queimado vivo

Não leia

Como é que se começa algo?
Eu não sei. Tem horas que eu só sinto o cansaço de estar… Estar mesmo, o verbo; longe, perto… Às vezes eu nem sinto que existo, outras horas eu sorrio tanto e sinto-me queimado de tão vivo.
Só queria gritar, mas eu sei que ninguém vai ouvir, nem eu ouço. Eu tenho tanto pra falar, pensar e agir, só que eu fico eu fico mudo e estático.
Estático como o tempo, meu tempo personalizado que o universo me deu e os outros chamam de vida. Eu chamo de tempo, eu não vivo, eu espero…
As vezes é bem mais fácil não fazer nada. Mas quando se tem vontade, não fazer nada te deteriona cada peça do seu corpo. Você tenta fingir mas não adianta nada. Você tenta, tenta e tenta mas não sai do lugar. Você tenta se distrair mas sempre acaba com aquela falta de fôlego e todo ar do seu corpo parece que quer te matar. Você tenta não ter medo do futuro mas acaba tendo… Então tente ser otimista, no fundo sempre se é , mas esperar acaba com seu otimismo e o processo é penoso cheio de espinhos e poesias e filmes e lágrimas. Eu abandono os amigos e eles nem sentem minha falta.
Quantos? Quantos amigos já se foram? E nunca se acostuma. Meu coração nunca fica duro. Eu sinto tanta falta dos amigos passados, dos amigos que eu não tive, que eu não pude conhecer, e vou sentir tanta saudade dos que eu não vou ter no futuro. E minha inveja por laços só aumenta. Eu sinto também uma grande raiva da terceira pessoa:eu!
O eu que nunca existiu e o que ficou pra trás, dá vontade de abraço-lo e falar pra ele que vai dar tudo certo e que o destino da humanidade é importante e que deitar no chão frio e sentir o sol esquentar as costas e a visão da janela sem grade vai ficar intacta e que seus dinossauros vão ficar escondidos no mato do quintal e você sempre irá encontrá-lo e depois você vai entrar em seu submarino e nas profundezas haverá monstros e vc vai derrotar todos mas vai sentir medo e o medo nunca vai te abandonar você vai estar bem. Você vai continuar pra sempre com seus amigos e um dia talvez se apaixone. Vai desenhar e cada vez mais e melhor. Você não descobrirá que o mundo é complicado e que as guerras matam crianças.
Você irá dormir sempre cedo e acordará e a manhã fria irá te desanimar mas depois você irá ver todos seus desenhos favoritos. Estará tudo bem… Talvez tudo seja mentira, e a verdade seja que tudo que você já foi morreu e que você morre a cada segundo e que cadáveres seus sobrem dentro de ti e que toda angústia deles te faça a companha invisível e silenciosa por toda eternidade mas a verdade é que nada importa pode ser que nem existimos ou quem sabe eu seja todo o universo…
Vai dá tudo certo
O passado , o presente e o futuro estão aqui. Os dias de abandono passaram
Agora está tudo bem.