sabetudo

Eu te desejo sorte

Seus olhos são tão pequenos
Minha grande menina
Você se olha no espelho
Mas não se vê
Seus sonhos são tão gigantes
Quanto sua crença nas pessoas
E sabe
Tudo bem
A empatia é tão importante pra você
Quanto o ar é pra mim
E você também
Mesmo que eu não veja seu sorriso
Ou suas lágrimas
Você é incrível do seu jeito de ser
Ganhastes o meu coração
Antes mesmo da minha atenção
Você toca as pessoas sem perceber
Você enxerga à todos
Como uma visão periférica das coisas
A sua atenção é do mundo
E mesmo distante de mim
Eu não paro de pensar em ti
Como esquecer a perfeita imperfeição das coisas?
Como esquecer o corpo que te marcou da melhor forma possível?
Como esquecer a pessoa que sem te tocar, chegou ao mais profundo da sua alma?
Eu te desejo sorte
E que o seu destino seja tão belo quanto você
Talvez o acaso nos apareça novamente
E eu te amarei de novo
Como aquelas 7 primeiras vezes
Afinal
Não há como negar ser sentido
Por pequenos momentos
Que te marcaram a cada passo vívido.

E lá vem ele dizer que meu cabelo sujo tem cheiro bom. E que já que eu não liguei e não atendi, ele foi dormir. E que segurar minha mão já basta. E que viajar sem mim é um final de semana nulo. E que tudo bem se eu só quiser ficar lendo e não abrir a boca. Com tanto potencial pra acabar com a minha vida, sabe o que ele quer? Me fazer feliz. Olha que desgraça. O moço quer me fazer feliz. E acabar com a maravilhosa sensação de ser miserável. E tirar de mim a única coisa que sei fazer direito nessa vida que é sofrer. Anos de aprimoramento e ele quer mudar todo o esquema. O moço quer me fazer feliz. Veja se pode…
—  Tati Bernardi