar beijo, bom dia, boa tarde, boa noite. É por isso que acho que certas coisas são de berço. Educação não vende em prateleira do supermercado. Espero poder ter a clareza, a firmeza, a sanidade e a serenidade para transmitir para os meus filhos a infinidade de coisas boas que recebi.
—  Clarissa Corrêa.

“Irse es un arte.

Regalar bonitas despedidas no es fácil: requiere fortaleza, madurez y sobre todo, mucho amor.

Aunque no sea el mismo amor de los inicios, se debe honrar el tiempo compartido con bellos adioses. 
Por esto es necesario quedarse el tiempo suficiente para irse con la serenidad de una conciencia tranquila por haberlo dado todo”

- Psicotinta.