quem eu sou

Deus quer te dizer que,Filho(a), não fique triste, sim você não é melhor que ninguém mesmo mais também você não é pior que ninguém. Não se culpe, você è falho e eu bem sei. Não por favor não se sinta inferior quem capacita sou Eu, quem prepara sou Eu. Não disse Eu que faria, então filho(a) eu velo pelo que eu falo e tudo acontecerá, Não sou homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa; porventura, diria Eu e não o faria? Não filho eu não tardo, eu não escrevo por linhas tortas, tudo tem um tempo determinado, eu escrevo por uma linha perfeita pois tu consegue ver o hoje e o agora, eu vejo o amanhã e o futuro. Eu sei o que é melhor para ti, não é que tudo diz que não, é que o que eu tenho é melhor para ti , meus sonhos para ti são maiores que o seu. Eu não te abandonei, eu estou contigo e jamais te deixarei, eu cuido de cada detalhe, eu cuido de ti, te livro de cada coisa, eu te abraço eu te sustento.. Muitas vezes você pensa que eu não me agrado de Ti, mais sim eu te noto, eu te vejo, tu tem se esforçado, e eu te mostrarei, que sou fiel. Soprarei teu nome pra te mostrar o Deus que você serve, não me limita pois o teu impossivel se torna-rà possivel em minhas mãos..EU TE AMO

Com amor, papai.

Eu sou da geração do romantismo. Não finjo sentimentos, se eu amo, amo de corpo e alma. Não brinco com o coração das pessoas pois sei o quanto dói uma decepção de alguém que amamos. Não prometo algo em vão e nem digo um eu te amo se não for verdadeiro. Sou do tipo que respeito os mais velhos e escuto os mais sábios.
—  Após uma autópsia.
Por isso eu fiz nada. Nunca me dei o trabalho de me tornar alguém interessante e nem incrível. Eu sou médio, um ser muito do mais ou menos. Não sou um ingrediente essencial para a sociedade. É como se meu relógio-biológico tivesse um botão “foda-se”. Sei que é um clichê, e que as pessoas usam essa expressão pra tudo, mas se alguma coisa faz algum sentido é isso de “foda-se”.
—  Ga-bi-to

        

Eu não vou rir quando não sentir vontade. Não vou fingir ficar triste quando, na verdade, não estou. Não vou fazer algo só porque todo mundo faz. Não vou deixar de gostar de alguém só porque você não gosta dessa pessoa. Não vou reclamar só porque você reclama de tudo. Não vou desistir dos meus sonhos só porque você não acredita neles. Não vou dar ouvidos às suas palavras negativas, mesmo que seja você que as esteja falando. Me desculpe te contrariar, mas eu vou ser o que realmente sou, e não o que você quer que eu seja. (sussurrosdo❥)

Se ele me entendesse, se entendesse como realmente me sinto, talvez percebesse o porquê de eu não poder entregar o meu amor à alguém. Talvez se ele parasse de me ver só pelo seu olhar de admiração, veria quem eu realmente sou, veria todo o meu caos, e minha confusão. Talvez ele entendesse os meus motivos, motivos esses que me fizeram ser assim, e o que fazem com que eu mantenha uma distância segura do amor apaixonado. Pois esse amor, apesar de ser belo, tem o seu mau. Tem o seu lado ruim, que fica encoberto quando estamos apaixonados. Eu vejo o que o amor pode fazer; vi o que acontece quando estamos cegos de amor; vi quantas coisas ruins deixamos de enxergar na pessoa amada; vi o que permitimos que essa pessoa faça com os outros ou até com nós mesmo, só por amarmos demais e não conseguirmos ver o quando a pessoa pode ser ruim, algumas vezes; vi o que deixamos de defender em nome do amor; vi o que abrimos mão em nome dele. Abrimos mão de nós mesmo, do nosso senso de justiça, do nosso livre arbitrio, e da nossa sanidade mental. Digo ao Will que, existe uma certa beleza no amor, mas só quando amamos uma pessoa boa. Mas o coração é burro e traiçoeiro, e nos engana. Algumas vezes, ele não vai escolher a melhor pessoa para habitá-lo; às vezes, ele escolhe aquela má influência, safada e perigosa. E muitas vezes só percebemos isso quando já é tarde demais, quando não dá mais para voltar atrás. O Will é uma pessoa boa, mas será que eu sou?
—  Contos de Will e Nina, por Christiellen Pinto.