rolous

Tamo nois aqui de novo… Sabe, eu achei que ia te perder, pra sempre, na moral. Achei… Porque depois do que rolou, não tinha mais nada pra pensar a não ser que eu nunca mais ia ter você nos meus braços, só nos pensamentos. Aconteceu todo aquele b.o com a tua família, depois aconteceu vários problemas comigo… E já me fodia demais não poder te ver como eu via antes, e ainda precisei me ausentar um pouco mais da vida. Fiquei sem falar com você pela internet por muito tempo, o que doeu pra caralho. E o inevitável aos poucos só ia rolando, eu tava realmente te perdendo. Cê não era mais a mina que era no começo, toda essa distancia foi te fazendo ficar diferente. Distancia é foda, jão. Aí aconteceu o momento em que não existia mais eu e você na mema frase, nem no memo verso, muito menos no coração. Tinha mais nada. Só que eu nunca esqueci, nunca te esqueci, afinal, to aqui te contando tudo isso… Já se passaram 2 anos, e eu não esqueci nada, desde o primeiro beijo que te dei, até agora, não esqueci nada que envolveu a gente, tudo tá aqui na memoria. É foda porque alguns dizem que tem coisas que nunca morrem, que a gente nunca esquece, já outros dizem que tudo um dia vai se perder, só demora… Eu tô com os que dizem que as coisas, as memorias, nunca morrem, porque 2 anos é muita coisa, muita parada acontece em 2 anos, muitas alegrias, muitas tristezas, e se memo assim tu não conseguir esquecer o que rolou entre você e alguém na tua vida, em 2 anos, tu tá fodido, porque cê num vai esquecer nunca, pode ter certeza… Mas deixa isso pra lá, a gente tá aqui agora, é isso que importa, eu sempre soube que você tinha nascido pra ser a minha mina, não era possível que não, cê era tudo o que eu precisava pra que o meu coração ficasse batendo, tá ligado? O que tá escrito lá em cima, nada pode destruir, sacou? Pode passar o tempo que for, um dia a gente ia se encontrar, um dia…
É foda que nada disso aconteceu. Só a parte que eu te perdi. Quem sabe o resto não acontece.. o que tá escrito lá em cima, tá escrito!!!
Nada mais é como era antes…………………

- algo-dentro:
- O caos que deixou aquilo que terminou. PT-3.

status/legendas: festa

Originally posted by aphador

love money party ❤💰🎉  (amor dinheiro festa)

party with me, you know it’s gonna be a wild night 🙆😎🍻🎉 (festeje comigo, você sabe que vai ser uma noite selvagem)

fiesta muy loka, com as mina doida  🍻🎉

eu acho que rolou beijo, mas eu nem lembro o nome 🙆

parei, depois dessa juro que parei… só volto amanhã! ✋😂🎉

eu vim pra provocar! 🔥

quando o som começar, ninguém pode parar 👯

te ganhei só no olhar… 😏🙊

eu cheguei e vou dançar, sem hora pra acabar 👯🍻🕘🚫

cheguei na parada, dj solta o tambor! 👊💥

não me procura porque hoje eu quero me perder ✋📵💥

hoje a regra é aproveitar e ser feliz  🍻🎉

perdi meu drink não sei onde foi parar 🍸

na balada brilha tipo fashion week 👊

esse arrocha é pra você que achou que eu tava aqui sofrendo! 🍻😂

eu to solta na balada, aqui o coro ta comendo!!  😏🙊🔥🎉

da meu copo e já era! 🍺

Com risco é mais gostoso…

Sempre gostei bastante de aventuras e essa rolou com um crush que saio a bastante tempo. Como temos horários apertados sempre que sobra tempo marcamos algo e o sexo rola onde estivermos, nesse dia rolou no prédio dele rs rs, calma que eu explico. Primeiro vou me apresentar, sou a Dany, sou magra, tenho seios médios e como faço ballet tenho bunda e pernas bem gostosas que deixam meu “amigo” maluco, o nome dele é Rafael, alto, branco e com barba e dono de um pau delicioso.

Neste dia marcamos de nos encontrar no apartamento onde ele mora com os pais, que deveriam estar na igreja, mas para nossa infelicidade eles não foram. Ao chegar ele foi logo me dando essa má notícia, mas me falou que as escadas do prédio dele eram bem vazias, fiquei com receio, mas a aventura me fez ficar excitada, decidimos subir de elevador até o quinto andar e quando estávamos no terceiro andar do nada o elevador parou e apagou as luzes, de início eu fiquei com medo, mas logo o porteiro ligou para o Rafael e nos comunicou que tinha faltado luz e que o gerador estava com problemas que em pouco tempo ele irá ser consertado e que voltaria ao normal. Ficamos ali nos olhando esperando ate que senti as mãos dele me apertando, tocando nos meus seios por cima da blusa, comecei a ficar excitada e logo fui dar um beijos bem gostoso em sua boca, ficamos nos beijando. Não percebi mas o safado ja tinha tirado o pau pra fora, e colocou minha mão sobre ele, não resisti e fui logo me abaixando e comecei a mamar aquele pau gostoso, podia sentir cada veia daquele pau gostoso enquanto chupava, nossa, ele me puxou e me dou um beijo bem gostoso, me virou e foi logo abaixando meu short e minha calcinha até meu joelho, logo me empinei toda, ja estava molhada e fiquei esperando aquele pau gostoso, mas ele me surpreendeu, pois em vez do pau eu pude sentir a sua boca, que chupava e sugava minha xota, lambendo bem gostoso minha xotinha e meu cuzinho, tentava me controlar mas, os gemidos estavam começando a ficarem altos. Ele subiu e foi lando me penetrando com aquele pau gostoso e começou a meter bem gostoso, podia sentir aquele pau entrando e saindo, nossa, como comecei a gemer alto, ela tapava minha boca, porém quando estava bem gostoso, a energia voltou.

Nos arrumamos e ao chegar no quinto andar fomos direto para as escadas onde não perdi tempo, fui logo abaixando meu short e me virando, dava sentir quão molhada estava, ele não perdeu tempo e foi logo encaixando aquele delicioso cacete em mim, ficamos um tempo em pé metendo ate que meu deu vontade de quicar gostoso naquele pau, ele tirou a camisa e colocou no chão se sentou e eu fui sentando de costas, bom demais poder ir sentando devagar ir controlando o ritmo com que eu subia e descia, quivacava bem gostoso e cada vez mais rápido a medida que ele gemia bem gostoso, me chamando de putinha, puxando meu cabelo, acabei gozando, mas ainda continuava com tesão. Pretendia continuar ali, porém eu tinha gemido um pouco alto (rs rs) na hora que gozei, e com medo de sermos pegos, novamente tivemos que mudar de local.

Dessa vez fomos pra quadra do prédio que estava vazia e escura, tinha uns bancos que aproveitamos pra  continuar nosso sexo, estava louca de tesão e decidimos arriscar ainda mais, tirei meu short e blusa botei em um dos bancos me sentei, botei minha pernas para o alto e ele logo entendeu e veio me chupar bem gostoso, estava enlouquecendo com aquela língua me chupando, lambendo, sugando, dando lambidas bem boas no meu grelinho, enquanto chupava ele ia metendo o dedo na minha xotinha, fazendo um vai e vem bem gostoso, não podia dar em outra, acabei gozando em sua boca. Rafael então me botou em seu colo e começou a me beijar, a morder meu pescoço e a mamar meus seios, mordendo o biquinho enquanto de leve ia me tocando, logo já estava querendo mais pau, então sentei de frente para ele e encaixei aquele pau novamente em minha xota, porém o banco não ajudava, então ele sugeriu eu colocar minhas pernas em seu ombro, nunca tinha feito isso e fiquei impressionada como aquele posição era gostosa(procura uma cadeira para dois kama sutra e irão ver como é) , ele segurava bem gostoso o meu quadril, ficamos assim bastante tempos, ma ele me falou que queria gozar vendo minha bunda.

Apesar de cansada sabia que ele estava merecendo pois tive gozadas bem gostosas, então sentei novamente de costas para ele e comecei a kikar bem gostoso naquele pau que ja dava sinais de que iria gozar fui aumentando a velocidade pois tbm estava sentindo prazer, ele então começou a dar tapas em minha bunda e de vele ia brincando meu cuzinho, não pude resistir e acabei gozando. Ele deu sinais que iria gozar então me virei rapidamente e chupei bem gostoso aquele pau que acabou enchendo bem gostoso em minha boca de gozo, engolir tudinho, nos vestimos e quando ia saindo percebi que outro casal também estava se aproveitando do “prédio” mas isso fica pra outro conto…

Lauren Jauregui beijando a Lucy Vives

[começar o post com essa foto fofa de casalzin]

Sim, isso aconteceu! Sim, eu falei mil vezes aqui neste mesmo tumblr que eu não acreditava em Laucy, que eu achava que elas eram apenas boas amigas de infância, mesmo a Lauren colocando a Lucy como proteção de tela do celular. Eu sou trouxa, me julguem…
Parece que rolou um casamento de um amigo e a Lauren estava lá com a família, e aconteceu o beijo (provavelmente vários beijos ^^) e no dia seguinte a fotografa fez a louca e postou “sem querer”, logo depois ela apagou porém a merda já estava feita.
Castorzinho, também conhecida como Lauren Jauregui, foi praticamente arrastada pelos cabelos ébrios de nárnia, ela foi vista sambando na poça colorida e com direito a mordidinha nos lábios e tudo mais. Logo após a divulgação da foto, começou a infantilidade no twitter, era um monte de sapateeenha surtando, dando RT na foto, outros “fãs” mandando hate, dando unfollow na Lauren, tinha gente com inveja mortal da Lucy (não to dizendo que sou eu, mas tb não disse que não)… O fato é que as coisas que aconteceram logo depois disso me deixam com vergonha alheia de mim mesma (whut?) de participar desse fandom.

Eu cheguei a reblogar a foto aqui no tumblr e no twitter também (@sassymorgado), mas 5 min depois eu parei pra raciocinar e percebi que a Lauren certamente não havia autorizado a divulgação daquela foto, e então eu decidi deletar em respeito a ela.
No mesmo dia um monte de gente veio aqui mandar ask querendo responsabilizar Lauren pq ela supostamente deveria saber que a foto iria vazar, e se ela não quisesse ela não tirasse. Gente, desculpa, mas isso é muito absurdo, eu posso até aceitar que a pessoa que divulgou a foto não sabia quem ela era (muitaaaa gente não sabe mesmo) e fez por engano, sem a intenção… Mas a Lauren é uma pessoa como outra qualquer, e ninguém merece ser arrancado de Nárnia desse jeito, isso é uma coisa que cada pessoa tem o direito de escolher como, quando e SE realmente quer fazer isso. E também não fiquem aí que nem bobos esperando o “textão” de explicação da Lauren, pq ela não deve satisfação a vcs e nem a ninguém, o que ela faz na vida pessoal e sexual dela não diz respeito a nenhum fã, a Lauren não é responsável pelas expectativas que a gente coloca nela, ela não tem obrigação nenhuma de retribuir tamanha loucura. Ahh vcs passam a madrugada acordados votando é? Massa! Ahh vcs shippam chamren desde 2012 é? Poxa que bacaninha migos. Ahhh mas vcs preferem a Camila do que a Lucy? Poxa, escreve um hate sobre isso pra Lauren, acho que ela vai morrer de amores por vc e largar as 2 e ir aí te comer, pq vc é um super fã!
Gente, para! Tá feio…

As coisas são tão absurdas que os fãs viraram “donos” dos ídolos? Eles precisam corresponder as expectativas de vcs sempre, e por causa disso indiretamente vcs realmente passam a controlar a vida deles, os contratos, e “não pode ter namorado, não pode se assumir, não pode isso, não pode aquilo”, tudo para agradar ao público.
Enfim, como eu já disse antes e vou repetir… Eu fico feliz em saber que a Lauren está feliz, espero realmente que esse episódio não atrapalhe a vida dela, que ela consiga passar por cima disso. Hoje eu vi um vídeo dela numa festa, no qual ela parece estar muito bem, e isso pra mim é o suficiente.

[namore com alguém que coloque a sua foto no proteção de tela do celular <3]

[alguém que cuide dos seus bichinhos de pelúcia]

CAMREN MORREU? CAMREN ACABOU MESMO? LAUCY É ARMAÇÃO PRA TIRAR O FOCO DE CAMREN?

Bom, se a Lauren está com a Lucy mesmo, que aparentemente está… Obviamente ela não deve ter mais nada com a Camila. E sim, eu também não entendo a permanência dos olhares apaixonados e tudo mais, e acho que talvez a gente fique mesmo sem saber a verdadeira história por trás de camren…
Também considero bobagem criar teorias sobre quem machucou quem, quem terminou com quem, quem não quis assumir, quem traiu e blá blá blá, pq no final das contas não vai passar de achismo, e tudo que sabemos foi através de contas públicas delas mesmas, onde elas só deixaram transparecer o q elas queriam deixar, e todo mundo sabe quem realmente existem 3 versões da história, a do lado A, a do lado B e a que realmente aconteceu, rs.
Eu não quero ficar louca pensando pq o relacionamento alheio acabou, pq eu malmente sei da minha vida, quanto mais da dos outros.

Quanto a Laucy, eu realmente acho difícil que seja mentira, se quisessem tirar o foco de camren, teríamos a Lauren com mais um roqueirinhO e não com uma outra menina, já que o foco não seria afastar rumores de camren, e sim afastar rumores gays. Pensem bem…
Lembrando que essa é a minha opinião a respeito disso tudo, se vc não concorda me faça um favor e não perca seu tempo pq eu não vou publicar ask com conspirações absurdas.
Respeitem a Lauren gente, se não como fã, mas como ser humano, se coloquem no lugar dela por um instante, e pensem bem antes de encher as redes sociais dela com besteiras.
;)
Sassy

Pagou a cola na prova com uma boa foda

Faço faculdade de administração à noite, e confesso que estudar muito não é o meu forte. Faço porque preciso, e a única coisa que quero é me formar o mais rápido possível, pegar meu canudo e dar o fora. Em função disso, para não sofrer muito nas provas, tenho sempre um esquema de colas no jeito para não passar aperto.

Eu e meu amigo ( Marcos) estamos sempre juntos, e essa aventura rolou com os dois. Tínhamos acabado de fazer uma prova de Estatística muito enroscada, e nosso eficiente sistema de cola havia livrado a nossa cara e também a de uma gatinha da classe chamada Monica.

Monica era uma loirinha com jeito de patricinha com quem eu já sabia que o Marcos havia ficado, e era um tesão de garota. Corpinho em cima, pernas roliças, e uma boca carnuda que devia ser uma loucura chupando um cacete.

No caminho para casa começamos a brincar com ela, dizendo que ela nos devia pelo menos um boquete cada um pela ajuda na prova. Fomos andando pela rua e continuamos com a brincadeira de assédio, cada vez mais apimentada. Aos poucos a Monica foi entrando no jogo. De repente ela soltou:

- “Ok, eu até topo pagar vocês, mas então vocês vão ter que realizar uma fantasia minha também.”. Ficamos um olhando para a cara do outro, surpresos, enquanto ela continuava:

- “Eu pago para os dois juntos. Vocês topam? E tem mais, tem que ser hoje.”

Quase não acreditamos. Estávamos só zoando com ela, e ela havia caído e queria levar a coisa a sério. Na hora resolvemos parar no prédio onde eu moro, que era o primeiro no nosso caminho. Naquele momento, ao menos, me pareceu uma boa idéia.

Entramos no prédio, ainda sem acreditar que aquilo estava acontecendo, e subimos até o meu andar. Descemos uns lances, até um andar em que só tinha pessoas de idade, que com certeza já estariam dormindo aquela hora. Chegamos no andar planejado e ela falou:

- “E ai, quem vai ser o primeiro?”

Marcos, muito mais desinibido do que eu, já abriu sua calça e colocou o pau para fora. Estava mucho, e nós não parávamos de rir da situação. Cheguei a duvidar que a coisa fosse adiante, mas ela ficou uns degraus para baixo e pondo o pau dele na boca começou realmente a chupá-lo.

Comecei a me excitar também com a situação, sentindo um certo orgulho em ver meu pau duro e maior do que o do Marcos. Nunca havia me imaginado numa cena como aquela, assim perto de outro homem. Mas meu orgulho durou pouco. Logo ele foi ficando excitado, e quando ela parou de chupá-lo para vir para o meu lado, levei um susto. O pau dele era enorme, e estava duríssimo. Ela falou:

- “Agora e a sua vez. Deixe eu ver o que vou ganhar.”

Procurei me concentrar na chupeta dela e não olhar para o lado, e realmente ela chupava muito gostoso. Mantinha a cabeça dentro da boca o tempo todo, e batia uma punhetinha muito gostosa. Logo meu pau estava duríssimo e fui me acostumado com a situação.

Sentamos os dois na escada, esquecidos um pouco do lugar e da situação, e ela ajoelhada mamava ora na vara de um, ora na do outro. Aquilo estava ficando bom, e de repente o Marcos falou:

- “Deixa a gente ver os seus peitos.”

- “Você está louco?”, falei. “Pode aparecer alguém.”

A Monica estava vestindo um macacão, e sem dar bola para nós abriu o mesmo, abaixou-o até a cintura e tirou o sutiã, guardando-o na bolsa. Marcos caiu de boca nos peitos dela, enquanto ela ficava mexendo no meu pau. Comecei a alisar o corpo dela, passando a mão da bunda dela, que aliás, era uma delícia. De repente veio a idéia, da parte dela.

- “Algum de vocês tem camisinha? Se tiverem eu dou um pagamento ‘extra’ para vocês. Uma rapidinha, um pouquinho com cada um, que tal?”

- “Aqui não… Se aparecer alguém eu to fudido.”

- “Larga mão de ser bobo… Ela quer dar para gente e você fica ai de bobeira? Arruma logo a porra das camisinhas.”

Sem acreditar que eu estava fazendo aquilo, subi até meu apartamento, e desci com as benditas. Quando cheguei lá quase não acreditei. A Monica já havia acabado de tirar o macacão, e estava peladinha, sentada na escada de pernas abertas, com o Marcos chupando a sua buceta.

- “Vocês estão loucos? Vocês vão me fuder…”

- “Fica quieto… Dá logo essa camisinha.”, disse o Marcos. E já foi encapotando o pau.

Sentei na escada, ao lado da Monica, e ela abriu minha calça e recomeçou a chupar meu pau, que já havia baixado, claro. Marcos partiu para cima dela e começou a comê-la. Eu nunca havia visto uma transa assim de perto, mas a sensação era muito boa. Logo eu estava em ponto de bala novamente. Ela pos a camisinha no meu pau, e continuou me chupando. Mudamos de posição.

O Marcos sentou na escada, ela foi por cima dele, ficando com a bunda para cima. A visão era linda. Ficou mexendo o quadril, fazendo ele entrar e sair dela. Logo parou e veio para cima de mim. Quando ela desceu sobre mim foi uma delícia. Ela ficou um tempo revezando entre nós, até que o Marcos disse para mudar:

- “Fica de quatro, eu quero ver essa bunda gostosa.”

- “Nem vem… Isso não está no ‘preço’.”, ela disse, mas pelo tom me pareceu mais charme do que outra coisa.

Não liguei muito porque não sou chegado em sexo anal, embora a bundinha dela fosse realmente tentadora. De qualquer jeito, o Marcos não se deu por vencido.

- “Ora, o Rubão (professor de Estatística) ia mesmo por na sua bunda com aquela prova… Nada mais justo do que nós desfrutarmos disso no lugar dele.”

Não sei se ele estava falando sério, mas eu também queria pegar ela de quatro. Começamos a nos revezar na foda, como antes, e ela parecia estar adorando. A bundinha dela era muito gostosa, durinha. Marcos deu uma cuspida na bunda dela, e começou a lubrificar o botão dela. Duvidei que ele fosse conseguir enfiar aquilo tudo ali. Mas ele tentou,

Tirou o pau de dentro dela, que estava duríssimo, encostou a cabeçorra no buraquinho e começou a empurrar. Ela gemeu mais alto do que devia, e ouvimos barulho. Paramos os três, até de respirar, por um tempo que pareceu uma eternidade. Marcos recomeçou. Ela reclamou de novo. Ela resolveu mudar as coisas. Falou para ele ficar por baixo, sentado, e foi sentando no colo dele. Logo, por incrível que parecesse, ele estava todo dentro dela. Ela me chamou:

- “Vem, eu quero dar para os dois ao mesmo tempo…”

A idéia de ficar roçando meu saco com outro homem não me agradou nem um pouco, mas eu encarei. Entrei nela, em uma situação que me pareceu super esquisita. Ficamos um pouco assim, mas não estava legal. Marcos reclamou que não conseguia se mexer, então mudamos. Eu fiquei embaixo, ela no meio de nós dois, de frente para mim e com a bunda para cima, e o Marcos por cima dela, enrabando-a. Ele parecia ser o que estava se divertindo mais, quando ouvimos uma porta abrir .

- “Agora fudeu tudo, pensei…”

Não tínhamos como nos mexer, para não fazer barulho. Ficamos ali, os três engatados, ouvindo alguém falar sobre barulho nas escadas. Senti que o Marcos recomeçou a se mexer. Ele punha e tirava quase nada, parecia um centímetro só, mas aquilo foi excitando a Monica. Ele continuava empurrando na bunda dela e tirando, quase nada, inteiro ali, e ela ficando cada vez mais arrepiada. Fechou os olhos, mordeu os lábios e, quando, quase por mágica, ouvimos a porta acima de nós fechar.

Não sei se foi por tesão ou por alívio, mas a Monica gozou naquela hora. Marcos falou que também queria gozar e falou para ela virar. Ela ficou de barriga para cima, com as pernas abertas. Ele deitou no meio, deu uma bombadas vigorosas por uns dois minutos e saindo de dentro dela, arrancou a camisinha e deu um verdadeiro banho de porra nela, nos seios e barriga, e acertando até o rosto dela.

Rindo, ela virou para mim e disse que iria me chupar até eu gozar. Fiquei sentado na escada, e ela meio de quatro me chupando. E como chupava a menina. Mas, de repente, vendo ela ali de quatro, com a bunda para cima, me deu uma súbita vontade.de estrear na arte do sexo anal.

- “Vou comer seu cuzinho.”

- “Hummmm… demorou… Mas vai com calma, garanhão.“

Ela ficou como estava, de quatro na escada, e eu fui atrás dela, com o pau duríssimo. Aquela visão era demais. Ela ainda brincava, passando o dedo no buraquinho, me provocando.

Encostei e entrei fácil. O Marcos já havia aberto o caminho, mas ainda assim era muito gostoso. Segurei-a pela cintura e comecei a bombar e enfiar sem dó. Que tesão. Nossos corpos batiam, fazendo um barulhoso perigosamente alto, mas já não ligávamos. Finalmente senti que iria gozar, e falei para ela virar. Arranquei a camisinha e indo por cima dela coloquei meu pau na sua boca. Ela mordeu-o e eu, em segundos, explodi em sua boca.

Cai prostrado para o lado

- “Puta que pariu, essa prova me saiu caro, hoje.”, disse ela sorrindo

Nos vestimos, fomos la para fora esperar a carona dela, a quem ela tinha chamado, Marcos foi embora, e eu fui para casa. Foi muito bom, e nos demos muito bem nas provas 

  • Enviado ao Te Contos  
Eu sabia que algo ia acontecer. Estava tudo indo bem entre nós, mas você resolveu fazer o nosso laço, em nó. Eu não sei o que rolou, não faz nem 1 mês, que a gente ficou. E tudo desandou. Devo me preocupar comigo? Você quis fazer meu coração de abrigo. Mas fugiu na primeira oportunidade. Ainda bem que não me apaixonei. Eu me esquivei. Mas, queria ter levado isso em frente. Você sabe, contigo eu iria pra qualquer lugar. Mesmo que fosse pra fazer o que eu tenho medo. Mesmo que fosse pra voar. Mas, fica combinado assim então. Eu fico na minha e você na sua. Mas como diz a Ana Carolina: “Em qual rua, minha vida vai encostar na tua?”. Eu preciso saber, pra correr de você. Fica bem. Porque eu já passei por piores tombos que esse, meu bem.
—  E agora nós?
Até agora não entendi direito o que rolou. Foi cada um para um lado, acabou. E pior que eu sinto falta do beijo. Eu sinto a sua falta, amor. Pior que eu sinto falta do cheiro, seus olhos, do seu jeito, do calor. Não esqueço, quase me enlouqueço quando eu lembro do fim de semana, a gente se beijava até de madrugada… E quando acordava, ainda te via sorrindo na cama, você de palhaçada, me descabelava. E me segurava, como sempre, fazendo cosquinhas. E outra vez a gente se amava, o tempo passava e depois ficava de conchinha. Eu adoro esse seu carinho, sua cara de santinho que não vale nada. Me sentia bem no paraíso, olhando esse teu sorriso lindo já me atentava… Que saudade de nós.
—  Pior que eu sinto falta
Com risco é mais gostoso

Sempre gostei bastante de aventuras e essa rolou com um crush que saio a bastante tempo. Como temos horários apertados sempre que sobra tempo marcamos algo e o sexo rola onde estivermos, nesse dia rolou no prédio dele rs rs, calma que eu explico. Primeiro vou me apresentar, sou a Dany, sou magra, tenho seios médios e como faço ballet tenho bunda e pernas bem gostosas que deixam meu “amigo” maluco, o nome dele é Rafael, alto, branco e com barba e dono de um pau delicioso.

Neste dia marcamos de nos encontrar no apartamento onde ele mora com os pais, que deveriam estar na igreja, mas para nossa infelicidade eles não foram. Ao chegar ele foi logo me dando essa má notícia, mas me falou que as escadas do prédio dele eram bem vazias, fiquei com receio, mas a aventura me fez ficar excitada, decidimos subir de elevador até o quinto andar e quando estávamos no terceiro andar do nada o elevador parou e apagou as luzes, de início eu fiquei com medo, mas logo o porteiro ligou para o Rafael e nos comunicou que tinha faltado luz e que o gerador estava com problemas que em pouco tempo ele irá ser consertado e que voltaria ao normal. 

Ficamos ali nos olhando esperando ate que senti as mãos dele me apertando, tocando nos meus seios por cima da blusa, comecei a ficar excitada e logo fui dar um beijos bem gostoso em sua boca, ficamos nos beijando. Não percebi mas o safado ja tinha tirado o pau pra fora, e colocou minha mão sobre ele, não resisti e fui logo me abaixando e comecei a mamar aquele pau gostoso, podia sentir cada veia daquele pau gostoso enquanto chupava, nossa, ele me puxou e me dou um beijo bem gostoso, me virou e foi logo abaixando meu short e minha calcinha até meu joelho, logo me empinei toda, ja estava molhada e fiquei esperando aquele pau gostoso, mas ele me surpreendeu, pois em vez do pau eu pude sentir a sua boca, que chupava e sugava minha xota, lambendo bem gostoso minha xotinha e meu cuzinho, tentava me controlar mas, os gemidos estavam começando a ficarem altos. Ele subiu e foi lago me penetrando com aquele pau gostoso e começou a meter bem gostoso, podia sentir aquele pau entrando e saindo, nossa, como comecei a gemer alto, ela tapava minha boca, porém quando estava bem gostoso, a energia voltou.

Nos arrumamos e ao chegar no quinto andar fomos direto para as escadas onde não perdi tempo, fui logo abaixando meu short e me virando, dava sentir quão molhada estava, ele não perdeu tempo e foi logo encaixando aquele delicioso cacete em mim, ficamos um tempo em pé metendo ate que meu deu vontade de quicar gostoso naquele pau, ele tirou a camisa e colocou no chão se sentou e eu fui sentando de costas, bom demais poder ir sentando devagar ir controlando o ritmo com que eu subia e descia, quicacava bem gostoso e cada vez mais rápido a medida que ele gemia bem gostoso, me chamando de putinha, puxando meu cabelo, acabei gozando, mas ainda continuava com tesão. Pretendia continuar ali, porém eu tinha gemido um pouco alto (rs rs) na hora que gozei, e com medo de sermos pegos, novamente tivemos que mudar de local.

Dessa vez fomos pra quadra do prédio que estava vazia e escura, tinha uns bancos que aproveitamos pra  continuar nosso sexo, estava louca de tesão e decidimos arriscar ainda mais, tirei meu short e blusa botei em um dos bancos me sentei, botei minha pernas para o alto e ele logo entendeu e veio me chupar bem gostoso, estava enlouquecendo com aquela língua me chupando, lambendo, sugando, dando lambidas bem boas no meu grelinho, enquanto chupava ele ia metendo o dedo na minha xotinha, fazendo um vai e vem bem gostoso, não podia dar em outra, acabei gozando em sua boca. 

Rafael então me botou em seu colo e começou a me beijar, a morder meu pescoço e a mamar meus seios, mordendo o biquinho enquanto de leve ia me tocando, logo já estava querendo mais pau, então sentei de frente para ele e encaixei aquele pau novamente em minha xota, porém o banco não ajudava, então ele sugeriu eu colocar minhas pernas em seu ombro, nunca tinha feito isso e fiquei impressionada como aquele posição era gostosa (procura uma cadeira para dois kama sutra e irão ver como é), ele segurava bem gostoso o meu quadril, ficamos assim bastante tempos, ma ele me falou que queria gozar vendo minha bunda. 

Apesar de cansada sabia que ele estava merecendo pois tive gozadas bem gostosas, então sentei novamente de costas para ele e comecei a kikar bem gostoso naquele pau que ja dava sinais de que iria gozar fui aumentando a velocidade pois tbm estava sentindo prazer, ele então começou a dar tapas em minha bunda e de vele ia brincando meu cuzinho, não pude resistir e acabei gozando. Ele deu sinais que iria gozar então me virei rapidamente e chupei bem gostoso aquele pau que acabou enchendo bem gostoso em minha boca de gozo, engolir tudinho, nos vestimos e quando ia saindo percebi que outro casal também estava se aproveitando do “prédio” mas isso fica pra outro conto…

• Ele não tem noção do quanto ele é lindo 🎶😍


• Oque importa é ficar do seu lado 🎶👫


• To aplaudindo a sua coragem de me ligar 🎶👏


• É, e na hora que eu te beijei foi melhor que eu imaginei 🎶😍


• Minhas indiretas, tão diretas. Eu senti saudades e não te falei 🎶😶


• O amor andava do meu lado e eu não abracei. 🎶😑


• Sabe, ainda sinto um frio na barriga como antigamente. Coração quase sai pela boca 🎶😪


• Mas e aí? Que foi aquilo ontem à noite, hein? Recaída, um deslize, né? Bagunçou a minha cama e o que é que tem? 🎶😏


• Fala a verdade aí. Assume que eu já virei amor 🎶😝


• Mas que sorriso é esse que cê tem 🎶🙈


• Se eu não tivesse te encontrado eu juro que te procurava de novo 🎶❤


• E acabou me apaixonei por outro e não é mais segredo 🎶😘


• Até que a gente mais ou menos se gostava 🎶😁


• Quase um casal, quase que rolou um sentimento 🎶😪


• Você ainda é o mesmo do ano passado 🎶😆


• Te ver falando assim pra mim é engraçado 🎶☺


• Ainda continua com a mesma cara de apaixonado 🎶🙊