revias

Passou uma mão pelos cabelos, estressado. Revia suas anotações tantas vezes que ela já as tinhas decoradas, mas saber palavra por palavra ainda não era suficiente, ele olhou para o caldeirão tentando achar o que estava errado. Talvez se encarasse a poção por tempo o suficiente ela mostraria qual era o detalhe minúsculo que estava causando sua mudança de cor não planejada. Seu objetivo era desvendar aquilo sozinho, afinal, entregaria aquilo como um pequeno crédito extra para compensar as faltas de quando voltou das férias ainda desacostumado aos horários normais. Ele desistiu de encarar a poção para olhar para cima ganhar uma pessoa em seu campo de visão. — Se você veio aqui soltar a sua opinião sobre essa poção, eu vou ter que te avisar antes que eu tenho uma faca afiada, nenhum medo de cortar uma vadia e zero paciência para comentários.