seguindo

Não importa o quanto sejamos duros. Um trauma sempre deixa uma cicatriz. Nos segue por toda a parte. Muda as nossas vidas. Um trauma arruína todo mundo, mas talvez seja essa a razão. Toda a dor e o medo, e todo o resto…Talvez passar por tudo isso é o que nos mantém seguindo em frente. É o que nos empurra. Talvez tenhamos que nos ferrar um pouco antes de podermos nos dar bem.
—  Grey’s Anatomy.
Apenas seguindo em frente, por mim e por nós dois. Sinto saudades, dói um pouco. Mas não sei o que dói mais. Quando acaba, quando sentimos que acabou, ou quando a gente precisa cair na real que acabou e já faz tempo.
—  Gabito Nunes.
Sabe o motivo de tudo isso? É para que você esteja preparada para o que eu tenho para você. Não faço nada que não seja para o seu bem, não se esqueça disso e não desanime. Eu faço tudo o que faço por te amar e por te conhecer melhor do que você se conhece, porque você pode até fingir para si, mas diante de mim não há nada oculto e eu vejo o mais profundo de você. Eu conheço seus sonhos e também conheço os seus medos. Eu sei quais são as suas qualidades, mas também sei seus defeitos, sei onde você é forte, mas também sei das suas fraquezas. Tudo que eu faço é para que você perca seus medos, seja livre de seus defeitos e se torne mais forte, então, não questione o que virá ou duvide que chegará, apenas viva o agora e deixe-me te ensinar, deixe-me te fazer crescer e se tornar o que eu quero que você seja. Minha amada, eu sempre estarei perto de você, não deixe que o silêncio ou a espera te afaste de mim, pelo contrário, se aproxime mais e deixe-me te preparar para tudo que logo virá. Você está no caminho certo e falta pouco para que o que está oculto comece a se revelar, apenas continue caminhando em minha direção e seguindo minha voz. Hoje, mais uma vez te peço, você, por favor, me deixa entrar?
—  E disse Deus, Chance com Deus.
Não nos falamos mais porque eu achei melhor assim. Mesmo que eu estivesse dito para nos afastarmos na esperança de você me pedir pra ficar, eu só queria realmente saber se você conseguiria ir em frente sem mim, e contrariando o que eu pensei, você foi. Está por aí, todo feliz, seguindo sua vida, e eu por aqui, com cada partezinha do meu corpo implorando por sua volta, por mais que eu saiba que é bem mais fácil ter a paz no oriente médio, do que ter você.
—  Bianca Menezes.
Em você que encontro a força para continuar de cabeça erguida e seguindo em frente, quando tudo desmorona de uma vez é difícil levantar a cabeça e seguir em frente mas encontro em você a força para continuar. Em você, na sua fé, esperança e vontade de vencer.
—  Are you really okay, Charlie?
Ontem a noite no trajeto de volta para casa fiquei observando a lua o caminho todo. E a cada curva que a condução fazia, ela sumia e aparecia novamente a minha vista, cada vez mais linda. Cada vez mais distante e linda, assim como você. E assim como a lua, você está distante, como sempre esteve. E eu sabia que era amor, pois mesmo com toda essa distância, o sentimento não diminuía. Por mais longe que você se encontrava, meu coração ainda pulsava por você e uma parte de mim ainda tinha esperança que você voltasse. E hoje, voltando para casa e com a saudade no peito, olhei para a lua e comecei a chorar. Nunca senti uma sensação tão estranha quanto a saudade, ela aperta o peito tão forte que parece que vai te destruir. É uma vontade desesperada de sair correndo e gritando alto sem ter rumo na vida. Tem dias que eu só queria andar e andar, sem perguntas e seguindo um horizonte que pudesse levar minha dor junto com ela. Eu não saberia dizer onde era o fim da estrada, mas poderia muito bem dizer até onde iria conseguir chegar. E o fim de tudo, é quando você desiste de si mesmo.
—  Ananda Nogueira e K. Shibahara.

TUDO PUTA

Já começam de pequenas na escola mesmo, ao invés de irem estudar iam fazer oq ? Beijar na boca atrás da escola, matar aula para ir pra casa dos amiguinhos oq elas são? Putas! Mas não vcê Juliana. Vcê não ficava se esfregando com meninos, se dava ao respeito. Só namorou de forma decente, na presença de adultos, como se deve. Quando vcê não quis transar com ele, o príncipe terminou furioso. E contou pra todo mundo as baixarias que fazia com vcê. O quê que vcê é Juliana? Puta, claro. Seu nome tá pixado no muro das ruas, que vergonha. Mariana, ainda bem que vcê não é burra como ela, de perder tempo com canalha. Vcê soube escolher né? Namorou seu melhor amigo, perdeu a virgindade com ele, tudo muito lindo e romântico. Até qe engravidou com 15 anos. O que você é Mariana? Uma puta burra. O problema dessas meninas é que não se dão ao respeito, não são como você Carol. Que é da turma, da galera, anda de skate com os brother, ouve rock, ri dessas mina idiota que eles pegam. Ah Carol, mas andar no meio de um monte de homem é coisa do quê? De puta ou lésbica. Só vcê que não sabia? Tá todo mundo falando. Ainda bem que vcê, Aline, não tem tempo pra essas coisas. Nunca vi menina boa assim. Só estuda, só tem amiga menina, frequenta a igreja, vai casar virgem com o primeiro namorado. Só depois de formada. Se depois de casada como o Senhor ordenou vocês quiserem tirar fotos pra apimentar a relação, tudo bem né. Dentro dos laços sagrados de confiança do casamento é diferente, não é como essas piranhas que saem se expondo em público. O moço da assistência técnica achou as fotos e publicou na internet? Você já sabe o que é né Aline? Uma puta!!!. Uma piranha que envergonhou a família ainda por cima. Os amigos do teu pai tão batendo punheta nesse momento com a tua foto Aline. Você é uma puta, que vergonha, nunca imaginei. Antes fosse um muro pichado na adolescência Aline. Você não cai nessa né Fernanda. Imagina tirar foto pelada ou fazer vídeo rs’ Tá pedindo né… Você é mãe de família, nem pensa nessas baixarias. Vive pros filhos e marido nem precisa trabalhar soube escolher um homem bom. Até que depois de 12 anos o casamento desaba. Porque vcê deixou de ser interessante, simplesmente teu marido se apaixonou por outra mais bonita, independente e qe usa batom vermelho coisa qe ele sempre reclamou qe vcê usasse. O motivo não importa. Divorciada e mãe solteira é oq Fernanda? Puta, óbvio! As amigas não vão querer vcê perto dos maridos delas né? Com razão. Se vocês ao menos se espelhassem na Dona Maria, uma viúva de 63 anos de pura dedicação pra família e trabalho qe oj agradece a Deus a morte do marido, pois só vivia sendo espancada. Nunca soube o que era prazer na vida. Acorda às 5 da manhã todos os dias pra trabalhar pra sustentar filhos e netos. E nem tempo pra vaidade ela tem. Mas Maria sabe, a beleza da mulher é a sua virtude né. Mas voltando do trabalho tarde da noite e exausta, Maria foi estuprada. Dona Maria, me dói tanto dizer isso, uma pessoa tão boa… Mas será mesmo qe estava vindo do serviço as 04:00 da madrugada? Mulher que anda essa hora na rua e com esse tipo de jeans é o quê Dona Maria? Puta. Se orienta, tava se oferecendo pro estuprador.
E vcê? É, já foi ou ainda vai ser? Não se espante quando te chamarem de puta todas somos, fomos ou seremos infelizmente essa é a sociedade de merda qe vivemos.
FAÇA OQ TE DER VONTADE NA HORA QE TE DER VONTADE E A VONTADE, pois fazendo ou não, na boca dos hipócritas vcê é, já foi ou será uma puta!!!

eu estaria mentindo pra mim mesma se falasse que não sinto a sua falta.

sim, eu sinto. um pouco todos os dias.

sempre que me permito pensar em você, o meu coração se parte um pouco mais.

a dor não é somente emocional, é física também. eu consigo sentir o meu corpo doendo. eu consigo perceber pequenas falhas na minha respiração.

eu estou seguindo em frente porque sou obrigada a fazer isso, mas ainda estou presa a você de uma forma que vai além de todas as explicações plausíveis.

eu não vou te pedir para voltar. eu não vou ir atrás de você. amor não se implora, mas não posso negar que eu gostaria que você ficasse. não posso negar que eu gostaria que você me ligasse num fim de tarde e me dissesse que sente saudade de nós.

Não importa o quanto sejamos duros. Um trauma sempre deixa uma cicatriz. Nos segue por toda a parte. Muda as nossas vidas. Um trauma arruína todo mundo, mas talvez seja essa a razão. Toda a dor e o medo, e todo o resto…Talvez passar por tudo isso é o que nos mantém seguindo em frente. É o que nos empurra. Talvez tenhamos que nos ferrar um pouco antes de podermos nos dar bem.
—  Grey’s Anatomy.
A ideia de deixar tudo para trás, sair por aí sem rumo, conhecer novas pessoas, sempre me foi muito sedutora. Deixar um pouco de mim, levar um pouco de alguém, sem apego nenhum. Sem medo algum de se machucar. Mudar de hábitos deve servir para algo como dar um tempo pra evitar expectativas desnecessárias. Na verdade eu estou em uma vibe de só pensar em mim; Quero deixar para trás tudo que me faz mal, tudo que me atormenta, tudo que me apavora, e essa ideia de começar em um lugar novo, com novas pessoas, novos hábitos, um novo lar, me enche de esperança. Talvez seja essa minha melhor opção, talvez seja esse meu destino; E eu estou disposta a tentar. Seguir meu caminho, e haja o que houver continuar seguindo sem olha para trás, pensando sempre na minha felicidade. Pode ser egoísmo de minha parte, mas, nesse momento, quero passar meus ideais e vontades na frente de tudo. Quero ser livre e viver conforme eu quero, sem dar explicações de nada. Não quero me prender em nada, apenas ser livre é o que eu quero, mas talvez me dê vontade de me apaixonar e querer ser amada e amar alguém, de abraçar e ser abraçada, talvez amar não seja uma coisa tão ruim assim, vamos viver.
—  Escrito por Juliana, Nathane, Bianca e Isadora G. em Julietário.
Queria poder te dizer que não estou bem, nada vai legal, mas não consigo. Não quero implorar sua atenção, meio que te obrigar a me notar. Vou seguindo com o conforto de pelo menos um “oi” seu e que o tempo faça sua parte, pois a minha já venho fazendo.
—  One crush, only.