quotesfp

Eu não aguentei, chorei muito, coloquei tudo que me sufocava para fora. Não por mim, mas pelo meu coração, pois ele não aguentava mais de tanta agustia. Ser forte o tempo inteiro não dá. Até ter motivos que te tranque novamente.
—  Isabele.
É incrível. Eu sempre consigo estragar as coisas, sempre faço com que se afastem de mim. Me esqueço do mundo e das pessoas, me desligo totalmente da realidade. Não dou o devido valor ao que tenho ou ao que perco. Esqueço de viver, de amar. Sabe o que é não sentir nada? Então, eu não sinto nada já faz um bom tempo. Decepcionei as pessoas que amo, deixei de ouvi-las, deixei de me ouvir. É como se aquele tal coração que batia aqui dentro, estivesse parado de vez, é como se tivesse se quebrado em milhares de pedacinhos. Mas sabe o que é mais estranho? Não sinto dor, não sinto saudades,nem raiva e muito menos amor. Me sinto sozinha e o pior de tudo, não me sinto viva, como se o “eu” que vivia dentro de mim deixasse de existir.
—  Isabele.
Não sou para todos. Gosto muito do meu ‘mundinho’. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestades. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele, não estão por acaso. São necessárias.
—  Isabele.
Sempre me senti diferente dos outros. Não mais bonita, não mais inteligente, não mais especial, não mais esperta, não mais maluca, não mais legal, apenas diferente. Sou diferente na forma de sentir, tudo que me toca, me toca fundo. Tudo que me alegra, me alegra muito. Tudo que me dói, dói forte, corta. Nunca tive muitos freios em matéria de sentimento.
—  Clarisse Corrêa.