quots

E eu te olhei tantas vezes implorando. Não morre, por favor, seja ele, seja o homem que perde um segundo de ar quando me vê. Mas você nunca mais me olhou quase chorando, você nunca mais se emocionou, nem a mim. Você nunca mais pegou na minha mão e me fez sentir segura. Nunca mais falou a coisa mais errada do mundo e fez o mundo valer a pena. Eu treinei viver sem você, eu treinei porque você sempre achou um absurdo o tanto que eu precisava de você para estar feliz. De tanto treinar acostumei. E cadê a inspiração? Foi embora junto com a minha pureza, a minha crença, a minha fidelidade
—  Tati Bernardi.
È stato un momento d'impatto, come se in un solo sguardo i ricordi fossero esplosi nella mente per dirci che ci meritavamo di ricominciare da capo
—  scrivoperanestetizzaretutto

Relendo Êxodo, grifei uns versículos que me chamaram a atenção, na época da construção da arca da aliança, da tenda da congregação, etc. “Disse mais o Senhor a Moisés: Eis que chamei pelo nome a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do Espírito de Deus, de habilidade, de inteligência, e de conhecimento, em todo artifício, para elaborar desenhos e trabalhar em ouro, em prata, em bronze, para lapidação de pedras de engaste, para entalho de madeiras, para toda sorte de lavores.” Ex 31.1-5 “Chamei pelo nome”, notamos como cada membro do povo de Deus é conhecido por Ele, pelo Bom Pastor [Jo 10.14], e como cada um tem uma vocação distinta, única. “Enchi do Espírito de Deus”, notável também que a habilidade, a inteligência, conhecimento e artifício, ou seja, dons e também perícia técnica vem do Senhor, que distribui a cada um segundo Lhe apraz. Ou seja, cada parte do Corpo desempenha uma importante função, dada por Ele, no objetivo de glorifica-Lo.

Supererogatory

Adjective

[soo-per-uh-rog-uh-tawr-ee, -tohr-ee] 

1. going beyond the requirements of duty.

2. greater than that required or needed; superfluous.

Origin:
Supererogatory comes from Latin supererogare, “to spend over and above,” from super, “over, above” + erogare, “to ask for,” from e-, “out” + rogare, “to ask, to request.”

“But you are always given to surprise me with abundant kindness–with supererogatory kindness. I believe in that, certainly.”
- Elizabeth Barrett Browning, Elizabeth Barrett Browning to H. S. Boyd, August 14, 1844

Se doeu em você, imagina em mim, se foi difícil pra você, imagina pra mim, então não me venha com três frases fofas modificadas de um texto qualquer, pensando que vai despertar em mim o que você matou a tanto tempo.
—  Thaís Ziberman.