que no querias

É mais uma noite daquelas, meu coração apertado segurando o choro. Uma vez ou outra sempre volta essa sensação de não ser o suficiente, quem nunca teve uma recaída né? Só que dessa vez ela veio forte, parece que voltei na época que estava doente, com depressão. Minha vontade de sair correndo e chorando é enorme. E a vontade de contar para alguém é zero. Sinceramente é difícil, está sendo difícil. Sempre tento ignorar algumas coisas, mas chega uma hora que ninguém aguenta, precisa esvaziar esse sentimento. E chorar ajuda, faz tempo que não choro. Talvez seja só por isso que estou assim hoje, na verdade queria muito que fosse só isso. Só que essa sensação de não ser suficiente, aos poucos está acabando comigo. E o pior é que isso vem do nada e a única coisa que dá vontade de fazer é chorar, mas chorar mesmo, até cansar e cair no sono. Parece que tem alguém falando na minha cabeça sem parar “ele não precisa tanto de você, igual você precisa dele”. Fico pensando tanto nisso que chega á doer. Queria tanto acreditar que sou suficiente, sabe? Seria tão bom. E ainda, chega a ser até ridículo o que vou falar agora, as vezes penso que você ainda gosta dela, ou até que você sente falta de alguém que não seja eu. Que você precisa de alguém e esse alguém não sou eu. Você é tão bom para mim, não sei se sou também para você.
—  Ilusões de Esther.
Olha, eu sei que o barco está furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar de remar também.
—  Caio Fernando Abreu.
Só queria que você soubesse que amo a sua companhia mais do que qualquer coisa. Mas nem sempre vou estar bem e feliz, existe momentos onde a minha alma vai se sentir incompleta, gritando por socorro e silêncio, sem vozes alheias que possam me confundir e são nesses dias que vou preferir me encontrar com minha solidão, é confuso, eu sei. Mas somente assim encontrarei respostas pra voltar a me sentir inteiro novamente.
—  Giulia S.
Cheguei em uma fase que não sei mais o que esperar da vida. Na verdade, não espero mais nada, só sento e assisto as coisas acontecerem, ou melhor, não acontecerem. Minha vida parou já faz um tempo, nada acontece, nada de bom, pra ser mais exata, coisas ruins estão sempre batendo em minha porta e o pior é que nem posso fechar e fingir que não é comigo. Só queria saber qual foi o caminho errado que eu tomei, qual foi a esquina errada que dobrei, porque sinceramente, me perdi e não sei mais voltar pra onde estava, pra quando as coisas ainda faziam algum sentido e quando ainda valia a pena estar aqui. Me sinto só, em um beco escuro e sem saída.
—  Caren B.

eu sou uma ruína
e eu tenho medo de desmoronar de vez e soterrar quem se atreve a chegar perto

eu sou programada pra fugir,
mas eu sempre levo partes dolorosas dos outros
e isso corrói

[agora à noite eu olhei pro céu e não vi nenhuma estrela,
pedi por paz,
mas o universo me disse que hoje não]

eu só queria ser mais leve.

Eu me sinto perdida, sabe? Sei lá, como se cada esforço que eu fizesse, não valesse mais a pena. Os últimos dias têm sido bastante complicados, eu me feri, chorei, cai, levantei e cai novamente e agora, eu já nem sei por qual caminho estou indo. Tudo parece ter perdido o sentido, como se eu estivesse fora da minha realidade e não soubesse mais voltar, como se uma força me puxasse e me deixasse presa no meu casulo, no meu mundo preto e branco. Dói, tudo anda bastante dolorido e sensível por aqui, eu só queria que parasse de doer, que parasse de latejar, porque eu já não ando mais aguentando os empurrões que a vida me dá, eu já não ando mais aguentando ser forte quando tudo aqui dentro, desaba.
—  Reenascendo