que gracinha

Adoro te provocar, ser chato e implicante. Acontece que você fica uma gracinha quando está brava comigo. Adoro o jeito que você me corrige e o seu jeito estranho de ser. Você sabe como fazer com que eu me sinta bem, é capaz de me arrancar longos sorrisos com coisas tão idiotas, você simplesmente é sensacional. Apesar de tudo isso, confesso que você possuí um péssimo gosto para seriados, músicas e piadas. Mas fazer o quê, né? Ninguém é perfeito. O segredo da felicidade está nisso aí, em fechar os olhos de crítica, simplesmente aceitando cada imperfeição da pessoa e aproveitando ao máximo as qualidades dela.
—  Pedricovick.
Vejo todos os dias pessoas pedindo conselhos, tentando de alguma forma chamar atenção de alguém para que sua dor seja notada na tentativa de receber uma palavra, um abraço. Eu não vejo isso como frescura, como o chamar atenção negativamente, eu sei como é difícil olhar para todos os lados e não encontrar ninguém que não jugue a sua dor e que apenas fique ali apenas lhe ouvindo, seja suas palavras ou suas lágrimas. Um abraço, um pequeno e singelo abraço faz um coração triste saltar de alegria. Creio que em um momento de tristeza você não precisa ir lá fazer uma gracinha para que a pessoa venha rir, se você estiver longe da pessoa, manda um áudio, texto, dizendo o quanto ela é importante, relembra a ela aquele momento maravilhoso que vocês passaram juntos e se você estiver próximo, vai lá, dá o seu ombro como consolo, da aquele abraço quente e reconfortante, essas pequenas coisas faltam hoje em dia, carinho, compreensão e amor. Vamos fazer um pouco disso a cada dia por quem está perto e por quem está longe.
—  Cleidison Santos
BTS cenário: Como seu namorado

Yoongi:
Não muito fã de demonstração de afeto em público, então para te manter por perto, mas de um forma não grudenta, ele apenas entrelaçaria seus dedos.
Quando chegasse cansado do estúdio:
“ - S/N? Sentada aqui.” Ele pediria e deitado a cabeça em seu ombro ou colo, caindo no sono logo em seguida.
Adoraria te dar presentes.
“ - Suga, eu não acredito que você comprou aquela blusa…!!”
“ - Acredite, eu comprei. Agora, me ame.”
Te convidaria para o dormitório e trancaria a porta, não deixando nenhum dos meninos falar com você.
Ciumento? Muito.
Então ele deitaria no sofá/cama e deixaria você com o controle da TV pra assistir o que quisesse, pois ele só queria te ter por perto.
Muuuuuuto fofo com você.
Tipo….. Demais. Taehyung: Muita
Muita
M u i t a
Mais MUITA
Zueira, meu amigo.
Vocês pregariam pegadinhas na hyung line, com a ajuda do Jungkook. Jimin apenas ficaria rindo.
Noites no karaokê.
Abraços por trás.
Já imaginou aquela voz rouca no seu ouvido?
…….
Sjskkabsbandbdbqkbsvs
Ele gostaria de te dar bichinhos de pelúcia quando fosse para a turnê, provavelmente espirraria seu perfume neles, pra você não sentir tanta falta.
Mensagens de madrugada.
“Jagi, eu sei que deve estar dormindo mas eu só queria dizer que eu amo seu sorriso. Eu amo quando suas bochechas ficam vermelhas depois que eu te beijo, eu amo o modo como nossas mãos se encaixam e o seu cabelo é tão tão cheiroso, e macio. Me lembra das nuvens. Não sei porque, afinal, eu nunca toquei uma mas…. Pera, será que dá pra tocar nas nuvens??”
“Taehyung.”
“Hm?”
“Vai dormir.”
Chamadas de vídeo.
Ligaria quando estivesse longe, em outro país, apenas pra ouvir sua voz.
Encontros em restaurantes caros.
Encontros em parques de diversão.

Jimin:
Os melhores abraços do mundo.
Ele seria do tipo que para enquanto você fala como foi seu dia, te observando e pensando “Meu Deus. Como eu tive tanta sorte de achar você.”
Sempre curtiria e comentaria qualquer foto que você postasse.
Te chamaria pra sair com o grupo.
Te daria muuuuutos apelidos:
Jagi
Honey (querida em inglês)
Baby
Amor
Kitten (gatinha em inglês)
Não parece mas é possessivo.
“ - Jimin…. Você não ta’ bravo porque eu abracei o Tae…está?”
“ - Mas eu sou seu namorado! E não ele.”
Faz bico e cruza os braços.
(coisa mais fofaaaaaa)
Te ensinaria os passos de qualquer dança que quisesse aprender.
Fariam compras juntos.
Roupas combinando.
Selcas no provador.

Jin:
Aaaah, o nosso worlwide handsome.
Ele sempre te elogiaria.
“Gostei do seu cabelo, jagi.”
“Você pintou as unhas de azul? Waaah, que moderna!”
Sempre inovando em encontros, ainda mais em algo que envolvesses beleza ou comida.
“Eu acho que poderíamos fazer uma massagem, o que acha, jagi? Depois podemos passar no KFC.”
*KFC rede de fast-food de frango frito
Maratona de filmes.
Ele sempre te compraria roupas novas, tipo, sempre.
“Ah, eu achei que combinaria com você.”
“Seokjin, você comprou 8 sacolas de roupa da GUCCI. Você vai falir desse jeito kkklkkkkkk”
*GUCCI marca famosa de roupas e super cara (taehyung sempre ta vestindo hehehehe)
Gostaria de te levar pra viajar.
Te levaria na turnê.
E se ele visse que você era a garota certa, te daria o mundo. ❤

Namjoon:
Muito fofo
Super fofo
Mega fofo
Mais que o Suga
Seria um cavalheiro.
Sempre abrindo as portas e deixando que você entrasse primeiro, fosse no carro ou em um restaurante.
Te levaria pra conhecer a família dele.
Te ajudaria a prender inglês e coreano, se você quisesse.
Te levaria pra experimentar coisas novas.
Como exposições de arte, museus, shows.
Sempre te indicando músicas.
“Eu acho que você vai gostar dessa, jagi.”
Te enviando áudios falando sobre o dia dele.
Os dois jogados na cama dele no meio das pelúcias do Ryan, e você começaria a rir.
“Sério, precisava mesmo de tanta pelúcia assim?”
“As armys que me deram, amor.”
“Tudo isso? …..”
“Ta bom. Nem todas…..”
Sempre preocupado com o seu bem estar.
“Por favor, não pule refeições, e beba bastante água. Eu te amo. 😉❤ ”
Os meninos ficariam zuando ele por ser assim com você.

Jhope:
Os encontros de vocês seriam nos shows.
Ele adoraria ver sua carinha feliz.
Então te daria passes para entrar no backstage.
Deixaria um braço sobre seus ombros, descansando da apresentação, enquanto você conversava com algum dos meninos ou uma staff.
No fim, você estaria lá segurando uma toalha e lhe estenderia uma garrafa de água.
“Você é demais, baby. Se você fosse uma staff… Ah, eu adoraria poder te ver todos os dias, amor.”
Sempre se desculpando pela correria do trabalho.
Mas sempre que pudesse te levaria pra sair.
Ao cinema.
Ao estúdio.
Dedicaria músicas pra você nos programas, ou no shows.
Beijos na testa, seriam os favoritos dele.
E ele tentaria pelo menos algumas vezes ao mês, te buscar na escola e te levar pra tomar sorvete ou almoçar.
E caramba, esse garoto te ama demais.

Jungkook:
Te fazendo passar vergonha 24 horas por dias.
Mas viraria um santo quando você o apresentasse para sua família.
Você ficaria o observando jogar Overwatch.
“Quer aprender? Senta aqui, eu ensino.”
Você se colocaria no meio das pernas dele, com as costas em seu peito, não de forma maliciosa.
Então ele riria quando você errasse, e quando cansasse, te abraçaria, colocando o queixo acima da sua cabeça.
“Podemos pedir Pizza…”
Mas acabaria caindo no sono.
Ele teria várias fotos suas no celular.
E adoraria quando você levasse comida ou café pra ele na empresa.
“Eu tenho a melhor jagi do mundo.”
Intimidaria qualquer cara que viesse fazer gracinha pro seu lado, apenas flexionando alguns músculos como se nem notasse e alçando sua cintura.
“Oi, amor. Quem é esse?”
(queroooooo aaaaaaa)
Cantaria pra você dormir.
Ou quando você estivesse nervosa, ele entrelaçaria seus dedos, e te abraçaria.
“You give me purpose…”
(chorei)
___________
Ps: Espero que tenham gostado, escrevi o cenário pra me distrair da cólica desgraçada que eu tava, e funcionou porque ta bem melhor. 💜
É isso e:
Amo vocês!
~mochi

Reaction ⇢ Falando mal de você por pressão dos meninos

Mano do céu, demorou uma eternidade pra eu escrever esse aqui shuashaus Peço desculpas para as pessoas que fizeram esses pedidos! Mas finalmente ele chegou galera! *Soltando fogos de artificio enquanto canta aleluia* Espero que gostem! Talvez ele esteja um pouco grande, mas é só pra compensar a demora hsuahuahs  \(*^▽^*)/  

• J-Hope 

Hoseok já tinha saído muitas vezes com você. Digamos que em todos as saídas juntos, ele a tratava como se estivessem em um encontro, e você não conseguia esquecer quando em uma dessas saídas Hobi fez questão de lhe levar até em casa, lhe dando um beijo antes e de ir. 

Porém por mais que ele gostasse de você, ele não queria que os meninos soubessem, por imaginar que talvez eles implicassem tanto com você que simplesmente te faria desistir de um futuro relacionamento. Hobi sabia que os meninos podiam ser bem chatos quando queriam e ele não queria te fazer passar por isso. Mas eles já tinham percebido os olhares e suspiros de Hoseok e começaram a jogar piadas para ele. 

Keep reading

Apesar de você ter esse jeito torto, eu te amo demais. Nada de definições perfeitas para você. É verdade que você é um completo idiota. Tem o dom de me irritar sempre, de me deixar com ciúmes bobos, que olha, chega a dar vontade de te bater e nunca mais falar com você. Esse seu jeito meio torto de amar, confesso, é indeciso, reclama de tudo, até de uma dorzinha no pescoço ou na cabeça. É um babaca. Não sei como fui me apaixonar por você, sinceramente. Você consegue me arrancar sorrisos em meio ás lágrimas que caem de meus olhos, é meio que estranho. Parece um palhaço tentando me alegrar, ninguém me faz tão bem quanto você. Nunca pensei em amá-lo como te amo hoje, nunca pensei em fazer planos com você, casar, ter casa e filhos, mas sabe como é, o destino sempre resolve dar uma ajudinha ou um empurrãozinho se quer. Olha agora como eu estou, toda melosa por você e é só você que faz eu me sentir assim. Você é totalmente diferente de mim, mas é como dizem, os aposto se atraem não é verdade. Você me chama de linda mesmo quando eu estou um trapo, gosta de me mimar e costuma sempre mandar mensagens de manhã, na tentativa de me acordar, que aliás, sempre são em vã, porque eu durmo feito uma pedra. Você é ciumento, se irrita fácil quando o assunto é ele estar com ciúmes, dá para ver o quanto você fica nervoso, mas confesso que fica uma gracinha. Você é lindo, tem belos olhos e um sorriso encantador. Eu o chamo de gordo, caramba, você come o dia todo. Você é idiota, gordo, chato e teimoso, mas é isso tudo que me faz gostar ainda mais de você.
—  Cinara Gomes.
STATUS SERTANEJO 2

E o amor quando chega não tem hora, a gente aposta tudo, tenta a sorte, vai que rola 🎤💓✌

Te pedi pra Deus de presente, pra me ver contente ele te inventou 👫❤🙌

Era o medo que eu tinha de um dia não te fazer mais sorrir 💭

Se eu tivesse feito tudo diferente estaria tudo bem com a gente… 🎶💔

Tô com saudade do teu cheiro e desse seu cabelo preto se espalhando sobre mim 🌀🍃😏💭

Na portaria do meu coração já tem seu nome, pode entrar 🎶❤🍃

E fica toda emburradinha, você tá com ciúme que gracinha, cê fica linda com essa carinha 😍🙈💏


Ai que saudade do caramba que eu tô, o coração não entendeu que acabou 💔😒

A vida dela é uma coleção de ex, tantas desilusões, viveu tantas paixões que não fizeram bem 💋👊🍃

Mas olha que irônia, a gente é prova viva que os opostos se atraem quando existe amor 😍👫💭

Oh menina eu não vi nada igual nessa vida, até nossa loucura combina. Cola esse sorriso no meu, traz o amor que prometeu 💑🍃❤

A gente forma um casalzinho assim meio sem juízo 😏💏💓✌

Dói só de pensar que em outra vida eu possa não ser o teu amor 🎤💔🍃💭😕

Você é o defeito que eu gosto de ter, se for pra errar tem que ser com você 🎶😍


Quando a gente vê que perdeu tempo numa relação, quem paga é o coração. Mas olha, não preocupa não, o fígado ainda tá bom 🎶💔🍻

Kim Seokjin (Jin):

Você e Hoseok eram amigos inseparáveis, vocês saiam juntos sempre e estavam sempre na casa um do outro e nessas suas idas a casa dos garotos, você e Jin acabaram se aproximando um pouco mais.

Vocês saíram algumas vezes sem dizer nada a Hoseok, Seokjin tinha receio que o mais novo achasse ruim o fato dele estar tendo encontros com a melhor amiga dele, então preferiram manter segredo.  Até o dia em que Jin te pediu em namoro e vocês acharam que era a hora de contar a Hoseok.

Jin combinou com você, pedindo que fosse até a casa deles, assim ele contaria a todos de uma vez. Porém, quando você chegou lá, foi surpreendida com Hoseok te chamando para conversar.

O garoto te arrastou até o quarto dele e fechou a porta, parando por um segundo ali e tomando fôlego antes de se virar e começar falar de uma vez.

– S/N, desculpe fazer isso assim. Mas, se eu não falar agora de uma vez, talvez não tenha coragem para fazer mais tarde…

– Hobi, do que você está falando?

– Eu estou falando sobre eu estar apaixonado por você. S/N, eu penso em você a todo momento, quero estar sempre com você e simplesmente detesto quando você vem aqui e da mais atenção a Jin do que a mim. E tudo isso é por que eu te amo e..

– Finalmente te achei… – Jin falaria baixo, parado ainda com a mão sobre a maçaneta e uma expressão triste no rosto.

– Jin? – Você levantaria preocupada, olhando de Hoseok para Jin a todo o momento.

Jin balançaria a cabeça para você indicando que não deveriam falar nada.

– Os meninos já estão esperando para ver o filme. Por favor não demorem.

Jin simplesmente saiu do quarto, deixando que você conversasse com Hoseok e assim que chegou a sala te mandou uma mensagem dizendo que era melhor esperarem um pouco mais para falar algo e que deveriam apenas agir como amigos hoje.



Min Yoongi (Suga):

Muito cedo! Era sempre essa a desculpa de Yoongi toda vez que vocês conversavam sobre contar aos outros sobre o namoro de vocês. Ele achava que era cedo demais para revelar para os meninos, então sempre que vocês saiam em grupo, se tratavam apenas como amigos.

Porém, de alguns tempos para cá, algo vinha incomodando Suga profundamente. E esse “algo” era a forma como Jin estava se aproximando cada vez mais de você. Te oferecia caronas, sentava ao seu lado nos restaurantes e ultimamente havia começado uma mania de te elogiar demais na frente dos outros.

Yoongi sempre sentia ciúmes, mas tentava não deixar transparecer o máximo que conseguisse e, normalmente dava certo, mas hoje, depois de ouvir dentro do carro Jin dizer um tanto alto ao Namjoon que seu perfume era a melhor coisa que ele havia sentido na vida, ele já estava a ponto de explodir a qualquer momento.

– S/N está muito bonita hoje, não acham?  – Jin disse, assim que todos se sentaram na grande mesa de um dos melhores restaurantes da cidade.

– Ela está sempre bonita! – Yoongi falou em tom mal humorado, fazendo questão de se sentar entre você e Jin.

– Ah, que isso meninos… Obrigada, sou mesmo maravilhosa… – Você falou rindo e fazendo uma cara de convencida.

– Tem razão.  Mas hoje você conseguiu ser ainda melhor.

– Porra, Jin. Será que não consegue se controlar? – Yoongi explodiu, falando em um tom um pouco mais alto do que realmente pretendia.

– Me desculpe, algum problema?

– O problema é você ficar dando em cima da minha namorada.

Jin abriu a boca para falar algo, mas assim que o fez, explodiu em risadas junto com os outros garotos e deixando Yoongi ainda mais nervoso.

– Qual é o problema, cara? Do que você está rindo?

– Estou rindo por que faz quase um mês que vi vocês se beijando na escada de emergência da Big Hit e só estava fazendo isso para ver até quando você iria aguentar esconder isso da gente.

– Caralho… – Yoongi caiu no riso junto com todos os outros – Me desculpa, Jin.



Jung Hoseok (J-Hope):

Hoseok nunca foi muito discreto em relação ao namoro de vocês. Desde que começaram a namorar, o garoto sempre gostou de fazer tudo que um casal pode fazer desde andar de mãos dadas, até usar roupas de casal.

De certo, ele nunca foi tão grato a Namjoon por tê-lo apresentado a uma garota e fazia questão de dizer isso toda vez que a conversa girava em torno do assunto “você”. Namjoon sempre agiu com naturalidade, mas de uns tempos para cá, ele começou a se sentir extremamente incomodado com esses comentários do Hobi.

Namjoon se sentia culpado por gostar de você e se sentia ainda mais culpado por querer dar uns tapas em Hoseok toda vez que ele falava o quanto você era uma namorada maravilhosa. Ele sentia que não podia lidar com isso, então decidiu que se afastaria por um tempo. E você reparou que ele andava meio distante, então em um dia que foi ao dormitório se encontrar com Hoseok, acabou vendo Namjoon no escritório e foi até lá falar com ele.

– Joon? Tudo bem? – Você se apoiou na mesa onde ele trabalhava.

– Ah, sim. Só… Muito ocupado – O rapaz se virou para o outro lado, evitando até mesmo o contato visual.

– Namjoon… Qual é… Por que tem me evitado nos últimos dias? Você não responde minhas mensagens… Te chamei para sair comigo e Hobi e você apenas visualizou… Eu fiz algo de errado?

– Não foi você quem errou, S/N… Fui eu… Me perdoe, mas não posso ficar perto de você por enquanto!

– Me diz o que está acontecendo… – Você andou até ficar de frente para o garoto e colocou sua mão sobre o ombro dele.

– S/N… Eu… – Ele coçava a cabeça, pensando se realmente deveria fazer aquilo – Me perdoe… Eu não sei bem quando, mas me apaixonei por você. Sei que estou errado, mas não pude evitar. E é por isso que eu prefiro me manter longe…

Hoseok havia ido até o escritório te chamar e acabou ouvindo a conversa entre vocês, mas preferiu não dizer nada. Achou que seria constrangedor para o amigo se soubesse que ouviu ele se declarar para a namorada dele. Então voltou para a sala, te chamando de longe e assim que saíram de casa o passeio se transformou em uma conversa sobre o que vocês poderiam fazer para ajudar Namjoon sem magoa-lo e sem precisar que se separem.



Kim Namjoon (Rap Monster):

Namjoon e Yoongi sempre tiveram um gosto parecido para garotas, mas Namjoon nunca iria imaginar que de todas as meninas do mundo, um dos seus melhores amigos iria se apaixonar justamente por você, que é a namorada dele.

De fato, Yoongi costumava esconder muito bem, mas hoje ele havia bebido um pouco mais do que deveria e, quando saiu do táxi e entrou em casa, deu de cara com você e Namjoon aos beijos no sofá.

– Vocês poderiam deixar de ser tão idiotas assim pelo menos uma vez? – Ele falava arrastado, enquanto entrava em casa visivelmente alterado.

– Pelo jeito a noite foi boa… – Namjoon falou, rindo ao perceber que o amigo tinha bebido demais.

– Não melhor do que a sua… Já que passou com a minha garota…

Você e Namjoon ficaram o encarando por um tempo sem dizer nada, ainda tentando saber se entenderam bem a ultima frase.

– Tá bem… Eu sei que você não é minha garota, tá legal?! O que é uma pena. Sinceramente, eu seria um namorado muito melhor que ele.

– Ele está bêbado, S/N. Não sabe o que está falando… – Namjoon tentaria te acalmar, por perceber que estava um pouco assustada com tudo.

– Eu não estou bêbado! E eu sei muito bem o que estou falando sim! – Ele chegaria mais perto de vocês, colocando o dedo no meio da cara de Namjoon – É você quem não sabe que eu amo a S/N. E eu to cansado de ver vocês dois juntos. Eu quem deveria estar beijando ela, eu quem deveria estar fazendo ela sentir praz

– Chega, hyung. – Namjoon levantou, segurando no braço do Suga e contraindo o maxilar. Ele começou puxar Yoongi escada acima – Você bebeu demais. É melhor tomar um banho e dormir.



Park Jimin (Jimin):

Jimin e Jungkook sempre foram muito amigos e, por serem dois dos mais novos do grupo, compartilhavam muito de suas vidas um com o outro. Mas Jimin não havia contado ao Kookie sobre o namoro com você, não por mal, mas por vocês terem preferido esperar, já que era um namoro muito recente, que tudo entre vocês ficasse sério o suficiente para contar a todos os amigos de vocês.

Jimin só não contava com a possibilidade de Jungkook também estar apaixonado por você. Então, quando o mais novo veio pedir um conselho sobre o que fazer em relação a o que sentia por uma amiga, Jimin disse a ele que contasse para a garota.  E foi exatamente o que ele fez.

Mesmo com muita vergonha e receio, o mais novo do grupo te chamou para conversar quando te viu chegar à empresa.

– Desculpe, eu estou um pouco nervoso… – O garoto sorriu balançando a cabeça assim que vocês entraram em uma das salas de ensaio que estava vazia.

– Tudo bem, Kookie, relaxa…

– É que, eu tenho sentido algumas coisas ultimamente e não sabia mais o que fazer. Então pedi ajuda ao Jimin e ele disse que deveria te dizer… – Ele falava pausadamente, tentando pensar nas melhores palavras.

– Me dizer o que?

– Que eu gosto de você, S/A.

– Jungkook? – Jimin estava parado na porta olhando para os dois.

– O que você está fazendo aqui? – Jungkook soltou um riso sem jeito.

– Jin disse ter visto a S/N entrar aqui… Kookie, por que não me disse que é por ela que está apaixonado?

Jimin caminhava até o mais novo e fez um sinal com a cabeça para que você deixasse o local pelo caminho.

– Kookie, eu e a S/A estamos namorando… Se eu soubesse que era ela… Eu sinto muito, amigo – Jimin abraçava o mais novo, que estava tão triste quanto ele.



Kim Taehyung (V):

Tae sempre gostou de você e nunca fez questão de esconder isso. Ele sempre estava grudado em ti, fazendo piadas e brincadeiras sobre como vocês formam um casal lindo e estava sempre te abraçando. Não é à toa ninguém ter reparado quando vocês começaram a namorar de fato.

Apesar de Tae ser o que mais brincava contigo, por ser amiga dos outros meninos muitos deles também gostavam de implicar e fazer brincadeiras. Inclusive Jimin, que durante a tarde em que você foi visita-los na empresa, resolveu que iria imitar o Taehyung com todas as gracinhas que fica para cima de você.

Assim que Tae entrou na sala de espera, Jimin correu para o seu lado e te abraçou, começando a fazer carinho em seus cabelos.

– S/N-ah, você é tão linda. – o garoto falava em tom apaixonado, fazendo os outros meninos – que sabiam da brincadeira – caírem na risada.

– Ela é linda mesmo. Agora da licença… – Taehyung tentou tirar Jimin de perto de você que logo o empurrou para o sofá.

– Não, Tae. A S/A é apenas minha. Você não acha que formamos um casal lindo?

– O casal mais bonito que já vi… – Hoseok falou rindo e fazendo corações na frente de vocês dois.

– Meninos, parem, eu estou ficando envergonhada…

– Omo, olha como ela fica tão fofa envergonhada. S/A, você é lind

– JIMIN, VOCÊ PODERIA PARAR DE FALAR ASSIM DA MINHA NAMORADA? – Tae explodiu, puxando Jimin e jogando-o no sofá, depois pulando para perto de você e abraçando-a como se estivesse te protegendo de ataques de gaviões.

– Namorada? – Os meninos falaram em coro, todos olhando para Taehyung e depois para você.

– É.

– Tae – Jimin começou a rir – Desculpe, eu não sabia. Só estava brincando de te imitar…

– Oh… – Taehyung te soltou, sorrindo para todos – Bom então nesse caso tudo bem. Eu e ela fazemos um casal bem mais bonito que vocês dois, a propósito.



Jeon Jungkook (Jungkook):

Você e Jungkook estavam namorando a poucas semanas, vocês já eram amigos antes, então ninguém desconfiava quando vocês marcavam de sair juntos ou passavam as tardes de folga dele jogando algum game novo. O único motivo para que todos ainda não soubessem do namoro de vocês é que Guk é muito tímido e como nunca tinha se apaixonado antes, sabia que os hyungs reagiriam de uma forma um pouco maternal.

Hoje os meninos estavam de folga e Jungkook te chamou para ir ao dormitório assistir um filme. Assim que você chegou e tocou a campainha, Taehyung abriu a porta para você, se surpreendendo com a sua presença.

– S/N, eu não sabia que viria hoje… – O rapaz falou dando um sorriso um pouco desconcertado e olhou para baixo, se lembrando de que estava vestido apenas com uma calça de moletom.

– Jeongguk me chamou para ver filme. Ele não te contou?

– Não contou. Agora entendi por que ele arrumou o quarto tão rápido.

Ele deu espaço para que você passasse e ficou te observando por um instante depois de fechar a porta e ficar escorado de costas para a mesma.

– Você tem passado muito tempo com Kookie, não é?

– Ham? E-eu? – Você sorriu um pouco sem graça com medo de o garoto ter notado algo diferente entre vocês – Ham, não. Acho que é impressão sua, Tae.

– Não acho que seja. E me arrependo bastante de ter apresentado os dois, já que agora tudo o que me resta é sentir sua falta…  – Taehyung falava de forma exagerada e fazendo um biquinho dramático no final enquanto caminhava em sua direção.

– Desculpa, Tae. Eu tenho mesmo sido uma amiga terrível, não é?

– Tem sim. Mas, sabe, você pode compensar… – Ele se aproximou ainda mais, quase que encostando o corpo em você. Levou uma das mãos ao seu rosto e ajeitou uma mexa de cabelo atrás da sua orelha, aproveitando para acariciar seu rosto.

– Tae… Eu não acho que essa é uma boa ideia…

– Ah, qual é, S/A – Taehyung falava encarando seus lábios – Só, me da uma chance… Larga o Jungkook pelo menos uma vez, dá qualquer desculpa. A gente sai daqui e vai pra qualquer lugar que você queira… Não é possível que ainda não tenha percebido que eu gosto de você..

O barulho de alguém coçando a garganta fez com que os dois se virassem para a escada, onde Jeongguk se encontrava agora com uma cara nada feliz.

– Ela não vai sair com você. – Ele foi caminhando até você e, quando chegou, pegou em sua mão, tirando você de perto de Taehyung que olhava para o mais novo sem entender nada – S/N, me espera lá no quarto. Eu quero conversar com o Taehyung.

Imagine Louis Tomlinson.

Pedido: Eu queria um c/ o Lou q eles sao casados e ele é mto grosso e rude c/ ela,e ela é um doce e calma,sempre faz td pra agrada-lo,e sempre evita brigas.Ai um dia eles vão em uma festa de empresa dele,e lá ela conhece um rapaz(colega de trabalho do Lou)e ele a trata super bem,a elogia por coisas q o Lou não repara(tipo cabelo e tals)e eles passam a noite toda rindo e cnvs,e o Lou vê e fica enciumado. O final vc pode decidir amor,obrigada ♥


S/N P.O.V

Louis : S/N eu já falei pra não me atrapalhar . Já disse que estou terminando de assinar estes contratos e preciso de paz !
S/N: Mas amor ,eu só achei que estivesse com fome . Você está aí a muito tempo .
Louis: Se eu estivesse com fome eu mesmo ia atrás de algo pra comer . Agora por favor me da licença .

Sai de seu escritório levando a bandeja com um lanche que havia preparado para ele .
Eu e Louis éramos casados a 5 anos . Ele sem duvidas é o homem da minha vida , mas conforme o tempo foi passando , as coisas foram mudando . Louis não era mais aquele cara atencioso e carinhoso que me fazia rir e dizia o quanto me amava a todo instante . Ele estava mais rude , mais sério ,mais duro .

Ele havia passado o dia todo no escritório ( Na nossa própria casa ) resolvendo assuntos da empresa . Achei que ele estivesse com fome e levei algo para ele comer . Mas ele rejeitou meu gesto de preocupação, me tratando mal. Fui deixar a bandeja com as coisas na cozinha e subi para o quarto , um pouco chateada . Fui assistir um pouco de TV até que meu telefone toca . Era a minha mãe . Pediu para que eu fosse fazer compras com ela . No mesmo instante me arrumo , pego as chaves do meu carro e saio . Não aviso a Louis , já que ele estava ocupado demais e talvez nem daria conta de que eu tivesse saído.

[…]
Depois de deixar minha mãe em casa , vou para a minha . Já era um pouco tarde. Mas tinha sido muito divertido sair pra fazer compras com ela . A tempos não fazíamos isso . Tinha até comprado uma torta de limão , a favorita de Louis . Ele sem duvidas ia amar . Estaciono o carro , descendo do mesmo e entrando em casa . Logo avisto Louis, com uma cara nada agradável.

Louis: Onde você estava? - disse quase gritando .
S/N: Amor , eu fui fazer compras com a minha mãe .
Louis : E por que não me avisou ?
S/N: Você estava muito ocupado com aquela papelada toda , não quis te atrapalhar mais uma vez .
Louis: E por que não levou o celular ? - Ele Disse tirando meu celular do bolso e praticamente jogando sobre mim .
Eu não tinha dado conta de que havia esquecido o celular .
S/N : Aí meu Deus . Eu me esqueci completamente.
Louis: Você deveria ter me avisado , eu sou seu marido . O mínimo que poderia fazer é dizer pra onde vai !
S/N: Me Desculpe Louis , eu não quis …
Louis: Olha , eu não estou mais afim de discutir. Não faça isso novamente. - disse me interrompendo .
S/N: Não se preocupa. Isso não vai mais acontecer .
Louis: Vou dormir . Estou muito cansado . - disse ríspido.
S/N: Mas amor , eu trouxe aquela torta de Limão que você adora , come pelo menos um pedacinho .
Louis : Eu não quero droga de torta nenhuma . Agora me da licença - Disse subindo as escadas . - Ah! E não se esqueça que temos um evento na empresa amanhã .
S/N: Ok! - respondi frustrada .
Com isso ouço a porta no quarto bater.

Não pensei que ele fosse ficar tão bravo com o simples fato de eu ter saído por algumas horas .
Pensei que ele iria adorar a torta . Queria tanto agrada-lo, mas ultimamente isso era impossível. A maneira como ele me tratava estava me machucando aos poucos . Mas o amor que sinto por ele meio que cura as minhas feridas .

No dia seguinte.

Louis : Anda amor . Vamos chegar atrasados . - Louis me grita do andar de baixo .
Com isso desço , já pronta . Havia comprado um vestido lindo , especial para a ocasião .

S/N: E aí amor ! O que achou?- falei dando uma voltinha para que Louis me analisasse.
Louis :Achei do que ?
S/N:Poxa Louis . Não gostou do meu vestido ? Comprei especialmente pra esse evento.
Louis : É legal .
S/N: Só isso ? Legal ?
Louis : É por que ? O que quer que eu diga ?
S/N: Quer saber . N precisa dizer nada .
Com isso saio com a cara fechada pegando minha bolsa e indo em direção ao carro.
Louis vem logo atrás .

[…]

Eu estava totalmente desenturmada naquele lugar, estava sozinha em um canto pois Louis havia me deixado sozinha pra dar atenção aos convidados .
De repente alguém se aproxima . Era Alex , um colega de escritório do Louis .

Alex : S/N?
S/N: Oi Alex . - respondi um pouco sem Graça .
Alex : Posso te fazer companhia? Confesso que não estou me enturmando com toda essa gente .
S/N: Mas é Claro - sorri fraco .
Alex : Onde está o Louis ?
S/N : Ele esta dando atenção a alguns convidados .
Alex : Entendi . - então ele começa a me elogiar . - Você está linda Hoje . Esse vestido é realmente incrível. Ficou ótimo em você - confesso que ouvir aquilo foi ótimo já que não tinha ouvido nenhum elogio vindo de Louis aquele dia .
S/N: Muito obrigada Alex .

[…]

Eu e Alex passamos o resto da festa conversando e nos divertindo . Ele era um cara Legal e engraçado . Eu estava adorando . Fazia tempo que não me divertia daquele jeito , mas Louis aparece e acaba com tudo .

Louis : S/N , temos que ir . - disse aparentemente irritado.
Com isso Alex diz:
Alex : Ei , eai Cara.
Louis : Oi Alex .- responde ríspido. - agora S/N por favor , vamos embora.
S/N: Ok Louis .
Então me despeço de Alex .
S/N: Até mais Alex. Foi um prazer .
Alex : o prazer foi todo meu .

[…]

Louis : Você acha que eu não vi o quanto estava animada de conversinha com aquele otário do Alex ? - disse enquanto entrávamos em casa , dando início a uma discussão.
S/N: Louis . Não foi nada demais .
Louis: Nada demais !? Você acha que pra mim não foi nada demais ver você conversando com outro cara enquanto eu não estava por perto ?
S/N: Você me deixou sozinha Louis . Ele apenas estava me fazendo companhia!
Louis : Eu estava ocupado conversando com os convidados . Se você estava se sentindo sozinha não foi minha culpa . Eu não gostei de ver vocês de papinho furado .
S/N: Pelo menos ele me tratava bem Louis . - disse nervosa .
Louis : O que quer dizer com isso ?
S/N: Louis , de uns tempos pra cá você não é mais o mesmo . Eu me esforço, faço de tudo pra te agradar , mas você me trata com indiferença, com ignorância. Isso está me machucando .
Louis : E isso é motivo pra você ficar de gracinha com outro cara ? Se for apenas isso já que pareciam se conhecer a muito tempo . - disse gritando !
S/N: Você está insinuando que eu tenho algo com Alex ? - falei incrédula .
Louis : Sim !!! Gritou cuspindo as palavras .
Aquilo foi o Cúmulo pra mim .
S/N: Você está Louco !?! Quem você pensa que eu sou ?? Me respeita Louis eu sou sua mulher !!!
Louis : Isso mesmo !! Você é MINHA MULHER !! Não tinha nada que ficar de gracinha com outro homem !!! - Ainda dizia com um tom de voz alterado .
S/N: Eu achei que estivesse claro pra você e pro mundo que você é o amor da minha vida Louis ! Eu te amo e te respeito acima de tudo ! Eu não sei como tem coragem de pensar uma coisa dessas de mim ! - Gritei . Não consegui conter o choro . Subi correndo antes que Louis dissesse mais alguma coisa e me tranquei no quarto . Comecei a desabar . Como o homem da minha vida poderia duvidar de mim . Eu o amo mais que tudo . Nunca o dei motivos pra nenhum tipo de desconfiança , cada passo que eu dava em minha vida era pensando nele .

[…]

Louis não parava de bater na porta .
Louis : Amor por favor abre . Precisamos conversar!
S/N: Nós não temos nada o que conversar !
Mas Louis era insistente, e eu acabo cedendo . Enxugo minhas lágrimas e abro a porta , indo logo em seguida em direção a Janela . Não conseguia encarar Louis naquele momento . Ele aos poucos se aproxima .

Louis : S/N, por favor me desculpe .
S/N: Você acha que é simples assim ? Fazer merda e depois pedir Simples desculpas ?
Louis : Eu sei amor , mas é que … - falou suspirando fundo . - é que te ver com outro homem , se divertindo e saber que eu não era o responsável pelo seu sorriso naquele momento me machucou . Eu senti medo . Medo de te perder . Isso me fez parar pra ver que eu não estou te dando o valor que você merece . S/N, eu te amo tanto . Eu acho minha vida não faria mais sentido sem você nela .
Aquelas palavras me emocionaram . Com isso viro de frente pra ele e o encaro no fundo dos olhos .
S/N: Louis , você nunca vai me perder .
Louis : Me Desculpa? Me desculpa por te tratar desta maneira . Eu sou um verdadeiro estupido . Eu não sou digno de todo o carinho e cuidado que você tem comigo.
S/N: Louis . Você realmente me magoou, e muito ,mas o amor que eu sinto por você e maior do que qualquer magoa que eu possa sentir .
Louis : Eu prometo que vou ser o melhor marido daqui pra frente . - disse me abraçado forte .
Sinto uma lágrima escorrer por minhas costas. Deduzi que Louis estava chorando .
S/N: Amor , não chora ok . Já passou . Está tudo bem . Eu confio em você , e sei que vai cumprir essa promessa .
Ele então desfaz o abraço e me beija com carinho .
Depois do beijo acaricia meu rosto e olha no fundo dos meus olhos .

Louis : Eu te amo tanto ! Tanto !
S/N: Eu também te amo meu amor .

Park Jimin (Jimin):

Você e Jimin tinham combinado de sair para jantar, ele estava muito bonito e arrumado e, como sempre, chegou na hora combinada para te buscar. E você, como sempre, ainda não estava pronta.

Jimin tocou a campainha e você abriu a porta, gritando um rápido “PODE ENTRAR” enquanto voltava correndo para o banheiro a fim de terminar de se arrumar.

Keep reading

❀ status henrique e diego

Eu tô sabendo que ela ta me cercando, que tá me dando mole, me querendo… 😏👌🔝
Eu amo seus defeitos, seus ciúmes, quando se atrasa e fica nervosa 😍👫💖
Eu tô sabendo, e eu vou dar o bote, eu vou cair p cima to nem vendo 😏😎👌
Vai ver que o frio é maior quando eu não for mais seu cobertor 😉❄
Quando fica louca e diz “vou embora”, e depois vem dizer que me adora 💕
Ainda é tempo pra nós, seu lugar é aqui 😍😘
Briga, separa, quebra a cara e volta, vê que sem o outro a vida é tão sem graça 😍💕💏
Mas eu gosto dela demais, só que ela me tira a paz 😍😂
Não adianta eu querer mudar teu jeito. Afinal, eu sei que ninguém é perfeito 😍🙈
Me ligue agora, tô te esperando.. Vou te contar oque eu to imaginando 😏👌🔞
Ainda estamos presos nesse sentimento 😪💕
Ôh meu bem, cê sabe que eu não te troco por ninguém. 🎶😍💕
E fica toda emburradinha, você tá com ciúme que gracinha 😍😂💓
Gosto quando chora e reclama & depois vem dizer que me ama 😍💕
Eu sei que vou querer pra sempre ter o seu amor de qualquer jeito 😍🙈💕
Cê fica linda com essa carinha mas sabe que eu sou louco por você 😍😍
E quanto mais entender eu tento, eu sinto que é completamente amor.. 😍💖
Eu gosto das brigas que acabam no sofá, no tapete ou na cama 😍🙈💕
Eu não to nem aí oque eu quero é me divertir 😏👌🍻
Eu desandei de novo, deixa o dia amanhecer 🎶👌🌞
Só sofre de amor quem não tem grana e não tem tempo pra beber 😂🔝🍻👌
Enche o copo de whisky, agora vira e tome 👌👌🔝
Hoje ninguém me segura, to malícia pura 😏

O primeiro dia é crítico. Você acorda e por três segundos tudo parece normal. Até que vem aquela tempestade de realidade fria, varrendo todo seu coração. E então ele se quebra. As primeiras semanas é como se tivessem substituído você no seu próprio corpo, como se sua alma tivesse saído e você parece sem vida. Nos primeiros meses, todos os beijos parecem faltar algo. Parece que o cupido fez tanta gracinha que você já não acredita mais no amor. Tiraram seu doce cedo, cedo demais. E tudo o que  você pode fazer é respirar. Respirar profundamente e resistir a chuva. A dor e a perda. Até perceber que a luz era você. Sempre foi você. E então fica mais fácil respirar. Você então percebe que é livre pra fazer qualquer coisa. Que a felicidade está em você. Que ainda pode brincar e sorrir. Que ainda faz novos amigos. Que ainda briga com seus pais. Que aquela música romântica ainda pode tocar na rádio. Porque tudo o que você sempre quis nunca  estará em outra pessoa, sempre estará em você mesma. E então passa aquele cara novo da faculdade e tudo começa de novo.
—  Bruna Pilati.
Capítulo 9 - “Segunda Chance”

Existe uma linha tênue que separa a decepção do rancor. A meu ver, pelo menos, essas duas coisas estão quase que interligadas. É por deveras simples transformar um corte supérfluo numa cicatriz profunda. A cada lágrima derramada, a ruptura torna-se maior; a dor se intensifica e a mágoa se expande. Quando atingido novamente naquele mesmo machucado, sarar vira algo já sem sentido para nosso coração. Então, nós simplesmente deixamos a ferida cicatrizar. A marca permanece ali, eternizando a dor que um dia nos foi causada. É como um lembrete, um aviso. O sinal de que nunca, independente do que o futuro reserva, iremos esquecer o que ocorreu.

E de repente, uma sensação que deveria ser passageira e insignificante acaba resultando em algo duradouro e intenso. O corte torna-se uma cicatriz; a decepção, vira rancor. E a dor simplesmente permanece intacta.

Keep reading

2

IMAGINE COM HARRY STYLES

Entrei em casa abrindo a porta com calma, de forma totalmente contrária ao que fiz ao sair hoje de manhã, não que eu tivesse esquecido de tudo, mas eu esperava que ele sim. Não queria continuar isso, simplesmente não.

Eu estava suada,  exausta, e queria me jogar no sofá agora mesmo, mas minha sanidade gritou um tiquinho mais alto, e eu fui para o banho.

A água ia caindo sobre meu corpo, e parecia que aquilo, além de tirar toda a espuma já no meu corpo, tirava boa parte do dia estressante de hoje dos meus ombros, como se eu só fosse pegar isso de volta amanha quando colocasse os pés novamente na editora na qual trabalho.

Ouvi o barulho da porta vindo da sala, e mais uma vez eu só conseguia torcer para que ele tivesse esquecido do que aconteceu de manhã e nem tocasse no assunto, não queria falar sobre isso de novo, era horrível.

Era horrível brigar com ele, era horrível sentir aquilo que eu senti tão forte ao ponto de discutir com ele sobre isso. Eu sou uma idiota. Por que eu sei que ele não tinha grande culpa daquela maldita mulher mas, fala serio ele não podia ter.. Sei lá, dado um jeito de se esquivar?  

De qualquer forma, enrolei mas algum tempo de baixo do chuveiro antes de, de fato, sair do banheiro enrolada na toalha.  Eu deveria ter pensado em uma roupa.

Entrei no quarto em passos curtos, numa quase torcida metal para que Harry não estivesse ali, mas ele estava. E virou pra mim assim que eu dei o quarto passo dentro do quarto.

‒Boa noite.. ‒Soltei fraca as palavras enquanto ainda o encarava, mordi meu lábio inferior, ele lembrava da minha crise de ciúmes, bosta. Em seu semblante, antes sério, foi se formando um sorriso, que na minha mente, foi em câmera lenta. Ele chegou mais perto de mim, sua mão repousou em minha cintura. Harry me puxou um pouquinho fazendo eu dar um pequeno passo pra frente enquanto ele se aproximava mais, com uma calma surreal. Eu já encarava seus lábios e ele sabia disso, ele ainda sorria, enquanto eu apenas queria que ele colasse nossos lábios. Acho que ele percebeu que eu encarava seus lábios levemente rosados, porque ele meio que escondeu o sorriso e continuou sorrindo, e eu acho que minhas pernas estão bambas, nesse exato momento, por céus, ainda bem que ele está me segurando.

‒Boa noite amor.. ‒ E finalmente ele me beijou, um selinho longo e demorado que eu podia quase sentir o sorriso em seus lábios, e ele ainda estava com a mão em minha cintura, sobre a toalha ainda enrolada sobre meu corpo.

Quando o beijo se partiu voltei a encarar Harry, que parecia mais uma segurar um sorriso, e suas covinhas estavam ali, totalmente a mostra. Sorri -totalmente- boba e sem graça pra ele que com certeza ainda lembrava do meu ‘ataque de ciúmes’ de hoje de manhã, o que não era bom,  mas ele não falaria sobre isso, eu acho, e isso era bom.

Passei meus braços por baixo dos seus e juntei nossos corpos, o abraçando forte seu tronco enquanto ele também me abraçava. Enfurnei um pouco minha cabeça na dobra de seu pescoço. Harry começou a acariciar a ponta de meus cabelos molhados, e isso fazia eu sentir um pequeno arrepio aonde os fios se iniciavam. Beijei seu pescoço em uma quase espécie de agradecimento especial e ele subiu as mãos começando a fazer de fato cafuné em mim.. Seus dedos se embolavam em cada fio de meu cabelo molhado e eu fechei os olhos e quase me soltei sobre ele, isso era tão bom, seu carinho, seu toque, seu cafuné e seu cheiro, inalado por mim agora.

‒Como vai a senhora ciumenta? ‒sua voz saiu mais rouca e grave que o normal, e sua proximidade ao meu ouvido fez meus pelos se arrepiarem.

‒Para com isso Harry.. ‒ Minha fala saiu embolada e meu tom saiu mais cômico do que de fato sério, mas não me importei em repetir. O abracei mais forte, e por céus, como eu amo seu cheiro. ‒Você sabe que..

‒Eu sei que você fica uma gracinha quando fica do jeito que ficou de manhã, embora eu tenha quase ficado com medo hoje.. ‒Ele alargou o abraço fazendo eu me desgrudar dele, Harry encarou meu corpo ‒ Uma gracinha quase na mesma intensidade quanto fica maravilhosa só de toalha, com os cabelos molhados, a pele recém saída da água.. ‒eu sentia minhas bochechas arderem, mas ele não parou, apesar de ver a cor que elas tinham ficado‒ E fiquei com quase tanto medo hoje mais cedo quanto como eu estou feliz, de uma maneira bem específica, nesse exato momento ao encontrar minha namorada nesse estado tão.. vulnerável ‒sorri com seu sorriso torto‒ Vunerável a mim, é claro ‒ Harry puxou mais meu corpo contra . Seus lábios foram pra meu pescoço e logo eles foram meu busto também.

Minha respiração estava descompassada, e meu sentimento de cansaço já estava completamente extinto nesse momento. Eu suspirava sem menor ritmo enquanto ele parecia se divertir. Os lábios de Harry voltaram a meu pescoço, e foram subindo cada vez mais, ele mordiscou o lóbulo de minha orelha e eu soltei praticamente um mini gemido enquanto sentia cada parte de meu corpo se arrepiando.

‒Ainda está brava comigo? ‒ele sussurou em meu ouvido

‒Eu não estava brava com você.. ‒Meus olhos ainda estavam fechados e eu podias sentir minhas pernas bambas mais uma vez.

Harry se afastou de mim, me encarando.

‒ Mas então hoje de manhã..

‒Não acredito que você quebrou todo o clima só pra falar sobre hoje de manhã Harry.. ‒ respondi bufando e ele cerrou os olhos, provavelmente tentando entender se eu falaria ou não, suas mãos ainda estavam em minha cintura, mas eu tirei minhas mãos se seus cabelos. O encarei séria revirando os olhos ‒Aquela garota é uma atirada Harry. ‒Ele soltou uma gargalhada e eu suspirei forte lembrando da linda cena de Tiana, a entrevistadora de vinte e poucos anos sorrindo pra Harry enquanto dava em cima dele descaradamente, isso em um programa que passava às sete da manhã. ‒ Você podia ter cortado ela e..

‒Sn.. ‒suas mãos repousaram em meu rosto, ele não estava rindo, mas era com se existisse um sorriso escondido ali‒Passou, já foi,deixa pra lá ok? ‒ele juntou nossos lábios rapidamente.

‒Eu pensei nisso o dia inteiro, a imagem daquela mulher se apoiando na sua coxa e fazendo uma espécie de carinho no seu cabelo não sai da minha cabeça..‒ Admiti baixinho e Harry ergueu as sobrancelhas‒ Péssimo dia. ‒Joguei meu corpo quase que contra o seu, o abraçando mais uma vez. Mas dessa vez Harry puxou meus braços, de uma forma que no final, nossos dedos se entrelaçaram e eu apenas voltei a encará-lo , ele olhou pra minha mão direita, acompanhei seu olhar sorrindo instintivamente,

Ali estava o anel de prata com duas pequenas pedrinhas, uma roxa e uma verde e eu sorrir ao lembrar dele me explicando o motivo das cores um dia depois do dia que recebi esse anel. A verde era dele e a roxa minha, e isso envolvia alguma numerologia dos nossos aniversários que eu não sei mais explicar.

Voltei a encarar Harry, ele sorria pra mim, quase bobo, e eu sorria da mesma forma.

‒Adoro saber que você ainda sente ciúmes de mim sabe? ‒Cerrei os olhos pra ele que riu um pouco ‒Falta menos de dois meses pra você parar de usar esse anel.. ‒Sorri assentido com a cabeça ‒E você ainda acha que eu percebo quando outras pessoas dão em cima de mim.. ‒Ri de mim mesma ‒Tão ingênua essa minha noiva..‒ Ele soltou nossas mãos passando-as para a minha cintura enquanto eu subia para seu cabelo, embolando meus dedos ali mais uma vez ‒Mas essa inocência não dura tanto assim não é mesmo?!‒ Harry começou a puxar minha toalha, e o nó lateral que eu tinha feito se desfez.

E em alguns instantes minha toalha estava no chão, e depois sua camisa, sua calça e claro, sua box. Suas roupas foram pro chão e nós pra cama.

Literalmente, eu não me sentia nem um pouco cansada.

No final das contas a única imagem em minha mente era seus olhos e seu sorriso sobre mim. Enquanto suas mãos faziam carinho sobre minha pele em minha cintura, meus olhos pesavam, e eu tinha certeza que Harry ainda me encararia por alguns minutos algum de pegar no sono. Sorri uma última vez pra ele, e já com os olhos fechados senti um beijinho sobre meu nariz, e eu acho que dormi um pouco depois de encarar seu meio sorriso sobre mim.