sem gravata

Jesus, o homem mais simples que conheci!

Já parou para pensar que Jesus, sendo Deus e Criador de todas as coisas, anunciava o Reino Eterno da maneira mais simples possível? Sem extensas horas de música, sem shows, sem gelo seco, sem paletó e gravata, sem nenhum artifício pirotécnico e emotivo.

me perdoe

me perdoe
eu não sou equilibrado
sou meio distraído e sempre tropeço
nos meus erros, pecados e paixões
me perdoe 
mas não me interesso pela perfeição
ela é entediante e divina
e eu gosto do humano
me perdoe 
mas não ligo para intelectualidade
a inteligência que eu aprecio é aquela
capaz de juntar as pessoas
me perdoe 
mas troco boates caras
por um banquinho frente ao mar
ou por um momento de amizade com um livro
troco etiqueta de grife
por uma camiseta cinza
pronta para ser amassada por um abraço
me perdoe 
se eu não fico impressionado
com o seu papo sobre o mundo corporativo
prefiro o corporativismo das pessoas sem gravata
que sabem rir juntas
me perdoe 
mas ainda acredito no amor
e nos deliciosos clichês
me perdoe 
eu nunca fui bom em matemática
por isso não separo o amor da paixão
ou corpo da alma
não decoro fórmulas
decoro a vida
me perdoe 
a felicidade é importante para mim
assim como a tristeza
me perdoe 

ft|Y��

Quem é você para além do seu trabalho?

Sem a gravata que aperta e sufoca assim como as estações de metrô às seis horas da manhã?

Eu quero te conhecer além dos livros que você leu e das séries que atualizou. E aquele capítulo que você decorou para a prova de física ou o ensinamento que a sua avó repetia aos domingos antes de servir o jantar. Eu quero te conhecer antes de. As angústias que não invocamos por medo de não saber o que fazer depois.

Quem é você por trás da máscara social? Antes do personagem que se esconde no seu site “pessoal”? Quem é você quando está com dor enquanto a vida continua movimentada do lado de fora? 

Quem é você quando a plateia se ausenta e os holofotes são desligados? Você ainda continua inteiro?
Desculpe
Eu não sou equilibrado
Sou meio distraído e tropeço
Nos meus erros, pecados e paixões
Desculpe
Mas eu não me interesso pela perfeição
Ela é entediante e divina
E eu gosto do humano
Desculpe
Mas eu não ligo para intelectualidade
A inteligência que eu aprecio é aquela
Capaz de juntar as pessoas
Desculpe
Mas eu troco boates caras
Por um banquinho próximo ao mar
Onde eu posso ter um momento de amizade com um livro
Troco etiquetas de grife
Por uma camiseta cinza
Pronta para ser amassada por um abraço sincero
Desculpe
Se eu não fico impressionado
Com o seu papo sobre o mundo corporativo
Prefiro o corporativismo das pessoas sem gravata
Que sabem rir juntas
Desculpe
Mas ainda acredito no amor
E nos deliciosos clichês
Desculpe
Eu nunca fui bom em matemática
Por isso não separo o amor da paixão
Ou corpo da alma
Não decoro fórmulas
Decoro a vida
Desculpe
A felicidade é importante para mim
Assim como a tristeza
—  Zack Magiezi

Agora que algumas pessoas conhecem um pouco sobre mim, farei questão de contar a minha própria história. Adianto-lhes já, que, ao som de Yann Tiersen parece fazer mais sentido. E que o nome Vittore é italiano, mas eu não. Eu sou um simples rapaz que nasceu em uma cidade muito pequena. Nasci sozinho, mas tive os cuidados biológicos necessários para crescer forte e saudável. E diferente da minha cidade, desenvolvi rápido. Ao aprender a ler, a idade da razão tomou conta do meu ser. E um forte senso analítico também.

Como fora privado de total liberdade, acabei conhecendo o mundo através dos livros, que trazem na maioria das vezes a sensação de que a vida pode ser ótima; e dos noticiários, que narram os trágicos acontecimentos fazendo com que a realidade se torne temida. Ao cansar de apenas ler, resolvi constatar de próprio peito aberto. Constatei que a maioria dos jovens sofrem pelos fracassos impostos pela sociedade, diminuem-se e trancam-se dentro de quatro paredes com medo de um futuro próximo, e talvez, de seus próprios protetores (os pais). A verdade é que quando você nasce, já começa uma luta incessável pela vida. E com essa luta, tremendas decepções. Os seres humanos estragaram tanto o mundo e culpam-se (alguns se culpam) tanto por isso que esquecem de tentar deixar menos pior. Não que os fatores externos que maltratam o interior íntimo dos adolescentes sejam apenas culpa dos adultos, mas eles podem fazer alguma coisa, já que, em 2020, depressão será a doença mais comum do mundo.

Com minha gravata e alguns livros em mãos, constatando e ganhando experiência, conheci pessoas maravilhosas naquela noite, vi a vida além dos escritos e dos noticiários. Eu conheci pessoas boas e de caráteres firmes, fortes. Mas também conheci pessoas podres. Eu fiz tudo isso para amadurecer, e apodreci numa velocidade amedrontadora. O mundo é cruel! Há pessoas muito más. A vida judia. Ela espanca cada um de seus filhos. Eu não pensei que seria fácil, mas ninguém disse que seria tão difícil. Então eu voltei, voltei e não tinha mais lar. Voltei sem livro, sem gravata e com um cigarro na boca.

—  Vittore é italiano.
A minha maior curiosidade no Luan eh ver o pulso direito dele, ele sempre coloca mil pulseiras e na foto sem camisa, amarrou uma gravata no pulso :x