quero te ver de novo

Por mais difícil que as coisas estejam, eu compreendo você por pensar assim, que nada mais dará certo, devido aos motivos que você tem guardados no coração. As respostas estão dentro de nós. Temos que nos permitir descobrir, fazer por onde enxergar onde já não se tem mais brilho. Até mesmo uma estrela fosca é capaz de brilhar, sabe por quê? Porque ela está junto de outras que possuem brilho, luz…e que acolhem e a envoltam no meio da imensidão. Isso faz com que ela não se apague por completo, pois ainda há luz ao seu redor…Ainda há pessoas ao seu redor que doariam parte de si para te ver brilhar de novo. Eu sou uma delas. Quero que não perca o brilho na vida e nem a capacidade de sonhar. Se algo não tem dado certo para você, agradeça assim mesmo, porque é Deus agindo e preparando algo melhor. Lembra disso por favor.
—  Para alguém especial.

faltam dezenove horas para eu te ver de novo e já calculei tudo que quero falar, mas não se assuste se de meus lábios saírem coisas sem sentido.

[não há sentido quando é sobre você]

a previsão é de chuva e não me surpreendo com isso, nossa história e encontros são cercados de desastres e eu não repararia no céu cair enquanto confronto teus olhos medrosos.

não tenho medo de você.

queria poder te tocar sem que desperte em mim o que te mata, você tem medo disso?
poderia te amar sem alarde.
eu posso.

você me desenha escondida como te escondo em meus versos?
você consegue sentir quando está em minha mente?

talvez eu diga como amo teu cheiro,
teu cabelo bagunçado,
tua magreza torta,
teus sinais vermelhos,
as pontas dos teus dedos,
e como eu sofreria se elas não mais me tocarem.

talvez eu não diga nada.

até mais tarde.

Imagine - Harry Styles

Oi gente! tudo bem com vocês? Espero que gostem do imagine! Beijos

Pedido: Oiii você poderia fazer uma imagine com o Harry em que S/N e o Harry eram amigos de infância mas ele acaba tendo que ir embora e por Harry estar trabalhando na carreira eles perdem o contato . Aí acontece várias coisas ruins na vida dela , os pais morrem e tals e ela fica sozinha . Mas um dia eles se reencontram e ela não queria muito se reaproximar dele pq tem medo que ele vá embora dnovo , mas no final eles acabam ficando juntos? Bem dramático .


- Como será daqui para frente? – Eu perguntei a Harry ao velo segurar minha mão.

- Vamos ficar juntos o máximo possível. – Ele sorriu e deu um beijo na minha testa. – Já passamos por tanta coisa… não vai ser a formatura que vai nos afastar.

- Mas vamos para faculdades diferentes. – Digo. Estava parecendo uma resmungona birrenta.

- Mas, elas só ficam a uma hora de distância. E vamos nos ver nos feriados pois voltaremos para casa.

- Está bem. – Me dei por vencida.

Mas nem tudo foi um mar de rosas. Não nos vimos, nem nos falamos o primeiro mês todinho. Ele havia largado a faculdade dias depois que entrou e tentou seguir sua carreira na música. E adivinhe só? Eu fui completamente esquecida assim eu a banda em que ele cantava começou a fazer sucesso.

Nos feriados ele não voltava para casa. Até que eu desisti de espera-lo ou procura-lo. Simplesmente me esgotei das falsas esperanças que vivia cultivando no meu coração.

E quando achei que nada poderia piorar na minha vida, meus pais falecem. Os dois, em uma facada só. Foi um acidente de carro, culpa do carro que vinha no sentido contrário. Um acidente que seria inevitável.

O enterro foi cruel, pois eu não pude nem os ver mais uma vez.

E, pela primeira vez, em toda minha vida, eu estava sozinha. Não tinha meus pais, Harry ou qualquer outro familiar no país. Não haveria mais nenhuma referência ou motivo para voltar para casa.

A faculdade passou voando e com o seu termino veio uma oportunidade de trabalho incrível; eu havia vendido a casa dos meus pais e me mudado para a capital. Ainda sentia aquele vazio sofrido e um peso enorme sendo empurrado em minhas costas.

Eu havia sido contratada por multe nacional da Europa e vivia presa na minha sala de trabalho. Mas naquele dia, próximo ao final da tarde, veio uma vontade intensa de tomar milk shake. Aqueles do MC Donalds que tem um gostinho único.

Pedi licença ao meu chefe, e fui até a filial que havia sido aberta praticamente ao lado da empresa. O lugar não estava tão cheio e por isso não demorei para fazer o pedido, nem para recebe-lo. Distraída, sai da loja pensando no que faria de janta e se era preciso comprar algo; me lembrei de Nina em casa me esperando, uma gata persa enorme.

- (S/A)? – Ouvi meu nome ser pronunciado em tom baixo. Longe de mim.

Virei minha cabeça tentando encontrar o dono daquela voz distante, encontrado o par de olhos que eu tanto quis olhar, mas agora eu sentia receio em ver.

- (S/A), é você mesmo? – Ele empurrava algumas pessoas até estar ne minha frente.

- É. Sou eu. – Disse engolindo em seco. – Preciso ir. Sinto muito.

Quando eu abaixei a cabeça para continuar andando, sua mão segurou meu braço fazendo com que eu ficasse parada.

- Eu que sinto muito. – Ele falou baixo procurando meus olhos. – Eu, eu soube do que aconteceu. (S/A), por Deus, como você está?

- Você soube o que aconteceu, mas não foi capaz de me procura; incapaz de ligar ou perguntar se seu precisava de ajuda. – Minha voz era fraca, mas meus olhos não marejaram em nenhum momento.

- Eu tentei! Soube que sua casa havia sido vendida e que você havia acabado a faculdade; desde então tudo virou uma incógnita. – Ele passou a mão nos cabelos agora rasos. – Meu celular foi roubado durante um dos meus shows e desde então eu não tive mais notícias suas, até encontrar minha mãe; e ela dizer que você havia perdido os pais e vendido a casa.

- Eu preciso voltar para o meu trabalho. Disse que não demoraria. – Passei por ele que dessa vez não me segurou, mas senti seus olhos me acompanhando, até eu sumir no hall de entrada da empresa.

O abalo emocional que foi ver Harry na minha frente, fez com que eu sentisse toda aquela confusão que eu sentia ao não ter mais notícias dele. Mas obviamente, Harry Styles sumiu mais uma vez.

 

Dias depois

- (S/A), há um rapaz na sua sala, disse que é amigo. Queria muito conversar com você… – Lia, dizia enquanto eu caminhava até a sala.

- Obrigada, Lia. – Sorri e abria a porta. Harry estava lá. Com um buquê na mão e um sorriso tímido nos lábios.

- Você sempre está ocupada demais para ficar na rua por que tem trabalho, então, eu vim até ele. – Harry me estende o buque. – Me perdoa, (S/A)! Por favor. Eu sinto tanto a sua falta. Eu te amo tanto.

- Quem ama não abandona. E foi isso que você fez comigo. Eu fiquei sabendo da sua banda graças a uma coisa chamada internet, por que você não foi capaz de me dizer. Eu me sinto tão substituível; tão desinteressante. Eu sim senti falta de você. Chorei por sentir saudade. Implorei a deus para que me tirasse a dor que eu sentia pelo seu descaso. Eu perdi meus pais, e não tive nem um ombro amigo para poder chorar. – Digo tentando engolir o choro que quer sair, mas Harry já não se segura mais. – Eu não quero mais contar com você, para nem saber o dia que vou te ver de novo. Eu não quero uma amizade assim.

- Eu não quero mais a sua amizade, (S/A). – Suas palavras me fazem arfar. – Eu quero amar você, caramba! Eu estou me sentindo completamente perdido e só com você eu sei que posso me encontrar. (S/N), eu, hoje, te amo de todas as formas possíveis. E me sinto um idiota por não compartilhar com você minhas vitórias e nem poder assistir as suas. Me dá a chance de ao menos tentar fazer o melhor. Te dar o melhor de mim.

- Eu não tenho confiança para tanto.

- Eu faço você ter.

Harry caminha em minha direção e segura meu rosto com suas mãos.

- Me deixa, por favor, te mostrar que aquele cara idiota ficou para trás e tudo que eu quero e te amor como eu já tive oportunidade e não fiz. – Fecho meus olhos e concordo com a cabeça; sinal suficiente para Harry me beijar.

REAÇÃO DO BTS a você bêbada.

Rap Monster (Kim NamJoon): Namjoon não lidava tão bem com bêbados como lidava com suas provocações, por mais que sentisse vontade de jogar tudo pro ar e te tocar como quisesse ele preferia que você estivesse sóbria para isso. Gostava da ideia de que você guardaria cada toque na memória.

“Você é muito maldosa… Espere só o efeito da bebida passar, você vai receber o castigo que merece por me deixar assim.”

Suga (Min YoonGi): Não era segredo para ninguém que você era muito mais animada e disposta que Yoongi, entretanto, bastava dois copos a mais para isso mudar, você ficava completamente calada e observadora. Yoongi não se preocuparia tanto, pois sabia que você não arrumaria confusão (e ele até aproveitaria o momento para te zoar), mas mesmo assim ele te daria uma bronca.

“Eu já disse que não quero você bêbada pelos cantos! Pode ir pro chuveiro logo, (S/N).”

Jungkook (Jeon JungKook): Por mais que estivesse surpreso, Jeon não conseguiria conter a risada ao conhecer o seu eu bêbado, enquanto você era normalmente tranquila, quando bêbada, causava, mesmo que sozinha.

“Eu não posso virar as costas que você já apronta sem mim! Que tipo de namorada é você?”

Jin (Kim SeokJin): Jin ficaria paralisado ao te encontrar na sala, cercada por garrafas e rindo sozinha. Ele não conteria o sorriso ao ouvir você gritar seu nome e correr para seus braços, mas ele não deixaria de estar bravo por te encontrar naquele estado.

“Você anda sendo muito malcriada e irresponsável, baby… Não quero te ver assim de novo, não me faça ficar bravo.”

Jimin (Park JiMin): Jimin tentaria cuidar de você, mas seu lado safado ficava mais aflorado quando bêbada e você não hesitava em provocar seu namorado tentando o beijar ou tocando na leve ereção do Park.

“P-Para com isso, (S/N)! Eu não vou me controlar por muito tempo e se eu fizer qualquer coisa você vai me matar de manhã.”

V (Kim TaeHyung): Ele beberia junto, entretanto, era mais forte para as bebidas do que você e quando percebesse, três ou quatro copos já haviam te virado de ponta cabeça. A bebida te deixava bipolar e carente e enquanto em um momento você estava sobre o corpo de seu namorado, no outro estava chorando perguntando se ele te amava mesmo.

“É claro que eu te amo, sua boba… Acho que você precisa de um banho gelado. ~olha pra baixo~ E eu também…”

J-Hope (Jung HoSeok): Hobi tentaria se divertir também, mas por dentro estaria muito preocupado com você. Você ficava totalmente divertida quando bêbada, ria por tudo e ficava totalmente hiperativa, o que te metia em algumas confusões.

“Vem amor, vamos dançar coreografias de girl group!”

não quero ter que te encarar de novo depois te ver indo embora sem direito a um adeus. não quero ter que experimentar novamente o amargo da saudade e a contagem dos dias que nossos corpos passam sem se cruzar acidentalmente. não quero ter que discar teu número milhares de vezes e apagar todas elas por medo de ligar e outra voz atender. não quero sentir toda aquela dor inflar meu peito de novo, e de novo ter que chorar até eu cansar de sentir e resolver seguir em frente. eu não quero reviver a dor de não te ter por perto mas te ter por dentro. é paradoxal demais até pra mim.

então, por favor, me deixe seguir.
sem ti. sem sentir.

eu só quero lembrar como é ser eu de novo sem precisar carregar tuas lembranças nas costas.

Eu não quero que essa distância estrague tudo, não quero que tudo termine por causa dela. Essa maldita distância nos traz tanta insegurança, nos causa ciúmes por bobeira, etc. Nossa, me faz tanta falta você aqui. Sinto saudade do seu cheiro, do seu beijo, do seu abraço, de você… Sinto falta de tudo. Eu preciso te ver! Não quero esquecer qual é o cheiro, qual o gosto da sua boca, o conforto do seu abraço, não quero esquecer. Volta logo, por favor, pois eu preciso te ver urgentemente. Quero de novo os nossos finais de semana no cinema. Quero novamente nossos lanches que dividimos e que você sempre comia mais do que eu. Quero suas mãos novamente nas minhas. Quero seu corpo no meu. Quero o calor do seu abraço. Quero nossas risadas juntas novamente. Quero olhar nos seus olhos, que são os mais lindos que já vi, e dizer que eu te amo muito e que nunca vou te deixar. Quero ouvir novamente da sua boca que você me ama, não quero ficar só lendo um “eu te amo” por mensagens, eu quero que seja pessoalmente. E essa distância toda está acabando comigo. Eu passo os dias em casa, tento dormir o máximo possível pra ver se o tempo passa mais rápido e eu te encontro logo, ou pelo menos te encontro nos meus sonhos. Mas me diz, meu amor, quando vamos nos ver de novo? Quero contar os meses, as semanas, os dias, as horas e os minutos para te reencontrar, pois só eu sei o tamanho da saudade que está aqui dentro do meu peito.
—  Vem logo, estou com saudades.
O simples pensamento dos meus lábios tocar sua pele, de sentir seu cheiro, bagunçar o seu cabelo. Nunca entendi como o pensamento de estar com alguém pode ser tão atraente, mas eu seria incrivelmente feliz se eu pudesse ter você em meus braços sem limites de tempo.
Você me surpreende de uma forma que eu ainda estou tentando compreender. Eu me pego constantemente pensando em tudo que eu quero dizer e fazer com você na próxima vez que eu te ver e apesar do fato de que as minhas palavras viram uma completa bagunça no momento em que eu te vejo, nunca é como eu planejo, mas é maravilhoso do mesmo jeito.
Amor eu quero que você saiba que nos poucos momentos que não estamos juntos, você esta sempre nos meus pensamentos, mesmo quando preciso me concentrar naquela aula tão chata de matemática, você sabe amor, eu sou péssima em matemática e nessa hora quando o professor está dando uma grande explicação sobre álgebra, meus pensamentos viajam sobre como seu sorriso é lindo e naquele seu suspense ao me contar aquela piada, só o seu jeito de contar gesticulando e mudando a voz e eu já estou rindo mais de você do que da própria piada. Eu dou um suspiro e penso o quanto quero te ver de novo e o tempo passa tão devagar, o professor já está falando bla bla bla, tento me concentrar no que ele está dizendo, mas ele não é tão interessante como você amor, ninguém é. E inclusive nos meus sonhos mais doces, tem você como personagem principal.
Quando brigamos eu perco o sono e nem mil carneirinhos pulando essa maldita cerca me fazem pregar os olhos.
A verdade é que quando eu estou bem com você tudo vai bem. Eu nunca tinha entendido muito bem essa crença de Platão, de procurar por uma outra metade, até que eu percebi que eu estava inconscientemente procurando por você a minha vida inteira.
Antes de te conhecer a minha vida era como um quebra-cabeça incompleto. Mas de alguma forma você conseguiu fazer as peças se encaixarem.
Com você, as horas tornam-se minutos, os minutos viram segundos e eu comecei a desenvolver uma grande aversão com o conceito de tempo.
Ele simplesmente nunca parece ser o suficiente quando estou você.
—  Nanda Marques, Cartas para ele.

90-99

Eu gosto de borboletas, estejam elas no jardim ou no estômago.

Gosto da maneira sem graça que ergue o olhar depois de perceber que, em silêncio, estou delirando nos seus detalhes à um tempo considerável.

Gosto da maneira como seu batom torna-se arte contemporânea espalhado no meu rosto.

É poética a maneira como você me prende mesmo soltando minha mão.

Gosto da ideia maluca de liberdade que você trás e me faz querer.

Enlouqueço com quanto te quero e com o quão livre você mostra ser.

Mas tudo bem as melhores pessoas no mundo, são livres.

Gosto do nosso plano de encontros, porque assim sei que vou te ver de novo.

Eu só quero que saiba que você é meu filme de década favorito.

Somos imperfeições perfeitas!

Eu gosto de você, porque você é real.

Volte, Ana

não vou te pedir pra ficar, sei que você sempre vai embora. e eu estou acostumado com idas. então te peço pra voltar. nem se for por um dia ou dois, volte. quero te ver de novo, ana. quero ser o lugar no qual você sempre pensa em voltar depois da ida. e, se gostar, talvez você decida ficar. e eu adoraria isso.

É que nao foi facil te encontrar hoje. Ter voce tão perto, e ter que me manter tao distante, essa coisa de estar cansada demais de dar valor pra quem nao merece, e mesmo assim nao poder te tirar da minha vida pra sempre. É magrelo, é triste te ver de novo com a mesma cara de sempre, e o cabelo batendo nas orelhas, os oculos embaçados, o seu jeito tranquilo de falar. É que nao é facil. Voce nao merece, e continua me fazendo de bonequinha, mesmo que eu bata o pé e diga que nao. Que nao me importo. E que sei que voce nao vale nada. Mas é isso, eu nao posso te tirar de mim. Nao vou esquecer. Ate quando eu tiver filhos, casa, cachorro, marido. Você ainda vai ter uma parte importante de mim. Que nao volta. E nao vai ser apagada. Só nos sabemos de nós moço. E nao dá, mesmo voce nao valendo nada, nao merecendo, nao sendo tao bom quanto pensa que é, nao e dá. Nao deu. Nao deu pra te esquecer …
—  Domingo, 16 de Março.
hoje eu acordei com uma saudade, saudade de como nós eramos, saudade do jeito que você me olhava, saudade da forma como você me olhava (seus olhos brilhavam), saudade das vezes que você me ligava só pra saber como eu estava, saudade de quando você me ligava só pra dizer “estou na porta da sua casa, vem cá”, saudade de como a gente brigava, saudade de como eu implicava com você só pra ver você estressado, saudade das nossas noites juntos e muitas dessas noites apenas conversando, saudade dos segredos compartilhados, saudade de como nós não queríamos que ninguém soubesse, saudade da nossa forma de fingir que nos odiávamos na frente dos outros, saudade de quando você cuidava de mim, saudade de tanta coisa, saudade de você, mas tudo bem, essa saudade vai passar, como sempre passa e vai voltar como sempre volta e volta muito pior quando estou de tpm, ah saudade de quando você me aturava até nesses dias, você sempre me trazia chocolate lembra? foram tantas coisas, mas nenhuma promessa, porque somos dois orgulhosos, nunca assumimos nada, nunca dizemos um para o outro o bem que fazia, sempre tive medo de dizer o quando gosto de você, medo de sofrer de novo e esse medo não adiantou nada, porque quando soube que você tinha outra pessoa, fiquei péssima, mas fazer o que, eu quem te mandei embora, eu quem preferi me afastar, só desejei que você fosse feliz, porque você merece, e sinceramente, quando soube que você estava sozinho de novo, fiquei bem feliz e quando recebi aquela mensagem “quero te ver, estou com saudade” o coração acelerou, nos vimos, aconteceu tudo de novo e depois nos afastamos de novo, pelo meu mesmo medo, mas agora volto a te encontrar nos lugares, você me olhando de longe, eu te olhando de canto de olho, eu vendo mulheres chegando em você e você dando atenção, mas não adianta porque eu sei que você odeia esse tipo de mulher, o seu jeito de brigar comigo apenas com um olhar, a minha vontade de apenas te abraçar quando te vejo, mas o nosso orgulho continua o mesmo, não sei que sentimento é esse, mas é isso, eu te deixo livre, porque eu te amo.
Eu quero te ver. De novo.
E essa tem sido minha vontade diária. Eu quero te encontrar por aí. Eu quero te ver, mas quero te ver mesmo. Quero te encontrar com aquele sorriso de quem diz “eu senti sua falta”. Eu quero te ver com os olhos de quem diz “eu tô uma bagunça por sua causa”. E eu quero te abraçar, forte, e dizer que não vou te deixar nunca. Porque na verdade, esse é meu desejo. Meu desejo é não te deixar, é ir embora e saber que o celular vai tocar. Meu desejo é que você se ache e me ache também. Eu quero mesmo que você diga que não suporta viver sem mim, mesmo que isso vá contra todos os seus estudos, suas razões e suas lógicas que eu sei que perde quando a gente se encontra, mesmo errados assim. Mesmo quando nós estamos tão mal que mal conseguimos olhar um pro outro, eu sei que você perde o chão e a hora passa de um jeito que nunca percebemos. Eu sei que quando você me abraça forte é pensando “esse é o nosso último abraço”, mas no fundo, você quer que ele dure pra sempre também. Eu sei que juntos vamos ser uma catástrofe, um furacão, mas vamos permitir ser. Vamos ser a catástrofe de amor mais bonita que esse mundo já viu. Eu ando por aí meio que sem jeito e sem rumo, sem jeito pro seu lado, sem rumo pros teus braços.
—  Azuelar.

Era uma manhã de sexta feira quando acordei ao lado dele. Não me lembrava direito o que havia acontecido na noite passada, as roupas estavam no chão, cama toda bagunçada, estávamos nus. Tudo dava a entender que a noite tinha sido muito boa.
Acordei com a cara toda amassada, o travesseiro meio molhado. –Oh deus, dormi até babar. Meu cabelo estava completamente bagunçado e sujo, grudado de suor. Na cama não havia mais lençóis. –Mas o que foi que aconteceu aqui? Havia sobre a prateleira carteiras de cigarro Malboro.
Fiquei sentada sobre a cama tentando entender o que tinha acontecido e quem era aquele cara que dormia de costas pra mim ao meu lado. Vi que sua pele era morena e seu corpo era robusto, um cara forte, com pernas torneadas e uma bunda deliciosa. –Pelo menos o cara é gostoso. Pensei.
Más será que ele era bonito? Um cara legal? Um homem, ou um moleque se quer?… As dúvidas me atormentavam, mas eu não tinha coragem de acordá-lo, porque no fundo, estava com muito medo.
Eu bebi demais e a última coisa que me lembro é de um cara dizendo coisas lindas pra mim. Será que era ele? Eu queria que fosse. Havia gostado dele, de verdade, queria ficar. Ele era encantador… Charmoso, bonito, e um cara muito legal.
Estava com muita agonia para saber o que tinha acontecido e o cara não acordava, estava dormindo de costas pra mim e parecia estar em um sono profundo.

Me virei pro lado para tentar dormir de novo e esperar até que alguma coisa acontecesse.
-Bom dia meu amor. Disse ele me acordando com um beijo, tão suave.
–Dormiu bem à noite? Perguntou.
Respondi que sim, mas não tive muita reação ao ver que era ele. Era ele.
O cara por quem eu havia ficado completamente enfeitiçada, tava bem ali ao meu lado, sendo um verdadeiro cavalheiro, dormiu junto ha mim. Como eu estava feliz…
Aquela deve ter sido a melhor noite da minha vida. Pena que eu não me lembrava de nada, mas isso não importava mais, o importante é o agora. E agora? O que vai ser? Ficaremos juntos, ou eu vou embora e nunca mas nos veremos?

– Você parece meio tensa. Disse ele.
– Só estou um pouco surpresa e com muita ressaca.
– Ah sim, mas isso é fácil de resolver. Disse ele com um sorriso.
– Tenho que ir embora, já é de tarde e minha família deve estar preocupada.
– Nos veremos de novo? Ele perguntou.
– Não sei, por favor, me diga o que aconteceu ontem.
– Nos conhecemos ontem na festa, começamos a conversar e você estava muito bêbada, mas estava no seu controle, uma verdadeira dama, quem não te conhece nem perceberia que você estava completamente alterada.
– E você, percebeu?
– Sim.
– Mas você nem me conhece.
– Também não entendo o porquê, mas eu sabia. E não podia deixar você sozinha naquela festa cheia de pessoas ruins. Fui conversar com você e assim ficamos próximos, conversamos muito, e resolvi te trazer pra minha casa. Mas não tinha nem uma má intenção, só não queria deixar você sozinha bêbada numa festa daquelas.
– Nós… transamos?
– Sim, mas foi você que me agarrou e começou a me beijar e tirar minha roupa. E eu sou homem. Sabe como é, não ia te rejeitar, ainda mais uma mulher linda como você.
– Mas que vergonha, me desculpe.
– Não, não, imagina, tudo bem. Foi ótimo, posso até dizer que foi a melhor noite da minha vida. Se me permitir, quero muito te ver de novo.
– Eu não sei, de verdade, preciso pensar um pouco em tudo que aconteceu.
– Então me dê seu telefone. Eu te ligo. E te dou o tempo que quiser, mas… Eu preciso te ver de novo, nem que seja pra sermos só amigos. Apesar de querer bem mais que isso.
–Tudo bem. Entreguei um papel com o número do meu telefone pra ele. Perguntei o seu nome, era Brian. Vesti minhas roupas, e ele me levou até a porta. Se despediu de mim com um beijo, e disse
-Eu te ligo, até breve.

— 

Minhas escritas.

                                                                                             LarissaCortez

                                                                                            (como-tu-e-eu)

- Você é tão chato, sabia?
- Porque?
- Você vem cheio de “uhum”, cheio de “pois é”, nunca responde tudo que eu mando, quando eu penso que nossa relação vai melhorar, ficarmos mais “íntimos”, você se fecha de novo, e me faz sentir péssima. Eu sinto sua falta, falta do seu cheiro, da sua voz, do seu sorriso, e gosto do seu jeito de ser chato, pois ele me encanta.
- Ah - e ri.
- Não ri não, vem cá. - pego e o abraço - mora em meu abraço pra sempre, ein?
- Você é esquisita - e sorri.
- Ah.. - me afasto.
- De um jeito bom, você é meiga, fofa, e esses teus olhos azuis, menina.. que encanto maior que esse?
- E daí, sou sempre meiga, sempre fofa, sempre amiga, e eu tô cansada disso, eu cansei, ninguém me vê como alguém pra amar, namorar, casar, sei lá, que droga. - começam a sair várias lágrimas.
- Viu, não chora.. assim, você me deixa sem jeito, eu não sei o que dizer.
- Hum.
- Dois.
- De novo isso?
- Só quero te ver sorrir, você sempre me fez sorrir, sempre quis cuidar de mim, quero fazer isso contigo agora.
- Ah..
- Vem cá.. - ele puxa e me abraça, olha nos meus olhos, coloca meus cabelos atrás das orelhas - você é linda.
Desato a chorar: - Você só pode estar brincando, brinca comigo e agora me faz me sentir assim.. não entendo.
- Eu não entendia o que eu sentia, não via o que estava acontecendo, não via que você estava do meu lado, não via os seus esforços, não via nada. Aliás, eu via. Mas estava cego, idiota e ridículo por te rejeitar assim, quero te dar meu amor, minha vida, meu tempo, minhas palavras, tudo.
- Você tá falando sério?
Ele sorriu e disse: - Você é muito insegura, dramática, mas olha.. você me encantou de um jeito.
E ele simplesmente me beija, e naquele beijo eu entendi tudo, entendi que os nossos destinos já haviam sido traçados, e que agora era só deixar acontecer.
—  Mais seco que o deserto do saara, mas ao mesmo tempo, meu oásis..
04:08 am

hoje eu vou te tirar de mim, já decidi, tu não é um bom inquilino e quebra toda a minha estrutura. aproveita o tempo que resta pra arrumar tuas coisas e levá-las consigo, pois não quero achar nada que me faça lembrar o quão ruim foi alugar meu peito pra você.

ps: amanhã não quero te ver por aqui de novo.

so quero me espressar

Queria dizer pra você que … Ao ver seu sorriso em minha direção E pra mim e tudo aquilo que presciso… Esses ultimos tempos, venho me machucando Não estou mais confuso, e uma parte de mim pareçe estar morta… E o ceu esta tão claro, e um dia sem chuva Pareçe meio vazio, ao olhar pros lados Queria ao menos poder te ver… Quero te perguntar… Voltar a me sentir, vivo e completo de novo… Me diz como eu posso não te amar ? Me diz… ontem estava sonhando ? Aquelas foram as rizadas mais lindas e ao mesmo tempo tristes E recordamos tantas coisas que não se apagam Olhando em seus olhos so conseguia pensar Será tarde de mais ? E o mundo podia ate acabar naquele momento Pois não sabia mais em que tempo estavamos Eu tinha medo de ter perdido você Tinha mais medo de desistir… Eu não consegui ainda entender porque não tinha palavras Porque estava tão perdido, quando voce estava ai Pensando em mim… Porque não consegui te dar uma resposta Quando eu so queria ter você… Eu sempre senti que era Sinto de alguma forma que ainda é você Sempre ouvi por ai que quando é verdadeiro nunca acaba Mais pra que dizer agora, tive todas as chances de dizer antes Fechei os olhos no momento mais dificil Mil palavras em minha mente falava apenas uma frase. Aqueles dias nunca mais voltam Eles se vão mas nunca voltam… Será que algum dia eu vou te ter de novo ? Vou começar a viver pra esse dia chegar Ontem eu percebi que não estou onde deveria estar Perdi esse pedaço, junto com aquilo tudo que foi E não sabemos se volta mais… Um dia uma musica me disse tudo sobre nós… Por um momento consegui ouvir ela a nossa musica… “E porque quando você me abraça O mundo gira devagar E o tempo é só meu E ninguém registra a cena De repente vira um filme Todo em câmera lenta E eu acho que eu gosto mesmo de você Bem do jeito que você é” Se um dia se perguntar se esqueçi você Uma vez eu te prometi que eu sempre vou te amar E vamos viver muitas coisas juntos Nao vou esqueçer você. Se você que esta lendo, ama alguem profundamente e não consegue viver sem essa pessoa, e fez algo que a afastou, se você acha que e tarde de mais e tem algo a dizer pra essa pessoa, ligue, escreva, procure… não deixe nada inacabado e não desista o amor verdadeiro nunca acaba, se não acabou dentro de você e não acabou bem ainda não e o final os finais sempre acabam bem. Não esqueça de dizer o que sente, mesmo que de medo diga de coração, voçê vai sentir que realizou um sonho e vai chegar tão feliz e achar que perdeu a noção da hora e não conseguira dormir por horas pensando em tudo… e finalmente ira dormir e sonhar com algo que marcou o encontro… As vezes um abraço, o abraço mais perfeito que vai querer pra sempre, senti - lo -Júlia Morais

Te contei sobre aquele papinho de “ah, estou com saudades” “quero te ver de novo”? Ele veio com essas frases de efeito pro meu lado, e eu já não sou mais paranóica, tenho meu orgulho e minha proteção natural. Tudo bem, às vezes dou uns deslizes, acabo ligando no outro dia, ou dando bom dia, perguntando se dormiu bem, depois como foi sua rotina… coisa pouca. Deixo o resto para depois, logo mais ele vem me ver, espero.
—  No fim, é para você que eu volto. Clara Brandão
Nem imagina que ainda sofro com ausência, ainda sinto falta dos seus abraços, as vezes sinto até seu perfume, meu coração ainda aperta quando ouço o seu nome. Mas não tenho coragem de falar dos meus sentimentos para você. Já me deixou uma vez, e doeu muito te ver ir embora, e não quero vivenciar isso de novo. Prefiro ficar aqui com a saudade, até um dia conseguir te esquecer.
—  Sabrina