quero k

quem vai ouvir nossas idéias e vontades efêmeras, k. ?
eu quero te convidar pra ir na mesma direção que eu, mas eu não sei pra onde tô indo. e você também não sabe. o céu da boca anda seco e lá fora vazio. se a imensidão de tudo engole a gente o que sobra. sobra? a geometria não se enquadra, o círculo fecha e te encolhe. usam sal pra se protegerem dos tais espíritos, quando ele que encosta de mansinho nos meus machucados e arde. eu não quero que minha esperança seja replica de bateria viciada. recarrega lento, e cai num vôo suicida. o mundo as vezes rende é uns bons chutes na canela no meio de uma black friday com os nossos ossos estendidos na calçada, onde eu cavo minha própria cova
/somos gigantes com oportunidades tão pequenas.