sabedorias3

Tem vezes que a gente sente falta do amor. Não falta de amar, mas falta daquele amor feliz, sabe? Que deixa o dia mais límpido, a noite mais clara, os olhares verdadeiros e os sorrisos menos forçados. Amor entre as pessoas, mas de forma verdadeira. Aliás, sinto falta do amor verdadeiro. Aquele que te dá forças para levantar todos os dias, e não aquele que te faz querer ficar na cama. Que substitui lágrimas por sorrisos, e não sorrisos por lágrimas. (amigodoacaso) & (JPB)

Me machuca sabe? A falta de importância que algumas pessoas dão para mim, com o que estou sentindo. Enquanto as palavras delas dizem que me amam, as atitudes contrariam. E cada falta de atitude é uma decepção, uma marca que fica aqui dizendo que estou me iludindo. E o pior é que sou obrigado a ficar em silêncio, apenas me conformando. Até porque, como já lhes disse várias vezes, não gosto de cobrar o que deve ser espontâneo. A espontaneidade é um sinal de que aquilo é verdadeiro. E eu não sinto mais isso. É como se tudo, realmente não existisse. E o pior, é que quando as atitudes se tornam presentes, é de forma forçada. Cansei, sabe? De me iludir tanto com palavras, enquanto a falta de atitude está ali, tentando me dizer a verdade. João Pedro Bueno (sabedorias)

Eu fiquei esse tempo todo tentando entender os motivos para a gente ter se afastado tanto. Tentando encontrar as razões pelas quais a gente se distanciou, pelas quais a gente parou de conversar e se considerar da mesma maneira. Eu ainda não sei bem. A gente se falava todos os dias, não faltava assunto, não faltava motivos pra discussões, pra risadas e sorrisos. A gente se divertia tanto juntos. Mas de todos os dias, foi passando pra um dia sim, outro não… Até que chegou ao ponto que estamos agora. Sem trocar sequer uma palavra com o outro. Passei a ser mais uma simples pessoa na sua lista de contatos, mais um simples livro lido na sua estante. Eu cheguei muitas vezes a tentar correr atrás, mas por que eu faria isso, se você mesmo não demonstra se importar? É tão complicado e confuso. Tão… inexplicável. As pessoas perguntam o que aconteceu entre nós dois, e eu realmente não sei responder. E se tento dizer alguma coisa, me sinto um idiota. Eu queria que tudo fosse como antes. Eu tentei encontrar forças pra tentar reconstruir tudo que a gente perdeu, mas não dá. Não mais. O por quê? Eu não sei. E se eu pudesse te dizer alguma coisa hoje, seria o que o meu coração diz todos os dias: Eu sinto sua falta. João Pedro Bueno (sabedorias)

Eu já perdi a conta de quantas foram as pessoas que me deixaram. A maioria delas foi sem explicação, e algumas, até mesmo sem nenhuma razão. Será o tempo o culpado disso? Ou será apenas eu? Eu ainda me lembro dos momentos que vivi com cada uma. É claro que não estou totalmente sozinho, depois que elas me deixaram, eu fiz novas amizades. Mas eu tenho medo. Medo de que essas novas pessoas façam o mesmo comigo. E às vezes eu me pergunto: Será que um dia vai entrar na minha vida uma pessoa que consiga permanecer nela até morrermos? O pior, é que eu me apego à maioria das pessoas. Me apego à pessoas que não dão a mínima para mim. E talvez, por causa disso, algumas não me deixaram. Na verdade, algumas pessoas nunca estiveram realmente comigo. (Sabedorias)

Eles conversavam todos os dias. Além de namorados, eram melhores amigos. No computador chegavam a ignorar todo o resto, só para um poder dar mais atenção ao outro. Todos os dias eles se falavam por telefone, só para ouvir a voz um do outro, ou então pra dizer um eu te amo verdadeiro.

Ele a amava mais que tudo, e ela dizia amá-lo da mesma maneira. Mas o tempo foi passando, e as coisas foram mudando. Não precisou de muito tempo. Na verdade, precisou de muito pouco. O que antes era uma ligação no celular, hoje era uma sms ignorada, um eu te amo não correspondido, palavras ditas em vão, perguntas sem respostas.

E ele ficava se perguntando onde estavam aquelas demonstrações todas, onde estava todo aquele tempo que ela tirava pra passar ao lado dele. Onde estava a importância que ele tinha pra ela. Por que as pessoas mudam tanto? Por que tudo muda de repente? Ele queria entender. Ele queria entender por quê do nada ficou desinteressante para ela. E quanto mais ele se perguntava onde errou, menos achava a resposta.

Mas ele não queria desistir assim, tão cedo. Corria atrás de ter aquela garota doce, que dava a devida atenção pra ele de volta. Ele corria atrás daquela garota que ainda se importava com ele. Ele a queria de volta. Mas quanto mais corria atrás, mais quebrava a cara.

Ele estava com a relação dos dois na palma da mão. Era como uma granada, se ele soltasse, ela não fazia questão de segurar. Tudo agora dependia dele. E o que antes era:

- Oi, meu amor. Como você está?

- Oi, minha vida. Estou ótima, melhor agora, e você?

Hoje estava sendo:

- Oi, tudo bem?

- Oi. Tudo.

E dói, não é? Perder as pessoas que você ama porque elas simplesmente se cansaram de você.

João Pedro Bueno (sabedorias)

Sinceramente, eu não esperava que você fosse me conquistar assim, de forma tão rápida. Eu não esperava que fosse fazer tanta diferença na minha vida quanto está fazendo. Eu não esperava que minha vida virasse o que é hoje, em tão pouco tempo, e por um único motivo: você. Você não faz parte do meu passado, mas é meu presente e futuro. Eu já criei sonhos contigo, imaginei momentos que quero viver com você. Já fazia algum tempo tempo que não olhava a vida com o olhar de agora. Observar as nuvens passando e desejar que um dia a gente as observe juntos num gramado. Sentir a brisa passar e ter vontade de que ela seja a sua respiração soprando no meu rosto. Abraçar uma almofada e imaginar que ela é você. E sabe, o passado me perturba às vezes, mas não mais como antes, e sim de uma forma diferente. Daquela forma que eu olho pra trás e percebo que tudo aquilo foi apenas um preparo para o que estou vivendo hoje. De uma forma a qual me arrependo de não ter feito tudo isso antes. Mas dizem que tudo que se incia rápido, acaba rápido, não é? E nós vamos provar, juntos, que essa teoria está errada. E por hoje eu só quero te agradecer por ter entrado na minha vida, por ter dado sentido em tudo de uma maneira que eu já estava sentindo falta. João Pedro Bueno (sabedorias)

Existem tantas coisas intensas aqui dentro, mas posso sentir algumas morrendo aos poucos. É como se, de repente, elas fossem perdendo o sentido. É como se o tempo fosse matando aquilo que não foi feito para ser eterno. Mas dizem que as melhores coisas duram pouco, não é mesmo? E são justamente essas coisas passageiras que fazem falta quando se vão. (JPB)

Posso ser sincero? Eu estou pouco me fodendo se isso vai ficar clichê ou não, é o que eu estou sentindo, e, de certa forma, preciso botar tudo isso pra fora. Na boa? Eu não estou bem. Eu costumo achar que eu estou, quando na verdade está tudo de pernas pro ar. Tem muita coisa me machucando, e eu aqui, só ignorando. Estou sentindo as pessoas se afastarem de mim, estou sentindo a indiferença que faço na vida de quem mais amo. Tem muita coisa pequena tentando destruir o meu humor. Preocupações… É tanta coisa que às vezes dá vontade de desistir de tudo, de começar do zero. Sabe? Dar um basta em tudo que for possível, e reconstruir minha vida, tentando, dessa vez, organizá-la. Estou cansado de tanta gente me julgando sem ao menos saber o que se passa aqui dentro, de tanta gente me criticando. Estou cansado de aturar coisas que ninguém aturaria. É desaforo demais para engolir. E minha frieza só vem aumentando cada vez mais por conta disso. E não é legal ter que ser frio, ter que mostrar que você é forte. Machuca também, apesar de ser menos. Eu não sei mais o que fazer. Não consigo mais encontrar saída para tantas feridas incuráveisJoão Pedro Bueno (sabedorias)

Um dia você vai se dar conta do quanto eu te amei, do quanto eu valorizei o nosso amor, do quanto eu merecia que você correspondesse da mesma maneira. Um dia você vai olhar pra trás e dessa vez quem vai valorizar será você. Eu quero que você se arrependa por ter aberto mão de tudo na primeira dificuldade. Será que um dia você vai entender que, no seu lugar, eu teria aguentado tudo por nós dois? No seu lugar, eu teria feito diferente, eu teria dado mais uma chance, mais duas, três ou quem sabe quatro. Porque o que tem aqui dentro vale mais do que os problemas de um casal apaixonado. E hoje eu me pergunto, se depois de tudo, você realmente me amou. E hoje eu duvido de tudo, porque pelas suas atitudes, suas palavras não correspondiam ao seu amor. Mas eu só quero que saiba que ainda continuo me lembrando de ti quando vejo alguém com as suas manias, quando alguém fala do mesmo jeito que você. Mas eu também quero que saiba que, apesar de haver muito de você nas outras pessoas, ninguém seria capaz de te substituir. Porque tudo que tem em você, só faz sentido pra mim se vier diretamente de ti. O tempo passou, e eu ainda tenho saudades de ir dormir sorrindo que nem bobo todos os dias por sua causa. O tempo passou, e eu ainda tenho saudades de ouvir a tua voz falando comigo. O tempo passou e eu continuo lendo suas mensagens antigas no celular, não sabendo se sorrio ou se choro. E o tempo passou, e eu continuo aqui, sentindo falta de nós dois. João Pedro Bueno (sabedorias)

Fiquei sabendo que você está bem. Muito bem, na verdade. Pois é, e pelo visto você não sente a minha falta como eu sinto a sua. Eu fico me perguntando como é que você fez para se esquecer tão rápido, se é que um dia se lembrou. Mas não se preocupe. Já me acostumei com a tua ausência. E se quer saber, também estou muito bem. Ainda dói às vezes, mas nada muito grande. Só não posso me lembrar de nada que eu tenha vivido contigo, pois volto a ter vontade de ser feliz como eu era. Mas fora isso, tudo bem. Ainda estou me conformando com o fim de tudo. Afinal, leva um tempo para a gente aceitar a ausência daquilo que há pouco tempo estava tão presente. Só não se esqueça de mim. Não ligo de você estar bem com o fim, desde que você mostre que o durante tenha valido a pena. E, falando em esquecer, eu vou esquecer o sentimento que tive por ti, mas nunca me esquecerei do que vivemos juntos. Momentos bons, a gente guarda, não é? Mas é como dizem “às vezes sinto falta, às vezes acho que é um alívio estar longe”. João Pedro Bueno (sabedorias)

Estranho, não é? Você conhece pessoas novas, elas se tornam importantes pra você, e quando você percebe elas já são antigas na sua vida. A vida te junta às pessoas, e consquentemente você se apega. Mas de repente, a mesma coisa que te juntou às pessoas, decide te separar delas. Vai contra a sua vontade, contra os seus desejos, mas você não pode fazer nada, a não ser aceitar e sentir falta de tudo. João Pedro Bueno (sabedorias)

Eu vou sentir tanta falta. Das nossas conversas, das suas palavras, das coisas fofas que me dizia. Da sua voz, do seu carinho, dos seus sorrisos… Vou sentir tanta falta de ser especial pra alguém. É saudade, sabe? De tudo, das coisas como elas eram antes. E me lembrando de tudo, eu fico me perguntando se isso vai passar, se eu vou conseguir me esquecer de cada detalhe seu. Tudo bem que me esquecer de você é algo aparentemente impossível, mas dói ter que me lembrar todos os dias de tudo aquilo que te fazia bem, mas que hoje não existe mais. (JPB)

E você me ajuda tanto. Nos teus conselhos, na tua forma de me fazer sentir bem com a minha opinião. Na tua forma de me fazer identificar contigo e saber que você pensa muitas vezes igual a mim, mesmo quando o meu pensamento é o mais diferente possível. Na tua forma de se preocupar e de demonstrar que é uma das pessoas mais verdadeiras que eu pude conhecer. (Sabedorias)

Ei, você aí que se sente sozinho, que não se sente bom o suficiente para as pessoas ficarem para sempre contigo. Calma, e reflita sobre algumas coisas. Acha mesmo que vale a pena ficar chorando por alguém que não te valorizou enquanto estava contigo? Acha mesmo que você perdeu esse alguém? Você não perdeu, a gente não perde aquilo o que nunca teve. Eu sei que é ruim saber disso, mas é a verdade. Pessoas vem e vão, e a gente não pode se sentir culpado por confiar demais nas pessoas erradas, porque a gente nunca sabe quem pode te decepcionar um dia. Você é ótimo, merece muitos amigos, mas amigos que tenham valor. E saiba que esses aí que te deixaram não eram bons o suficiente para você, pois se fossem, eles nunca teriam te deixado. Tente encontrar alguém melhor, alguém que saiba te valorizar, alguém que saiba ver o que você precisa, que entenda o que você sente, e que ficará com você tempo suficiente para você se sentir melhor. Existe muita gente ainda nesse mundo. Não vale a pena se prender a quem já se desprendeu de nós. E lembre-se, qualquer pessoa que você conhecer, que você se apegar, pode te deixar uma hora. Mas vai chegar uma, apenas uma hora, que vai entrar uma pessoa muito, mas muito especial na sua vida, que vai ter a capacidade de entrar nela para nunca mais sair. Só falta você se permitir, se libertar para o que pode te fazer bem, e procurar coisas que te distraiam daquilo o que te faz mal. (Sabedorias)

Nós não somos mais os mesmos. O tempo passou, as coisas mudaram e nós mudamos junto a elas. Crescemos. Amadurecemos. Ou talvez apenas aprendemos com a vida. Aprendemos que certas coisas devem ser deixadas para trás, que certas coisas perdem o sentido com o tempo. Mas crescer dói em certos pontos. Dói ter que deixar no passado coisas tão boas, que você não tinha chegado a pensar que precisaria deixá-las um dia. Às vezes eu ainda me olho como uma criança. É como se fosse difícil me olhar no espelho e conseguir me ver como devo ser visto. Assumir as responsabilidades que a vida nos acrescenta com o tempo. Amadurecer é tão bom, mas ao mesmo tempo tão ruim. Faz tão bem mas ao mesmo tempo tão mal. A gente perde a inocência e muitas coisas no mundo acabam perdendo a graça. E não por escolha nossa, mas por necessidade da vida. A gente não para um segundo de mudar, assim como não paramos um segundo de olhar para o passado e sentir falta de tudo. O modo mágico como víamos o mundo às vezes faz falta. Olhar para o futuro e conseguir enxergar um pouco do que a vida nos reserva machuca. Mas a vida não nos dá escolhas para certas coisas. A gente assiste aquele filme velho que gostávamos tanto, e quando paramos pra pensar, a imagem das pessoas refletida neles não é mais a mesma. E é aí que a gente se dá conta. A gente olha para o lado e nota as diferenças nos outros, e é aí que a gente percebe que aconteceu o mesmo conosco. Analisamos nossas atitudes e percebemos o quanto nossa mente mudou. Mas não importa o quanto eu cresça, sempre vai haver um pouco do meu eu anterior aqui dentro de mim. Não importa o quantos os outros cresçam, sempre vai haver aquele momento em que eu olharei para eles e me lembrarei de como eram antes. João Pedro Bueno (sabedorias)

Queria saber o que você pensa quando alguém fala de mim pra você, ou quando você escuta meu nome. Queria saber como você se sente quando vê alguém com o meu perfume ou com o mesmo jeito que o meu. Eu fico me perguntando se seu coração acelera quando me vê entrando no MSN, ou quando recebe alguma mensagem minha. E eu fico me perguntando se você sente em relação a mim, o mesmo que eu sinto em relação a você. João Pedro Bueno (sabedorias)

Sinceramente, eu já não sei mais por que estou aqui. Não consigo entender a razão de nada, não consigo mais ver sentido nas coisas. É como se tudo estivesse sendo em vão. As palavras, as atitudes. Eu não saio mais do lugar. Cada passo que eu tento dar a frente me leva de volta para trás. Eu fecho os olhos e tento entender por que as coisas têm que ser assim. Imagino como tudo poderia ser diferente, como eu poderia estar seguindo por um bom caminho agora. Como eu poderia estar fazendo algo que fizesse sentido. Mas do jeito que tudo está agora eu me sinto vivendo em vão, passando um tempo em branco. Eu olho ao meu redor e só consigo enxergar o vazio. O vazio que me tira as razões para viver. Não há mais sorrisos, não há mais lágrimas. Há apenas a dúvida do por que estou aqui. João Pedro Bueno (sabedorias)